A SUA LINHA DE NOTÍCIAS

Tecnologia do Blogger.

Arquivo do blog

TWITTER

FACEBOOK

Premier League Brasil

Siga-nos nas redes sociais

Popular Posts

Quem sou eu

CLASSIFICAÇÃO

segunda-feira, 16 de novembro de 2015

Ceará: Fazendo mais contas


Cinco vitórias, das seis disputadas, foram à façanha que o Ceará fez nessa reta final de campeonato. A situação do Vovô era tão complicada que mesmo ganhando essas cinco, ficamos a dois pontos de diferença do Macaé (que até a 35º rodada estava no Z4).

Porém a 36º rodada chegou e com ela a preocupação da torcida alvinegra. O time entrou neste sábado (14) para enfrentar o Vitória, ambos precisando da vitória para consolidar, ainda mais, seus objetivos. E quem se saiu bem desse confronto foi o time baiano vencendo os cearenses por 1x0. Um jogo bastante movimentando e com atuação do árbitro questionável. Não estou querendo argumentar que ele errou na expulsão do Ricardinho, mas que ele deixou de expulsar o jogador do Vitória que deu dois tapas no jogador do Ceará e outro que deu um "coice" na cara do Ricardinho. Mas passou.

Fora a derrota, a torcida alvinegra ainda estaria ligada na partida entre Atlétigo-GO e Macaé, ambos brigando para não cair. O Atlético-GO não conseguiu segurar o Macaé, que venceu o jogo por um placar de 4x3 e saiu da zona de rebaixamento empurrando o Vovô para lá. A diferença é de um ponto.

Futebol não é uma ciência exata, matemática sim:

Após a rodada, os torcedores tentam fazer os cálculos para saber a situação que o time pode chegar à última rodada. O Ceará ainda terá um confronto direto, na última rodada, diante do Macaé que enfrenta na próxima o já rebaixado Boa Esporte (que venceu o Bahia por 3x0). Porém, a briga pela última vaga no Z4 ainda continua com quatro times: Ceará, Macaé, Atlético-GO e Oeste.

Vamos aos cálculos:

Na pior das hipóteses o primeiro cálculo que pretendo fazer é com a derrota do Ceará na próxima rodada diante do América-MG e com a vitória do Macaé em cima do Boa Esporte. O time carioca chegaria aos 45 pontos e se salvaria da Série C. Porém, isso acontecendo, o Ceará ficaria de olho no confronto entre Oeste e Atlético-GO, que, a meu ver, um empate seria um ótimo resultado. Por quê?

Chegaríamos à última rodada para enfrentar o Macaé precisando vencer, a qualquer custo, e esperar um tropeço dos dois times que enfrentam Paysandu e Bahia, respectivamente. Então iríamos igualar em número de pontos, mas escaparemos por número de vitória.

Na hipótese mais provável, é que joguemos retrancado contra o América-MG para conseguir um ponto, e o Macaé vença o já rebaixado Boa Esporte, com isso, dependeria somente do Ceará vencer na última rodada, para igualar o número de ponto do Macaé, mas se salvar por número de vitórias. Nesse caso, ambos se salvariam se Atlético-GO e Oeste perdessem na última rodada.

Fiz a pequena simulação para mostrar que iremos brigar até o apito final.

Saudações Alvinegras!

Twitter: @Airton1914

Três problemas para o Peru



O Peru conseguiu marcar seus primeiros pontos na madrugada de sexta para sábado pela terceira rodada das Eliminatórias da Copa. Na partida contra o Paraguai, os peruanos conquistaram a magra vitória por 1x0, com gol de Farfán, em casa, o que animou a seleção para chegar ao Brasil nesta terça-feira.

Ainda que tenham vencido, os peruanos já devem se ligar o alarme pelo início ruim no torneio. As derrotas para Colômbia, fora de casa, e Chile, no Peru, foram preocupantes e até a última vitória evidencia algumas questões importantes.

O terrível retrospecto fora de casa do Peru já é alarmante. A seleção tem um péssimo aproveitamento e, com mais oito confrontos longe de seus domínios, os peruanos precisam encontrar armas para surpreenderem. Além disso, o mais importante é não vacilar em casa, como aconteceu contra a Colômbia. É conquistar todos os pontos em casa e arrancar alguns fora.

O que mais preocupa hoje é o ataque, que tinha Paolo Guerrero como seu principal nome. O atacante enfrenta um momento complicado e não tem ajudado o time em nada. Com atuações apagadas e, principalmente, sem gols, o jogador do Flamengo sofre com a pressão. Apesar disso, Farfán vem cumprindo seu papel e tem tentado salvar o Peru da "Guerrero Dependência".

Outra questão é o conjunto peruano, que não tem sido eficiente e deixa a desejar. Ainda que consigam boas jogadas, o elenco ainda é muito limitado tanto na criação quanto na defesa. Diferentemente da Copa América, quando mesmo os problemas viraram coisas boas, o Peru ainda tenta driblar as dificuldades e acertar seu time.

Nesta terça-feira (17), os peruanos viajam para o Brasil para enfrentar a seleção e tentarem aproveitar os diversos problemas brasileiros para arrancar pontos fora de casa. Será que Guerrero voltará a ser importante dentro do território que joga há tanto tempo? E os velhos problemas sumirão? Esse é o último compromisso do ano e, se tudo der certo, o Peru poderia fechar 2015 com um resultado positivo.

Mariana Sá || @imastargirl

Cruzeiro atropela Sport e mantêm vivo o sonho da Libertadores

A Raposa mais uma vez mostrou ser o “Time do Povo” quando na tarde de ontem decidiram mostrar solidariedade na campanha de arrecadação de água para Governador Valadares antes da partida e ainda tiraram um minuto do tempo deles para prestar suas homenagens às vitimas de Paris e Mariana-MG.


