A SUA LINHA DE NOTÍCIAS

Tecnologia do Blogger.

Arquivo do blog

TWITTER

FACEBOOK

Premier League Brasil

Siga-nos nas redes sociais

Popular Posts

Quem sou eu

CLASSIFICAÇÃO

sábado, 26 de setembro de 2015

Atlético de Madrid joga mal e perde para o novo líder do Campeonato Espanhol

Léo Baptistão fez o único gol da partida
Foto: www.marca.com
O Atlético de Madrid voltou a jogar mal e perde fora de casa para o agora líder do campeonato  espanhol o Villareal. O gol saiu dos pés do jogador brasileiro Léo Baptistão que já teve passagem pelo próprio Atlético. Com essa derrota os colchoneros caem pra quinta posição com apenas 12 pontos.

No confronto direto, Paysandu leva a pior

(Foto: Edson Ruiz/GazetaPress)
Na tarde deste sábado (26), o Paysandu foi a Arena Fonte Nova enfrentar o Vitória, na vigésima oitava rodada da Série B. O time vencedor ficaria na vice-liderança do Campeonato e ficaria no G4 mesmo se perdesse a rodada seguinte. No primeiro turno, o Papão havia vencido o rubro-negro por 1x0, no último minuto do jogo. Mas dessa vez, a história foi escrita de outra forma e o alviazul levou a pior e perdeu a segunda partida consecutiva.


Em ótimo jogo, Sampaio e Santa empatam sem gols

A meta de entrar no G4 não passou de um sonho para Sampaio Corrêa e Santa Cruz. Precisando de uma vitória no confronto direto entre si para poder secar os rivais, os times empataram por 0x0 em uma partida excelente e repleta de chances de gol, ao contrário do que o placar aparenta.

Ambos estacionaram nos 45 pontos e agora precisam torcer contra o Bahia, que jogará às 21h contra a Luverdense, para não se distanciar da quarta posição. Os dois tricolores jogarão em casa na próxima rodada. O Sampaio Corrêa recebe o líder Botafogo enquanto que o Santa Cruz recebe a visita do Bragantino.

Sampaio e Santa ficam no empate em São Luís (Foto: Biaman Prado / O Estado)
Apesar do ótimo jogo, Sampaio Corrêa e Santa Cruz não saíram do zero no Castelão (Foto: Globo Esporte).

O JOGO

Como é de costume quando jogo no Castelão, o Sampaio Corrêa começou pressionando os pernambucanos em busca do primeiro gol. Nos primeiros minutos o Tubarão conseguiu duas ótimas oportunidades para abrir o placar, mas pecou na finalização.

Os visitantes tinham muita dificuldade para diminuir o ímpeto maranhense e pouco assustava, até que aos 17 minutos Luizinho escapou livre pela esquerda, driblou o zagueiro e, de frente para o gol, chutou para fora.

O lance assustou um pouco os maranhenses que, apesar de continuar com a bola, já não tinha a mesma força ofensiva para assustar o Santa Cruz. Para piorar, começou a dar espaços para os contra-ataques. Os pernambucanos tiveram mais três chances de marcar até os 30 minutos.

Os últimos quinze minutos do primeiro tempo tiveram mais equilíbrio, mas não houve redução de intensidade.  Danny Moraes salvou o Santa em cima da linha e Pimentinha também assustou. Grafite tentou responder. Apesar de muitas chances, o 0x0 seguiu inalterado.

Nos primeiros 20 minutos da etapa final, o domínio voltou a ser do Tubarão, criando diversas chances para marcar e não deixando o rival jogar. Jheimy teve ótima oportunidade, mas errou o alvo.

Depois desse período, o Santa Cruz conseguiu equilibrar as ações e o jogo caiu – o que é natural pela alta intensidade desde os primeiros minutos. Com mais medo de levar o gol do que com ousadia para tentar a vitória, os times passaram a ser mais cautelosos e as chances de gol desapareceram.


O empate acabou sendo justo pelas grandes oportunidades criadas pelos dois lados. O 0x0 acabou sendo injusto com o espetáculo, que merecia um placar com gols.

Mesmo com empate heroico, falta muito pra voltar a ser Chelsea


Está difícil para o Chelsea manter uma regularidade na temporada 15/16. Após um começo desastroso, os Blues iniciaram a UEFA Champions League e a Capital One Cup com boas vitórias e ainda venceram o derby contra o Arsenal, mas nesse sábado (26), ficou evidente que ainda falta muito para que os torcedores possam ver aquele time quase imbatível do último campeonato.

O Newcastle vive péssima fase nesse início de Premier League. O time que leva o nome da cidade está na penúltima posição e tem o pior ataque da competição. Por outro lado, José Mourinho nunca conseguiu vencê-los e depois de hoje o tabu continua. O empate por 2-2 foi um resultado heroico conquistado pelos Blues, que começaram perdendo por 2-0, mas um time que almeja coisas tão grandes não pode praticar esse futebol apresentado no St. James' Park.

Quando a crise está instalada, é preciso remar muito para, ao menos, começar o processo de saída dela. As críticas a Ivanovic, Hazard e Fàbregas já são repetitivas e a insistência de Mourinho em deixá-los no time titular inexplicável. O português, inclusive, vem sendo duramente criticado após essa sequência terrível, mas quando nem metade do elenco dá que pode, fica difícil apontar as soluções e fácil jogar a culpa somente no treinador.

Pode-se questionar se talvez o comandante dos Blues não tenha perdido o controle do vestiário, a confiança de jogadores e diretoria. Pessoalmente acredito que assuntos assim podem influenciar sim um grupo, mas não o suficiente para explicar como atletas que atuaram juntos durante um ano inteiro podem jogar como se nunca tivessem se visto antes em alguns momentos.

Não tem saída, a janela de transferências já fechou, o Chelsea tem sim bons jogadores, capazes de fazer um campeonato muito acima disso – não atoa foram incontestavelmente campeões em 2014/15. E ainda contam com um técnico extremamente experiente, competente e, acima de tudo, vencedor.

Para deixar marcado: Ramires foi o melhor em campo ao lado de Krul. O brasileiro fez uma partida maiúscula e, além de marcar o primeiro gol – muito bonito, diga-se de passagem –, ainda fez um corta-luz no segundo, de Willian. Esse que também entrou na etapa final e mudou o rumo da partida.


O próximo desafio dos azuis de Londres será contra o Porto, dia 29 (terça-feira), 15:45, pela Champions League.

Keep the Blue flag flying high!
Luiza Sá (@luizasaribeiro)
←  Anterior Proxima  → Inicio

Inscreva-se no canal LFTV

Curta nossa página no Facebook

Siga-nos no Twitter

Mais lidas da semana