A SUA LINHA DE NOTÍCIAS

Tecnologia do Blogger.

Arquivo do blog

TWITTER

FACEBOOK

Premier League Brasil

Siga-nos nas redes sociais

Popular Posts

Quem sou eu

CLASSIFICAÇÃO

terça-feira, 1 de março de 2016

Atlético atropela a Real Sociedade no Vicente Calderón

Griezmann é o maior artilheiro do Atlético nessa temporada
Foto: www.marca.com
Mesmo com a moral lá encima, por ter ganhado o jogo contra rival, Real Madrid. O Atlético entrou em campo e fez seu dever de casa, a goleada por 3 a 0 só mostrou o bom momento que vive o time. Griezmann, Saúl e Reyes (contra), foram os autores dos gols da partida. 

O jogo:

A vitória no clássico madrilenho no último final de semana já é passado, e nada melhor do que uma bela goleada por 3 a 0 na Real Sociedade pra esquecer. É claro que seria uma burrice dizer que o problema do time com gol foi resolvido, porque ainda não foi. No jogo de hoje praticamente deu tudo de certo, o ataque, por fim parece que deslanchou, o pequeno problema que tinha Simeone no meio de campo foi resolvido, a entrada de Augusto no meio de campo deu uma qualidade enorme para o time, agora sim podemos dizer que Tiago lesionado não esta fazendo tanta falta.

Dentro de campo, o Atlético apenas precisou de 9 minutos pra abrir o placar, a jogada do gol iniciada por Koke na banda direita e resultou no gol contra de Reyes. Mesmo com o placar a favor, o Atlético não se contentou e foi pra cima sem dó, o controle do jogo era completamente do Atlético, por tanto a Real Sociedade não teve nenhuma oportunidade de gol no primeiro tempo.

Godin no primeiro tempo teve duas oportunidades boas de gol, Griezmann e Vietto também tiveram suas oportunidades de ampliar o placar, mas o goleiro da Real Sociedade conseguiu impedir o que seria uma chuva de gols só no primeiro tempo.

O segundo tempo tinha mal começando, quando o zagueiro da Real Sociedade cometeu um grave erro, Vietto recuperou a bola e lançou para Saúl que chutou de voleio ampliando o placar. Com o segundo gol, o Atlético diminuiu o ritmo, e acabou dando alguns espaços para o adversário. A Real Sociedade até que tentou deixar aquele golzinho de honra, mas a forte marcação do Atlético quase não davam oportunidades de gol.

Com o resultado a favor, Simeone optou por dar um pequeno descanso aos jogadores que vem jogando quase todas as partidas. Godín foi o primeiro a ser substituído, Lucas entrou no lugar. Griezmann também seria substituído, mas um pouco antes disso acontecer, ele tinha que deixar o golzinho dele. Praticamente o francês fez tudo, pegou a bola, sofreu o pênalti e converteu, foi o primeiro gol de pênalti no campeonato espanhol.

Diego Pablo Simeone
Foto: www.thegurdian.com
Se o Atlético não conseguir nenhum título esse ano, não foi por falta de desempenho ou esforço, o time está de parabéns, hoje podemos dizer que o time tem a melhor defesa da Europa, só sofreu 11 gols no campeonato espanhol, o único time que iguala esta marca é o Bayern Munich que também sofreu 11 no campeonato alemão. Diego Simeone é a cara do Atlético e espero muito que na próxima temporada ele continue com a gente dando tantas alegrias a essa torcida maravilho do Atlético de Madrid.

A vitória era só questão de tempo, a torcida ainda comemorando o último feito do time, não acreditava no que estavam vendo, o time a duas vezes estava desacreditado e hoje, é praticamente o único time no campeonato que pode incomodar o Barça.

O próximo jogo do Atlético de Madrid será barra pesada, o time vai até Mestalla para enfrentar o time do Valencia, o jogo será domingo (6) ás 16h30min, horário de Brasília.

Texto escrito por Alzemir Neto, colunista do Atlético de Madrid.

Ficha Técnica:
Atlético de Madrid 3 x 0 Real Sociedade

Escalação:

Atlético de Madrid
Oblak; Godín (Lucas), Giménez, Juanfran, Felipe Luís; Saúl, Gabi (Óliver Torres), Koke, Augusto; Griezmann (Correa), Vietto.

