A SUA LINHA DE NOTÍCIAS

Tecnologia do Blogger.

Arquivo do blog

TWITTER

FACEBOOK

Premier League Brasil

Siga-nos nas redes sociais

Popular Posts

Quem sou eu

CLASSIFICAÇÃO

segunda-feira, 2 de novembro de 2015

Palmeiras perde para o Santos

A equipe alviverde jogou mal e perdeu para o adversário na Vila Belmiro. 

(Foto: jornalheiros.blogspot.com)

Nesse domingo (1), o Palmeiras visitou o Santos na Vila Belmiro e lamentávelmente perdeu. O próximo jogo da equipe alviverde é contra o quase rebaixado Vasco pelo Brasileirão no dia 8/11. 

O JOGO 

O Santos fez pressão no Palmeiras desde os primeiros minutos de bola rolando, sendo mais incisivo e abrindo o placar na Vila aos 26 minutos. Gabigol começou a jogada e tocou para Lucas Lima e, após corte de Ricardo Oliveira, a bola ficou na medida para Zeca cruzar para Tiago Maia, que abriu o placar para o Santos. 

Antes do intervalo, duas chances foram perdidas. Uma do Palmeiras, com Gabriel Jesus e uma do Santos, com Gabigol. 

Segundo Tempo 

O Santos ampliou na primeira chance que teve após o intervalo, com Ricardo Oliveira. O Pastor recebeu cruzamento do craque Gabigol e ampliou o placar para a equipe do litoral paulista. 

O Palmeiras passou a correr atrás do placar, fazer pressão e ficar mais com a posse de bola no campo de ataque. O Verdão chegou ao gol aos 29 mas depois perdeu várias chances de empatar e perdeu o jogo por isso. A derrota alviverde foi resultado de um ataque que perdeu muitos gols e de uma defesa lamentável. 

Luigi Berzoini || @LuigiLouco999 
Siga @linhadefuundo 

Um feliz dia do finado a todos os mortos. 




A chama verde não se apagará

Por mais que a desmotivação e o transtorno tomassem conta dos esmeraldinos antes da bola rolar na noite de domingo (01), no estádio Serra Dourada, para Goiás e Internacional, existia no peito de cada torcedor ontem, uma chama, que por mais que toda insistimos para ela se apagar logo para evitarmos sofrimentos futuros, ela se recusa a apagar, e com a vitória de ontem, ela está cada vez mais acesa.

Bruno Henrique dá assistência e marca gol na vitória de ontem.
Foto: Globo Esporte.

A partida de ontem parecia que iria ser apenas para sair de casa no domingo a noite, comer um churrasco e beber uma cerveja junto com os amigos. O desacreditado Goiás estava enfrentando um adversário forte, e que briga por uma vaga na Libertadores da América. Uma nova derrota, na certa, iria vir. O primeiro tempo de jogo mostrou bem isso. 
Vi um Goiás acanhado, tocando a bola com pouca vontade, e fazendo jogadas com pouca ousadia e ameaças ao Internacional, que ao contrário de nós, atacava muito bem pelos lados, propondo vontade de jogar no meio de campo e assustando o goleiro Renan a cada lance. A defesa esmeraldina parecia cada vez mais desorganizada e desesperada.

A resposta do processo traumático que estávamos vivendo em campo veio quando a defesa não conseguiu afastar a bola para longe, David cortou mal, e Valdívia encheu o pé para fazer um golaço. Após o gol, acordamos para o jogo, mas faltava qualidade e um pouco de sorte. Zé Love perdeu uma chance quase na cara de Alisson, Bruno Henrique tentou uma cabeçada venenosa, e quando Paulão tirou a bola quase em cima da linha após toque de cobertura de Arthur, os gritos e as lamentações só aumentavam.

No segundo tempo, Danny Sérgio fez o que poucos treinadores no Goiás fizeram: teve peito. Deu uma bronca boa nos jogadores do Goiás, que voltaram com "sangue nos olhos", e isso fez a diferença. Logo no início, Bruno Henrique tocou de cabeça para o atacante que foi muito contestado durante a semana e no intervalo, Zé Love, que emendou de primeira e empatou o jogo.

Goiás volta mais ativo para o segundo tempo e consegue a virada.
Foto: Globo Esporte.
Algumas falhas na defesa do Goiás quase nos deram problemas, principalmente quando elas vem dos pés de Felipe Macedo, que atrapalha mais do que ajuda, porém, as falhas do Internacional nos deram motivos para sorrir. Depois de cruzamento de Diogo Barbosa, Réver bobeou e Bruno Henrique chutou para o gol.

A pressão do time colorado ficou grande em busca do gol de empate. O torcedor esmeraldino rezava, cantava, pedia o final do jogo, e com muito suor derramado, saímos de campo vitoriosos. A melhor parte disso tudo, é que a chama verde não é só a chama que aparece após as vitórias. Ela sempre está lá, ás vezes se esconde, ás vezes aparece mais, só que ela é a chama da esperança, e é isso que irá nos manter vivos.


#EuEscolhiAcreditar #ForçaGoiás

Wagner Oliveira || @wagneroliveiraf
Linha de Fundo || @linhadefuundo

Acendam as velas

     Fala, Turma da Fuzarca!


    Hoje, dia de finados, um Gigante do futebol Brasileiro agoniza na sua morte.

    Não falo apenas do resultado de ontem, ou por todo campeonato feito. No ano sem planejamento as bravatas nunca foram tão constantes, mas acertar o time nada...



←  Anterior Proxima  → Inicio

Inscreva-se no canal LFTV

Curta nossa página no Facebook

Siga-nos no Twitter

Mais lidas da semana