A SUA LINHA DE NOTÍCIAS

Tecnologia do Blogger.

Arquivo do blog

TWITTER

FACEBOOK

Premier League Brasil

Siga-nos nas redes sociais

Popular Posts

Quem sou eu

CLASSIFICAÇÃO

quarta-feira, 7 de outubro de 2015

Entenda o atual momento do São Paulo

Em 3 dias: Osório fora, soco em Aidar, renuncia de dirigentes e Doriva novo técnico. 


Talvez quem não acompanhe o São Paulo todo o momento tenha se espantado com tal crise política que o clube se meteu. Mas não venha você achar que essa crise não existia e que surgiu agora, pelo contrário a crise está aí desde quando o Aidar foi eleito. Sim, exatamente. Após o desentendimento de Aidar com Juvenal Juvêncio (ex-presidente do São Paulo) muitos conselheiros e dirigentes se voltaram contra Aidar. Porém a briga de Aidar com Ataíde é pelo fato de os dois discordarem muito sobre contratações, principalmente por causa da polêmica que envolve a contratação do zagueiro Iago Maidana, além de quando Aidar estava prestes a trazer Lugano de volta e Ataíde "vetou". Mas, vamos entender as polêmicas ocorridas essa semana.


Soco de Ataíde em Aidar

Segunda-feira (05/10), enquanto Milton Cruz estava dando entrevista para uma Tv Mexicana sobre a saída de Osório, estava ocorrendo uma reunião de diretoria em um Hotel em São Paulo. Foi, nessa reunião, que Ataíde "saiu no braço" com Aidar. O motivo da agressão? Não se tem certeza. Há quem diga que foi uma discussão pela escolha do sucessor de Osório, mas outras pessoas dizem que Aidar fez uma acusação pessoal grave ao Ataíde, o que o fez perder o controle. Não se tem vídeos, nem fotos, entretanto de acordo com funcionários do hotel, há câmeras de segurança que podem ter gravado a briga, porém as imagens só serão cedidas se houver ordem judicial. Já para a imprensa o atual presidente do São Paulo negou a agressão, mas admitiu ter ocorrido uma discussão "acalorada", Aidar também veio a mídia para dizer que Ataíde pediu demissão.


Saída em massa dos dirigentes e #RenunciaAidar

Após a saída de Ataíde, outros dirigentes também saíram e muitos colocaram os cargos à disposição do Aidar. Entretanto se aproveitando da atual gestão do São Paulo, diferentes grupos políticos de oposição do São Paulo se movimentam para isolar Aidar e forçá-lo a renunciar. A ideia é convencer o maior número de conselheiros a recusar convites para integrar a nova gestão, deixando-o sem condição moral de continuar o cargo. O movimento para a renúncia de Carlos Miguel Aidar também tomou conta das redes sociais e muitos torcedores postaram a hashtag.



Novo Técnico
Em todos jornais esportivos o nome mais cotado para ser o substituto de Osório era Aguirre (ex-técnico do Internacional), havia boatos que o técnico uruguaio já estava em negociação com Aidar. Além dele, outro que também já mostrou interesse de comandar o Tricolor e estava à disposição era Sampaoli. Entretanto, como sempre, indo contra a torcida e fazendo o que ninguém imagina, São Paulo contratou Doriva - técnico que estava treinando a Ponte Preta -. No final da tarde a Ponte comunicou em seu site oficial a saída de Doriva para o São Paulo, já o Tricolor postou em seu site oficial, durante a noite.


Doriva 
Dorival Guidoni Júnior, conhecido como Doriva, era volante, atuou no São Paulo de 91 a 94 - foi campeão mundial com o Tricolor em 93 -, passou por Porto (POR), Sampdoria (ITA) e Celta de Vigo (ESP), foi para a Seleção Brasileira em 95 e atualmente é técnico. Treinou clubes como: Ituano, onde foi campeão Paulista em 2014, assim o técnico despertou o interesse de grandes clubes, também treinou Atlético Paranaense, Vasco da Gama e estava fazendo um bom trabalho na Ponte Preta - em 15 jogos atingiu 51,11% de aproveitamento.