Real Sociedade
Rulli; Héctor (Vela), De La Bella, Mikel, Elustondo; Illarramendi, D.Reyes, Granero (Pardo); Prieto, Jonathas, Bruma (Capilla).

Twitter:

Alzemir Neto: @NeetoMoraes96
Linha de Fudo: @SiteLF

Voou! Com golaço de Ganso, São Paulo assume a liderança do Grupo C

Rogério entrou no lugar de Ganso, marcou. Ganso entrou no lugar de Rogério, marcou. Assim, São Paulo venceu o Mogi Mirim no Pacaembu.

Tricolor entrou em campo contra o Mogi Mirim, pela 3ª rodada do Paulista - já que na semana desta, São Paulo teve jogo da 1ª Fase da Libertadores contra o César Vallejo -. Com um time bem diferente em campo, o mandante conseguiu a vitória por 2 a 0.

Por opção de Bauza, o homem de armação (Ganso) ficou no banco e em seu lugar entrou Rogério. São Paulo teve a maior posse de bola todo o decorrer da partida, porém sentiu a falta de PH Ganso no começo, já que a bola não chegava a Calleri. Tricolor apostou muito pelo lado direito de campo, com Bruno e Centurión, entretanto os dois erravam os passes e não conseguiam exercer o drible, assim eram facilmente desarmados. Foi quando Rogério saiu do meio e foi para sua função de ofício, que o gol saiu. Centurión tabelou com Bruno, o lateral fez um belo lançamento para Rogério que dentro da grande área se esticou para chegou na bola, conseguiu dar um toquinho na bola que foi o suficiente para ela ir para o fundo do gol.

A segunda etapa o São Paulo continuou na mesma que no 1º tempo, foi quando entrou Ganso no lugar de Rogério que as coisas começaram a mudar. Com o camisa 10 em campo, o meio campo ganhou força e as jogadas começaram a funcionar. Porém para sair o segundo gol são-paulino, não foi fácil. Houve bola no travessão de Centurión, duas defesas seguidas de Daniel após chute de Calleri e até bola na trave de Carlinhos. Todavia, foi com o próprio Ganso que o gol saiu. Após tabelar com Kardec, o camisa 10 chutou forte, de fora da área, e marcou um golaço.

Com esse resultado, São Paulo assume a liderança do Grupo C, com os mesmos 13 pontos da Ferroviária, porém possui maior SG. O próximo confronto do Tricolor é contra o São Bernardo, sábado (05/02), às 16h, no Pacaembu.

FICHA TÉCNICA

Local: Estádio do Pacaembu – SP
Gols: Rogério e Ganso (SP)
Cartões Amarelos: Calleri e Bruno (SP); Gabriel Dias e Roni (MOG)
Arbitragem: Salim Fende Chavez (SP), auxiliado por Alberto Poleto Masseira e Eduardo Vequi Marciano (ambos de SP)

SÃO PAULO
Denis; Bruno, Maicon, Rodrigo Caio, Mena; Thiago Mendes, Hudson e Carlinhos; Rogério (Ganso), Centurión (Wesley) e Calleri (Kardec). Técnico: Edgardo Bauza

MOGI MIRIM
Daniel; Wendel, Saimon, Bruno Costa e Alex Reinaldo; Gabriel Dias, Josa, Emerson Santos (Diego Lorenzi) e Lulinha (Keké); Roni e Léo Melo. Técnico: Toninho Cecílio

Agressões e censura: O momento conturbado do Figueirense

Já não bastasse a má fase dentro das quatro linhas com resultados negativos e falta de qualidade no seu futebol, o Figueirense também vive um dos seus piores momentos fora dos gramados.


No último sábado (27), o volante França e o meia Carlos Alberto se desentenderam durante o treinamento. O motivo seria que Carlos Alberto teria falado mal da torcida que o cobra muito por estar corriqueiramente fora dos gramados por lesões. França não gostou, tomou as dores da torcida e partiu pra cima de Carlos Alberto.

