A SUA LINHA DE NOTÍCIAS

Tecnologia do Blogger.

Arquivo do blog

TWITTER

FACEBOOK

Premier League Brasil

Siga-nos nas redes sociais

Popular Posts

Quem sou eu

CLASSIFICAÇÃO

terça-feira, 16 de fevereiro de 2016

Copa Libertadores da América 2016: o que esperar de cada grupo?

Finalmente, a espera acabou e a bola começará a rolar pela fase de grupos da Copa Libertadores da América de 2016. Assim como nas edições anteriores da competição, teremos oito grupos com quatro participantes e os dois melhores de cada grupo se classificarão para as oitavas de final. Nesse texto você poderá conferir o raios-X de cada grupo dessa edição da Libertadores da América 2016.


RIVER PLATE - ARG:

A equipe de Buenos Aires entra nessa edição da Libertadores como favorita após ter conquistado o título em 2015. Os "Millonarios" - como são chamados na Argentina - vem pra essa temporada com um elenco bem parecido com o que levantou a taça de 2015, com exceção de Sánchez (agora no Monterrey - MEX), Funes Mori (agora no Everton - ING) e Kranevitter (agora no Atlético de Madrid - ESP). O River Plate contará com uma novidade: Andrés D'Alessandro. O atleta que foi revelado no River deverá ser o destaque da equipe junto com Barovero, Maidana e Cia.

*EXPECTATIVA NO GRUPO: 1° lugar.
*TIME BASE: Barovero; Mercado, Maidana, Balanta e Milton Casco; Ponzio, Gonzalo Martínez, Pisculichi, Lucho González e D'Alessandro; Rodrigo Mora;

SÃO PAULO - BRA:

O tricolor paulista não deverá ter muitas dificuldades para avançar à próxima fase da competição, mas precisa engrenar e acabar com as dúvidas para alcançar o tetracampeonato da Libertadores. O São Paulo perdeu o seu maior ídolo, Rogério Ceni, que se aposentou no fim de 2015, mas vem reforçado por outro ídolo, Diego Lugano.

*EXPECTATIVA NO GRUPO: 1°/2° lugar.
*TIME BASE: Denis; Bruno, Diego Lugano, Rodrigo Caio e Mena; Wesley, Ganso, Michel Bastos e Centurión; Calleri e Alan Kardec;

THE STRONGEST - BOL:

A equipe boliviana vai para sua 23ª participação na Libertadores da América. O The Strongest não é favorito a se classificar para a fase seguinte pelo fato de ter São Paulo e River Plate em seu caminho, no entanto, o aurinegro boliviano pode surpreender na competição, assim como fez em 2014, que foi quando a equipe se classificou em 2° - deixando o Atlético Paranaense pra trás.

*EXPECTATIVA NO GRUPO: 3° lugar.
*TIME BASE: Peñarrieta; Torrico, Pereyra, Martelli e Pérez; Chumacero, Pablo Escobar, Ernesto Cristaldo e Torres; Rodrigo Vargas e Neumann;

TRUJILLANOS - VEN:

O pequeno Trujillanos pode aparecer como zebra no grupo. Os venezuelanos são os que têm menos favoritismo para avançar nesse grupo. Mas como o futebol não é o óbvio vale a atenção redobrada dos outros clubes que estão no grupo.

*EXPECTATIVA NO GRUPO: 4° lugar.
*TIME BASE: Pérez; del Castillo, José Páez, Castro e Cuevas; Osorio, Contreras, Sosa, Mendonza e Cova; Alvarez;

PROVÁVEL CLASSIFICAÇÃO DO GRUPO:
River Plate - ARG, São Paulo - BRA, The Strongest - BOL e Trujillanos - VEN;


NACIONAL - URU:

Um dos times mais tradicionais da Libertadores, o Nacional entra com o favoritismo em seu grupo e pode até mesmo sonhar com o tetracampeonato, mas terá uma tarefa complicada para conquistar o título.

*EXPECTATIVA NO GRUPO: 1° lugar.
*TIME BASE: Conde; Fucile, Polenta, Victorino e Olivera; Eguren, Porras, Ignacio González e Santiago Romero; Léo Gamalho e Nicolás López;

PALMEIRAS - BRA:

O Palmeiras tem uma missão complicada para conseguir a classificação para a fase seguinte, mas mesmo assim, deve se classificar. Qualquer ponto poderá ser muito importante no fim dos seis jogos.

