A SUA LINHA DE NOTÍCIAS

Tecnologia do Blogger.

Arquivo do blog

TWITTER

FACEBOOK

Premier League Brasil

Siga-nos nas redes sociais

Popular Posts

Quem sou eu

CLASSIFICAÇÃO

sábado, 19 de setembro de 2015

Paysandu perde a segunda dentro de casa

(@Paysandu)
Na tarde de hoje (19), o Paysandu enfrentou o Naútico, na vigésima sétima rodada da Série B. O time pernambucano vinha de um jejum e o time paraense vinha embalado, o visitante só havia vencido uma vez fora de casa e o mandante só perdido uma vez dentro de casa. E o mais improvável de acontecer, aconteceu, o alvirrubro venceu o Papão e pois fim na sequência invicta do alviazul.
PAY 0X1NAU


CHUCK NORRIS - RODADA 27 DO #CARTOLAFC

Salve nação cartoleira do Linha de Fundo!

A última rodada começou MUITO BEM com Willian e Ricardo Oliveira pontuando bem na quarta feira, mas a quinta foi decepcionante. Flamengo e São Paulo não deixaram só seus torcedores na mão, mas sim uma grande parcela da nação cartoleira, e por fim anotamos apenas 46,43 pontos. Para próxima rodada vamos apostar na boa fase de alguns jogadores e na qualidade dos outros. O campeonato se encaminha para o final e essa é a hora de MITAR.

PREÇO: 157,30
ESQUEMA: 4-3-3


Vamos apostar na sólida defesa do Inter e na bola área do Atlético Mineiro na nossa primeira linha. Um meio campo muito ofensivo, com três jogadores importantes na bola parada de suas equipes e um ataque matador. Receita perfeita para mitagem dessa rodada. Comandados por Argel, que pode não ser um dos melhores técnicos do país, mas vem de vitória contra o líder e arma bons times defensivamente.

Para o banco de reservas temos: Victor, Jemerson, Paulão Douglas Santos, Lucas Lima, Renato Augusto, Walter, Alexandre Pato, Lizandro. Levir.

Boa sorte para todos nós!

Pedro Henrique || @peeedrito17
Colaboradores: @rolimpato @M_Freitas9_ e @afcmarcelo

Unanimidades: 27ª rodada do #CartolaFC

Salve Cartoleiros!

Nossa rodada MasterChef tinha tudo para sair perfeita e ser aprovada pelos jurados, mas de quarta para quinta o prato desandou e foi tudo por água abaixo. Começamos com Willian anotando 15,40 pontos e enchendo os cartoleiros de orgulho na quarta feira. Mas na quinta... Kayke e Alexandre Pato conseguiram negativar. Foram -1,50 e -2,40 respectivamente e o desastre foi feito. Para próxima rodada vamos com 3 apostas completamente diferentes, ousadia e seu Deus quiser, alegria.

VITINHO: Vitinho cresceu muito de produção com a chegada de Argel no comando do Internacional e após vitória sobre o líder, o colorado recebe o Figueirense, e tem a faca e o queijo na mão, para vencer e Vitinho será fundamental para isso.


Nome:Vitinho
Posição: Atacante
Time: Internacional
Preço: 15,07

PRATTO: Lucas Pratto vem devendo nas últimas rodadas, assim como o time do Atlético. O jogo é difícil, contra o Flamengo dentro de casa e por isso mesmo, o Galo vai precisar mais do que nunca do seu artilheiro para vencer e continuar a caça ao líder Corinthians.


Nome: Lucas Pratto
Posição: Atacante
Time: Atlético Mineiro
Preço: 21,58

FELIPE MENEZES: O meia do Goiás volta aos gramados nessa rodada e será nossa grande aposta. A partida é contra o JEC em casa, então Felipe terá papel fundamental na equipe goiana, que briga para fugir das últimas posições no campeonato.


Nome: Felipe Menezes
Posição: Meio-campo
Time: Goiás
Preço: 14,48

Pedro Henrique || @peeedrito17
Colaboradores: @rolimpato @M_Freitas9_ e @afcmarcelo

Mike Dean, o nome do jogo

Neste sábado (19) o Arsenal foi até Stamford Bridge para enfrentar o Chelsea, num clássico que marcava a volta de Petr Cech ao Bridge e o reencontro entre Mourinho e Wenger. Mas quem roubou a cena foram duas pessoas: Diego Costa e o árbitro Mike Dean.