Outro exemplo do péssimo e vergonhoso momento do Figueirense: O presidente do Figueira, Wilfredo Brillinger, proibiu o jornalista Daniel Silva do Jornal Notícias do Dia, de entrar no Orlando Scarpelli e no CFT do Cambirela para trabalhar em dias de treino do Figueira. Isso mesmo, o presidente do Figueirense é adepto da censura. Mas vocês devem estar espantados e se perguntando o porquê de Wilfredo ter feito isso, eu explico. O jornalista Daniel Silva, com toda a qualidade que um repórter deve ter, apurou que a empresa 'SM2', que é de propriedade dos filhos de Wilfredo Brillinger, receberia 30% do valor da venda do atacante Clayton. O valor recebido pelos filhos de Wilfredo seria três vezes a mais do que o valor recebido pelo Clube (10% do valor da venda). O presidente ficou ofendido pela matéria publicada pelo jornalista, e o proibiu de trabalhar nos treinos do Figueirense. Uma vergonha tremenda. E esta censura imposta pelo presidente alvinegro só dá mais força para acreditar na matéria do jornalista.

E, por fim, na noite de hoje (01), um membro da torcida organizada Gaviões Alvinegros agrediu o conselheiro do Figueirense, Nikolas Bottós, que além de conselheiro é membro do movimento 'Transparência Alvinegra' que se opõe à Wilfredo Brillinger. A agressão aconteceu em frente ao Scarpelli durante uma manifestação da oposição que ocorreu um pouco antes da reunião do Conselho Deliberativo do Figueirense.

Agressões, censura, burrices diárias da diretoria... Até quando essa várzea? Largaram o Figueirense às traças e deixaram lá. Quem pode fazer a diferença? O torcedor. Não fique calado. Não aceite o que estão fazendo com o seu time. Os caras da mídia catarinense e da diretoria do clube estão dando de ombros para o Figueirense, mas o torcedor sabe que o que mais importa é o bem do Figueirense. E enquanto o clube não estiver bem, nós não vamos desistir de limpar o nome do Figueira com unhas e dentes, e sangue nos olhos.

Patrick Silva | @figueiradepre

O Criciúma no decorrer do fim do primeiro turno

Como vimos no primeiro turno, o time do Criciúma vacilou em alguns jogos e mostrou dignidade em outros. Vimos um time com raça e determinação, diferente do que foi apresentado no ano anterior. O time também pecou ao perder pontos considerados fáceis, como, o empate em casa contra o Guarani de Palhoça e a derrota vergonhosa para o Inter de Lages por 3x0.

Jogo Criciúma 3x0 Metro 
No último jogo, dia 28 de fevereiro, o Tigre deu um show em casa e venceu o Metropolitano por 3x0 dentro do Majestoso, para a alegria dos carvoeiros. Porém, esse placar poderia ter trazido mais pontos positivos se tivéssemos ganhado os dois jogos citados acima.

Estamos atrás da Chapecoense desde o início do campeonato e o que nos separa da liderança são os pontos desperdiçados e o saldo de gols negativo, porém tudo pode tomar um rumo diferente nesta quarta (02), onde o líder e o vice do Campeonato Catarinense se enfrentam na Arena Condá, jogo que pode definir quem será o primeiro finalista de 2016.

Para passar a Chape na tabela, o Criciúma precisa vencer pelo placar de dois gols de diferença para subir o saldo de gols.

O turno, em geral, foi favorável, nada que não possa ser resolvido com treino e diálogo entre os jogadores e o técnico. Também, podemos agradecer ao 12º jogador em campo, a torcida, que se mostrou presente em todos os jogos, dentro e fora de casa, apoiando os 90 minutos e muitas vezes até depois do apito.

Muita força e raça ao tigre é o que deseja a torcida carvoeira. Vamos, Tigre!

''É A ALEGRIA DO MEU CORAÇÃO E DE SANTA CATARINA''

Letícia Figueredo

Habemus meia! Chapecoense anuncia contratação de Martinuccio


(Foto: Divulgação/Peñarol)
Líder do turno e invicta em 2016, a Chapecoense segue em busca de reforços pensando no Campeonato Brasileiro, que inicia em maio. E na tarde desta terça-feira (1), após dois meses buscando a contratação de um meia, foi anunciado como novo reforço do Verdão, o argentino Martinuccio.

O jogador foi o destaque do Peñarol, na campanha do vice-campeonato da Libertadores da América, em 2011. Após a competição, o meia se envolveu em uma confusão, quando assinou um pré-contrato com o Palmeiras, mas acabou acertando posteriormente com o Fluminense, em 2012 se transferiu para o Villarreal, da Espanha, voltando para o Brasil no mesmo ano, vestindo a camisa do Cruzeiro.

