A SUA LINHA DE NOTÍCIAS

Tecnologia do Blogger.

Arquivo do blog

TWITTER

FACEBOOK

Premier League Brasil

Siga-nos nas redes sociais

Popular Posts

Quem sou eu

CLASSIFICAÇÃO

quinta-feira, 31 de dezembro de 2015

Guia da Copa São Paulo de Futebol Júnior - Fase de Grupos

Um novo ano vai começando e a bola já começa a rolar desde cedo nos campos do Brasil. Pode não ser o futebol profissional, mas o objetivo dessa garotada é chegar lá um dia, e para isso, se preparam para a maior competição de base do país: a Copa São Paulo de Futebol Júnior, onde vários clubes observam as jovens promessas do esporte mais apaixonante deste planeta. Conheça agora nessa matéria um pouco de todos os grupos e estádios da Copinha 2016, que começa no dia 2 de janeiro.

A 47ª edição da Copa São Paulo de Juniores está próxima de começar.
Foto: Futebol Sergipano.
GRUPO 1: América (SP), Chapecoense (SC), Juventude (RS) e Tanabi (SP).

O primeiro grupo da Copinha será sediado na cidade de Tanabi, um município pequeno da região oeste de São Paulo. Nele, teremos dois times paulistas, isso porque o América-SP é de São José de Rio Preto, uma cidade da mesorregião de Tanabi, que contará com o seu clube local: o Tanabi Esporte Clube. Além deles, teremos dois times da região Sul: a Chapecoense, clube de Santa Catarina e que disputa a Série A do Brasileiro, e o Juventude, do Rio Grande do Sul.

O estádio Alberto Victolo, em Tanabi, sediará o Grupo 1 da Copinha.
Foto: Globo Esporte.
O estádio de Tanabi é o Alberto Victolo, com capacidade para 11.617 pessoas. Nele, serão realizados os jogos do Grupo 1, mas para a equipe do Tanabi, será de extrema importância para que o time consiga esquecer as atuações apagadas dos últimos anos na Copinha e consiga surpreender na competição. O América-SP, que também jogará se sentindo em casa, terá que surpreender para avançar de fase. Para Juventude e Chapecoense, que são clubes com "mais de nome" e com bases mais fortes, resta a obrigação da classificação, principalmente para o time catarinense que teve um ano glorioso em suas categorias de base em 2015 e o técnico Emerson Cris já esbanjou bastante confiança nos garotos da Chape.

Favoritos: Chapecoense (SC) e Juventude (RS)

Mais fraco: América (SP)

Chapecoense irá empolgada para a disputa da Copinha.
Foto: Globo Esporte.
GRUPO 2: Atlético (PR), Rio Preto (SP), Sport (PE) e União ABC (MS).

O segundo grupo da Copa São Paulo de Juniores acontecerá na cidade de São José do Rio Preto, também na região oeste de São Paulo. Teremos nesse grupo, dois grandes clubes da elite do futebol brasileiro: Atlético Paranaense e Sport Recife, que são os favoritos para avançarem de fase. O Rio Preto, de São Paulo, será o clube sede e o União ABC, do Mato Grosso do Sul, completa o grupo.

O estádio Anísio Haddad sediará o Grupo 2 da Copinha.
Foto: Globo Esporte.
O estádio utilizado será o Anísio Haddad, que tem capacidade para 14.014 pessoas. O Atlético Paranaense e o Sport, que serão os adversários mais fortes do grupo, se vêm na obrigação de passarem de fase. Já o Rio Preto Esporte Clube, espera também usar o "fator casa" para ser umas das surpresas do grupo. O União ABC, o menos conhecido do grupo e o mais cotado a ser eliminado, vai ter muita dor de cabeça logo nas suas primeiras partidas.

Favoritos: Atlético (PR) e Sport (PE)

Mais fraco: União ABC (MS)

O União ABC é o clube mais cotado a ser eliminado no Grupo 2.
Foto: Globo Esporte.
GRUPO 3: Mirassol (SP), Penapolense (SP), Santa Cruz (PE) e Vila Nova (GO).