O primeiro tempo foi chato, com a maior posse de bola do Arsenal, mas sem chances. Chelsea tentava buscar o contra-ataque, mas sem sucesso, já que Diego Costa estava sendo anulado por Koscielny. Eis que o falso espanhol desiste de jogar futebol e parte pra briga, pro jogo sujo, que é a única coisa que ele sabe fazer com maestria, afinal jogar ele tá bem mal. Aos 45 minutos, Diego Costa deu dois tapas, cotovelada, agarrada pelo pescoço (só faltou pedir pra beijar) e pra finalizar, uma cabeçada Zidane Style em Koscielny, só nesse lance já merecia 3 expulsões. Gabriel foi tirar as dores, como qualquer ser humano faria, mas não contava com o assalto de Mike Dean. Depois do falso espanhol e o brasileiro se xingarem e tudo, o brasileiro deu um leve coice, então os 11 jogadores do Chelsea foram pra cima do juiz, parecendo que havia acontecido um assassinato. Gabriel foi expulso e Diego Costa continuou lá, praticando esse futebol nojento que ele faz, um jogador desprezível. Mais inacreditável que isso só o árbitro não ter expulsado ele e apenas o Gabriel. Arbitragem mais ridícula que vi em anos.

"Ele não é desleal". Foto: BTSport

ABC se impõe diante do Vitória, mas faltou competência para vencer


Em partida marcada pela competência dos goleiros e incompetência dos finalizadores, ABC e Vitória empataram ontem na Arena da Dunas pelo Campeonato Brasileiro da Série B 2015. Bom para o Rubro Nego baiano que somou mais um ponto fora de casa numa partida que poderia ter saído de campo goleado.

O JOGO

Edno e Ronaldo Alves comandavam a equipe do ABC e o Ex Rubro Negro Edno tentou algumas vezes da primeira etapa abrir o placar.

Na melhor dela aos nove minutos, Edno limpou e demorou a chutar a bola explodiu na zaga. 

Aos 37, Edno serviu o campainheiro que driblou o goleiro, porém não conseguiu converter em gol. 

Quatro minutos depois, decidiu arriscar de fora da área e a bola passou pela linha de fundo. 

Segundo Tempo

Na etapa final, foram inúmeras chances desperdiçadas pelo time da casa com a bola teimando em não entrar e ou com Gatito e Kanu salvando o Vitória.

Aos 15 minutos, Rafael Miranda chutou para fora, livre de marcação inimiga. 

Cinco minutos depois, em um cruzamento vindo da direita, Rafinha colocou pela última linha. 

Nos minutos finais, a pressão aumentou ainda mais. O atacante Romarinho entrou no jogo e deu boa mobilidade no ataque abecedista. Mas sem sucesso.

Melhor goleiro do Brasil garante a vitória do Botafogo

Em jogo válido pela 27ª rodada da Série B, na noite desta sexta, dia 18, o Botafogo foi até Varginha para enfrentar o Boa Esporte, afundado na zona de rebaixamento. Mas isso era um mero detalhe. Mesmo inferior tecnicamente, o time mineiro foi melhor durante todo o jogo, parando apenas em JEFFERSON, que fechou o gol. Em um raro lampejo, o Botafogo achou o único gol que decretou a sofrida vitória alvinegra. O placar magro de 1 a 0 foi suficiente para manter o time na liderança isolada da Série B, agora com 52 pontos. O próximo adversário do Glorioso é o Macaé, terça, às 19h, no Estádio Nilton Santos. 

O JOGO

O Boa Esporte foi melhor do início ao fim. Os vários passes errados tornaram o jogo feio. Nem o time mineiro e muito menos o Botafogo levavam perigo. Até que aos 24', em velocidade, Willian Arão recebeu pela direita e cruzou rasteiro para Sassá, que se atrapalhou com a zaga. Na sobra, Fernandes, surpresa na escalação, encheu o pé e abriu o placar. Botafogo 1 a 0. E só. 

O Boa Esporte foi para cima, em busca do empate. E pressionou bastante...

Aos 27', o Boa quase empatou, mas em um lance bizarro. Renan Fonseca tentou cortar e cabeceou para trás, obrigando JEFFERSON a se esticar para evitar um gol contra. Aos 29', JEFFERSON salvou novamente. Tadeu pegou de primeira e mandou a bola no canto. O goleirão, atento, defendeu. No minuto seguinte, Tadeu, mais uma vez, assustou. Livre na pequena área, ele cabeceou de costas, desperdiçando ótima oportunidade. Aos 34', JEFFERSON brilhou. Após cruzamento na área, Tadeu cabeceou na entrada da pequena área, mas o mito espalmou a bola. Eram ONZE (11) finalizações do Boa contra apenas DUAS (2) do Botafogo. 

