A SUA LINHA DE NOTÍCIAS

Tecnologia do Blogger.

Arquivo do blog

TWITTER

FACEBOOK

Premier League Brasil

Siga-nos nas redes sociais

Popular Posts

Quem sou eu

CLASSIFICAÇÃO

quarta-feira, 29 de julho de 2015

Ceará bate ABC fora de casa e volta a vencer após 12 rodadas

Comemoração do gol que deu a vitoria ao Ceara.
(Foto: Christian Aleckson/Cearasc.com)
Após 12 jogos sem vencer, o Vozão reencontrou os caminhos da vitória, conquistou seus primeiros 3 pontos jogando fora de casa e sua segunda vitória na competição. Mesmo com o resultado positivo, o Vovô continua na lanterna do campeonato e segue em busca de espantar a má fase.

Jejuns e recorde batidos na medida e hora certa


Precisão e concentração definem as provas de ciclismo, hipismo, pentatlo moderno, triatlo e tiro.  Os atletas brasileiros estavam bem equilibrados e conseguiram buscar medalhas em quase todas as competições durante o Pan-Americano de Toronto, Canadá.

Apenas uma categoria do ciclismo nos rendeu medalha. Nas provas de ciclismo de pista os brasileiros conseguiram dois bronzes e assim quebraram o jejum de 20 anos sem conquistas nos Jogos Pan-Americanos. Flávio Cipriano, Kacio Fonseca e Hugo Osteti, em velocidade por equipe, ficaram em terceiro lugar, atrás de Canadá e Venezuela. A conquista individual veio na modalidade Omniun com Gideoni Rodrigues Monteiro ocupando a também terceira posição.

Das magrelas para os pomposos cavalos. A equipe de hipismo brasileira trouxe três medalhas, uma de prata e duas de bronze. No concurso completo de equitação por equipes ficamos em segundo lugar e na outra prova de equipes, o adestramento, ocupamos a terceira posição. A medalha de bronze individual foi conquistada por Ruy Fonseca no concurso completo de equitação, ficando atrás apenas do estadunidense e do canadense.

No pentatlo moderno o nome de Yane Marques novamente esteve presente no pódio. Prata em Guadalajara e ouro no Rio, ela repetiu o feito da próxima cidade olímpica e deixou para trás a mexicana e a americana. Yane Marques é uma grande aposta brasileira para o Rio 2016.

Crédito: Divulgação Time Brasil

Deu no pé! Sérgio Malucelli desiste de parceria com o Figueirense

(Foto: Gazeta do Povo)
Tudo que ontem aparentemente estava totalmente acertado e que só faltava a assinatura, hoje teve uma reviravolta e não acontecerá mais. O empresário e presidente do Londrina, Sérgio Malucelli, informou na tarde desta quarta-feira (29) que ele não fará mais parte do grupo de empresários que irão investir no Figueirense pelos próximos 15 anos. O motivo de sua desistência seria sua conversa com a família, e por isso preferiu permanecer com todo o seu foco no Londrina.

Conquistando vagas e corações dos brasileiros

Alguns esportes não são muito tradicionais do povo brasileiro, mas esses carimbaram medalhas, deram o primeiro passo do projeto elaborado ou conquistaram o público para os prestigiarem na disputa dos jogos no Rio 2016. Em Toronto, no Pan-Americano, as modalidades de badminton, golfe, hóquei sobre grama e rúgbi nos somaram quatro medalhas recheadas de esperança.

Um esporte sem patrocínio e que vem invadindo as aulas de Educação Física e projetos sociais, o badminton somou duas medalhas de prata e uma de bronze. Nos jogos de dupla, os brasileiros subiram ao segundo lugar do pódio no feminino e no masculino com Lohaynny Vicente e Luana Vicente, e Daniel Paiola e Hugo Arthuso. Na dupla mista formada por Lohaynny Vicente e Alex Tjong, estes conseguiram a terceira posição, logo a medalha de bronze. Com o pequeno apoio da Confederação Brasileira de Badminton (CBHb) os atletas que vão para o Campeonato Mundial na Indonésia em agosto irão arcar com os próprios custos. Mas todos estão muito felizes com os resultados pan-americanos e a classificação para a primeira participação nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro.

Crédito: CBBd

A Locomotiva Rubro Negra está de volta!

Saudações Rubro Negras!

Bem amigos do Linha de Fundo! O Atlético venceu o CRB e a arbitragem ontem no Estádio Serra Dourada pelo placar mínimo em um jogo bem complicado, porém inteiramente dominado pela equipe goiana. Foi a segunda vitória em dois jogos sob o comando interino de Gilberto Pereira, primeira vez no ano com essa sequência. Seria um sinal?


O Atlético começou o jogo tendo domínio da posse de bola e teve sua primeira chance aos 13 minutos com Viçosa, em um desvio fraco para o gol com a defesa do goleiro Juliano. Aos 20 foi a vez de Marllon concluir de cabeça após cobrança de escanteio e mandar para a linha de fundo com a bola tirando tinta da trave alagoana. Aos 36 Willie fez boa jogada pela direita, invadiu a área e chutou para uma boa defesa do goleiro. No fim do primeiro tempo o CRB teve a sua única chance antes do intervalo, Zé Carlos recebeu na área e isolou a redonda para alegria do goleiro Márcio, que foi mero espectador do jogo.