Momento no Futebol
São Paulo está em um bom momento. No Brasileiro, o Tricolor está com 46 pontos, mesmos pontos do Santos que fecha o G4 - por SG São Paulo fica em 5º -, e pela Copa do Brasil o São Paulo é semi-finalista e enfrenta o concorrente direto pela vaga do G4 no Brasileiro, Santos. Doriva terá um considerado tempo para planejar os jogos, já que o Brasileiro e a Copa do Brasil estão paradas por causa das Eliminiatórias, logo o Tricolor só entra em campo quarta-feira (14/10) contra o Fluminense no Maracanã, e o jogo de ida da Copa do Brasil é quarta-feira (21/10) no Morumbi. Esperamos que o novo técnico continue o trabalho que Osório estava realizando, já que os jogadores se adaptaram as "novas" funções.

O que temos até hoje?


O Paris Saint-Germain foi comprado por catarianos em 2011, com a promessa de torná-lo um gigante europeu em cinco anos.

Bem, quatro já foram. E o máximo que conseguimos, a nível continental, foi uma heroica classificação para as quartas da Champions League contra o Chelsea.

Nacionalmente, tudo normal. Somos os atuais tricampeões da Ligue 1 e copamos absolutamente todos os torneios caseiros da última temporada.

O time é excelente, mas... Afinal, o que falta para alçarmos voos maiores na UCL?

Paciência.

Esse tipo de processo é lento, amiguinhos. Vejam o próprio Chelsea. Depois de ser adquirido por Roman Abramovich, os Blues levaram seis anos para chegar na final da Champions e quase dez para conquistá-la. O Manchester City pertence a milionários há 13 anos e ainda não passaram das oitavas.

É preciso calma. Deixaram o Ancelotti ir para o Real Madrid por falta dela. Sem maiores projeções. Os títulos maiores virão naturalmente.

ALLEZ PARIS!

SIGA O AUTOR: @victudo
SIGA O LINHA DE FUNDO: @linhadefuundo

Luverdense vence Sampaio Corrêa com gol no final e entra na briga pelo G4

Com objetivos diferentes na tabela e um gramado muito molhado em comum, Luverdense e Sampaio Corrêa fizeram um jogo disputado e emocionante, com o gol da vitória saindo apenas aos 44 do segundo tempo. A vitória do Luverdense praticamente elimina as chances de rebaixamento e permite que o time sonhe com o acesso, uma vez que a distância caiu para apenas 3 pontos.

Na próxima rodada o Sampaio Corrêa enfrenta o Boa Esporte, fora de casa, precisando vencer depois de cinco jogos sem vencer. O Luverdense recebe o CRB buscando a vitória para entrar de vez no sonho do acesso.

Jogadores do Luverdense comemoram: a vitória colocou o time na briga pelo acesso.

O JOGO

O campo molhado e pesado por conta de muita chuva que caiu no estádio Passo das Emas deixou os primeiros minutos de jogo muito brigados, com os jogadores tentando entender as condições do gramado e adaptar-se a ele.

E foi a equipe da casa quem o fez melhor e tomou conta de boa parte do primeiro tempo. Uma pressão inicial com bola parada iniciou-se logo nos primeiros minutos, porém Rodrigo estava ligado.

O Sampaio Corrêa não conseguiu se encontrar em campo e praticamente limitou-se a defender na primeira etapa. Diego Rosa chutou com muito perigo contra o gol de Rodrigo e Alípio cabeceou com muito perigo. A pressão não foi transformada em gols.

Na segunda etapa, os maranhenses voltaram dispostos a mudar o panorama do jogo. Logo aos 5 minutos, Raí chutou com perigo. O susto, porém, durou pouco. Logo o Luverdense retomou o comando da partida e abriu o placar com Diego Rosa, que chutou no canto de Rodrigo. 1x0.

Em desvantagem no placar, coube ao Sampaio Corrêa se expor mais em busca do gol. Raí bateu com perigo aos 22 minutos. Aos 25, veio o empate: Henrique, que entrou no intervalo, recebeu dentro da área e bateu no canto para igualar o marcador. 1x1.


Depois do empate, o jogo ficou aberto e as chances começaram a aparecer para os dois lados. E quem aproveitou foi o time da casa, com uma pitada de sorte. Um minuto após entrar no gramado, Calyson dominou e bateu firme no canto de Rodrigo dando números finais ao jogo: 2x1. 

