A SUA LINHA DE NOTÍCIAS

Tecnologia do Blogger.

Arquivo do blog

TWITTER

FACEBOOK

Premier League Brasil

Siga-nos nas redes sociais

Popular Posts

Quem sou eu

CLASSIFICAÇÃO

quarta-feira, 15 de julho de 2015

Falando de tática

Após os vexames na Copa do Mundo e Copa América, tem-se falado muito sobre quais são os problemas que o futebol brasileiro enfrenta. Sabe-se que um dos mais graves é o atrasado dentro de campo. Não estamos falando de jogadores ou gramados, e sim dos eventos do jogo, da tática. No Brasil, ainda há certo preconceito ao falar de tática, muitos ainda acham que não é importante, desprezando-a. Entretanto, ela é essencial, já que o jogo é essencialmente tático e estratégico. Portanto, se você ainda tem a visão de que a tática vai mecanizar os jogadores, é melhor pensar bem...


Brasil não supera o forte saque Francês e se complica na Liga Mundial


(Foto: FIVB) Jogando no Maracanãzinho, o Brasil não superou o forte saque Francês, levando a virada por 3 sets a 1 (29/27, 21/25, 29/31 e 19/25)  e vai para o jogo de vida ou morte contra os atuais campeões. 

Justiça feita: Figueirense é campeão catarinense!

Na tarde desta quarta-feira (15), foi julgado pelo pleno do STJD, o 'Caso Joinville' que envolvia a escalação irregular do lateral-direito Andre Krobel. O atleta foi relacionado irregularmente para a última partida do Hexagonal Final do Campeonato Catarinense, contra o Metropolitano. O que não é permitido diante do artigo 214 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD).


Os Joinvilenses já tinham sido julgados 2 vezes pelo TJD-SC e foram derrotados por unanimidade em ambas, foram julgados novamente e mais uma vez por decisão unânime (6x0), foi decretada a perda de 4 pontos.

Remo estreou e não surpreendeu

Depois de tanta expectativa, ansiedade e um longo período sem jogos oficiais, finalmente o maior do norte estreou na série D. No ultimo domingo dia 12, o Remo enfrentou o Vilhena em Rondônia. Um empate fora de casa foi tudo que o "mais querido" do estado do Pará conseguiu fazer. O Remo não convenceu muito na estreia e voltou para Belém com apenas um ponto na tabela.

O elenco azulino até mostrou certo domínio de jogo apesar da falta de entrosamento e nervosismo ao longo da sua partida de estreia. Remo teve destaques individuais, como a boa parceria em campo entre Eduardo Ramos e Aleílson. O volante Ameixa e o goleiro Fernando Henrique também se destacaram no jogo.

As duas equipes buscaram a vitória o tempo todo em um jogo equilibrado
Fonte: globoesporte.com/pa
O inicio da partida foi típico de uma estreia de campeonato. Muito nervosismo, erros de passes, falta de entrosamento nas duas equipes. Mas o Remo conseguiu ditar o ritmo de jogo e demonstrava mais segurança dentro de campo. Com uma boa atuação do meia Eduardo Ramos e do volante Ameixa, o leão desperdiçou oportunidades de abrir o placar e sair na frente por duas vezes. Apenas aos 40 minutos, Chicão em um contra ataque, aproveitou e marcou para o Remo.

No segundo tempo, após mais desperdícios do lado azulino, o Vilhena passou a ditar o ritmo do jogo e pressionar. Destaque para o goleiro azulino Fernando Henrique que evitou por varias vezes o gol do Vilhena, mas aos 35 minutos, Edilsinho cruzou na área e Barcelos mandou de voleio para o gol. O empate pareceu um resultado justo se analisarmos os dois tempos da partida, porém, no primeiro tempo, o Remo apresentou mais volume de jogo e qualidade, pecando apenas nas finalizações.

Com o empate, Remo fica com um ponto na tabela do grupo A1 na série D. Na próxima rodada, o time recebe o Rio Branco – AC em Paragominas, na Arena Verde. O jogo será no sábado, dia 18.