O Grupo 3 é outro que terá dois clubes paulistas: Mirassol e a Penapolense, que terão que enfrentar duas bases muito fortes e de clubes conhecidos no futebol brasileiro: Santa Cruz e Vila Nova. Os jogos ocorrerão em Penápolis, cidade da região noroeste que pertence à mesorregião de Araçatuba. O estádio será o Tenente Carriço, que tem capacidade para 4.769 pessoas.

O Tenente Carriço, da Penapolense, será o estádio do Grupo 3.
Foto: As Mil Camisas
A Penapolense vem mais uma vez forte para a Copa São Paulo e jogando em seu estádio, promete dar bastante trabalho para seus visitantes, mesmo com Santa Cruz e Vila Nova no grupo. A disputa vai ser bem acirrada e pela força dos times, as chances de termos três classificados nesse grupo é bastante significante. O Mirassol também promete dar trabalho, mas é considerado o mais fraco do grupo.

Favoritos: Penapolense (SP) e Santa Cruz (SP)

Mais fraco: Mirassol (SP)

GRUPO 4: Botafogo (RJ), Linense (SP), São Bento (SP) e Sobradinho (DF).

O quarto grupo dessa Copa São Paulo terá como estrela um grande clube carioca: o Botafogo, que será sediado em Lins, cidade da região centro-oeste paulista, onde existe o Linense, que também faz parte do grupo ao lado do São Bento, de Sorocaba e também o Sobradinho, do Distrito Federal.

A casa do Linense, o Gilbertão, será o estádio do Grupo 4.
Foto: F11 Esportes
O estádio será o Municipal Gilberto Siqueira Lopes, mais conhecido como "Gilbertão" e é a casa do Linense com capacidade para 11.000 pessoas, que assim como no ano passado, promete colocar bastante pressão em seus adversários sendo um dos favoritos para se classificar juntamente com o Botafogo. São Bento e Sobradinho terão que surpreender, mas o time candango vem empolgado pelas recentes vitórias das categorias de base em outras competições.

Favoritos: Botafogo (RJ) e Linense (SP)

Mais fraco: São Bento (SP)

GRUPO 5: Comercial (SP), Cruzeiro (MG), Marília (SP) e Vitória da Conquista (BA).

O quinto grupo da Copinha será na bela cidade de Marília, que se localiza na região central do estado paulista. Nele, temos duas equipes paulistas: o Marília Atlético Clube, que será o clube sede do grupo, juntamente com o Comercial, de Ribeirão Preto. Além desses, teremos a forte base do Cruzeiro, que entra como um dos favoritos para a classificação e o Vitória da Conquista, da Bahia.

Os jogos do Grupo 5 serão realizados no Bento de Abreu.
Foto: Fórum Spain
Jogando em casa, o Marília brigará fortemente com o Comercial para conseguir uma das vagas para a próxima fase da Copinha, apesar. O Cruzeiro vê seu grupo com a obrigação de passar de fase e vêm se preparando fortemente para essa competição. Já o Vitória da Conquista vai tentar surpreender no grupo, pontuar bem e não voltar para casa tão cedo, porém, é o mais cotado para ser eliminado.

Favoritos: Cruzeiro (MG) e Marília (SP)

Mais fraco: Vitória da Conquista (BA)

GRUPO 6: Coritiba (PR), Noroeste (SP), Palmas (TO) e União Barbarense (SP).

O Grupo 6 é mais um com dois clubes paulistas que irão vir bem fortes para a competição: o Noroeste e o União Barbarense, que também terão pela frente o forte Coritiba e o animado Palmas, de Tocantins. O grupo jogará as partidas na cidade de Bauru, o município mais populoso do centro-oeste paulista e a cidade do Esporte Clube Noroeste.

O grande estádio Alfredo de Castilho será a casa do Grupo F.
Foto: Panoramio
Os jogos ocorrerão no estádio Alfredo de Castilho, com capacidade para 18.866 pessoas. O Noroeste não quer fazer feio diante de sua torcida e de certa forma, é um dos favoritos para se classificar ao lado do Coxinha, que tem uma base muito forte e que vai longe na Copa São Paulo. O União Barbarense, de Santa Bárbara d'Oeste, terá que medir forças com o Noroeste para passar de fase, assim, como o Palmas, que é pouco conhecido em relação à categorias de base.

