A SUA LINHA DE NOTÍCIAS

Tecnologia do Blogger.

Arquivo do blog

TWITTER

FACEBOOK

Premier League Brasil

Siga-nos nas redes sociais

Popular Posts

Quem sou eu

CLASSIFICAÇÃO

sexta-feira, 22 de janeiro de 2016

PORTUGUESA 2016: Novidades, renovações e um time arrasador na pré temporada

A Portuguesa teve que contar com a debandada de jogadores em 2015 e o time que fez um bom futebol praticamente não é mais o mesmo. A permanência na Série C fez muitos jogadores preferirem sair pra clubes que atuem pela Série B ou até a A. Portanto, muito obrigado e boa sorte a esses. Quem fica e quem vem, VAMOS À LUTA.

A Portuguesa esse ano brigará por dois acessos, o da A2 pra elite no Paulista e da Série C para a Série B no Brasileirão. Além de, claro, jogar a Copa do Brasil e ter condições de realizar uma boa campanha.

NOVO MATERIAL ESPORTIVO:


Vamos começar falando da nova fornecedora de materiais esportivos, a Kappa. A Portuguesa já usou o material da empresa durante a Copa São Paulo de Futebol Júnior. Não é o oficial para o restante da temporada, mas apenas para a Rubro-verde não ter que usar o da antiga empresa. Uniformes simples que mostram a consideração da empresa com a imagem do clube. Ganham pontos, com certeza.

Uniformes exclusivos para a disputa da copinha
Patrocinadores, alguns exclusivos também pra competição
O revés fica por conta do atraso dos demais materiais para o clube (já entregues), o que acarretou, inclusive, que a Portuguesa adotasse o material da antiga empresa em um jogo treino.

CONTRATAÇÕES:

Rafael Zuchi, Guilherme e Natan foram os primeiros reforços da Lusa, ainda em 2015
As primeiras contratações vieram ainda em 2015. Os primeiros três reforços foram o zagueiro Rafael Zuchi e o atacante Guilherme, vindos por empréstimo do Atlético-PR; e o terceiro foi o meio-campista Natan, que estava no Boa Esporte. A quarta novidade foi o lateral direito Digão, revelado pelo Flamengo e que estava no Volta Redonda-RJ. O quinto foi o volante Matteus, que também pertencia ao Atlético-PR, mas foi um dos destaques da campanha do Guaratinguetá na Série C de 2015.

A chegada de jogadores vindos do Furacão não parou por aí. O atacante Dominic Vinicius também chegou à Lusa vindo do time paranaense. Além deles, ainda em 2015, a Portuguesa contratou o atacante Moacir, ex-Ponte, que estava atuando no Campinense. E do atacante Caio Cézar, das bases da Lusa, mas que veio do Cruzeiro para disputar a temporada 2016 no Canindé. Um dos reforços mais importantes foi o novo camisa 9, o atacante Bruno Nunes, ex-Ponte Preta. O centroavante estava jogando nos EUA, no Fort Launderdale Strikers. Em 2016 as contratações não pararam. A Lusa acertou com o lateral direito Cesinha, revelado pelo Palmeiras, que estava jogando no Nova Iguaçu. Também contratou o zagueiro Cassio, de 22 anos, que estava no Juventus da Mooca.

As últimas contratações foram os laterais esquerdo Anderson e William, o meia Marcelo Labarthe e o meia atacante Morato. Anderson é aquele mesmo ex-Botafogo que tinha o irmão gêmeo Alex, ele atuava no Tombense em 2015 e veio pra Lusa em contrato de um ano. William passou por clubes do interior de São Paulo e estava no Audax Rio. Marcelo Labarthe passou por Grêmio e Inter, além de uma passagem pelo Sporting e por times de Portugal. Morato estava no Grêmio Osasco Audax e veio a Portuguesa devido a um problema interno com o técnico do time de Osasco, Fernando Diniz. A Lusa também fechou a contratação do zagueiro Talis, revelado pelo Coritiba, que estava no Louletano de Portugal.

RENOVAÇÕES E PERMANÊNCIAS:

Do time da Série C do ano passado, permanecem apenas (em asterisco os titulares de 2015): os goleiro Douglas*, Farley, Iago e Vinicius; os zagueiros Guilherme Almeida e Luan Peres*; os volantes Boquita, Ferdinando, Renan*, Milton Jr*, Caíque e Vinicius; o meia Bruno Xavier; e os atacantes Diego Gonçalves e Formiga.

Milton Jr ficou pra alegria geral dos lusitanos
Milton Jr tinha retornado para a Ferroviária de Araraquara após o fim do seu empréstimo, mas o clube do Canindé conseguiu contratar o jogador por mais um ano e o volante fica, agora como jogador lusitano para a temporada 2016 para disputar o Paulista, Copa do Brasil e Série C.

TIME ARRASADOR:

Há torcedores da Lusa que têm medo do que podem almejar em 2016. Porém, nos jogos-treino realizados até agora, a Portuguesa vai muito bem obrigado. Enfrentando adversários de Série A2, a Lusa venceu e goleou todos os oponentes. 7-1 no São José. 5-1 no Atibaia e 5-0 no Nacional-SP (este da A3).

