A SUA LINHA DE NOTÍCIAS

Tecnologia do Blogger.

Arquivo do blog

TWITTER

FACEBOOK

Premier League Brasil

Siga-nos nas redes sociais

Popular Posts

Quem sou eu

CLASSIFICAÇÃO

quinta-feira, 1 de outubro de 2015

Palmeiras sofre, infarta torcedores, mas elimina o Internacional

Mesmo sofrendo muito, o Verdão eliminou o Internacional da Copa do Brasil e causou um chororô geral em Porto Alegre, que após vitórias do Verdão sobre Grêmio e Inter, pode ter seu nome mudado para Porco Alegre.  

A equipe paulista venceu a equipe gaúcha pelo placar de 3x2
(Foto: Cesar Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação)

Nessa quarta (30/09), o Palmeiras recebeu o Internacional no Allianz Parque, e como de costume, venceu, mas com requintes de crueldade com a torcida alviverde que sofreu muito vendo o jogo, porque o Palmeiras abriu o placar logo no inicio do jogo e depois ampliou, mas como o Palmeiras gosta de sofrer e dificultar jogo fácil, tomou o empate, mas, 1 minuto depois, Andrei Girotto colocou o Verdão a frente de novo, fazendo a festa colorada durar menos que ejaculação precoce. 

O JOGO 

O Palmeiras começou atacando forte e tentando entrar na área do Internacional através de lançamentos. Enquanto isso, o time gaúcho manteve uma postura defensiva, apostando apenas na velocidade do menino Valdivia #PokoPika. Deixando o jogo tranquilo para a equipe alviverde atuar no campo adversário. 

A defesa do Inter tirava a bola como dava pois não tinha condições de sair com a bola enquanto o Palmeiras fazia pressão. 

Em um desarme, o Palmeiras acabou conseguindo escanteio, o escanteio foi cobrado por Zé Roberto e o time do gol de cabeça onde escanteio é mais chance de gol do que pênalti abriu o placar com Vitor Hugo, também conhecido como destruidor de gaúchos após gols na dupla GreNal. 

Vitor Hugo ficou conhecido por esse nome após gols de cabeça na dupla GreNal.
(Foto: Palmeiraa Mil Grau)

Com o placar a frente, o Palmeiras passou a administrar o placar, confiando na falta de qualidade do adversário. Mas deu espaço demais e o adversário, que mesmo tendo um time ruim passou a jogar bem e conseguiu avançar. E para piorar a situação do alviverde, Robinho ainda saiu machucado aos 20 e deu lugar a Rafael Marques, fazendo o Verdão perder o meio-campo com 3 atacantes isolados na frente. 

Passou no porco, tá morto.
(Foto: desconhecido)

Aos 36, pênalti pra equipe alviverde. Lucas entrou na área e Alex tentou agarrar o lateral-direito do Palmeiras e o árbitro marcou a penalidade máxima sob intenso protesto do inconformado Internacional. Zé Roberto deslocou Alisson para o lado errado e bateu o pênalti com muita categoria mesmo com seus 41 anos de idade. O primeiro tempo terminou 2x0 para o Verdão.

Foi muito pênalti.
(Foto: Reprodução/Facebook)

Segundo Tempo 

No intervalo, Marcelo Oliveira tirou o péssimo volante Amaral para colocar Andrei Girotto - O Amaral além de ser um péssimo volante ainda tinha amarelo -. O problema era que o Palmeiras continuava sem meio-campo e o volante escolhido abria mais a intermediária, mas ele iria salvar o Palmeiras em outro momento, isso vem pra depois. O Inter, disposto a mudar o rumo da partida fez muita pressão e o Fernando Prass, como sempre, fez milagre. 

Não passa nada.
(Foto: Cesar Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação)

O Palmeiras não jogava e a pressão gaúcha só aumentava. E fazendo pressão, o Inter conseguiu o gol, aos 11, com Anderson. 

"O Palmeiras não consegue ter um jogo tranquilo??? vai tomar pressão até o final agora" torcedor do Palmeiras no momento do gol de Anderson. 

