A SUA LINHA DE NOTÍCIAS

Tecnologia do Blogger.

Arquivo do blog

TWITTER

FACEBOOK

Premier League Brasil

Siga-nos nas redes sociais

Popular Posts

Quem sou eu

CLASSIFICAÇÃO

quinta-feira, 14 de maio de 2015

A arrogância alvinegra

A noite de quarta feira (13) estava reservada para a grande missão do Corinthians pela Libertadores. Depois de perder o primeiro jogo por 2 a 0 contra o Guaraní no Paraguai, o Timão tinha que vencer por dois gols de diferença para avançar na competição, coisa que não ocorreu.

Foto: Marcos Ribolli

ASA joga mal e só empata com Vitória pela Copa do Brasil.


O JOGO

Atuando em casa, com o apoio de sua torcida, o ASA impôs o seu jogo em cima do Vitória.

Logo aos quatro minutos, Amaral afastou mal cobrança de escanteio e a bola sobrou dentro da área para o zagueiro André Nunes de frente para o gol errou o arremate.

O time do técnico Vica continuou melhor e perdeu mais uma incrível chance aos 15 minutos. Uéderson fez grande jogada pela direita e tocou para Didira, que de primeira deixou Jorginho em boas condições de marcar. Ele conseguiu fintar o goleiro Fernando Miguel, mas finalizou mal e Ednei salvou em cima da linha.

110 anos de glórias: Da festa à classificação

Saudações rubro-negras! 

Ontem (13), o maior do Norte-Nordeste completou 110 anos e nós não podíamos deixar passar em branco. Atrasada, mas ai está nossa homenagem ao glorioso Sport Club do Recife:

E QUE VENHAM AS QUARTAS!

Depois de um começo de temporada difícil com venda de jogadores importantes, eliminação no mineiro, e tropeço no início do campeonato brasileiro o Cruzeiro deu a volta por cima e carimbou seu passaporte para as quartas na Argentina. 


Nos pênaltis, Sport vence e elimina a Chapecoense da Copa do Brasil.

Sport enfrenta o Santos na próxima fase da Copa do Brasil. (Foto: Cleberson Silva)
Sport e Chapecoense voltaram se enfrentar pela Copa do Brasil na noite desta quarta-feira (14). Na partida de ida em Chapecó, vitória do Verdão pelo placar de 2x0, gols de Hyoran e Maranhão.

São Paulo não faz um bom jogo e vê sonho do Tetra adiado.

São Paulo se despede da Libertadores 2015 (saopaulofc.net)
São Paulo foi para o Mineirão com vantagem (primeiro jogo no Morumbi, foi 1 a 0 para o time paulista), porém, em uma noite ruim, não soube aproveitá-la. O Tricolor Paulista foi eliminado da Libertadores nas penalidades máximas. O goleiro Rogério Ceni ainda fez duas defesas, todavia 3 cobradores, erraram a cobrança dos penâltis e fizeram com que o Cruzeiro passasse para as quartas.

Empate para um jogo morno até demais.


O segundo jogo da rodada, Cuiabá e Vasco, início do brasileirão.Um jogo sem muitas expectativas.

Logo no primeiro minuto o Cuiabá teve uma chance, mas a bola foi pra fora. O início da partida estava mais  para o Cuiabá do que para o Vasco, eles mostravam mais técnicas, velocidade, mostravam um futebol mais bonito, mas o Vasco também fazia sua parte.
Aos 27 o Vasco teve uma grande chance, com bola parada, seu grande diferencial, mas o goleiro cuiabano fechou a porta.

Vencemos a batalha, mas a guerra continua!

   O Internacional foi a campo na noite desta quarta-feira no Beira-Rio buscando a classificação para as quartas de final da Libertadores diante do Atlético Mineiro. Passando certo sufoco, conseguiu. Vamos ao jogo:
(Sport Club Internacional)
       O jogo começou muito tenso. A equipe colorada marcava sobre pressão, com uma fome de bola. Os marcadores colorados buscavam o bote a qualquer custo. Essa parece ser uma filosofia de Aguirre, mas traz alguns riscos. Enfim, o Inter entrou para vencer, e conseguiu um belo resultado no primeiro tempo.