Atlético Goianiense tropeça no ABC em Natal

Saudações Rubro Negras!
Na noite desta terça-feira, ABC e Atlético se enfrentaram na Arena das Dunas, em Natal, pela 30ª rodada da série B 2015. O Dragão viajou buscando os 3 pontos e uma tranquilidade ainda maior contra o desesperado ABC, que estava prestes a completar um turno inteiro sem vitória(sim), sendo que a ultima tinha sido justamente contra o Atlético no Serra Dourada. Apesar do empate não ter agradado grande parte da torcida e diretoria, o Atlético diminuiu em um ponto sua distância para o G4 e aumentou em um ponto para o Z4.
Foto: globoesporte.com

 O JOGO

O ABC, como esperado, entrou fazendo uma pressão inicial de 15 minutos, não deixando o Dragão sair de seu campo de defesa, porém, também não oferecia perigo por conta do ótimo posicionamento da defesa rubro-negra que estava bem fechada. O ABC só acertou um chute ao gol quando o Atlético resolveu sair para o jogo, aos 30 com chute de longe de Bismark obrigando Márcio a fazer uma boa defesa, e aos 34 a cena se repetiu. Mas quem abriu o placar foi o Atlético, aos 37, Willie fez uma bela jogada pela esquerda, tabelou com Viçosa e fuzilou o goleiro Saulo em seu canto esquerdo, o Dragão foi com a vantagem para o intervalo!
No segundo tempo, o ABC voltou com a pressão inicial mas, dessa vez, a defesa atleticana não estava mais bem postada como antes e dava brechas para os atacantes alvinegros, logo aos 5 minutos de jogo, o mais querido do RN empatou com Suelinton em uma falha de marcação numa cobrança de falta de Ednei, o placar final já estava construído. O jogo ficou aberto e as duas equipes se propuseram ao ataque, O ABC chegou aos 7, com Bismark chutando forte pra fora, o Atlético aos 14 com Arthur invadindo a área com velocidade mas finalizando mal para uma fácil defesa de Saulo, Willie também tentou fazer seu segundo na partida mas falhou, o ABC chegava forte ao ataque mas errava no ultimo passe e, finalmente, uma grande chance para o Dragão nos pés do artilheiro Júnior Viçosa, que foi desperdiçada aos 44 do segundo tempo. O empate foi justo, mas uma vitória de qualquer parte também seria.
O Atlético caiu uma posição e está em 13º no campeonato, segue a situação para as zonas da série B.

Distância para o G4 é menor que para o Z4


O próximo compromisso será diante do Mogi Mirim, em SP, dia 16/10, aproveitando a pausa para os jogos da seleção e recuperar os jogadores que sentiram a sequencia de jogos.

COPA VERDE

Foram abertas 4 vagas pelo ranking da CBF para a disputa da Copa Verde 2016 e o Atlético foi contemplado com uma delas, ao lado de Vila Nova, Paysandu e Luverdense. O presidente Mauricio Sampaio cuida pessoalmente do assunto mas não confirma a participação, mas informações vindas do portal Mais Futebol Goiano confirma que o Atlético estará na disputa por mais um título em 2016, além do estadual, copa do Brasil e nacional.
As equipes que disputarão a Copa Verde 2016 só serão reveladas no início de novembro, quando o formato da competição também será divulgado.

NOVO SITE DO DRAGÃO


Lembram da campanha em prol de um novo site que o marketing do Atlético promoveu junto ao programa Mais Torcida? O site está em sua reta final de preparação e estará no ar em breve, no site oficial do Atlético já aparece a seguinte mensagem:


Week 4 da NFL: Kickers decepcionam, mas brasileiro é destaque


A quarta semana da NFL evidenciou alguns pontos que já vínhamos observando nas últimas partidas. O equilibro entre as franquias se mostra muito presente, já que, só nessa rodada, oito partidas terminaram com a diferença de apenas três pontos. Além disso, alguns jogos acabaram indo ou ficando próximos da prorrogação.

Outro fato importante e que está preocupando muito algumas equipes é o fato dos kickers estarem cada vez piores. A situação está tão ruim que o Tampa Bay Buccaneers dispensou Kyle Brindza e já foi atrás de outro nome. Só o K dos Steelers, Josh Scobee, errou tanto que deixou os torcedores irritadíssimos. Na partida entre Cowboys x Saints, teve um chute na trave no último segundo que só serviu pra ter um OT rapidinho. Apesar disso, Cairo Santos está melhor do que nunca e Justin Tucker (BAL) honra o apelido de Chuck Norris dos chutes.

