A SUA LINHA DE NOTÍCIAS

Tecnologia do Blogger.

Arquivo do blog

TWITTER

FACEBOOK

Premier League Brasil

Siga-nos nas redes sociais

Popular Posts

Quem sou eu

CLASSIFICAÇÃO

quinta-feira, 17 de setembro de 2015

Palmeiras passeia no Maracanã

O time carioca abriu placar, perdeu pênalti com Fred e conheceu mais uma derrota com a goleada do Palmeiras com 4 gols no segundo tempo, sendo 3 de Barrios e 1 de Gabriel Jesus.

Apesar da má fase a torcida do Fluminense fez um mosaico com a bandeira
da Ucrânia no Estádio do Maracanã.
(Foto: Cesar Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação)
Nessa quarta (16/09), o Palmeiras foi ao Maracanã visitar o Fluminense e também passear contra o clube carioca, o placar começou mal para o clube alviverde, quando aos 37 minutos, Jackson falhou bonito (até achei que era o Leandro Almeida) e entregou a bola para Jean, que abriu o placar. O Palmeiras empatou com gol de Barrios aos 23 do segundo tempo, mas para uma defesa que toma gol do Jean, só Jesus na causa. O Verdão virou com Gabriel Jesus aos 30, Barrios ampliou aos 44 e 47 e o Palmeiras venceu por 4x1 no Maracanã. 

Mertens brilha e Napoli goleia em estreia da UEL

Mertens e Callejon após gol
Nesta quinta-feira (17/09) o Napoli estreou pela fase de grupos da Liga Europa, em casa, contra o Club Brugge, da Bélgica. O jogo marca também o primeiro jogo do Sarri em competições internacionais. Todos esperavam por um jogo equilibrado, devido as últimas atuações do Napoli pela Serie A Tim, mas não foi bem assim que ocorreu.

O Napoli aproveitou o fator casa e logo no início partiu pra cima e aos 6 minutos viu resultado,  o espanhol José Callejón abriu o placar com um belo gol. O Brugge apático no jogo, não demonstrou muito, o time italinao "fez a festa" e em um cruzamento perfeito do espanhol, o belga Dries Mertens ampliou o placar. O primeiro tempo correndo e o time de casa pressionando. O Brugge até tentava algo, mas a defesa estava impecável com destaque para o francês Koulibaly. O terceiro gol veio de uma falta, em jogada ensaiada, batida pelo brasileiro Jorginho e finalização perfeita, novamente, do belga. 3 à 0. Finalizando assim o primeiro tempo.

Já no segundo quem pensou que o Napoli fosse recuar, inicialmente se enganou. O Sarri veio com o mesmo time a campo e no Brugge saiu Bolingolo-Mbombo e entrou Izquierdo, mas nada parava o time italiano, em um cruzamento de Mertens para o capitão, o goleiro trombou, a bola sobrou e Hamsik marcou: Napoli 4 x 0 Brugge. Após o gol, Sarri colocou o Allan que seria o autor de um lançamento, QUE LANÇAMENTO, para o Callejón fechar o placar de 5x0. Antes do quinto gol, Sarri trocou Higuain, que mesmo não marcando saiu aplaudido pela torcida por Gabbiadini e também tirou a estrela do jogo: Mertens, com dois gols, uma assistência e vários chutes a gol para entrada do Insigne. Alterações talvez criticadas por alguns torcedores.

O Brugge teria seu gol de honra, Leandro Pereira marcou, mas estava em posição irregular.
Foi um belíssimo jogo para o torcedor napolitano, primeira vitória na temporada e que vitória elástica amigos, que estreia, agora nos resta esperar que joguem com a mesma vontade no clássico contra a Lazio que acontecerá no domingo (20/09) às 15:45, horário de Brasília, pela quarta rodada do Campeonato Italiano, porém, não vamos nos iludir, pés no chão e Forza Napoli Sempre.