*EXPECTATIVA NO GRUPO: 2° lugar.
*TIME BASE: Fernando Prass; Lucas, Victor Hugo, Leandro Almeida e Egídio; Arouca, Gabriel e Zé Roberto; Dudu, Barrios e Gabriel Jesus;

RIVER PLATE - URU:

Em sua primeira participação na Copa Libertadores da América, o River Plate - URU não é favorito para se classificar e ir às oitavas, no entanto, pode ser a grande zebra da competição.

*EXPECTATIVA NO GRUPO: 4° lugar.
*TIME BASE: Pérez; Ale, Ronaldo Conceição, Herrera e Cristian González; Darío Flores, Montelongo, Robert Flores e Rodríguez; García e Michael Santos;

ROSARIO CENTRAL - ARG:

A equipe argentina vai tentar incomodar Nacional e Palmeiras em busca de uma classificação para as oitavas, e pode até conseguir.

*EXPECTATIVA NO GRUPO: 3° lugar.
*TIME BASE: Caranta; Jonathan Ferrari, Pablo Álvarez, Paulo Ferrari e Salazar; Musto, Barrientos, Cervi e Fernández; Acuña e Marco Ruben;

PROVÁVEL CLASSIFICAÇÃO DO GRUPO:
Nacional - URU, Palmeiras - BRA, Rosario Central - ARG e River Plate - URU;


BOCA JUNIORS - ARG:

O Boca Juniors é favorito ao título e deve se classificar, mesmo com as dificuldades. Os Xeneizes deverão se preocupar com a altitude boliviana, além da punição de jogar duas partidas com os portões fechados (após a polêmica do clássico contra o River na Libertadores 2015). O Boca Juniors precisará reverter o cenário dos últimos confrontos contra o Racing, que tem sido um "pedra no sapato" do time da La Bombonera e para isso, precisará que Tévez e Osvaldo estejam inspirados para levar a equipe ao seu heptacampeonato.

*EXPECTATIVA NO GRUPO: 1° lugar.
*TIME BASE: Orión; Peruzzi, Tobio, Díaz e Jonathan Silva; Fernando Gago, Pablo Pérez, Nicolás Lodeiro e Carrizo; Tévez e Osvaldo;

BOLIVAR - BOL:

Os bolivianos deverão apresentar um bom futebol se quiserem ficar com uma vaga nas oitavas.

*EXPECTATIVA NO GRUPO: 3° lugar
*TIME BASE: Arguello; Rodríguez, Frontini, Valverde e Álvarez; Flores, Rea, Lizio, Cardozo e Reyes; Ferreira;

DEPORTIVO CALI - COL:

O Deportivo Cali terá que aproveitar os jogos em casa para alcançar a classificação.

*EXPECTATIVA NO GRUPO: 2° lugar.
*TIME BASE: Hurtado; Palacios, Nasuti, Quintero e Angulo; Pérez, Cabezas, Mendieta e Mosquera; Sabbag e Preciado;

RACING - ARG:

O Racing terá que jogar e surpreender para conseguir a classificação. Um fator que pode ajudar é o atual momento que vive nos confrontos contra o Boca Juniors.

*EXPECTATIVA NO GRUPO: 4° lugar.
*TIME BASE: Saja; Bazán, Lollo, Sánchez e Grimi; Bareiro, Videla e Romero; Gustavo Bou, Brian Fernández e Lisandro López;

PROVÁVEL CLASSIFICAÇÃO DO GRUPO:
Boca Juniors - ARG, Deportivo Cali - COL, Bolivar - BOL e Racing - ARG;


ATL. NACIONAL - COL:

A equipe colombiana precisará repetir o que tem feito: transformar sua casa num caldeirão. Os colombianos têm grandes chances de se classificar.

*EXPECTATIVA NO GRUPO: 2° lugar.
*TIME BASE: Bonilla; Bocanegra, Henríquez, Nájera e Valencia; Arias, Mejía, Zeballos e Cárdenas; Velázquez e Escobar;

HURACÁN - ARG:

A equipe argentina não deve superar Peñarol e Atlético Nacional e não deve se classificar.

*EXPECTATIVA NO GRUPO: 3° lugar.
*TIME BASE: Díaz; Araujo, Macinelli, Risso e Balbi; Fritzler, Montenegro, Bogado e Toranzo; Ábila e Gamarra;

PEÑAROL - URU:

O Peñarol, que é a equipe que mais chegou à final da Libertadores, tentará aumentar a marca. A equipe uruguaia é favorita à liderança do grupo 4.