Favoritos: Coritiba (PR) e Noroeste (SP)

Mais fraco: Palmas (TO)

GRUPO 7: América (PE), Confiança (SE), Ferroviária (SP) e Santos (SP).

O Grupo 7 caiu de "mão-beijada" para o Santos, que tem uma das melhores categorias de base deste país. Grande favorito para passar de fase e um dos cotados para levar o título, o alvinegro praiano terá pela frente o Ferroviária, o Confiança e o América de Pernambuco, que irão medir forças pela segunda vaga do grupo. Os jogos irão ocorrer no estádio Fonte Luminosa, em Araraquara, que tem capacidade para 20.950 pessoas.

A Fonte Luminosa, em Araraquara, irá receber os jogos do Grupo 7.
Foto: Globo Esporte.
A briga principal do grupo fica com o Ferroviária, clube da cidade em que será sediado o grupo, e também com o Confiança, que quer mostrar que também é o maior clube de Sergipe nas categorias de base. A equipe do América-PE terá dificuldades para conseguir uma classificação, mas também espera ser uma surpresa.

Favoritos: Santos (SP) e Confiança (SE)

Mais fraco: América (PE)

Os garotos do Confiança buscam surpreender na Copinha.
Foto: Globo Esporte.
GRUPO 8: CSP (PB), Ceará (CE), Guaratinguetá (SP) e Joinville (SC).

O Grupo 8 será realizado na cidade de Porto Ferreira, na região da Cachoeira das Emas, e o único clube paulista do grupo, terá que atuar longe de sua cidade, isso porque o estádio Dário Rodrigues de Leite (estádio do Guaratinguetá) está impedido de ser usado na Copinha por dívidas do clube com a prefeitura da cidade. O estádio utilizado será o Municipal de Porto Ferreira, também conhecido como Vila Famosa, com capacidade para 5.585 pessoas.

A "Vila Famosa", de Porto Ferreira, irá sediar os jogos do Grupo 8.
Foto: Templos do Futebol.
Longe de casa, o Guaratinguetá não terá facilidade para passar de fase, pois terá pela frente o Joinville o Ceará, que são favoritos para avançarem. O CSP, clube paraibano, também está no grupo e é cotado como o time mais fraco do grupo, por isso, entrará para a Copa São Paulo com o objetivo difícil de provar o contrário.

Favoritos: Ceará (CE) e Joinville (SC)

Mais fraco: CSP (PB)

GRUPO 9: Botafogo (SP), Internacional (RS), São Carlos (SP) e Serrano (BA).

O Grupo 9 terá dois clubes com a mão na vaga: Internacional e Botafogo-SP, que querem manter potencial nessa Copinha e mais uma vez, chegarem longe. Esse é o principal objetivo do tricolor paulista, que foi vice-campeão da Copa São Paulo no ano passado e venceu grandes equipes do futebol brasileiro. Os garotos do São Carlos, que jogarão em casa terão muita dor de cabeça para conseguir seguir adiante, assim como o Serrano, que deve cair de cara logo nessa fase de grupos.

O estádio "Luisão" sediará os jogos do Grupo 9.
Foto: Globo Esporte.
O estádio em que será realizado os jogos será o Prof. Luís Augusto de Oliveira, conhecido como "Luisão", com capacidade para 10.043 pessoas, no município de São Carlos, que fica na região centro-leste do estado de São Paulo. O grupo promete bastante emoção com Internacional e Botafogo-SP se enfrentando logo na primeira rodada.

Favoritos: Botafogo (SP) e Internacional (RS)

Mais fraco: Serrano (BA)

O Botafogo-SP tenta mais uma vez, fazer uma grande campanha na Copinha.
Foto: Globo Esporte.
GRUPO 10: Atlético (GO), Cricíuma (SC), Lemense (SP) e Rio Claro (SP).


O Grupo 10 será na cidade de Leme, conhecida como "Cidade do Algodão", também no centro-leste de São Paulo. Com realização dos jogos no estádio Bruno Lazzarini, com capacidade para 7.659 pessoas. Ele é a casa do Lemense, que tem uma boa base e jogará em casa para tentar uma classificação difícil em um grupo com Criciúma e Atlético Goianiense, que tentam ganhar destaque na Copinha, algo que o time goiano não conseguiu nas últimas edições.