Julinho Camargo é demitido do Goiás

Julinho Camargo não é mais treinador do Goiás.
Foto: goal.com
Foi anunciado na tarde desta quinta-feira (17), a demissão do treinador Julinho Camargo do Goiás Esporte Clube, após a derrota em casa para a Ponte Preta, resultado que deixou o time esmeraldino ainda bem próximo da zona de rebaixamento do Brasileirão. Foram 16 jogos no comando do Verdão, com um aproveitamento de 35,9%. Julinho conseguiu 4 vitórias, 3 empates e 7 derrotas em seu comando pelo Campeonato Brasileiro. Na Sul-Americana, foi vergonhosamente eliminado pelo Brasília perdendo em casa.

Contra tudo e todos

    Fala, Turma da Fuzarca!

            Mesmo com toda dificuldade, o Vasco foi ao Mineirão, na Quarta (16), saiu de lá com um ponto a mais e com mais esperanças na árdua missão de escapar do rebaixamento. Com dois gols de Rafael Silva, o Gigante da Colina arrancou um empate heroico.
Foto: (Paulo Fernandes - Vasco Oficial)

Empate com gosto de derrota

Foto : @Cruzeiro
Cruzeiro e Vasco nesta quinta-feira mostraram uma partida intensa, onde ambas equipes buscavam a  vitória, apesar do time carioca sair na frente e a Raposa conseguir a virada, a partida terminou em empate.

 Sobre o jogo :

  O jogo começou com uma grande movimentação da equipe celeste que procurou desde o início pressionar o Vasco para ter uma vantagem ainda no primeiro tempo, as primeiras oportunidades de abrir o placar foi dos mineiros, obrigando Jordi á fazer uma boa defesa após chute de Marquinhos que passou no canto esquerdo do goleiro carioca.

  A Raposa tinha mais volume de jogo e impôs seu ritmo desde o princípio, e nesse modo possuía melhor posse de bola e fez o máximo para não cometer erros desnecessários, para que assim a equipe não saísse prejudicada, porém em um erro infeliz da zaga celeste, Rafael Silva abriu o placar, Herrera colocou o atacante na cara do gol e precisou apenas de dois chutes para ganhar do goleiro Fábio, mas não demorou muito para o time estrelado empatar a partida com golaço de Willian aos 26 minutos, Jordi fez um saída de bola precipitada e o camisa 25 como não tem nada haver com isso, recuperou o lance e marcou um golaço.

  Quase no final da primeira etapa a virada mineira saiu dos pés de Alisson, com a experiência de Ceará que ajeitou de ombro para o “Bigode” e fez um passe na medida pra Alisson deslocar o goleiro do Vasco. Com acréscimos a primeira fase é encerrada.

Segundo tempo :

  Sem mudanças as equipes voltaram para o segundo tempo, na segunda etapa ambas equipes estavam equilibradas nos primeiros minutos, o Cruzeiro procurava aproveitar dos erros vascaínos  e sair em contra-ataques, já os cariocas buscaram a todo momento o empate.

 Impressionante como a equipe do Cruzeiro não sabe jogar na retranca, a segunda bola do jogo sempre era do Vasco, a Raposa teve várias chances desperdiçadas de concretizar sua vitória, porém aquela velha história, quem não faz,leva e depois de tanta perseverança cruz-maltina Rafael Silva aparece novamente para empatar a partida,com cruzamento de Andrezinho o atacante deixa tudo igual no Mineirão. Após o gol vascaíno, os cruzeirenses resolveram atacar, mas sem resultados positivos, a partida é finalizada.

 O grupo celeste não repete o bom desempenho feito nas últimas partidas e acabou conquistando esse resultado "amargo",o que terá que ser revertido no domingo contra a Chapecó. O Cruzeiro está na 13° colocação com 30 pontos.

 O torcedor cruzeirense mais uma vez mostrou oque é apoiar intensamente o time, e apesar do momento de tensão do jogo cantou os 90 minutos. Há 3 pontos da zona de rebaixamento o time de Mano Menezes precisa urgente buscar uma reação antes que seja tarde demais.