*EXPECTATIVA NO GRUPO: 1° lugar.
*TIME BASE: Guruceaga; Aguirregaray, Valdez, Guillermo Rodríguez e Diogo Silvestre; Marcel Novick, Valverde, Maxi Rodríguez e Hernán Novick; Diego Forlán e Carlos Luque;

SPORTING CRISTAL - PER:

A equipe peruana não deve oferecer riscos aos favoritos, a não ser que apareça a zebra.

*EXPECTATIVA NO GRUPO: 4° lugar.
*TIME BASE: Penny; Estrada, Rivas, Revoredo e Cossio; Ballón, Cazulo, Lobatón e Aquino; Pereyra e Gonzales;

PROVÁVEL CLASSIFICAÇÃO DO GRUPO:
Peñarol - URU, Atl. Nacional - COL, Huracán - ARG e Sporting Cristal - PER;


ATL. MINEIRO - BRA:

O Galo tem tudo pra se classificar para as oitavas da competição. A equipe mineira tentará repetir o feito de 2013 e para isso, precisará da massa atleticana, do Horto e, talvez, dos milagres do goleiro Victor.

*EXPECTATIVA NO GRUPO: 1° lugar.
*TIME BASE: Victor, Marcos Rocha, Leo Silva, Erazo e Douglas Santos; Rafael Carioca, Leandro Donizete e Dátolo; Robinho, Lucas Pratto e Luan;

COLO-COLO - CHI:

A equipe chilena tem grandes chances de se classificar junto com o Atl. Mineiro, precisa apenas confirmar o favoritismo.

*EXPECTATIVA NO GRUPO: 2° lugar.
*TIME BASE: Villar; Fierro, Cáceres, Barroso e Beausejour; Lagües, Pavez e Vecchio; Paredes, Figueroa e Suazo;

INDEPENDIENTE DEL VALLE - EQU:

A equipe equatoriana deverá alcançar, no máximo, o terceiro lugar do grupo.

*EXPECTATIVA NO GRUPO: 3° lugar.
*TIME BASE: Ascona, Caicedo, León, Rojas e Ayala; Porozo, Henry León, Sornoza e Rizotto; Daniel Angulo e Valencia;

MELGAR - PER:

O Melgar não deve ameaçar seus adversários e deve ficar com a última colocação.

*EXPECTATIVA NO GRUPO: 4° lugar.
*TIME BASE: Ferreyra; Schuler, Bolaños, Villamarín e Acasiete; Rivas, Leudo, Quina e Arce; Zúñiga e Cuesta;

PROVÁVEL CLASSIFICAÇÃO DO GRUPO:
Atlético Mineiro - BRA. Colo-Colo - CHI, Independiente del Valle - EQU e Melgar - PER;


GRÊMIO - BRA:

O Imortal Tricolor terá uma tarefa muito difícil já na fase de grupos. O Grêmio caiu no "grupo da morte" e precisará da raça que teve no Brasileirão, aliada ao espírito copeiro da equipe para conseguir se classificar. Apesar das dificuldades, o Tricolor dos Pampas deverá avançar às oitavas.

*EXPECTATIVA NO GRUPO: 1° lugar.
*TIME BASE: Marcelo Grohe, Wallace Oliveira, Pedro Geromel, Fred e Marcelo Oliveira; Maicon, Walace, Giuliano, Douglas e Bolaños; Luan;

LDU - EQU:

A LDU será uma equipe que oferecerá perigo por conta da altitude de Quito. Mesmo com esse fator aliado, a equipe equatoriana não deve avançar.

*EXPECTATIVA NO GRUPO: 3° lugar.
*TIME BASE: Chávez; Reasco, Araujo, Luna e Calderón; Hidalgo, Vera, Matamoros e Morales; Congo e Ramis;

SAN LORENZO - ARG:

A equipe de Buenos Aires, que foi campeã em 2014, tentará repetir o feito nessa edição. Para conquistar o título, o San Lorenzo terá uma missão muito difícil desde a fase de grupos. É provável que os "Cuervos" avancem junto com o Grêmio.

*EXPECTATIVA NO GRUPO: 2° lugar.
*TIME BASE: Torrico; Prósperi, Fontanini, Cetto e Más; Mercier, Ortigoza, Buffarini e Romagnoli; Cauteruccio e Blandi;

TOLUCA - MEX:

Os mexicanos não devem se classificar, ao menos que surpreenda. O Toluca deverá aproveitar os pontos dentro de casa se quiser brigar pela classificação.