REMO: Fernando Henrique; Levy; Ciro Sena, Henrique; Ilaílson; Alex Ruan, Ameixa (Juninho), Chicão, Rafael Paty (Leo Paraíba), Eduardo Ramos e Aleílson

VILHENA: Naldo; Portela; Alex Barcelos, Vinicius; Maycon; Dourado, Cucaú (Tuquinha), Diego Siqueira (Lucas Andrade), Cabixi, Edilsinho e Souza (André Morosini).


Angel Caldeira
@angel_caldeira

Em noite história, Rivaldo e Rivaldo Jr marcam e Mogi Mirim bate o Macaé


Nessa terça-feira (14), o Mogi Mirim fez história no futebol jogando contra o Macaé pela série B do brasileiro. Exatamente uma semana após Rivaldo fazer sua reestreia, o Mogi Mirim voltou a vencer em casa, dessa vez com o fato inédito de pai e filho marcarem na mesma partida. Fato histórico que ajudou o clube a conquistar mais três pontos na tabela e subir posições na luta contra o rebaixamento.

Diante de um público de quase 1700 torcedores, o Mogi Mirim jogando em casa teve um primeiro tempo fulminante. Logo aos 3 minutos, em jogada iniciada por Rivaldo, o atacante Serginho cruzou para Rivaldo Júnior inaugurar o marcador e por o Sapão na frente. Melhor na partida, o Mogi teve um pênalti marcado a seu favor aos 17 minutos, quando o presidente Rivaldo partiu para a bola e converteu, deixando o time da casa com dois a zero no placar. Ainda na primeira etapa o Mogi Mirim ampliou, em outra bela assistência de Serginho que deixou Rivaldo Júnior na cara do goleiro do Macaé para ampliar o marcador e encerrar o primeiro tempo em 3-0.

Vem com o Linha de Fundo no #JogaPraElas

Quem acompanha ao Linha de Fundo sabe o quanto falamos sobre o preconceito que ainda existente com as mulheres que acompanham futebol, vivem e respiram futebol. O assunto ainda é polêmico e envolve várias questões a serem discutida, uma delas é acabar com a discriminação que ainda existe, pois uma mulher pode muito bem entender (gostar, viver, acompanhar) mais de futebol do que um homem. Ela pode também jogar melhor que um homem.


A ONG Love.futbol começou uma campanha em prol das meninas que jogaram o mundial feminino, uma campanha pela igualdade de gêneros no esportes mais amado do país, pelo fim do preconceito e pela valorização feminina no futebol... Nós do Linha de Fundo nos sensibilizamos e compactuamos com a proposta e convidamos as mulheres do Linha de Fundo a fazerem fotos usando o manto verde e amarelo levantando uma plaquinha com a hashtag #JogaPraElas.

Querido Flamengo


Querido Flamengo,

Não me trate como se não me conhecesse tão bem. Não seja tão rude comigo, não aja como se não me amasse de volta. Nós já vivemos tantas coisas juntos, glórias do passado e do presente, a decepção e a derrota também. Oh Flamengo, nunca me tratastes desta forma antes, o que aconteceu com a gente?

Apaga esse Fogo! Figueira marca no fim e se classifica

Uma vitória heroica. Com alma, garra e estilo Figueira de ser. Essa foi à classificação do Figueirense para as oitavas de final da Copa do Brasil. Marcão que sempre é muito criticado, foi o herói da partida, marcando o gol aos 47 minutos do segundo tempo.

De letra, Marcão fez o gol da classificação

Botafogo e o trauma chamado Copa do Brasil

Hoje o texto na verdade é mais um desabafo do que uma análise de jogo. É o desabafo de um torcedor apaixonado que voltou do estádio com uma eliminação vexatória do Botafogo na Copa do Brasil (mais uma). 

Renan Fonseca, cabisbaixo, e Jefferson, inconformado, lamentam a eliminação.
(Foto: Cleber Mendes/LANCE!Press)

Bom, não deve ser segredo para ninguém que a relação entre Botafogo e Copa do Brasil é péssima. Eliminações traumáticas são normais, cada vez mais comuns na história do clube. E mesmo acostumado, sempre bate aquela revolta. Não pelo fato de ter sido eliminado, mas pela maneira como a queda acontece.
←  Anterior Proxima  → Inicio

Inscreva-se no canal LFTV

Curta nossa página no Facebook

Siga-nos no Twitter

Mais lidas da semana