@Paulinha_CEC

FICHA TÉCNICA
CRUZEIRO 2 X 2 VASCO

Local: Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Data/Hora: 16/9/2015 – 22h
Árbitro: Thiago Duarte Peixoto (SP)
Auxiliares: Rogério Pablo Zanardo (SP) e Hermam Brumel (SP)
Renda/Público: R$ 518.245,00 / 19.888 presentes
Cartões Amarelos: Bruno Rodrigo, Ceará, Vinícius Araújo e Henrique (CRU) / Rodrigo, Julio dos Santos e Serginho (VAS)
Cartão Vermelho: Julio dos Santos (VAS)
GOLS: Rafael Silva (24'/1ºT 0 - 1), William (26'/1ºT 1 - 1), Alisson (42'/1ºT 2 - 1) e Rafael Silva (35'/1ºT 2 - 2)

CRUZEIRO: Fábio, Ceará, Manoel, Bruno Rodrigo (Paulo André - 37'/1ºT) e Pará; Willians, Henrique e Ariel Cabral (Vinícius Araújo - 38'/2ºT); Alisson, William e Marquinhos (Arrascaeta - 16'/2ºT). Técnico: Mano Menezes.

VASCO: Jordi, Madson, Rodrigo, Luan e Júlio Cesar; Serginho (Renato Kayser - 30'/2ºT), Bruno Gallo, Julio dos Santos e Nenê (Andrezinho - 14'/2ºT); Rafael Silva e Herrera (Thalles - 30'/2ºT). Técnico: Jorginho

Avaí vence o clássico e joga o rival para a zona do rebaixamento.

Na noite desta quarta (16), houve o maior clássico de Santa Catarina, Avaí x Figueirense. O clássico era aguardado pelo fato das 2 equipes estarem brigando para não cair e acabou dando o Leão da Ilha, que venceu na toca do Figueira pelo placar de 1 a 0, gol marcado pelo Renan Oliveira. 

Com a vitória, o Leão foi para 29 pontos, indo para a 15º colocação e empurrando o seu rival para a Zona de Rebaixamento. 

Agora o Leão da Ilha irá pegar o São Paulo, na Ressacada no domingo (20), as 16h.

A moleza traz consequências graves

Goiás faz corpo mole e perde para a Ponte Preta.
Foto: Globo Esporte.
O problema não é só perder, e sim, não querer vencer. Foi isso que o torcedor esmeraldino assistiu no Serra Dourada na noite dessa quarta-feira (16), quando o Goiás decepcionou novamente e perdeu para a Ponte Preta fazendo corpo mole na partida, principalmente no segundo tempo. Com o resultado, a volta para a zona de rebaixamento parece estar próxima.

Chocolate na Vila


Na noite desta quarta feira (16/09), o Santos recebeu o Atlético Mineiro na Vila Belmiro e não tomou conhecimento do vice líder do campeonato. Com direito a 4 gols, olé da torcida e mais uma brilhante atuação da Lucas Lima, o Peixe voltou a vencer e se recupera na competição.

O JOGO:

Ambas as equipes entregaram o que se esperava no início da partida. Futebol ofensivo e de muita qualidade. Com Rafael Carioca de um lado e Lucas Lima de outro, organizando as jogadas e saída de bola das equipes, o começo do jogo foi muito equilibrado e com chances para os dois lados.

A primeira grande chance do jogo foi do lado santista, com Lucas Lima fazendo grande jogada pela esquerda e cruzando para Gabriel, que perdeu o gol praticamente embaixo das traves. E a resposta atleticana veio pouco depois, com Carlos recebendo ótimo cruzamento e cabeceando para fora, sozinho dentro da área, tudo isso em menos de 10 minutos de jogo.

O jogo permaneceu muito igual, porém com ritmo um pouco menor, devido a grande correria das equipes nos minutos iniciais, mas aos 30 minutos, brilhou a estrela de Gabriel. 