O argentino que está afastado dos gramados desde novembro de 2014, quando vestia a camisa do Coritiba, e acabou tendo problemas de desgaste nas tíbias. Em 2016 o jogador chegou a ser anunciado pela Ponte Preta, mas acabou reprovado nos exames médicos, deixando-o livre para negociações.

Após ser liberado da Macaca, Martinuccio foi tratar de sua contusão no Corinthians, até receber uma proposta do Verdão, onde passou uma semana em Chapecó realizando exames, e anunciado como reforço da Chapecoense para o Campeonato Brasileiro.

Martinuccio deve voltar a Chapecó na próxima quinta-feira, para iniciar o tratamento, o prazo estipulado para ficar a disposição de Guto Ferreira é de dois meses. Atualmente no elenco alviverde, o titular da posição é Lucas Gomes, improvisado, enquanto os meias de origens Neném e Hyoran seguem como alternativas no banco de reserva.

FICHA TÉCNICA:

Nome: Alejandro Hernán Martinuccio
Data de Nascimento: 16 de Dezembro de 1987 (28 anos)
Posição: Meia
Clubes: Nueva Chicago/ARG (07-09), Peñarol/URU (09-11), Fluminense/RJ (11), Villarreal/ESP (12), Cruzeiro/MG e Coritiba/PR (14).
Títulos: Bicampeão Urugaio (09 e 10), Bicampeão Brasileiro (13 e 14) e Campeão Mineiro (14).

Marcelo Weber || @acfmarcelo

Milan goleia e vai a final da Coppa Itália após 13 anos

Nessa terça-feira (01) o Milan recebeu o Alessandria, pelo jogo de volta da Coppa Itália.

O jogo começou pegado, com ambas as equipes querendo o gol, o Milan forte pelo lado esquerdo, com Bonaventura e Antonelli, enquanto o Alessandria buscava o gol no contra-ataque. Aos oito minutos, Kucka fez fila na defesa da Alessandria e cruzou para Keisuke Honda, que sozinho, no meio da área chutou por cima do gol.

Aos vinte minutos, quando os visitantes começavam a incomodar, Balotelli e Honda fizeram grande troca de passes e o japonês colocou Jeremy Menez, que voltava de lesão e não marcava desde abril, que estufou as redes. 1-0 para os rossoneri.

Apenas quatro minutos depois, após cobrança de escanteio de Giacomo Bonaventura, Kucka escorou e Romagnoli, sozinho na pequena área apenas empurrou a bola para o gol. 2-0, primeiro gol do zagueiro italiano com a camisa rossonera.

Após o segundo gol o Milan tirou o pé, dominou o meio-campo e não deixou a Alessandria jogar, e o jogo ficou morno. Ainda no primeiro tempo, Menez, após bela jogada de Poli deixou o dele outra vez, 3-0.



No segundo tempo, o Milan tirou o pé, e deixou a partida morna, cadenciando o resultado, enquanto o Alessandria tentava o gol com escapadas pelas laterais.

Com o jogo morno, o Milan só voltou a marcar aos 30 minutos do segundo tempo. Após outro escanteio novamente Romagnoli marcou, após bate-rebate na área.
Gol que foi valido pela tecnologia da linha do gol.

E já aos 45 minutos, ele, Mario Balotelli recebeu belo passe de Jose Mauri e deu números finais a partida. 5x0!

O Milan confirmou o favoritismo, e está a 14 jogos sem perder, com dois meses de invencibilidade, e agora espera o Juventus ou Internazionale para a final da Copa Itália no dia 21 de maio.

Milan (4-4-2): Abbiati; De Sciglio, Zapata, Romagnoli, Antonelli; Honda, Poli, Kucka (Mauri), Bonaventura (Boateng); Balotelli, Menez (Bacca).
Alessandria (4-5-1): Vannucchi; Celjak, Morero, Sirri, Sabato; Nicco, Loviso (Mezavilla), Branca (Bocalon); Marras, Fischnaller, Locolano (Marconi).

Por: @acm_vinicius

De um simples torcedor, o meu obrigado Leonardo


E nessa terça-feira (01) o céu recebeu mais uma grande pessoa, um grande matador melhor dizendo. Faleceu no Hospital da Restauração, em Recife, o ex-atacante do Sport, Vasco, Santa Cruz dentre vários clubes, Leonardo. Grande ídolo da torcida rubro-negra, o ex-atacante era chamado de pitbull pela sua torcida.