O cidade de Leme vai receber os jogos do Grupo 10.
Foto: Templos do Futebol.
O Criciúma até foi bem na última edição, mas que ir além disso, e terá mais uma vez o treinador Wilson Waterkemper no comando. O objetivo é avançar de fase novamente, já que o clube catarinense é um dos favoritos do grupo, e deixará a dor de cabeça para o Rio Claro, que terá que se superar para conseguir uma classificação.

Favoritos: Criciúma (SC) e Atlético (GO)

Mais fraco: Rio Claro (SP)

Wilson Waterkemper treinará o "Tigrinho" na Copinha 2016.
Foto: Globo Esporte.
GRUPO 11: Botafogo (PB), Bragantino (SP), Corinthians (SP) e Inter de Limeira (SP).

O grupo do Timãozinho, atual campeão da Copa São Paulo será em Limeira, e os jogos serão realizados no estádio Major José Levy Sobrinho, com capacidade para 18.000 lugares. É a casa do Inter de Limeira, que não terá vida fácil, pois além de receber o campeão Corinthians, vai enfrentar o Bragantino e o Botafogo da Paraíba, que prometem vir forte na briga pela classificação. Talvez seja um dos grupos mais disputados da competição.

Imagem do "Vila Limeira", o estádio do Grupo 11 na Copa São Paulo.
Foto: O Gol.
O Corinthians tem o objetivo de manter a boa campanha que fez no ano passado e tentar sucesso com as suas jovens promessas. A equipe de garotos corintianos será comandada por Osmar Loss, e que conta com um quarteto no ataque para fazer sucesso na Copa São Paulo: Matheus, Jabá, Gabriel Vasconcelos e Gustavo Tocantins. O Grupo 11 é o grupo dos times alvinegros e com três equipes paulistas nele.

Favoritos: Corinthians (SP) e Bragantino (SP)

Mais fraco: Inter de Limeira (SP)

Jovens do Corinthians querem ir forte em busca de mais um título da Copinha.
Foto: ESPN
GRUPO 12: Guarani (SP), Mogi Mirim (SP), Náutico (PE) e Paysandu (PA).

O Grupo 12 será disputado na cidade de Águas de Lindoia, uma cidade turística do interior de São Paulo, e sim, alguns clubes vão lá só para visitação mesmo, porém, fica a dúvida de quem vai embora mais cedo pois é um dos grupos mais disputados da Copinha. Os jogos serão realizados no estádio Leonardo Barbieri, com capacidade para 7.329 pessoas.

Imagem do estádio Leonardo Barbieri, em Águas de Lindoia.
Foto: As Mil Camisas
O Guarani não vive uma fase agradável no futebol profissional, e isso pode ser influenciável na base, mas não significa que eles irão vir fracos para a disputa da Copinha. O Mogi Mirim, também jogando longe de casa, tentará ser o time paulista do grupo que irá surpreender e faz boas campanhas na Copa São Paulo nos últimos anos. Náutico e Paysandu também farão uma boa disputa em busca de uma classificação, mas é difícil dizer quem é o mais forte.


Favoritos: Mogi Mirim (SP) e Náutico (PE)

Mais fraco: Guarani (SP)


GRUPO 13: Água Santa (SP), Capivariano (SP), Fluminense (RJ) e Real Noroeste (ES).

O Grupo 13 será jogado na cidade de Capivari, a "Terra dos Poetas", e também a terra do Capivariano, que podem encaminhar bem uma classificação para a próxima fase e travar uma disputa com o Fluminense pela primeira colocação do grupo. O Real Noroeste, que virá do Espírito Santo, terá que surpreender para conseguir se classificar, assim como o Água Santa, equipe mais fraca do grupo.

A Arena Capivari será a casa dos times do Grupo 13.
Foto: Globo Esporte.
O estádio utilizado será o Arena Capivari, com capacidade para 19.000 pessoas. Mesmo jogando em casa, o Capivariano Futebol Clube tem uma das equipes mais jovens da competição, com média de 17 anos por atleta, mas eles contarão com o experiente treinador Nei, ex-zagueiro de vários clubes do Brasil e que poderão levar esses garotos ao sucesso.