O Verdão já não conseguia dominar o jogo e começou a ser dominado pelo seu próprio desespero. O alviverde pouco valorizava a posse de bola e o Inter ficou com a bola a maioria do tempo. 

Aos 27, Gabriel Jesus saiu para a entrada de Allione mas nada adiantava, o Inter tinha o jogo na mão. E saiu o empate, aos 28, com Lisandro López, que mandou a torcida alviverde calar a boca, ele mal sabia o que estava pra vir daqui a 1 minuto. 

Quem está caladinho agora é ele.
(Foto: Twitter @palmeirastuff)

A torcida alviverde não calou a boca, muito pelo contrário, começou a gritar mais alto, para o desespero dos vizinhos do Allianz Parque e do Internacional, que passou a tremer no caldeirão alviverde com a torcida alviverde incentivando o time. Como falei anteriormente, a festa colorada durou menos que ejaculação precoce. Aos 29, Allione abriu espaço e cruzou para Andrei Girotto recolocar o Palmeiras na frente do placar, aí, foi sofrimento até o fim do jogo, que terminou 3x2 para o Verdão, o goleiro Alisson até chorou depois do jogo lembrando até de 2005 mas o choro é livre. Palmeiras classificado. 

E essa cara brava até pra comemorar gol?? me lembra
o Durval.
(Foto: Cesar Greco/Ag. Palmeiras)

Palmeiras 3 x 2 Internacional 
Local: 
Allianz Parque, em São Paulo (SP) 
Data: 30 de setembro de 2015, quarta-feira 
Horário: 22 horas (de Brasília) 
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (Fifa-GO) 
Assistentes: Fabricio Vilarinho da Silva (Fifa-GO) e Cristhian Passos Sorence (GO) 
Público: 33.991 pagantes 
Renda: R$ 2.375.335,00 
Cartões amarelos: Lucas, Amaral e Dudu (Palmeiras); Alex, William e Rodrigo Dourado (Internacional) 
Gols: 
Palmeiras: 
Vitor Hugo, aos 7 minutos do 1º tempo, Zé Roberto, aos 38 minutos do 1º tempo, e Andrei Girotto, aos 29 minutos do 2º tempo 
Internacional: Anderson, aos 11 minutos do 2º tempo, e Lisandro Lopez, aos 28 minutos do 2º tempo
Palmeiras: Fernando Prass; Lucas, Jackson, Vitor Hugo e Zé Roberto; Amaral (Andrei Girotto), Arouca, Dudu, Robinho (Rafael Marques) e Gabriel Jesus(Allione); Barrios. Técnico: Marcelo Oliveira
Internacional: Alisson; William, Paulão, Réver e Ernando (Rafael Moura); Rodrigo Dourado (Taiberson), Nilton, Anderson (Alisson Farias) e Alex; Valdívia e Lisandro López. Técnico: Argel Fucks
AVANTI PALESTRA!!!! 
Luigi Berzoini || @LuigiLouco999 || @linhadefuundo 






Arena Corinthians, o possível palco da final Olímpica de Futebol Feminino

(Foto: Marcos Ribolli/GloboEsporte.com)
São Paulo pode ser o palco da grande final Olímpica do Futebol Feminino nos Jogos Olímpicos do Rio em 2016.

A dificuldade no preparo do Maracanã para a cerimônia de encerramento é o principal motivo de a decisão ser transferida para a Arena Corinthians que já é sede, oficializada, na quarta (30) de jogos de ambos os naipes na competição. Entre eles, a semifinal do Feminino e a disputa do Bronze no Masculino, totalizando 10 partidas.

O secretário municipal de esportes de São Paulo, Celso Jatene comentou sobre o assunto na reunião que definiu a cidade como sede oficializada dos jogos.

 "Ainda podemos ter uma final, vamos esperar uma definição do Rio. Porque pode haver alguma dificuldade para aprontar o Maracanã para a cerimônia de encerramento".

A CBF tentou vários acordos de inclusão do estádio do Palmeiras, o Allianz Parque, nos Jogos, mas foram todos recusadas.
←  Anterior Proxima  → Inicio

Inscreva-se no canal LFTV

Curta nossa página no Facebook

Siga-nos no Twitter

Mais lidas da semana