Aos 39 minutos, aconteceu o lance mais inacreditável da partida. Após escanteio, a bola sobrou para Everton Sena chutar e mandar na trave. Na sobra, Tadeu, quase na linha do gol, tentou finalizar, mas a defesa atrapalhou o atacante, que chutou em cima de JEFFERSON. Sorte a do Botafogo. (Esse lance foi representativo. Se essa bola não entrou, nenhuma outra entraria). Aos 46', já nos acréscimos, o Alvinegro resolveu finalizar. E foi com Willian Arão, que mandou sobre o gol. Aos 47', o primeiro tempo acabou. 

O Botafogo retornou para o segundo tempo com modificação. Lulinha saiu para dar lugar a Luis Henrique. 

Aos 14 minutos, Daniel Carvalho rolou para Luis Henrique, que bateu cruzado, mas Sassá não chegou a tempo para finalizar. Era uma ótima chance para o Glorioso. No minuto seguinte, Ricardo Gomes promoveu a segunda alteração na equipe: tirou Daniel Carvalho e colocou Elvis no jogo. Aos 18', Fernandes recebeu na entrada da área, limpou e bateu forte na direção do gol, para boa defesa do goleiro Douglas. Depois disso, só deu Boa Esporte no jogo. Foi uma pressão absurda sobre o Botafogo. 

Aos 27', JEFFERSON fez milagre. Wilson Júnior recebeu em velocidade e chutou forte, mas o mito fechou o ângulo, evitando o que seria o gol de empate. Aos 33', Ricardo Gomes fez a última mexida no Botafogo: Camacho substituiu Serginho. Aos 42', Claytinho chutou e JEFFERSON, desta vez, de forma mais tranquila, defendeu. O Boa Esporte tinha a posse da bola, mas na hora de finalizar, errava ou parava em algum defensor do Glorioso, que bravamente segurou a vitória. O jogo terminou aos 49', após muito sofrimento. JEFFERSON foi o melhor jogador da partida. 


JEFFERSON foi o melhor do time (Foto: Twitter oficial do Botafogo)

Mais 3 pontos preciosos na conta do Botafogo, que mais uma vez jogou muito mal, mas muito mal mesmo. Foi uma das piores atuações do time na Série B. 

OBSERVAÇÕES

O Botafogo completou SEIS jogos seguidos sem derrota (5 vitórias e 1 empate). 

O time fez uma partida pífia. O Boa Esporte foi AMPLAMENTE superior, do início ao fim. Só não venceu porque parou em JEFFERSON, que fechou o gol botafoguense. Fez defesas espetaculares. O Botafogo achou um gol e pronto, aguentou a pressão como pôde. 


JEFFERSON fechou o gol alvinegro (Foto: Reprodução/Premiere FC)

O desempenho do Botafogo nos últimos jogos deixou a desejar. Se quer manter a liderança e subir para a Série A, vai ter que caprichar mais. E os adversários eram fracos, brigando para não serem rebaixados.

Sassá não rende como titular. Joga melhor entrando no segundo tempo. Mas...foi essencial durante o fim do jogo, atuando como lateral. 

Bazallo e Rodrigo Lindoso foram contratados no meio do ano e até hoje não receberam oportunidade. Nem relacionados são. Eles são tão ruins assim? Pra quê foram contratados então?

Volta, Navarro! 

Fernandes foi a surpresa na escalação. Ricardo Gomes apostou no garoto, que correspondeu. Foi o autor do gol da vitória. 

FICHA DO JOGO

Boa Esporte 0
Douglas, Wendel (Claytinho), Patrick, Everton Sena, Léo Baiano; Gabriel Dias, Chapinha (Clébson), Moacir, Bruno Felipe; Wilson Júnior, Tadeu (Erick Luis). Técnico: Nedo Xavier. 

Botafogo 1
JEFFERSON, Luis Ricardo, Renan Fonseca, Roger Carvalho, Diego Giaretta; Serginho (Camacho), Fernandes, Willian Arão, Daniel Carvalho (Elvis); Lulinha (Luis Henrique), Sassá. Técnico: Ricardo Gomes. 

Estádio: Dilzon Melo (MG). 
Árbitro: Rodrigo Alonso Ferreira (SC). 
Assistentes: Nadine Schramm (SC) e Vanderson Zanotti (ES). 
Gol: Fernandes (24' do 1º T). 
Cartões amarelos: Claytinho e Gabriel Dias (Boa Esporte); Roger Carvalho e Fernandes (Botafogo). 
Público: 3.376. 
Renda: R$ 46.005,00. 

Por: Gabriel De Luca (@biel_dluca). 
←  Anterior Proxima  → Inicio

Inscreva-se no canal LFTV

Curta nossa página no Facebook

Siga-nos no Twitter

Mais lidas da semana