Não tive a sorte de vê-lo brilhar com a camisa rubro-negra, não tive a honra de vê-lo fazer cinco gols no Atlético-MG em pleno estádio do Mineirão, minhas mãos não teve a grande sensação que era aplaudir esse grande atacante que passou pelo clube que torço e meus olhos não brilharam a cada seu gol marcado. Mas sei de sua grande importância na história do Sport Club do Recife e da memória de cada rubro-negro que teve a sorte de vê-lo jogar, de tirar uma foto, de ganhar um autografo.

É triste saber que o clube pelo qual você torce sequer ter feito uma homenagem para essa pessoa que deu bastante suor para defender essas cores, essas tradições, essa torcida que vibrava a cada gol. Para quem o viu arrebentar seja no Sport, Vasco, Santa Cruz, Paysandu dentro outros é hora de contar para seus filhos, netos, sobrinhos a satisfação de ver um Leonardo em campo.

Não precisa nem descrever a profunda tristeza que está em cada rubro-negro, tricolor, alvirrubro, vascaíno; Não era um Messi ou Cristiano Ronaldo que são badalados pela mídia com tudo o que eles fazem e sim uma pessoa que saiu lá de Picos do Piauí para arrebentar nos grandes clubes por esse Brasil afora.

E que os outros clubes não façam a mesma coisa que o Sport fez, não deixem de homenagear seus ídolos enquanto vivos. Eles podem falar que não querem isso, mas no fundo todos sabem que querem e eles com toda a certeza merecem todos os tipos de homenagem ainda vivos, pois ninguém sabe a hora que vai partir e quando isso acontecer já é tarde demais.

Obrigado Leonardo pela sua história linda que você construiu no Sport Club do Recife, que agora você torça por nós ai de cima, pois aqui em baixo uma lenda nunca morre!

AHHH É LEONARDO!!!


Aquecimento Olímpico: Vela

Impulsionadas pelos ventos, muitas medalhas podem ser conquistadas pelo time olímpico brasileiro de Vela. Os atletas devem adaptar suas embarcações as condições climáticas e náuticas durante as provas. A competição é dividida em regatas e assim os velejadores acumulam pontos.

É necessário completar um número específico de voltas no percurso determinado por boias em um tempo menor de seus adversários. Entre várias regras há critérios para ultrapassagem das velas. O primeiro colocado da regata soma um ponto, o segundo, dois pontos e assim por diante, quem tiver menos pontos, tem a melhor colocação no ranking da prova. Devido à quantidade de regatas, descarta-se o pior resultado.  As fases finais para disputa de um lugar no pódio é feita entre os dez primeiros. A prova direta para medalha tem duplicação de pontos e vence quem somar menos.

Foto: Marcelo Fonseca/Estadão Conteúdo
Lá vem História...

As disputas de Vela entraram para o calendário olímpico nos Jogos de Atenas de 1896, mas, devido às péssimas condições climáticas não foi possível realizar as provas. Assim, as embarcações velejaram em águas olímpicas apenas na edição de Paris, em 1900. As mulheres começaram a conquistar espaço nos Jogos Olímpicos de Londres de 1908, em que puderam participar das regatas.

Este esporte já conquistou 17 medalhas olímpicas para o Brasil. Torben Grael e Robert Scheidt detêm cinco conquistas, cada um, eles são os recordistas brasileiros. Na última edição dos Jogos, em Londres 2012, Robert Scheidt e Bruno Prada conquistaram uma medalha de bronze na classe Star. Nesta classe, o Brasil conquistou seis medalhas, porém, em 2011 o Conselho da Federação Internacional de Vela decidiu retirá-la das provas olímpicas.

RIO 2016

Esperança de bons resultados, o Brasil já está classificado para as dez classes por ser sede dos Jogos de 2016. A classificação olímpica da Vela é feita por competições que precedem a Olimpíada, as embarcações classificam os países e as Confederações Nacionais convocam os atletas. Serão quase 400 velejadores e aproximadamente 270 barcos para os Jogos RIO2016.