Além das homenagens feitas pelo Cruzeiro a Raposa recebeu um convidado especial nas arquibancadas, o Flecheiro Azul, que pode ver a Raposa atropelando o Sport por 3x0 que garantiu a vitória com oito minutos no segundo tempo na Toca III, com gol de Willians de pênalti, Durval (contra) e para fechar a vitória com chave de ouro, Marcos Vinicius marcou um golaço.

Com a vitória de ontem, o Cruzeiro esta na 8° posição com 51 pontos, a Raposa está há três pontos do quarto colocado o Santos, o time mineiro conta com tropeços dos adversários para manter nessa posição.

Há três jogos para finalizar o Campeonato Brasileiro, o Cruzeiro encerrou a 35° rodada mantendo vivo o sonho da Libertadores, o próximo confronto do Maior de Minas é contra o Palmeiras.

Sobre o jogo:

O primeiro tempo se iniciou com pressão cruzeirense, e não foi coincidência que a primeira chance de gol foi do Cruzeiro, ainda nos minutos iniciais Willian recebeu um passe de Marcos Vinicius chutou forte, porém a bola saiu na direita do gol defendido por Danilo.

Cruzeiro tentava levar perigo em suas jogadas pelas pontas, o Sport estava com uma forte marcação e aproveitava dos erros da Raposa para armar suas jogadas, seus lances de perigo se resumiam com Renê e Marlone.

O time de Mano Menezes não fez um bom primeiro tempo e estava confuso em campo e o time pernambucano soube explorar esse momento e se organizou taticamente levando mais perigo ao gol de Fábio.

Aos 22 minutos, Cruzeiro quase estreou o marcador com Alisson que chutou forte dentro da área, mas a bola teve desvio em Durval, sobrou para o atacante Willian que estava marcado pelo zagueiro Matheus Ferraz.

Aos 46 minutos o Sport teve dois escanteios seguidos, no primeiro Bruno Rodrigo deu um susto em Fábio quando deu um corte de cabeça para trás, no segundo Renê cobrou escanteio, Diego Souza cabeceou á esquerda do gol de Fábio.

Segundo tempo:

Se na etapa inicial o Cruzeiro se encontrava confuso, com alguns ajustes os mineiros voltaram do intervalo ainda mais ofensivo e fizeram três gols em oito minutos.

No primeiro minuto, Fabrício cruzou para a área, Oswaldo tentou fazer o corte e quase fez um gol contra, a bola saiu à direita do gol de Danilo Fernandes.

Parecia que só o Cruzeiro tinha voltado do intervalo, em praticamente todos os lances só dava a Raposa que teve outra boa oportunidade de abrir o placar após cruzamento de Fabrício para cabeceio de Alisson e para boa defesa de Danilo.

O Sport conseguia alguns contra-ataques aleatórios, como em uma jogada que deu um susto nos jogadores e torcida, Diego Souza acertou um chute forte, obrigando o capitão cruzeirense a salvar o Cruzeiro.

O gol cruzeirense era questão de tempo e aos 12 minutos, Manoel cabeceou para o gol e Ronaldo desviou com o braço, pênalti a favor do time celeste, Willians cobrou, sem chances de defesa para o goleiro pernambucano.

Três minutos depois, Willians apareceu novamente cruzou pela esquerda, houve um desvio no zagueiro Durval e a bola entrou: 2X0 Cruzeiro.

Apesar da vantagem, a Raposa não se conformou com o resultado e quase fez o terceiro aos 19 minutos com Alisson que recebeu lançamento de Willians, ganhou do zagueiro na corrida driblou o goleiro do Sport e finalizou para cima do gol.


Era evidente que o terceiro gol ia sair de uma forma ou de outra, era questão de tempo, e esse tempo chegou, aos 21 minutos, Marcos Vinicius em bela jogada individual chutou por baixo de Danilo Fernandes, foi 3x0 fora as ameaças da Raposa.

No final da partida os jogadores saudaram a torcida cruzeirense, que nos últimos jogos lotou o estádio e acolheu o time lutando para não cair, essa é a diferença da torcida cinco estrelas, ao contrario de alguns que apoiam o time na Série B, nós cruzeirenses não deixamos que a equipe desista e seja rebaixada e ontem não foi diferente a Maior torcida de Minas teve seu papel fundamental nessa vitória celeste.

@Paulinha_CEC

CRUZEIRO 3 X 0 SPORT

Motivo: 35ª rodada do Campeonato Brasileiro
Data: 15/11/2015 (domingo)
Local: Mineirão, em Belo Horizonte
Árbitro: Marielson Alves Silva-BA (CBF-1)
Público: 25.851 pagantes
Renda: R$ 701.652,00
Cartões amarelos: Matheus Ferraz, Diego Souza e Régis (Sport); Willian e Willians (Cruzeiro)
Cartões vermelhos: Não teve

Gols: Willians, aos 13 min., Durval, contra, aos 16 min., e Marcos Vinícius, aos 21 min. do 2º tempo

Cruzeiro: Fábio; Ceará (Fabiano), Manoel, Bruno Rodrigo e Fabrício; Henrique, Willians, Ariel Cabral e Marcos Vinícius (Marquinhos); Alisson (Leandro Damião) e Willian
Técnico: Mano Menezes

Sport: Danilo Fernandes; Oswaldo, Matheus Ferraz, Durval e Renê; Rithely, Wendel (Ronaldo), Neto Moura (Régis) e Marlone (Maikon Leite); Diego Souza e André
Técnico: Paulo Roberto Falcão

←  Anterior Proxima  → Inicio

Inscreva-se no canal LFTV

Curta nossa página no Facebook

Siga-nos no Twitter

Mais lidas da semana