A crise em Miami se agravou e o técnico principal Joe Philbin acabou demitido. O head coach foi dispensado quando chegou aos EUA depois de perder em Londres para o Jets. Agora os Dolphins precisam se recompor rapidamente e, por sorte, podem pensar nisso durante a semana cinco, já que estarão de folga.

Tem uma galera perdendo jogador por lesão, uma infinidade de franquias surpreendendo negativamente e muita, mas muita emoção. Confira o resumo de todos os jogos dessa Week 4:

Baltimore Ravens 23@20 Pittsburgh Steelers
Que forma espetacular de começar a semana quatro da NFL. O clássico entre Ravens x Steelers foi disputado lá em Pittsburgh e foi bizarramente incrível. A partida começou com os QB tendo problemas para passar pela defesa, mas a franquia amarela e preta saiu na frente com o field goal. O kicker Josh Scobee pode ter acertado dessa vez, mas graças a ele sua equipe acabou perdendo a chance de fechar o placar. Já que os donos da casa fizeram de tudo pra não vencer, o Baltimore chamou a responsabilidade e empatou faltando 5 segundos para o fim com um ótimo chute do sempre preciso kicker Justin Tucker. No over time, foi posse para um lado, quarta descida pro outro, ninguém conseguia pontuar. Até que o responsável pelo empate entrou em campo, se posicionou e conseguiu marcar um field goal de 53 jardas. Primeira vitória para os corvos e uma moral necessária para as próximas semanas.

New York Jets 27@14 Miami Dolphins
No primeiro dos três jogos que serão realizados em Wembley, na Inglaterra, Miami Dolphins e New York Jets se enfrentaram em um duelo de divisão na NFL. Com uma secundária de respeito e uma linha defensiva que pressionava o Quarterback adversário, os Jets saíram vitoriosos por 27–14, graças as boas atuações do WR Brandon Marshall, que teve 7 recepções no jogo, e do RB Chris Ivory, que correu para 166 jardas e marcou um touchdown. Os Dolphins voltaram a decepcionar depois de serem massacrados em casa na semana 3. O jogo terrestre não funcionou, o que obrigou Ryan Tannehill a tentar 44 passes no jogo e acertar apenas 19. Ndamukong Suh, o defensive tackle contratado a peso de ouro, ainda não mostrou a que veio e deixou exposto o seu QB, o que lhe rendeu três sacks. A franquia de New York tem agora 3 vitórias em 4 jogos, enquanto o time de Miami tem 3 derrotas no mesmo número de jogos. Ambas as equipes irão folgar na semana 5.

Houston Texans 21@48 Atlanta Falcons
Dan Quinn, você é demais. Que time você arrumou, 4-0 na temporada e a equipe voando. Destaque do jogo foi o ótimo RB Devonta Freeman, que fez mais um jogo com 3 TD's, igualando um recorde que é do lendário LaDamian Tomlinson em 2006. Falcons mandou na partida, chegou a abrir 48-0, então poupou os titulares e os Texans fizeram 3 TD's. Texans que está 1-3, com uma posição desconfortável na divisão e mais, seu QB titular Ryan Mallett fez uma partida terrível, sendo substituído por Brian Hoyer que foi bem melhor.

New York Giants 24@10 Buffalo Bills
Com grande atuação da defesa forçando turnovers e segurando o jogo corrido dos Bills, e com o ataque sendo beneficiado pelas inúmeras faltas dos adversários (foram 17, em um total de 153 jardas à favor dos visitantes), os Giants chegaram a sua segunda vitória na temporada. Eli Manning teve mais uma atuação consistente (sim, pasmem!), lançando para 212 jardas, 3 TDs e, voltando a normalidade, uma interceptação, a primeira na temporada.

Oakland Raiders 20@22 Chicago Bears
Em partida bastante equilibrada, os Bears ainda sem Cuntler conseguiram vitória importante sobre os Raiders, os times se revezavam a frente do placar até o último quarto, até quando Robbie Goulde acertou o field goal garantido a virada e a vitória de Chicago. Placar este que encerra uma sequência de duas vitórias de Oakland Raiders e garante a primeira vitória do Chicago Bears na temporada.

