A SUA LINHA DE NOTÍCIAS

Tecnologia do Blogger.

Arquivo do blog

TWITTER

FACEBOOK

Premier League Brasil

Siga-nos nas redes sociais

Popular Posts

Quem sou eu

CLASSIFICAÇÃO

segunda-feira, 6 de abril de 2015

Goiás Esporte Clube: 72 anos

Nessa segunda-feira (06/04), o Goiás Esporte Clube, maior e mais amado clube do Centro-Oeste brasileiro, completa 72 anos. Como colunista desse grande clube nesse blog, essa matéria foi feita não só para os esmeraldinos, mas para os torcedores de todo o Brasil conhecerem um pouco da história deste clube, que apesar de ser direcionado hoje por pessoas incompetentes, que não ligam para o torcedor, é ainda o mais querido e respeitado da região e tem uma história de vencedores.

Buscando recuperação, Avaí vai a campo enfrentar o Guarani de Palhoça.

Avaí vai em busca da vitória para afastar o risco do rebaixamento!

Ressacada será o palco para o jogo Avaí x Guarani de Palhoça.
Avaí jogará nessa segunda (6), as 20h, pela penúltima rodada do Quadrangular, no estádio da Ressacada. A equipe tentará uma vitória em cima do Guarani de Palhoça - que ganhou do Avaí na última vez em que se enfrentaram lá em Palhoça, de 5 a 3, derrubando o então técnico, Geninho. 
Com Gilson Kleina no comando, a equipe tentará a reabilitação. O Avaí poderá ganhar o retorno de Marrone e também do trio Jeci, Marquinhos e Antonio Carlos, mas irá perder o Willian Rocha por suspensão.

A possível escalação do Leão da Ilha é a seguinte: Vágner; Pablo (Marrone), Jeci, Antonio Carlos e Eltinho; Renan, Eduardo Neto, Renan Oliveira e Marquinhos Santos; Anderson Lopes e André Lima.

Negociações 

A diretoria do Avaí poderá finalmente apresentar o volante Adriano essa semana. Com a liberação do Grêmio, só faltam alguns detalhes para o volante finalmente ser apresentado na equipe. 
Já as negociações com o zagueiro Antônio Carlos, do São Paulo, e o atacante William, da Ponte, podem prolongar bastante, já que Muricy poderá usar o zagueiro. Na Macaca, William começou a mostrar serviço. Isso poderá travar as negociações do Avaí com os dois jogadores.

Avaí agora vai em busca do lateral Junior César, que tem vínculo com o Botafogo, tendo passagens pelo Atlético-MG, Flamengo, Fluminense e São Paulo. Avaí pode estar a um passo de contratar o lateral-esquerdo.


"Avaí é paixão, ta no meu coração e não tem jeito !"

@Coeejp

Leão perde e se complica na Copa Verde

Paysandu soube aproveitar as adversidades da partida e impôs o ritmo do jogo
Neste domingo (5), no estádio Olímpico do Pará, tivemos a primeira partida da semifinal da Copa Verde. A partida prometia ser mais equilibrada do que no ultimo confronto entre Remo e Paysandu. Tudo graças aos últimos acontecimentos, que envolviam troca de técnico azulino e a boa postura em campo que o leão mostrou diante do Atlético Paranaense pela Copa do Brasil. Mas a partida começou de maneira bem agitada e dois jogadores foram expulsos, Eduardo Ramos teve uma lesão na coxa e deixou o jogo logo no início. Com isso, a equipe bicolor se favoreceu e soube usar essa vantagem de não ter o principal jogador do Remo em campo e com facilidade, aplicou 2x0 em cima do rival.

Em jogo feio, Criciúma perde em casa novamente



Salve nação carvoeira! A matéria de hoje mais uma vez será diferente.  
O time do Criciúma perdeu em casa para o Figueirense, coisa que não é novidade, pois estamos a sete jogos sem ganhar e seis jogos sem marcar. 

Majestoso praticamente vazio

JEC vence o Inter de Lages e mantém a liderança do hexagonal semifinal

Na foto William Popp, que fez seu primeiro gol como profissional pelo JEC.
Foto: JEC Oficial


Após a dolorida derrota para o Ituano na última quarta (01/04), ontem o JEC voltou a campo, desta vez pelo campeonato catarinense, sabendo que uma vitória encaminharia bem a classificação para a final do estadual. O Joinville confirmou o favoritismo, mereceu a vitória e agora pensa na próxima decisão, contra a Chape, na próxima quarta-feira (08/04).