Favoritos: Fluminense (RJ) e Capivariano (SP)

Mais fraco: Água Santa (SP)


GRUPO 14: Avaí (SC), Boca Júnior (SE), Primavera (SP) e Paraná (PR).

O Grupo 14 já vem com dois favoritos para a classificação: o Avaí e o Paraná, que querem confirmar isso em campo e seguir em frente na Copinha, mas terão a companhia do Primavera, da cidade de Indaiatuba, cidade onde será disputada o tal grupo, e também com o fraco e esperançoso Boca Júnior, mas não o da Argentina, e sim, do Sergipe.

O estádio Ítalo Mario Limongi sediará os jogos do Grupo 14.
Foto: Futebol Interior
O Ítalo Mario Limongi será o estádio utilizado para os jogos do grupo, com capacidade para 10.220 pessoas. A tendência é que o Primavera tente medir forças com o Boca Júnior, do Sergipe, para evitar que uma das equipes faça feio na competição. A equipe sergipana vem confiante e até embarcou cedo para o estado de São Paulo, visando uma melhor adaptação do local.


Favoritos: Avaí (SC) e Paraná (PR)

Mais fraco: Boca Júnior (SE)

Equipe do Boca Júnior, antes do embarque para a Copa São Paulo.
Foto: Globo Esporte.
GRUPO 15: Desportivo Brasil (SP), Espigão (RO), Ponte Preta (SP) e Porto (PE).

O Desportivo Brasil, da cidade de Porto Feliz, irá receber bons adversários para a disputa do Grupo 15, mas mesmo assim, é um dos favoritos para avançar de fase ao lado da Ponte Preta, que tem um bom time de juniores e promete vir forte esse ano. As outras duas equipes são o Espigão, da Rondônia, e o Porto, de Pernambuco, e vindo de tão longe, não esperam voltar pra casa tão cedo.

O estádio Ernesto Rocco sediará os jogos do Grupo 16.
Foto: Globo Esporte
O estádio utilizado será o Ernesto Rocco, que fica em Porto Feliz, com capacidade para 5.000 pessoas. É pequeno, mas promete muitas emoções nos jogos desse grupo, principalmente para o Desportivo Brasil, que irá em campo com o treinador Adaílton Ladeira e está confiante na evolução dos jogadores.


Favoritos: Ponte Preta (SP) e Desportivo Brasil (SP)

Mais fraco: Espigão (RO)


GRUPO 16: Desportiva Ferroviária (ES), Grêmio (RS), Ituano (SP) e Santos (AP).

A cidade de Itu irá sediar o Grupo 16 da Copa São Paulo, ou seja, a casa do Ituano, que vêm motivado para tentar uma classificação para a próxima fase. Aparentemente, o time da casa tentará disputar uma vaga com o Grêmio, que não decepciona na fase de grupos dessa competição. Os outros dois times são o Desportiva Ferroviária e o Santos, do Amapá. 

O estádio será o Novelli Júnior, a casa do Ituano.
Foto: Site Oficial do Ituano.
O estádio será o Novelli Júnior, que tem capacidade para 18.560 pessoas. Não será um grupo fácil, principalmente para o Santos Amapaense que é considerado o time mais fraco do grupo, porém, os garotos santistas iniciaram os treinos para a Copinha com um mês de antecedência e parecem confiantes para provar que são capazes de se classificarem.


Favoritos: Grêmio (RS) e Ituano (SP)

Mais fraco: Santos (AP)

Jovens do Santos-AP em treinamento visando a Copinha.
Foto: Globo Esporte.
GRUPO 17: Audax (SP), Paulista (SP), São Paulo (SP) e Tiradentes (CE).

O Grupo 17 acontecerá na cidade de Barueri, ou seja, os três times paulistas que estão no grupo vão atuar longe de casa, mesmo assim, não faltará futebol para ver quem irá se classificar. O São Paulo, um dos favoritos, só poderá se contentar com a primeira posição, enquanto o Audax e o Paulista brigarão pela segunda vaga. O Tiradentes tentará não fazer feio e evitar uma eliminação precoce.