       Valdívia, o mito, o cara. Aos 21 minutos de jogo nosso #pokopika recebeu bom passe de López, e com um toquinho mandou por cobertura. Victor nada pode fazer. Golaço. 1 a 0, e o colorado jogava bem. Aos 33 minutos, em escanteio a favor do galo, o ataque mineiro mandou a bola para o fundo da rede, mas o juiz já havia paralisado o lance pois no empurra-empurra dentro da área Dourado havia sido derrubado. Acertou o juiz.
     
     Esgotando-se o tempo regulamentar, brilhou a estrela de nosso capitão. D’Alessandro acertou um lindíssimo chute colocado da entrada da área. Mais um golaço, 2 a 0.
(Edu Andrade - Agência Estado)

      O Atlético teve algumas boas chances, mas não teve a efetividade colorada. Valdívia dispensa comentários e D’Alessandro, que vinha com algumas atuações abaixo da média, provou por que deve ser titular absoluto da equipe, o gol mostrou toda a sua genialidade e poder de decisão. Um chute colocado no ângulo, mais uma vez sem nenhuma chance para Victor. Mas o Atlético é um time muito perigosa, e continuava vivo.
     
      O Inter jogava bem, mas aos 59 minutos Maicosuel achou bom passe para Lucas Pratto, que apenas tirou do goleiro e descontou, 2 a 1.
    
      A partir daí o segundo tempo virou um terror. O Atlético atacava e levava perigo à meta colorada. Com bola na trave, lances duvidosos, defesaças de Alisson e muita garra o galo mineiro ia para cima. Mas aos 80 minutos de partida, Lisandro López recebeu um presente da zaga mineira, assim como no primeiro jogo. Após péssimo recuo de Dátolo, López tirou do goleiro e mandou para o fundo do gol. 3 a 1 e certa tranquilidade para o colorado. O jogo continuou tenso, mas o galo não conseguiu marcar. 3 a 1 e a classificação ficou com o colorado.
(Sport Club Internacional)
       A Libertadores é uma competição onde cada jogo deve ser encarado como uma decisão. O time colorado está fazendo isso. Percebe-se a garra, a vontade e a raça em cada jogador. Aguirre tem méritos nisso. Apesar de tudo isso, sofremos pressão e em alguns momentos corremos o risco de sermos eliminados. O time ainda tem algumas coisas a serem corrigidas, principalmente no setor defensivo, onde o chutão prevalecia. Agora temos que manter o foco nas quartas de finais. As próximas duas batalhas serão contra o perigosíssimo Santa Fé - COL.
   
      Vale aqui dar os parabéns para os atleticanos, que em nenhum momento desistiram da classificação. Atitudes e jogos assim que fazem o futebol algo tão maravilhoso.

FICHA TÉCNICA

Internacional: Alisson; Ernando, Alan Costa, Juan e Willian; Rodrigo Dourado, Aránguiz, D’Alessandro (Réver) e Valdívia. Sasha (Jorge Henrique) (Nico Freitas) e Lisandro López. Técnico: Diego Aguirre.

Atlético Mineiro: Victor. Patric, Leonardo Silva, Jemerson e Douglas Santos (Jô). Leandro Donizete (Giovani Augusto), Rafael Carioca, Dátolo e Luan. Thiago Ribeiro (Maicosuel) e Lucas Pratto. Técnico: Levir Culpi.

Arbitragem: Júlio Bascuñan auxiliado por Carlos Astroza e Raul Orellana (CHI)

Cartões Amarelos: Leandro Donizete, Luan, Douglas Santos (CAM) Ernando (INT)

Gols: Valdívia, D’Alessandro, López (INT) Lucas Pratto (CAM) 

(Sport Club Internacional)
Inter , estaremos contigo,
 Tu és minha paixão !
Não importa o que digam
Sempre levarei comigo
Minha camisa vermelha!
←  Anterior Proxima  → Inicio

Inscreva-se no canal LFTV

Curta nossa página no Facebook

Siga-nos no Twitter

Mais lidas da semana