E o volante e capitão Renan já passou o recado. A obrigação é o acesso, tanto no Paulista quanto no Brasileiro. A Portuguesa inicia a luta pelo acesso no domingo (31), às 10 da manhã, contra o Barretos, em Barretos.

Semana de Copas na Inglaterra

A semana de 26 a 31/01 está reservada para as semifinais da Copa da Liga Inglesa e a 4ª rodada da Copa da Inglaterra na terra da Rainha. A Copa da Liga é o terceiro torneio em importância na Inglaterra, e Liverpool, Stoke, Manchester City e Everton ainda estão na disputa.

No regulamento da Copa da Liga, as semifinais são disputadas em jogos de ida e volta. Os confrontos dessa semana são os de volta. Na ida, o Stoke foi derrotado pelo Liverpool em casa, por 1 a 0, e o Everton venceu o City, por 2 a 1, jogando no Goodson Park.

Na terça-feira (26), Liverpool e Stoke jogam no Anfield. Manchester City e Everton se enfrentam na quarta-feira (27) no Etihad Stadium. Os rivais de Liverpool jogam pelo empate. Veja tabela detalhada:


No fim de semana, a Copa da Inglaterra chega à sua 4ª rodada, ou 16 avos de final. O segundo torneio em importância do país é também o mais antigo da história do futebol, disputado desde 1871.

Dessa vez, o sorteio não definiu nenhum clássico, mas proporcionou os tradicionais encontros entre clubes da Premier League e representantes das divisões de acesso. Os confrontos são em jogo único, quem vencer avança e, em caso de empate, é marcado um jogo replay para definir os classificados.

Na sexta-feira (29), o Manchester United encara o Derby County, da segunda divisão, fora de casa. Fazendo uma temporada irregular na Premier League, a Copa da Inglaterra pode ser a chance de redenção dos Red Devils na temporada.

O sábado (30) é o dia que concentra o maior número de jogos. O Tottenham, que nessa temporada promete figurar nas primeiras posições na Premier League, é o primeiro a entrar em campo. Os Spurs vão até Essex para enfrentar o Colchester United, clube da Football League One (3ª divisão).

O atual bicampeão Arsenal defende sua hegemonia no torneio diante do Burnley, representante da Championship (2ª divisão). Os Gunners são os maiores campeões da Copa da Inglaterra, donos de 12 títulos, um a mais que o rival Manchester United.

Ainda no sábado, teremos um confronto de extremos entre dois times da Premier League. O Aston Villa, que briga na parte debaixo da tabela, recebe o Manchester City, que sonha com o título.

Fechando a rodada de sábado, o Liverpool recebe o West Ham, no Anfield, em outro confronto entre dois clubes da primeira divisão. Os Reds estão na mesma situação do Manchester United, fazendo uma temporada inconstante na Premier League. Um eventual título da Copa pode salvar a temporada.

No domingo (31), a 4ª rodada da Copa da Inglaterra é finalizada com dois confrontos. O Everton vai até a região de Cumbria enfrentar o Carlisle United, time modesto que disputa a Football League Two (4ª divisão inglesa).

O Chelsea faz uma temporada muito abaixo das expectativas, e a Copa da Inglaterra pode ser a última chance de título e vaga em um torneio continental na próxima temporada. Os Blues vão até Buckinghamshire enfrentar o Milton Keynes Dons, representante da Championship, no último duelo da rodada. Veja tabela detalhada:

Um time, muitas dúvidas

Fonte: Flamengo
Muricy Ramalho chegou, se uniu a diretoria, fez contratações, estudou o elenco e começou a pré-temporada com uma ideia definida. Com um 2015 cheio de lesões em mente, os trabalhos físicos foram feitos diariamente. Lembrando-se do péssimo desempenho defensivo e do meio-campo, o técnico também colocou suas forças em um exaustivo treino tático.

Foi um tempo que gerou diversas dúvidas. Qual será o time titular? Paulo Victor ou Muralha? E os zagueiros, ainda dependeremos de Wallace e César Martins? Pará ou Rodinei? A primeira certeza foi que Alan Patrick e Mancuello não poderiam ser utilizados nos primeiros jogos oficiais, já que ainda não estão regularizados.

Depois de duas semanas de preparação, o primeiro amistoso. É claro que não podemos esperar muito da primeira partida da temporada, já que o time ainda está em formação, não há entrosamento e nem ritmo de jogo. Entretanto, depois de assistir o jogo, o que me preocupa não são os reforços, questionados por alguns antes mesmo de entrarem em campo.

Fonte: Flamengo
O Flamengo começou com um time quase todo formado com jogadores que estavam no clube ano passado. Três – Rodinei, Juan e Willian Arão – dos onze iniciais não eram do elenco que fez um 2015 terrível. O problema com os antigos jogadores é que muitos ainda não conseguiram deixar 2015 para trás.