Arena Barueri vai ser a casa de Audax, São Paulo, Paulista e Tiradentes na Copinha.
Foto: O Gol.
A Arena Barueri, um dos principais estádios do interior do estado de São Paulo, será o palco dos jogos do Grupo Q. O lugar tem capacidade para 31.452 pessoas. A novidade interessante vem no Grêmio Osasco Audax, que será treinado por um técnico jovem: Lucas Macorim, de 24 anos.


Favoritos: São Paulo (SP) e Audax (SP)

Mais fraco: Tiradentes (CE)


GRUPO 18: Fast (AM), Figueirense (SC), Taboão da Serra (SP) e XV de Piracicaba (SP).

O Grupo 18 será em Taboão da Serra, onde o Clube Atlético Taboão da Serra terá que dar o seu valor para passar de fase em um grupo difícil. O Figueirense, um dos favoritos para avançar de fase, quer fazer uma campanha tranquila e ficar em primeiro, então, a segunda vaga pode ficar com o XV de Piracicaba ou com o Taboão da Serra. O Fast, do Amazonas, tentará surpreender, mas é o mais fraco do grupo na teoria.

Os jogos do Grupo 18 ocorrerão no estádio José Ferez.
Foto: Futebol Interior.
Os jogos serão disputados no estádio José Ferez, que tem capacidade para 4.410 pessoas. O estádio não vai ser um problema para o Fast, do Amazonas, que afirma que seu maior problema será o grupo difícil, principalmente contra o Figueirense, que é um carrasco de times amazonenses, mas isso não abala a diretoria do Fast, que confia em seu grupo vencedor.


Favoritos: Figueirense (SC) e XV de Piracicaba (SP)

Mais fraco: Fast (AM)

Fast foi campeão do Amazonense e da Copa Norte de Juniores.
Foto: Globo Esporte.
GRUPO 19: Altos (PI), Grêmio Osasco (SP), Rondonópolis (MT) e Vitória (BA).

O Grupo 19 terá sede em Osasco, e os jogos ocorrerão no estádio José Liberatti, que tem capacidade para 17.780 pessoas. O Grêmio Osasco, que ficou de fora da última edição da Copinha, voltou e é um dos favoritos para conseguir a classificação ao lado do Vitória. O Altos, do Piauí, equipe recentemente criada, terá que contar com a sorte para conseguir uma classificação, assim como o Rondonópolis, do Mato Grosso.

O estádio José Liberatti será sede dos jogos do Grupo 19.
Foto: Futebol Interior
O time de Osasco será mais uma vez treinado por Zeferino, que pretende fazer uma boa campanha, e principalmente, revelar bons jogadores para o futebol profissional, assim como fez com Matheus Vargas, hoje no Corinthians.


Favoritos: Vitória (BA) e Grêmio Osasco (SP)

Mais fraco: Altos (PI)


GRUPO 20: ABC (RN), Galvez (AC), Goiás (GO) e São Bernardo (SP).

O Grupo 20 ocorrerá na cidade de São Bernardo, que fica bem próximo da capital paulista, com os jogos sendo realizados no estádio Giglio Portugal Pichinin, mais conhecido como "Baetão", com capacidade para 8.000 pessoas. A equipe da casa, São Bernardo, não terá vida fácil em um grupo com o ABC de Natal e o Goiás Esporte Clube, ambos favoritos pela classificação. O Galvez, do Acre, vêm com esperanças de não fazer feio na competição.

O "Baetão" será a casa do Grupo 20 da Copa São Paulo.
Foto: As Mil Camisas
O grande favorito pela classificação e pela primeira colocação, o Goiás, quer repetir a mesma campanha de 2013, quando foi vice-campeão da Copa São Paulo. O time esmeraldino será treinado mais uma vez por Augusto César e a confiança de uma boa participação na competição é bem grande entre os garotos esmeraldinos.


Favoritos: Goiás (GO) e ABC (RN)

Mais fraco: Galvez (AC)

Verdinho vêm confiante para a Copa São Paulo de 2016.
Foto: Site oficial do Goiás Esporte Clube.

GRUPO 21: Bahia (BA), Desportivo Aliança (AL), Taubaté (SP) e Sabiá (MA).

