A SUA LINHA DE NOTÍCIAS

Tecnologia do Blogger.

Arquivo do blog

TWITTER

FACEBOOK

Premier League Brasil

Siga-nos nas redes sociais

Popular Posts

Quem sou eu

CLASSIFICAÇÃO

domingo, 5 de julho de 2015

Sport Club do Recife: Sorte ou competência?


Onze jogos se passaram e o até aqui único invicto do Brasileirão conquistou 23 pontos - seis vitórias e cinco empates - e ainda tem de lidar com grande parte da imprensa (principalmente do sul-sudeste) o tratando com demérito, como se uma campanha dessas e o excelente futebol apresentado até aqui tivessem caído do céu ou fossem uma mera maré de sorte.

Galo atropela o Inter no sul e toma liderança

Em sua melhor apresentação no ano, o Atlético voltou a jogar bem e venceu o Internacional no Beira Rio após 29 anos.

Maicosuel Atlético-MG x Internacional (Foto: Reprodução /Premiere)
Fonte: Reprodução/Premiere

Fluminense só empata mas continua no G4

Depois de três vitórias consecutivas a torcida do Fluminense esperava engatar a quarta e empatar em pontos com os líderes. Apesar de ser um jogo fora de casa, à expectativa era de um resultado positivo uma vez que o São Paulo não tem levado um grande público ao Morumbi por causa da irregularidade apresentada. Wagner, que está de saída para a China era nosso principal desfalque. Pior do que a saída de Wagner foi a entrada de Pierre, pois voltamos aos três volantes que tanto critiquei na curta passagem de Drubscky pelo Flu. A partir da escalação minhas expectativas ficaram um pouco menores e à medida que o jogo foi acontecendo, elas foram diminuindo ainda mais. 

O primeiro tempo já começou com Pelédson tomando amarelo por puxar a perna do adversário após perder a bola depois de escorregar no gramado horroroso do Cícero Pompeu de Toledo. Acho que nem o Aflitos no auge do seu lamaçal não esteve tão ruim como o relvado hoje. Vários jogadores sofreram com escorregões e quiques inesperados o que prejudicou bastante o andamento da partida. Lances de perigo foram poucos apenas porque o Tricolor Paulista não quis. O time de Osorio tinha duas opções para o congestionamento no meio campo: a Avenida Giovanni ou a Via Expressa Wellington Silva. As poucas vezes que usaram os atalhos pararam em Diego Cavalieri. Michel Bastos fazia o que queria com nosso lateral-esquerdo, cruzava para quem vinha no segundo poste e nosso lateral-direito perdia na cabeçada. Já passou da hora de arranjarmos pelo menos defensor pelos lados. O ideal seria contratar um para cada lado, mas se só puder um, acho que a prioridade deve ser a ala esquerda. 


Veio à segunda parte e a defesa continuou perdida em campo. Muitos espaços e graças à incompetência dos atacantes e dos armadores são-paulinos não levaram um gol. E por que não falei até agora do nosso ataque? Porque ele foi inexistente. Ao invés de Enderson colocar Lucas Gomes de titular na vaga de Wagner, ele colocou Pierre e achava que só o Gerson-já-estou-no-Barcelona seria capaz de armar nossas jogadas. Edson e Jean foram abaixo da crítica. Geralmente chegam bem ao ataque com chutes de fora da área e enfiadas de bola, mas o que vimos foram apenas chutes sem direção e passes errados. Em momento nenhum estivemos melhor na partida e lá pelos 30 minutos eu já rezava para que o jogo acabasse.

Um Grêmio forte, ofensivo e degradê

Na tarde deste domingo (05/07) o Grêmio foi até a Vila Belmiro, onde venceu o Santos pelo placar de 3 a 1. Pedro Rocha, Galhardo e Mamute marcaram para o Tricolor e Ricardo Oliveira descontou para o Peixe. Vale ressaltar que, na era dos pontos corridos, o Grêmio só havia vencido a equipe santista fora de casa uma única vez, em 2011.

Tudo igual no duelo de Tricolores.

São Paulo para na trave e em Cavalieri e estanca na tabela.

Michel Bastos que cobrava entrega do elenco. (saopaulofc.net)

Goiás empata com o Corinthians e sai do Z4

O Corinthians viajou até Goiânia para enfrentar o time do Goiás valendo pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro Série A! O time goiano vem mal na competição e amarga a zona de rebaixamento, vencer o Timão era a única coisa que importava. Já o time paulista tem uma situação mais tranquila na tabela, mas é óbvio que o objetivo final é sempre voltar para cassa com mais três pontos na bagagem.

Renatinho brilha de novo, Santa vence segunda seguida e ameaça um embalo na competição!


Após sua chegada no Santa Cruz, o treinador Martelotte, que já tinha treinado o time em outra oportunidade, disse que o meio campista Renatinho não merecia ficar no banco porque ele dava mobilidade e velocidade ao time no meio campo, muitos torcedores discordaram, muito por conta do tamanho do jogador para um disputa tão intensa quanto a série B, mas o treinador não deu ouvidos, e o resultado é esse, segundo texto seguido como Renatinho como capa e como protagonista, e segunda vitória seguida decidida pelos pés do meio campista tricolor.