*EXPECTATIVA NO GRUPO: 4° lugar.
*TIME BASE: Talavera; Gamboa, Paulo da Silva, Matias e Ponce; Bottineli, Esquivel, Sinha, Ríos; Pablo Velázquez e Salgueiro;

PROVÁVEL CLASSIFICAÇÃO DO GRUPO:
Grêmio - BRA, San Lorenzo - ARG, LDU - EQU e Toluca - MEX;


DEPORTIVO TÁCHIRA - VEN:

Uma classificação é improvável para o Deportivo Táchira, uma vez que teriam que superar o Olimpia e o Emelec.

*EXPECTATIVA NO GRUPO: 3° lugar.

EMELEC - EQU:
Os equatorianos vêm fazendo boas campanhas na Copa Libertadores e não deve ser diferente em 2016.

*EXPECTATIVA NO GRUPO: 2° lugar.
*TIME BASE: Ayoví; Carlos Quiñónez, Achilier, Montoya e Bagüí; Valencia, Pedro Quiñónez e Gaibor; Escalada, Mondaini e Figueroa;

OLIMPIA - PAR:

O Olímpia deverá usar a sua tradição e experiência para conseguir a classificação.

*EXPECTATIVA NO GRUPO: 1° lugar.
*TIME BASE: Caballero; Ferreira, Candía, Miranda e Riveros; Aranda, Cristian Riveros e Mendieta; Bareiro, Zeballos e Salgueiro;

PUMAS UNAM - MEX:

A equipe mexicana precisará aproveitar o "fator casa" se quiser se classificar. Ainda assim, não deve ser o suficiente.

*EXPECTATIVA NO GRUPO: 4° lugar.
*TIME BASE: Palacios; Alatorre, Darío Verón, Fuentes e Quintana; Castro, Torales e Gallardo; López, Sosa e Islas;

PROVÁVEL CLASSIFICAÇÃO DO GRUPO:
Olímpia - PAR, Emelec - EQU, Deportivo Táchira - VEN e Pumas UNAM - MEX;

CERRO PORTEÑO - PAR:

O Cerro Porteño vai tentar o seu primeiro título na competição, mas para isso, precisa pensar primeiro na fase de grupos. Os paraguaios precisarão jogar o seu melhor futebol para se classificar.

*EXPECTATIVA NO GRUPO: 2° lugar.
*TIME BASE: Silva; Bonet, Valdez, Cáceres e Alonso; Rojas, Marcos Riveros, Torales, e Fabbro; Ortigoza e Díaz;

COBRESAL - CHI:

O Cobresal não deverá conseguir superar Corinthians, Cerro Porteño e Santa Fe. Os chilenos devem tentar surpreender com vitórias em casa, o que, mesmo assim, não deverá ser suficiente.

*EXPECTATIVA NO GRUPO: 4° lugar.
*TIME BASE: Medrán; Cerón, Aravena, Muñoz e Arriagada; Farías, Pavez, Salinas e Carvajal; Porras e Cuéllar;

CORINTHIANS - BRA

O Timão tentará repetir o feito de 2012 e buscará o bicampeonato da Libertadores. O técnico Tite tem um grupo razoavelmente tranquilo e deverá avançar às oitavas sem muitas dificuldades.

*EXPECTATIVA NO GRUPO: 1° lugar.
*TIME BASE: Cássio; Fágner, Felipe, Yago e Uendel; Bruno Henrique, Elias, Romero e Rodriguinho; Lucca e Danilo;

SANTA FE - COL:

A equipe colombiana poderá tentar "beliscar" a 2ª colocação do grupo, mas para isso, precisará superar o Cerro Porteño. Qualquer ponto será muito importante para o Santa Fe.

*EXPECTATIVA NO GRUPO: 3° lugar.
*TIME BASE: Zapata; Otálvaro, Cummings, Meza e Mosquera; Salazar, Rivas, Pérez Arias e Seijas; Páez;

PROVÁVEL CLASSIFICAÇÃO DO GRUPO:
Corinthians - BRA, Cerro Porteño - PAR, Santa Fe - COL e Cobresal - CHI;

***Vale ressaltar que o "Time Base" pode sofrer alteração e a "Provável classificação do grupo" é apenas uma expectativa de acordo com a análise de cada clube pertencente ao grupo.