Um grupo que caiu facilmente para o Bahia tentar fazer mais uma boa campanha. O time baiano vai enfrentar o Taubaté, de São Paulo, o Desportivo Aliança, de Alagoas, e o Sabiá, do Maranhão, sendo favorito em todos os confrontos. O favorito para a segunda colocação é o Taubaté, mas ainda assim, as chances dos dois times nordestinos surpreenderem é muito boa.

O Joaquinzão será utilizado para os jogos do Grupo 21.
Foto: Futebol Interior
O estádio utilizado será o do Taubaté, o Joaquinzão, com capacidade para 9.600 lugares. Mesmo sendo considerado fraco, o Desportivo Aliança, virá confiante para a Copinha e quer continuar representando Alagoas na próxima fase. Para isso, terá que medir forças com o Taubaté e o Sabiá, pelo menos, é o que espera o presidente do clube, Luciano Lessa Filho.


Favoritos: Bahia (BA) e Taubaté (SP)

Mais fraco: Sabiá (MA)


GRUPO 22: Araxá (MG), Atlético (MG), Desportiva Paraense (PA) e River (PI).

O Grupo 22 é o único grupo que não contará com um time paulista, mas sim, com dois mineiros: o Araxá e o Atlético Mineiro. O Galinho é o favorito para ficar em primeiro e se classificar, deixando a segunda colocação livre para Desportiva Paraense, River e Araxá brigarem. Os jogos ocorrerão em Bragança Paulista, no estádio Nabi Abi Chedid, com capacidade para 17.022 pessoas.

Bragança Paulista vai receber os jogos do Grupo 22.
Foto: Futebol Interior.
Mesmo sendo considerado a equipe mais fraca do grupo, a Desportiva Paraense promete surpreender na Copinha de 2016. A equipe será treinada por Valter Lima e utilizará 20 jogadores, todos oriundos das categorias de base do clube. O objetivo do time é passar da fase de grupos.

Favoritos: Atlético (MG) e River (PI)

Mais fraco: Desportiva Paraense (PA)


GRUPO 23: Atibaia (SP), Brasília (DF), Goiânia (GO) e Portuguesa (SP).


Será um grupo extremamente disputado para avançar para a próxima fase da Copa São Paulo. Os jogos serão realizados na cidade de Atibaia, que costuma ser forte nas categorias de base e tem o "fator casa" ao seu lado. O estádio em que será utilizado é o Salvador Russani que tem capacidade para 3.000 pessoas.

O menor estádio da Copinha, em Atibaia, receberá os jogos do Grupo 23.
Foto: Globo Esporte.
Nesse grupo, também poderemos saber se sairá três classificados pois as equipes são muito fortes. O Atibaia contará com o apoio da sua torcida e pode surpreender como já fez antes. O mesmo acontece com o Goiânia, que tem uma base muito forte e pode sair classificado novamente, porém, não podemos esquecer da Portuguesa que vai dar muito trabalho. O Brasília vai tentar surpreender, mas é o time mais fraco na teoria.

Favoritos: Atibaia (SP) e Goiânia (GO)
Mais fraco: Brasília (DF)


GRUPO 24: Flamengo (RJ), Palmeira (RN), Red Bull Brasil (SP) e União Mogi (SP).

O grupo 24 já tem seus dois prováveis classificados para a próxima fase: Flamengo e Red Bull Brasil. O Menguinho brigará para ficar com a primeira colocação, já que os seus adversários não ameaçam perigo e com isso, deve passar sem sustos. O Red Bull sempre forma grandes times da base e tenta ganhar dinheiro com venda para grandes clubes. União Mogi e Palmeira não devem conseguir nada.

O estádio Nogueirão irá sediar os jogos do Grupo 24.
Foto: Radio Helix
O Nogueirão será o estádio que sediará os jogos do Grupo 24, tendo capacidade para 10.380 pessoas e se localiza em Mogi das Cruzes, a casa do União Mogi que tentará surpreender nessa Copinha e passar de fase.

Favoritos: Flamengo (RJ) e Red Bull Brasil (SP)
Mais fraco: Palmeira (RN)


GRUPO 25: Estanciano (SE), Palmeiras (SP), Sampaio Corrêa (MA) e São José dos Campos (SP).