Coritiba ganha e tem vantagem na disputa

Jogadores comemorando o gol de Rafhael Lucas
(Coritiba/Divulgação)
Na tarde de ontem(05/04), o Coritiba venceu o Cascavel pelo placar de 3 a 1 no Estádio Olímpico Regional.

Com esse placar o Verdão, garantiu uma boa vantagem para o jogo da volta que será realizado na quarta-feira no Estádio Couto Pereira. Com esse resultado, o Coxa pode perder até com 1 gol de diferença que fica com a vaga para as semifinais do Paranaense.

A um passo da final

Bahia vence jogo movimentado e amplia vantagem no confronto com Juazeirense


Forte calor, gramado irregular e arbitragem confusa. Bahia teve que superar estas barreiras, além da esforçada equipe de Juazeiro, na tarde do domingo de Páscoa. Com aplicação e abusando das bolas longas – fugindo da característica natural do time – o tricolor iniciou o jogo dominando as ações. E em uma destas jogadas conseguiu abrir o placar, com Maxi aproveitando a bola esticada por Souza nas costas da defesa adversária, tirando goleiro e zagueiro do lance e concluindo de forma eficiente. Ainda eram 10 minutos de jogo.
Sol forte, gramado irregular, arbitragem confusa. Apesar de tudo, bom jogo pelo Baianão  [Foto: Divulgação EC Bahia]
A partir de então o que se observou foi a superioridade da estratégia tricolor. Buscando sempre as laterais, inversão de jogadas e lançamentos para o trio de ataque, o time esteve mais tempo no campo de ataque. Kieza teve chance clara para ampliar mas desperdiçou. Mesmo a parada técnica para reidratação dos atletas não alterou o panorama. O Cancão de Fogo pouco assustava até então, sempre tentando arremates de fora de área. Até que em escapada de Tiago Real pela direita, os jogadores do Bahia reclamaram muito da não marcação de pênalti em toque de mão do zagueiro da Juazeirense na área. Jaílson Macedo, mesmo com visão da jogada, interpretou lance como involuntário.

Só que em cobrança de falta pelo lado direito de ataque, a equipe local chegou à igualdade no marcador. Juninho cobrou falta com veneno, Douglas, mal colocado e atrapalhado pelo sol, rebateu para a área e o zagueiro Fabiano completou para as redes. O atacante Júnior ainda tocou antes da bola entrar, suscitando dúvidas sobre impedimento. A arbitragem, no entanto, validou o gol para o defensor.

O jogo ganhou em emoção. Maxi desperdiçou chance clara em cruzamento de Pittoni e Sassá assustou Douglas em chute de fora que acertou a trave. Lance empolgou a torcida e a Juazeirense. Cruzamento na área, Júnior ganha da defesa e carimba a trave tricolor novamente. Primeiro tempo termina com o melhor momento do Cancão.
Sol obrigou presidente e gerente de futebol do Bahia a usarem toalhas para proteção [Fotos: Vitor Tamar /EC Bahia]
A Juazeirense não diminuiu o ritmo na segunda etapa. E em outra saída equivocada do goleiro Douglas quase consegue a virada do placar, mas o arqueiro se recuperou a tempo e fez grande defesa. Bahia demorou a se acertar nesta etapa, mas voltou a criar situações de perigo à medida que o time local passou a apresentar desgaste físico. Foi assim que Souza desperdiçou grande chance em bela jogada de Maxi, chutando para fora. Na sequência o tricolor, enfim, marcou o segundo. Thales recuperou jogada na defesa, adiantou a bola mas não desistiu do lance que sobrou para Kieza invadir a área, bater os zagueiros na corrida e definir com tranquilidade. Foi o sexto gol do artilheiro do campeonato baiano.
Kieza mais uma vez foi decisivo                                                     [Foto: Futebolbaiano.org]
Bahia teve chance de ampliar mas desperdiçou chances com o próprio Kieza e com Souza em duas oportunidades. Gamalho reclamou com razão do excesso de individualidade em alguns lances. No final do jogo, quase o castigo: Douglas vacilou em mais uma saída de gol e permitiu que o ataque do Cancão concluísse com perigo, porém mais uma vez se redimiu e fez boa defesa. Apito final, triunfo garantido e vantagem ampliada. No jogo de volta, dia 19 na Arena Fonte Nova, o Bahia poderá perder até por um gol de diferença. Antes disso, dois jogos decisivos contra o Sport pela Lampions League. Uma maratona de decisões que não cessa. O preço a pagar pelos bons resultados em campo.