Kansas City Chiefs 21@36 Cincinnati Bengals
Cairo dos Santos segue honrando a pátria e novamente teve um desempenho exemplar. O kicker marcou todos os 21 pontos de Kansas, anotando sete field goals em sete tentativas. Apesar do brasileiro ter batido o recorde da franquia, os Chiefs não conseguiram segurar os Bengals e perderam.

Jacksonville Jaguars 13@16 Indianapolis Colts
Por muito pouco os Jaguars não conquistaram uma importantíssima vitória em Indianápolis. Porém, no final, mesmo sem Andrew Luck, os donos da casa saíram vitoriosos da prorrogação. Na semana em que comemorou-se o dia do idoso, os idosos QB Matt Hasselbeck e kicker Adam Vinatieri deram conta do recado e colocaram a franquia na liderança isolada da AFC South.

Carolina Panthers 37@23 Tampa Bay Buccaneers
Parece que o QB Jameis Winston não deu a mesma sorte que Marcus Mariota nesse início de NFL. Os dois jogadores, que vinham sendo muito comparados antes de Draft, se enfrentaram na Week 1 seguem caminhos diferentes. Winston anotou o primeiro TD quando Carolina já vencia por 32-17 e foi interceptado quatro vezes.

Philadelphia Eagles 20@23 Washington Redskins
Em um típico jogo entre rivais de divisão – cheio de emoção e reviravoltas – os Redskins levaram a melhor diante dos Eagles. No primeiro quarto, o ataque dos donos da casa ficou em campo 13 dos 15 minutos, ainda assim, não conseguiu anotar nenhum TD. As Águias, que até o intervalo não haviam pontuado e protagonizaram uma única boa campanha, decidiram jogar nos últimos dois quartos e por muito pouco não saíram com a vitória. Liderando o placar até os 30 segundos finais, a equipe de Philadelphia não soube administrar o relógio e cedeu um TD no finalzinho.

Cleveland Browns 27@30 San Diego Chargers
Pra que tão sofrido, Chargers? Mesmo assim, com o jogo sendo decidido no último segundo com um FG do rookie Josh Lambo, serviu para voltar a ótima sintonia entre Rivers - Allen. E quem diria, que partida do Josh McCown! Olha, quando estava 27-19, com o jogo quase perdido, ele chamou a responsabilidade e usou muito bem o TE Gary Barnidge e empatar o jogo numa 2pt conversion. Faz tempo já que o QB não fazia um jogo sem interceptação. Mas parece que existe uima assombração em Cleveland, afinal o K Josh Lambo errou o FG, mas houve um offside da defesa, o rookie fez mais um chute e dessa vez garantiu a vitória dos Chargers.

St. Louis Rams 24@22 Arizona Cardinals
Com um início de temporada muito irregular, oscilando entre excelentes atuações, como na estreia diante do Seahawks, e outras péssimas contra Redskins e Steelers, os Rams conseguiram acabar com a invencibilidade dos até então temidos Cardinals, dentro da própria casa de seus rivais de divisão. O ataque de Arizona, que vinha sendo explosivo nos últimos jogos, não conseguiu repetir as boas atuações frente a fortíssima defesa de St. Louis. Pelo outro lado, inspirado, Nick Foles terminou o jogo com três touchdowns.

Minnesota Vikings 20@23 Denver Broncos
Peyton Manning sofreu com a defesa dos Vikings, mas os Broncos acabaram saindo na frente graças às jogadas terrestres. A franquia de Minnesota se recuperou, conseguiu voltar para a partida, interceptou Manning, diminuiu e ainda poderia ter empatado, isso tudo só no primeiro quarto. Na última etapa, Denver voltou a errar muito, teve mais uma interceptação e os visitantes conseguiram igualar o placar. Nos segundos finais, quando tudo indicava um OT, os donos da casa conseguiram fazer três pontos e forçaram um fumble na jogada seguinte.