Chapecoense vence e manda o respeito embora de bicicleta

Neto marcou um golaço e garantiu a vitoria para a Chape. (Foto: Sirli Freitas)
Na noite gelada deste sábado (4), Chapecoense e Vasco se enfrentaram na Arena Condá em Chapecó. E com gol de bicicleta de Neto, o Verdão do Oeste voltou a vencer em casa e respirou na competição.

Após perder diante do Palmeiras na última quarta-feira (1), o técnico Vinicíus Eutrópio foi duramente criticado por insistir em Edmilson no ataque diante dos paulistas. Para o jogo deste sábado, o treinador que já tinha Ananias como desfalque, ganhou mais dois, Gil sentiu lesão e ficará afastado dos gramados por pelo menos um mês, quem também ficou de fora foi o atacante Edmilson, que também se lesionou. Remendado, o treinador mandou a campo um time mais leve, com Hyoran e Bruno Rangel no ataque, e a volta de Bruno Silva no meio.

Na primeira etapa como era esperado, a Chape partindo para cima e o Vasco retrancado, esperando sair nos contra ataques. E logo aos 5 minutos, Camilo cruzou e Bruno Rangel aproveitou o bate rebate, e chutou de voleio, mas a bola foi por cima da meta do goleiro Charles. Aos 15’, Hyoran aproveitou e chutou forte de fora da área, mas a bola passou raspando a trave direita. A Chape ditava o ritmo da partida, mas não conseguia furar o bloqueio da defesa Vascaína, e o primeiro tempo terminou sem gols na Arena Condá.

Para a segunda etapa, o Vasco voltou com uma alteração, saiu Emanuel Biancucchi para a entrada de Jhon Cley. E logo com um minuto, o lateral Cristiano cometeu falta em Hyoran e acabou expulso. Com um a mais em campo, a Chape pressionou ainda mais. Mas seguia sem conseguir se infiltrar na zaga Carioca. Aos 26 minutos, Eutrópio tirou Bruno Silva e Hyoran, e colocou Roger e Maranhão, deixando o time sem volantes, já que Elicarlos deixou o gramado para a entrada de Wagner aos 11 minutos. E foi aos 29 minutos, como diz o ditado, água mole em pedra dura, tanto bate até que fura. Após bela cobrança de falta de Camilo, Neto recebeu a bola no primeiro pau e de bicicleta marcou um golaço, abrindo o placar na Arena Condá. Aos 33 minutos, Jhon Cley que entrou na segunda etapa, recebeu o segundo amarelo e acabou expulso, deixando o Vasco com 9 jogadores. Após o apito final do árbitro, alívio para os 4 mil torcedores que estiveram na Arena Condá e enfrentaram o frio de 5° graus.

Na próxima rodada, a Chape volta a jogar em casa, agora diante do Grêmio na quarta-feira (8), as 19h30min. Já o Vasco, joga em Brasília diante do São Paulo, também na quarta, as 22hrs.

Marcelo Weber || @acfmarcelo

Com obediência tática e sem perdoar erros, assim o Leão bateu o Bahia no Barradão.

FOTO: Divulgação.
Em dia que marcou a Independência do Estado Unidos da América, o Vitória resgatou o respeito e Independência do Estádio Barradão.

O JOGO

Como em todo clássico, o início da partida foi marcado por muita tensão e jogo truncado no meio-campo.

No frio, Vasco fica congelado

Fala, Turma da Fuzarca!

Após duas importantes vitórias contra Flamengo e Avaí, o Gigante voltou a tropeçar, dessa vez diante da Chapecoense, na Arena Condá. Com dois a menos, o Vasco não segurou o time mandante e acabou derrotado com um gol, do Neto, de bicicleta, permanecendo na 18° posição.

Serginho disputa a bola. (FONTE: GE)

Cada vez mais líder. Valeu, Leão

Vencemos um dos jogos mais difíceis da temporada. Ontem, o Leão passou pelo América-RN por 1 a 0. O gol da vitória foi marcado pelo zagueiro Lima. Mesmo com o placar magro, foi evidente uma melhora no desempenho da equipe, apesar de alguns erros.

Agora, o Leão se isolou na liderança com 16 pontos. O próximo compromisso do Fortaleza é sábado (11), às 16h, contra o Confiança, no estádio Batistão, em Aracaju.

Já o América-RN, por sua vez, permaneceu com os mesmos 8 pontos. Na rodada seguinte, a equipe potiguar encara o Cuiabá na Arena das Dunas.

Leão arrasador

Quando a bola rolou, vimos o Fortaleza tomando atitude. Assim, não demorou muito para a rede balançar. Aos 5 minutos, Corrêa cobrou falta da intermediária em direção à grande área. Lima aproveitou e colocou nas redes: Leão 1 a 0.

Lima marcou o gol da vitória (Foto: Esportes O Povo)

Por que Clayton fará falta ao Figueirense?


Um dos melhores jogadores do Figueirense, Clayton foi convocado para representar a Seleção Brasileira nos Jogos Pan-Americanos que acontecem no Canadá. Mas por que Clayton irá fazer tanta falta nesse time do Figueirense?
←  Anterior Proxima  → Inicio

Inscreva-se no canal LFTV

Curta nossa página no Facebook

Siga-nos no Twitter

Mais lidas da semana