Paulo Victor segue sendo criticado e não mostra ser o goleiro seguro que acreditavam que ele era. Wallace é uma negação, um zagueiro ruim e um capitão pior ainda. Imagino o que Márcio Araújo tem e ninguém consegue ver, apenas os treinadores. Sheik, apesar do bom segundo tempo, precisa soltar a bola.

O primeiro tempo foi cheio de erros de passe, buracos enormes na defesa e um meio-campo que se atrapalhou. Muricy tinha todos os motivos para ficar irritado, pois tudo que deu errado foi treinado antes. O Flamengo levou um gol com uma falha absurda no sistema defensivo e muito disso porque Wallace não soube marcar. Na segunda etapa, o mesmo aconteceu logo no início no lance do segundo gol, quando três jogadores do Ceará ficaram sozinhos na área.

Muricy deixou Paulo Victor, Wallace, Emerson e Guerrero para o segundo tempo e, dos que ficaram, apenas Sheik fez a diferença. Com a entrada de Mancuello, o time teve mais mobilidade e conseguiu melhorar bastante na partida, fazendo os últimos 45 minutos serem melhores.

Fonte: Flamengo
Jonas, que havia entrado no segundo tempo, acabou saindo com 33 minutos, dando lugar a Alan Patrick. Aí sim as coisas começaram a funcionar. AP se juntou a Mancuello e ambos conseguiram distribuir bem as jogadas, chegando bem tanto pelas laterais, principalmente com Chiquinho, e apostaram em corridas de Sheik e Marcelo Cirino. Guerrero foi bastante acionado na bola aérea.

Sheik empatou aos 39’ e um suspiro de alívio veio quando Cirino, depois do passe de Chiquinho, marcou o terceiro aos 41’. Entretanto, a alegria durou pouco e, em mais um lance de desatenção total, o Ceará empatou. Como previa o regulamento, fomos para os pênaltis. E, claro, não deu certo.

A grande questão não é a derrota nas penalidades. O que realmente preocupa é o fato de termos um plantel grande – temos as novidades e jogadores que, lentamente, trabalham para uma recuperação completa – e não conseguirmos achar nele a solução.

Antônio Carlos, Arthur Henrique e Alex Muralha não conseguiram oportunidades. Arthur é compreensível, já que o garoto não será o reserva imediato de Jorge e Chiquinho acabou entrando bem. Entretanto, Muralha e Antônio mereciam uma chance, até pelas posições em que jogam – goleiro e zagueiro – estarem com problemas desde o ano passado.

Fonte: Flamengo
Teremos mais um desafio no domingo. A partida contra o Santa Cruz será ainda mais complicada e Muricy tem muita coisa para tirar dessa derrota. Agora começa realmente nosso ano. Será que nosso elenco ainda aumentará? Será que teremos uma vida diferente ou uma volta das antigas dificuldades?

Mariana Sá || @imastargirl 

Vozão conquista a Taça Asa Branca


Nada melhor do que começar o ano com um teste valendo taça. Tudo bem que era um jogo festivo, na teoria. Ceará e Flamengo entraram em campo ontem, em jogo amistoso, para decidir quem ficava com a Taça Asa Branca. Um jogo bastante movimentado com seis gols no tempo normal.

Lisca tinha deixado claro a sua intenção para essa partida: testar jogadores. E foi o que o treinador fez. Colocou um time no primeiro tempo e, no segundo, mudou totalmente. Pelo lado do Flamengo seria o primeiro teste do Muricy no comando do clube e quando todo mundo pensava que ele ia para fazer testes também, veio à surpresa: no segundo tempo deixou todo o ataque.

Time do Primeiro tempo:
Éverson, Cametá, Carlão, Charles, Fernandinho; João Marcos, Baraka, Jhonnatan, Biteco; Alex Amado e Siloé.

Time do Segundo tempo:
Douglas, Robertinho, Salazar, Thiago Carvalho, Conceição, Richardson, Serginho, Sanches, Biancucchi, Assisinho e Bill.

Os gols foram marcados por Siloé (1º tempo), depois de um belo lance individual. Bill aos 3 minutos recebendo passe e só escorando para o fundo do gol sem goleiro. Emerson, pelo Flamengo, diminuiu aos 13 minutos, após uma bela enfiada de bola do Mancuello. Aos 37 minutos o Flamengo chegaria ao empate com gol contra de Salazar. Virou a partida aos 41 minutos com Cirino e quando todo mundo achava que o jogo estaria finalizado, Bill fez um belo passe para Serginho bater de primeira e marcar um golaço.

A decisão foi para os pênaltis. Pelo lado do Ceará: Bill, Serginho, Ricardson e Roni marcaram para o time alvinegro. No Flamengo apensar Emerson, Alan Patrick e Cirino marcaram.

Esse foi o primeiro e último teste para o Ceará em 2016, a partir de domingo as atenções voltam para o Campeonato Cearense quando o alvinegro enfrentará o Tiradentes.

Por: @Airton1914
←  Anterior Proxima  → Inicio

Inscreva-se no canal LFTV

Curta nossa página no Facebook

Siga-nos no Twitter

Mais lidas da semana