O grupo 25 é o grupo que caiu de mão beijada para Palmeiras e Sampaio Corrêa que são os grandes favoritos para avançarem de fase. O time paulista, que foi semifinalista no ano passado, vai querer a liderança. O Estanciano, mais uma equipe representando Sergipe vai passar dificuldades juntamento com o São José dos Campos, o "anfitrião" do grupo.


O recém-inaugurado Martins Pereira vai fazer parte da Copinha.
Foto: Globo Esporte.
O estádio será o reformado Martins Pereira, com capacidade para 12.000 pessoas. O Palmeiras terá uma novidade para os jogos: o chileno Francisco Arancibia, de 19 anos, vai jogar a Copinha pelo Porquinho, após ser confirmado pelo treinador João Burce.

Favoritos: Palmeiras (SP) Sampaio Corrêa (MA)
Mais Fraco: São José dos Campos (SP)

Palmeiras vai ter jovem jogador chileno na Copinha.
Foto: Código Fonte.

GRUPO 26: Flamengo (SP), Fortaleza (CE), Luverdense (MT) e Santo André (SP).

Outro grupo disputado da Copinha será o Grupo 26 com, possivelmente, Fortaleza e Luverdense brigando para uma classificação. O Flamengo Paulista vai passar muitas dificuldades sendo o clube mais fraco do grupo, e o Santo André pode fazer uma boa campanha e talvez até sair como terceiro classificado dependendo do número de pontos.

Estádio Ninho do Corvo fará parte da Copinha.
Foto: As Mil Camisas
 O estádio utilizado será o Ninho do Corvo, que fica na cidade de Guarulhos, e é a casa do Flamengo-SP, tendo capacidade para 6.235 pessoas. Mesmo jogando em seu estádio, o time rubro-negro sabe que ainda terá muitos obstáculos para avançar de fase.

Favoritos: Fortaleza (CE) e Luverdense (MT)
Mais fraco: Flamengo (SP)

GRUPO 27: Guaicurus (MS), Nacional (SP), São Raimundo (RR) e Vasco (RJ).

O Vasco também caiu em um grupo fácil, teoricamente dizendo. O time cruzmaltino não deve ter problemas para se classificar e nem para ficar com a liderança, e a outra vaga vai ser muito disputada pelo Nacional, São Raimundo e o Guaicurus, porém, o time paulista é favorito para avançar.

Nicolau Alayon vai receber os jogos do Grupo 27.
Foto: Wikipédia.
O estádio utilizado será o Nicolau Alayon, que fica na cidade de São Paulo, com capacidade para 10.117 pessoas.

Favoritos: Vasco (RJ) e Nacional (SP)
Mais fraco: Guaicurus (MS)

GRUPO 28: América (MG), Juventus (SP), Pérolas Negras (HAI) e São Caetano (SP).

Enfim, o último grupo da Copa São Paulo vai ser um pouco diferente, pois contaremos com um clube do Haiti: o Pérolas Negras, que trará cerca de 23 jogadores haitianos ao Brasil em busca de uma oportunidade no futebol, algo que é difícil em seu país. Eles caíram no grupo do Juventus, América Mineiro e São Caetano, e como não estão acostumados com o futebol brasileiro, se tornam o time mais fraco do grupo, mas esperam ser a surpresa da Copinha.

A Rua Javari promete ficar pequena para os jogos do Grupo 28.
Foto: Globo Esporte.
O estádio será a casa do Juventus, o Rua Javari, localizado em São Paulo com capacidade para 5.000 torcedores. O time da casa vai tentar levar a sua garotada para a próxima fase, algo que já conseguiu nas últimas edições, mas terá pela frente um América Mineiro forte e um São Caetano que dará trabalho.

Favoritos: América (MG) e Juventus (SP)
Mais fraco: Pérolas Negras (HAI)

Os garotos haitianos do Pérolas Negras vieram ao Brasil para jogar a Copinha.
Foto: EBC Notícias.
Boa sorte à todos os jovens promissores que irão jogar a Copa São Paulo!


Wagner Oliveira || @wagneroliveiraf
Linha de Fundo || @linhadefuundo
←  Anterior Proxima  → Inicio

Inscreva-se no canal LFTV

Curta nossa página no Facebook

Siga-nos no Twitter

Mais lidas da semana