Na segunda etapa, o jogo continuou com domínio absoluto rubro negro, que aos quatro minutos já havia chegado com Viçosa. Mas aos 15 minutos o técnico Gilberto Pereira promoveu a troca de Willie por Juninho e, aos 16, ele desviou um chute de Jorginho, colocando a bola pro fundo do barbante do CRB. Depois disso o Atlético deve mais 3 finalizações com Eron, Juninho e Viçosa, mas nenhuma delas passou pelo goleiro Juliano. Enquanto isso, Márcio assistia a tudo sem trabalhar em nenhum momento e a entrada de Rafael na zaga deu uma segurança absurda na defesa rubro negra.

Final de partida com o Atlético vencendo o bom time do CRB, que foi completamente anulado pela marcação atleticana, por 1-0 sem grandes dificuldades. Destaques para Arthur, incansável no ataque, Juninho, que foi o autor do gol da vitória, Feijão, que foi um monstro na meia cancha, e os zagueiros Marllon e Rafael, que neutralizaram qualquer chegada do Galo de Alagoas.

O Atlético está a procura de um novo técnico, mas está bem claro que a solução já veste Rubro Negro e já está no comando. Gilberto Pereira nos salvou em 2013 e hoje está fazendo um ótimo começo de trabalho ao lado de João Paulo Sanches, tem o aval dos jogadores e da torcida. Efetiva o Gilberto, Adson!

Único destaque negativo foi a fraca arbitragem do senhor João Batista de Arruda, que deixava de marcar faltas claras pelo bem de um suposto futebol mais dinâmico. Titia CBF tem dado essa instrução aos árbitros, mas quem faz o jogo bonito e sem faltas são os próprios jogadores. Falta é falta! Fora que este senhor inverteu faltas quando as marcou e aplicava cartão apenas para um dos clubes, sem critério algum. Queria fazer um pedido ao presidente da Federação Goiana de Futebol para que possa interceder por nós, pois já perdemos as contas quantos pontos o Atlético já perdeu por conta disso.

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO-GO 1X0 CRB
Local: Estádio Serra Dourada, em Goiânia (GO) 

Data: 28/07/2015 
Horário: 21h50 
Árbitro: João Batista de Arruda (RJ) 
Auxiliares: Gabriel Viana (RJ) e Silbert Sisquim (RJ)

Público: 1.070 pagantes 

Renda: 21.720 reais
Gol: Juninho 16’ 2T (1-0) Cartões amarelos: Marllon, Éder (Atlético)
ATLÉTICO-GO: Márcio; Éder Sciolla (Anderson Pedra), Marlon, Rafael e Eron; Feijão, Pedro Bambu e Jorginho; Willie (Juninho), Júnior Viçosa e Arthur (Geraldo). 

Técnico: Gilberto Pereira

CRB: Júlio César; Marcos Martins, Audálio, Gabriel e Pery; Olívio, Josa (Glaydson), Leandro Brasília e Cañete; Ricardinho (Gerson) e Zé Carlos. 

Técnico: Mazola Júnior

América se esforça pra perder e tem êxito

Na noite de terça feira, 28/07, o América enfrentou o Paysandu em Belém e fez a pior partida que eu já vi na minha vida. O coelho fez de tudo pra perder e conseguiu sair com a derrota por 2x0.

Vitória joga bem, mas não vence um Macaé fechado

Foto: valbahia.com
O clube baiano perdeu mais um vez a chance de assumir a liderança da competição. E dessa vez dentro de casa. Valeu para medir o nível de concentração dos atletas e competitividade do time para enfrentar um adversário esperto e com proposta de jogo defensiva bem definida.

O JOGO

No primeiro tempo, ambas as equipes não conseguiram criar chances claras de gol. Mesmo atrás, o Macaé finalizou mais contra a meta do Vitória com o perigoso Pipico e Anselmo. O Vitória teve apenas uma chance num desvio de cabeça de Pedro Ken, quando o goleiro operou uma boa defesa.

Segundo tempo

Na segunda etapa o jogo ficou mais aberto, não porque o Macaé saiu de sua proposta, mas porque o Vitória passou a descer num 4-3-3 e correr mais riscos atrás. No entanto, o time do Rio de Janeiro teve apenas uma grande chance e o Vitória assustou muito mais com Kanu de cabeça, Rogério, que perdeu um gol frente ao goleiro, e Vander, que entrou bem no jogo e exigiu uma boa defesa do goleiro, também chutando outra bola da entrada da área no poste esquerdo da meta.

Apático, Botafogo faz seu pior jogo na Série B e quase perde no Nilton Santos

Na última terça, dia 28, o Botafogo recebeu o Criciúma no Nilton Santos pela 15ª rodada da Série B. Apesar de jogar em casa, onde segue invicto, o alvinegro não fez prevalecer o mando de campo. Se teve alguma coisa que prevaleceu, infelizmente, foi o 0 a 0. Foi sem dúvida um empate com gosto de derrota. Com o ponto conquistado, o Botafogo segue na liderança do campeonato com 29 pontos, apenas 2 a mais que Vitória, América e Náutico, os outros integrantes do G4 que, por sorte, tropeçaram na rodada. O próximo adversário do Glorioso é o Luverdense, também no Nilton Santos, sábado às 16h30.


O Lobo volta a uivar

(Foto: Fernando Torres/ASCOM Paysandu)
Na noite de hoje (28), o Paysandu entrou em campo para enfrentar o América-MG e novamente encarou um ex-técnico, dessa vez um ídolo, que comandava o clube quando o time conquistou seus títulos mais importantes. Depois de uma sequência de jogos sem vencer, o Papão reencontrou a vitória diante do Coelho no Mangueirão.

←  Anterior Proxima  → Inicio

Inscreva-se no canal LFTV

Curta nossa página no Facebook

Siga-nos no Twitter

Mais lidas da semana