AVALIAÇÃO BAHIA:

DOUGLAS: Atuação bem contestada. Muitas saídas erradas do gol e falhas de posicionamento. Compensou com defesas de puro reflexo. Precisa passar mais segurança: 6,0
TONY: Outra boa atuação. Boa opção para saída de bola pela direita e muitos desarmes na defesa. Seguro: 6,5
THALES: Bastante açodado em muitos lances, muito trabalho para controlar Junior. Compensa a falta de trato com a bola com raça e dedicação. Construiu a jogada que definiu o jogo: 6,0
TITI: Regularidade boa e impressionante. Antecipando com velocidade, seguro na saída de jogo, eficaz no mano a mano. Precisa de mais atenção na bola aérea defensiva: 6,5
PATRIC: Partida irretocável. Seguro na defesa, se impôs na força e na velocidade pelo corredor esquerdo, sempre boa opção na ultrapassagem. Surpresa da temporada: 7,0
PITTONI: Em um tipo de jogo/campo que não favorece seu futebol, fez partida eficiente. Ocupou bem os espaços do meio e acertou bons passes: 6,5
SOUZA: Começou muito bem, usando sua qualidade nas bolas longas e acertando passe espetacular pro gol de Maxi. Depois passou a errar passes bobos e perdeu três chances claras de matar o confronto. De quase herói foi a meio vilão: 6,0
TIAGO REAL: Jogou um absurdo. Marcou muito, distribuiu bem o jogo, organizou o meio, preencheu espaços. Bem demais: 7,5
MAXI: Perfeitamente à vontade na função que exerce no esquema de Sérgio Soares. Movimentação aguda, incisiva e em fase goleadora: 7,0
KIEZA: Jogador mais decisivo da temporada. Intensidade e inteligência para abrir as defesas adversárias. Artilheiro do baiano: 7,0
GAMALHO: Apagado num jogo onde sua participação seria importante pelo estilo de jogo. Merece desconto porque seus companheiros lhe negaram passes importantes: 5,0
WILLIANS: Tem chances no time alternativo, no time principal e segue sem render. Nesse ritmo vai perder espaço no elenco: 5,0
SÉRGIO SOARES: Mérito na armação e manutenção do time. Mas a insistência com Willians Santana nas substituições merece crítica: 7,0

JUAZEIRENSE 1 X 2 BAHIA [FICHA TÉCNICA]

Local: Estádio Adauto Morais, em Juazeiro (BA)
Data: 05/04/2015
Horário: 16h
Árbitro: Jailson Macedo Freitas
Auxiliares: José Raimundo Dias da Hora e Dijalma Silva Ferreira Junior.
Gols: Juazeirense: Fabiano; Bahia: Max Biancucchi, Kieza
Cartão Amarelo: Juazeirense: Waguinho e Daniel Costa; Bahia: Pittoni  e Patric
Juazeirense: Tigre; Maicon, Josemar, Fabiano e Adriano Chuva; Waguinho, Naldo, Daniel Costa (Willian) e Juninho; Sassá (Nen) e Júnior.
Técnico: Quintino Barbosa
Bahia: Douglas Pires; Tony, Thales, Titi e Patric; Pittoni, Souza, Tiago Real e Maxi Biancucchi (Willians Santana); Léo Gamalho e Kieza (Robson).
Técnico: Sérgio Soares.

Alex Rolim || @rolimpato


Esse chocolate foi censurado pela FERJ

O placar do Maracanã ficou assim.
Depois de toda confusão da última semana envolvendo Flamengo, Fluminense e FERJ, o clima da partida era de protesto. Repetindo o gesto de Vanderlei Luxemburgo, que colocou um esparadrapo na boca na entrevista coletiva de sexta-feira – o treinador foi notificado que seria impedido de treinar na noite anterior, os torcedores lotaram as cadeiras do Maracanã para o último clássico antes das semifinais do Carioca. A vitória daria os troféus do Torneio Super Clássicos (da federação) e do Torneio Fla x Flu (da Adidas) ao rubro-negro.

Paysandu abre vantagem na Copa Verde

Momento da briga. (Foto: Rodrigo Pinheiro)
O Paysandu entrou em campo para enfrentar o Remo no primeiro jogo da semifinal da Copa Verde. E o que se esperaria de um RexPa, aconteceu, além dos cartões vermelhos, das várias faltas e brigas, os dois times entraram com vontade e equilibrados. Mas o equilíbrio de jogo não perdurou até o fim e o Paysandu abriu uma boa vantagem na Copa Verde.
←  Anterior Proxima  → Inicio

Inscreva-se no canal LFTV

Curta nossa página no Facebook

Siga-nos no Twitter

Mais lidas da semana