A SUA LINHA DE NOTÍCIAS

Tecnologia do Blogger.

Arquivo do blog

TWITTER

FACEBOOK

Premier League Brasil

Siga-nos nas redes sociais

Popular Posts

Quem sou eu

CLASSIFICAÇÃO

sexta-feira, 23 de outubro de 2015

Semana de dispensas

Começou a “debandada” no Fortaleza. Coloco entre aspas, pois, até agora, concordei com todas as decisões da diretoria. Até o momento, seis jogadores acertaram suas rescisões com Tricolor de Aço. Confesso que não sei sobre mais dispensas e saídas que ainda podem ocorrer.

Os primeiros da lista foram os laterais Hudson e Radar. Logo após a confirmação, mais quadro jogadores deixaram o Leão, sendo o goleiro Deola, o meio-campo Tiago Azulão e os atacantes Adriano Martins e Ricardo Jesus. O objetivo desse texto é analisar e demonstrar a minha opinião sobre tais atletas.

Hudson e Radar

Iniciar falando sobre os dois é complicado. Hudson, por exemplo, atuou pelo Fortaleza em 2014 e 2015. Em duas temporadas, o atleta só jogou incríveis quatro partidas, sendo três no ano passado e uma na atual temporada. Fica a dúvida sobre os critérios utilizados para mantê-lo no elenco por tanto tempo.

Hudson, à direita, e Radar deixaram o Fortaleza
Já Radar, por sua vez, teve sua dispensa resumida numa música da banda de forró “Toca do Vale”, popularmente conhecida: “vai na paz e não volta jamais”. A falha que comprometeu a equipe na primeira partida contra o Brasil de Pelotas resume a passagem dele pelo Fortaleza.

Deola e Tiago Azulão

Falando sobre o goleiro, temos certeza de que ele não deixará saudades para o Fortaleza e sua imensa torcida. Deola chegou para ser titular, mas suas falhas vinham comprometendo a equipe. Uma delas, por sinal, quase nos tira o título estadual deste ano, diante do nosso rival. Vai, e não volta, jogador!
Deola e Tiago Azulão também rescindiram seus contratos com o Fortaleza
Tomando como parâmetro o Campeonato Mineiro, cheguei a pensar que a contratação de Tiago Azulão tinha sido uma bola dentro da diretoria. O fato é que o meio-campo não apresentou futebol de qualidade, menos ainda para ser titular no time do Fortaleza. Que tenha sorte longe do Pici.

Adriano Martins e Ricardo Jesus

Sério mesmo, como vocês descontam a raiva no Lúcio Maranhão? É o melhor atacante que temos. Importante taticamente, ajuda numa jogada, etc. Sobre a seca de gols, temos que ter paciência, pois uma hora isso acaba. A torcida pediu um centroavante, a diretoria trouxe o Ricardo Jesus. E aí? Sentirão saudades?

Adriano Martins e Ricardo Jesus sequer marcaram gols no Leão 
Ricardo Jesus não marcou gol. Na minha opinião, é um centroavante antigo. Vive por uma bola que não consegue obter. Foi embora devendo e decepcionando todos que nele acreditaram. E o Adriano Martins? Veio para fechar o pacote. Nem vou comentar.

Relembrando

Esse texto é composto por opiniões. Caso discordem, deixo meu Twitter no final e nele promoveremos debates.

Aposta

Acredito muito na diretoria. São homens competentes. Vale a aposta no trabalho deles. Tudo que está sendo feito é para o bem do Fortaleza Esporte Clube.

#FechadoComOLeão

Rafael Alves - @rafaelalvessg_

XEPA - 32ª Rodada do Cartola FC

    Fala, Cartoleiros!


         Mais uma rodada chegou e a equipe do Linha de Fundo está preparada. Analisamos todas possibilidades e concluímos que: Largaremos o Enem, vamos focar no Cartola, porque temos certeza que mitaremos!


Glórias, críticas e aprendizados: A história de Marcelo Segurado no Goiás.

Em um momento difícil como o do Goiás nessa temporada, onde a torcida teve de amargar contratações ruins, eliminações inacreditáveis em competições como Copa do Brasil e Sul-Americana, e próximo de um possível rebaixamento para a Série B do Brasileirão, todos nós tentamos arranjar culpados: Harlei, Sérgio Rassi, Hailé Pinheiro... O que é normal, afinal, a campanha foi decepcionante e é difícil arranjar forças para acreditar ainda.

Muitos também gostam de lembrar do passado vitorioso. Quem não gritou e festejou com aquela equipe em que faturamos o bicampeonato da Série B? Tínhamos Ricardo Goulart, Walter, Egídio, Iarley... Grandes craques que vieram graças à um trabalho de uma pessoa, que hoje, infelizmente, não está mais no Goiás: Marcelo Segurado, ex-diretor de futebol.

Foto: Site Oficial do Goiás Esporte Clube (goiasec.com.br).
←  Anterior Proxima  → Inicio

Inscreva-se no canal LFTV

Curta nossa página no Facebook

Siga-nos no Twitter

Mais lidas da semana