Green Bay Packers 17@3 San Francisco 49ers
Depois de dois jogos fora de casa, o San Francisco 49ers tinham a difícil missão de parar o Aaron Rodgers e a equipe de Green Bay, que até então é considerada por muitos a melhor equipe da NFC. Apesar de uma partida abaixo do que se espera de Aaron Rodgers os Packers não tiveram dificuldades para derrotar os 49ers que até voltou a mostrar um bom trabalho defensivo, porém o desempenho do ataque, que ainda joga em ritmo de pré temporada, foi lastimável garantindo a quarta vitória dos Packers.
Destaques positivos para Clay Matthews que praticamente anulou o ataque dos niners e Eddie Lacy que abusou de conquistar jardas corridas, terminando o jogo com uma média de mais de 5 jardas por corrida. O destaque negativo atende por Collin Kaepernick, o quarterback dos 49ers não vem rendendo o esperado e chegou a ser vaiado pela torcida durante a partida.

Dallas Cowboys 20@26 New Orleans Saints
Já não vejo a hora de Tony Romo voltar. Esse foi o sentimento do jogo, que contou com um Drew Brees muito inspirado e uma defesa sonolenta dos Cowboys desde que o MLB Sean Lee saiu com uma concussão. Em dois momentos, os CB's dos Cowboys droparam interceptações e isso no final fez falta. O Cowboys é um time que precisa de uma benzedeira, além de Lee, Butler saiu com um estiramento depois de uma big play e o RB Lance Dunbar rompeu os ligamentos e está fora da temporada. Até que o QB Brandon Weeden fez uma boa partida, liderando os Cowboys pra empatar o jogo faltando 1 minuto e meio numa jogada fade pro WR TErrance Williams.Os Saints tiveram a chance de fechar o jogo no último segundo com o K Zach Hocker, mas ela foi na trave, saiu e o jogo foi pra prorrogação. Inacreditável. Com a primeira posse do OT, Drew Brees deu um jeito de acabar logo com o jogo. Com a defesa dos Cowboys totalmente desorganizada, ele lançou para o RB CJ Spiller fezer o TD e acabar com tudo no Superdome. Cowboys que haviam uma folga na divisão, não tem mais devido as duas derrotas, já os Saints conseguiram sua primeira vitória.

Detroit Lions 10@13 Seattle Seahawks

A partida que fechou a rodada foi marcada por um ótimo trabalho das defesas e um Seahawks sem seu maior trunfo: Marshall Lynch. No geral, foi um jogo bem chatinho e não teve grandes lances. Entretanto, quando tudo se encaminhava para o final, o Lions chegou perto da endzone e, quando tudo parecia caminhar para uma virada sensacional, o WR Calvin Johnson sofreu um fumble na linha de uma jarda. O que foi mais bizarro e polêmico foi que o LB K.J. Wright deu um tapa proposital na bola para que ela saísse pela linha de fundo, mas, pela regra que muita gente não sabia, isso é uma jogada ilegal e a posse de bola deveria ser de Detroit. As zebras também desconheciam esse detalhe e acabou que ficou por isso mesmo.


Por Mariana Sá (@imastargirl), Janaína Wille (@jaanaw_), Rômulo Vieira (@suppervieira), Henrique Charão (@ocharao) e Marcilio Viana (@MarcilioVM).

Quarta rodada sem vitória e outra rodada fora do G4

Sem vencer há três partidas, o Papão entrou em campo pensando em voltar ao G4, mas a noite de hoje acabou não sendo o que o torcedor esperava e não foi tão diferente quanto as últimas três, apesar de ter somado um ponto. Dentro de casa, o Paysandu protagonizou mais uma "vergonha". A quarta rodada sem vitória.

                                                         0x0   

Na rodada em que tudo conspirava a seu favor, o clube alviazul foi o único que não quis se ajudar. Mesmo quando a sorte ajudou, o próprio clube se atrapalhou e não saiu do 0x0 contra um dos seus concorrentes diretos, o Bahia.

O jogo contou com atuação ruim de muitos dos jogadores bicolores, com desperdício de gols e nervosismo de ambos os lados. E se de um lado vimos a expulsão desnecessária de Pikachu, por falta de maturidade do mesmo, do outro lado vimos a expulsão desnecessária de Tiago Real.
←  Anterior Proxima  → Inicio

Inscreva-se no canal LFTV

Curta nossa página no Facebook

Siga-nos no Twitter

Mais lidas da semana