O camisa 10 santista recebeu pela direita, levou para o meio se livrando de Jemerson e acertou um belíssimo chute de perna esquerda, sem chances para Vitor. 1-0 no placar e o Peixe conseguiu neutralizar o ímpeto ofensivo do Galo até o final da primeira etapa.

A segunda etapa voltou com o mesmo equilíbrio inicial, porém a genialidade de Lucas Lima entrou em pauta e resolveu o jogo para o Peixe.

Com a zaga atleticana toda avençada, Lucas Lima puxou contra-ataque e deu lindo passe para Gabriel, o garoto avançou e sem muito trabalho, tocou na saída de Vitor para anotar o segundo gol da partida e seu sétimo na competição.


Daí pra frente, a apatia tomou conta do lado mineiro. Após uma lambança da defesa, a bola sobrou para Ricardo Oliveira, que tabelou com Lucas Lima e só teve o trabalho de empurrar para as redes e se isolar ainda mais na artilharia da competição, com 17 gols.

Com a vitória praticamente garantida, Dorival Jr sacou alguns jogadores e promoveu a estreia do garoto Vitor Bueno no lugar de Ricardo Oliveira. Já o Galo ameaçou chegar ao gol de honra por duas vezes, com belo chute de Dodô, defendido por Vanderlei e depois, com uma cabeçada de Léo Silva que parou no travessão.

E no apagar das luzes, ainda deu tempo para mais um. Leandro que entrou no decorrer da partida, recebeu boa bola pela direita e achou o garoto Vitor Bueno pelo meio, o estreante tocou para Marquinhos Gabriel, que limpou a jogada com grande drible e fuzilou para fazer o 4º e matar a partida.

Com a vitória, o Peixe volta a se aproximar do G-4 e fica com a sétima colocação. O Galo por sua vez, perdeu grandíssima chance de encostar no líder Corinthians, que foi derrotado pelo Inter, sendo assim a diferença de 5 pontos foi mantida.

Agora o Galo tem outra pedreira, recebendo o Flamengo em casa no próximo domingo, ás 16h. Mais cedo, ás 11h o Peixe tem clássico contra o Corinthians em Itaquera, onde já venceu um jogo pela Copa do Brasil.

FICHA TÉCNICA: 

SANTOS 4 X 0 ATLÉTICO-MG


Data: 16 de setembro de 2015, quarta-feira
Horário: 22h00 (Horário de Brasília)
Árbitro: Heber Roberto Lopes (FIFA-SC)
Assistentes: Kléber Lúcio Gil (FIFA-SC) e Fabrício Vilarinho da Silva (FIFA-GO)
Público: 6.179 torcedores
Renda: R$ 235.610,00
Cartões amarelos: David Braz (Santos); Giovanni Augusto (Atlético-MG)
SANTOS: Gabriel, aos 37 minutos do primeiro tempo, e aos 9 do segundo tempo. Ricardo Oliveira, aos 25 minutos do segundo tempo. Marquinhos Gabriel, aos 47 do segundo tempo.
Local: Vila Belmiro, em Santos (SP)


GOLS: 
SANTOS: Vanderlei, Victor Ferraz, David Braz, Gustavo Henrique e Zeca; Thiago Maia, Renato e Lucas Lima (Leandro); Marquinhos Gabriel, Gabriel (Marquinhos), Ricardo Oliveira (Vitor Bueno). Técnico: Dorival Jr
ATLÉTICO-MG: Victor; Patric, Leonardo Silva, Jemerson e Douglas Santos; Rafael Carioca, Dátolo, Luan (Cárdenas), Giovanni Augusto (Dodô) e Carlos (Thiago Ribeiro); Pratto. Técnico: Levir Culpi
Pedro Henrique  |  @peeedrito17
←  Anterior Proxima  → Inicio

Inscreva-se no canal LFTV

Curta nossa página no Facebook

Siga-nos no Twitter

Mais lidas da semana