Se hat-trick é bom, imagina um deca-trick

Marcar três gols em uma única partida é bastante difícil nos dias atuais, mesmo em confrontos de grande desequilíbrio técnico entre as equipes. Não por acaso cada vez que um jogador atinge essa marca é comemorado e destacado com o popular "hat-trick". Imagine então marcar dez gols em noventa minutos de jogo? Parece impossível, mas já aconteceu.

Museu do Futebol. Foto: Isabela Macedo
Conheça agora três nomes que já realizaram o feito:

MASCOTE

No distante ano de 1934, o Sampaio Corrêa protagonizou um verdadeiro massacre contra o extinto Santos Dumont, goleando por 20x0 em jogo válido pelo Campeonato Maranhense. Na equipe da Bolívia Querida jogava o atacante Mascote, atleta que ficou marcado pela baixa estatura: menos de 1,50m.

Mascote tinha um futebol muito maior do que a altura e encantou muito aos frequentadores dos estádios maranhenses durante a década de 30. Na goleada aplicada pelo Sampaio, o atacante conseguiu registrar seu nome na história, mesmo em uma época longe dos holofotes e de mídia, marcando incríveis dez gols em uma única partida.

Há quem discuta que o recorde pertence exclusivamente a Durval Broxado, verdadeiro nome do atacante Mascote, alegando que o atacante chegou a balançar as redes treze ou quatorze vezes naquela tarde - a falta de documentos oficiais não permitiu a oficialização de mais gols, fixando a marca nos dez tentos reconhecidos atualmente.

Seja como for, Mascote entrou para a história ao ser o primeiro a atingir essa marca. O mais incrível é que ele não foi o único.

CAIO MÁRIO

Em 1948, passados quatorze anos, Caio Mario igualou o feito em jogo válido pelo Campeonato Alagoano. Defendendo as cores do tradicional CSA, Caio Mario marcou dez gols contra o Maceió na expressiva goleada por 22x0. Infelizmente, porém, são poucos os registros com maiores detalhes sobre a partida. O feito, porém, não foi isolado: o atacante chegou a ser artilheiro de outras edições dos torneios alagoanos, mostrando muito faro de gol durante sua carreira.

DÁRIO

Dadá Maravilha como é conhecido, deixou a incrível marca de dez gols quando vestia a camisa do Sport em um jogo diante do Santo Amaro. O placar final foi 14x0 em partida pelo Campeonato Pernambucano em 1976.

Em entrevista ao Roda Viva em 1987, Dadá contou o seguinte: “Tem uma história interessante nesse jogo. O nosso treinador era o Mario Travaglini. O Santo Amaro tinha alguns jogadores que eu conhecia. Eles trabalhavam o dia todo para jogar à noite. E eles comiam um sanduíche para jogar. Eu cheguei, o Mario Travaglini, cheio de tática, faz isso, faz aquilo, eu digo: 'Seu Mario, por favor, como é que um time que trabalha o dia todo e come um sanduíche pode jogar contra a gente?' Marcamos sobre pressão, deu câimbra neles, aí eu fiz dez gols. Porque os caras ficaram com fome, cansados, tadinhos”.

Infelizmente Dario não veio terminar aquele campeonato pelo Sport e foi transferido para o Internacional sendo campeão Gaúcho, mas o atacante sagrou-se artilheiro do Pernambucano com 30 gols.

Seu nome de registro é Dario José dos Santos e é o quinto maior artilheiro do Brasil com 926 gols na carreira. Mas engana-se quem acha que ele teve o sonho de ser jogador, Dadá só conheceu o futebol quando foi preso na FEBÉM e se tornou um jogador lendário com suas frases: “Com Dadá em campo, não há placar em branco”; “Faço tudo com amor, inclusive o amor”; “Só existem três poderes no universo: Deus no Céu, o Papa no Vaticano e Dadá na grande área”; entre outras tantas frase emblemáticas.

Tinha fama de ser perna-de-pau, mas terminou sua carreira artilheiro de vários campeonatos: Três vezes do Campeonato Brasileiro; Quatro vezes do Campeonato Mineiro; Uma do Carioca; Uma do Amazonense; E sem esquecer a do Pernambucano. 

ISABELA MACEDO || @ismacedo_
STEFANO BOZZA || @stebozza
LINHA DE FUNDO || @SiteLF
←  Anterior Proxima  → Inicio

Inscreva-se no canal LFTV

Curta nossa página no Facebook

Siga-nos no Twitter

Mais lidas da semana