De acordo com os resultados do ciclo olímpico, o Brasil já divulgou os nomes de seus representantes da Vela para os Jogos.  Nas disputas masculinas, o Bimba, Ricardo Winicki, na prancha a vela (RS:X), Robert Scheidt, no barco individual (Laser), Jorge Zarif (Finn), Henrique Haddad e Bruno Bethlem, barco de dupla (470) e Marco Grael e Gabriel Borges (49er). Em busca da primeira medalha de ouro, as mulheres contarão com as medalhistas de prata dos Jogos Pan-Americanos de Toronto, do ano passado, Martine Grael e Kahena Kunze no barco de três velas e duas asas que tem sua estreia no RIO2016 (49erFX). Além da dupla, Patricia Freitas (RS:X), Fernanda Decnop (Laser radial), Fernanda Oliveira e Ana Luiza Barbachan (470). Outra prova que faz sua estreia este ano é a classe Nacra 17, um catamarã de casco duplo e três velas será conduzido por Samuel Alberecht e Isabel Suan.


Local de competição: Marina da Glória

As regatas da Vela serão disputadas na Marina da Glória. De acordo com a divisão de regiões do Comitê Olímpico Brasileiro (COB), a Marina está inserida na região de Copacabana. Com belo plano de fundo, o Pão de Açúcar e o Corcovado darão as boas vindas aos velejadores olímpicos e paraolímpicos. Para os jogos, está sendo montando uma instalação temporária com capacidade de dez mil espectadores.

Banhada pelas águas da Baía de Guanabara, o governo do estado do Rio de Janeiro não cumprirá com seu compromisso de despolir 80% da área, a Marina da Glória é um ponto náutico da cidade que fica no Aterro do Flamengo, ao lado do aeroporo Santos Dumont.

Com carinho, Cássia Moura (@cassinha_moura)

Milan vence Torino e aumenta série invicta para 11 jogos e se aproxima da Champions

O Milan entrou em campo no San Siro buscando subir ainda mais na tabela do Campeonato Italiano para se aproximar da zona de classificação para Champions League. Mesmo sem ser brilhante desta vez, e com um futebol morno, o Rossonero venceu o Torino por 1 a 0. O gol da partida foi marcado por Antonelli, aos 45 minutos do primeiro tempo.

O técnico Mihajlovic armou o Milan no 4-4-2 clássico, com Bacca e Niang no ataque. A equipe teve mais volume de jogo, buscou o gol e só conseguiu abrir o placar no último minuto do primeiro tempo. Após cruzamento na área, a bola chegou para o Antonelli, que completou para o gol e garantiu a vitória do Rossonero em casa. Detalhe também para o uniforme do Diavolo nesta partida que foi para Silvinho Berlusconi sendo homenageado com 30 anos há frente do Milan.

Com a vitória, o Milan soma 47 pontos e ocupa a sexta colocação no Campeonato Italiano.


Milan (4-4-2):

Donnarumma - Abate - Alex - Zapata - Antonelli: 9
Sistema defensivo mais uma vez foi bem, deixou um pouco a desejar com os contra - ataques que sofreu do Torino (que é normal, pois o time foi pra cima e precisava muito da vitoria). Porem temos o menino GIGANTE que é Donnarumma que em minha opinião é um dos três melhores goleiro do Cálcio e destaque máximo para Antonelli que fez o gol da vitória em um lance de muita raça do nosso lateral, fazia muito tempo que o Milan não encontrava um lateral tão regular assim.

Honda - Kucka - Bertolacci - Bonaventura: 8
Meio de campo do Milan a cada jogo que se passa vai crescendo ainda mais, destaque maior para Kucka que quando contratado foi muito criticado e sem valor e está calando a boca de todos sendo peça fundamental para o esquema de Mihajlovic.

Niang (Boateng) - Bacca (Balotelli): 8
O ataque foi bastante brigador, tentou e tentou, porém o goleiro adversário também fez uma bela partida e conseguiu a proeza de não tomar gol de Carlos Bacca rs. Niang fez uma partida muito fraca é claro que tem limitações técnicas, mas é esforçado, porém é claro que Balotelli se tiver um pouco de dedicação aos treinamentos se tornara titular do time. E Prince Boateng entrou no Meio Campo do lugar de Niang e fez uma partida regular.

PÓS-JOGO:

Hoje o Milan recebe a Alessandria time da 3º divisão da Itália pelo jogo de volta da semifinal da Copa da Itália, o Rossonero tem a vantagem de 1-0 (Gol de Balotelli) feita no jogo de ida.

Balotelli e Menez devem formar a dupla de ataque do Milan amanhã, contra a Alessandria, pela Copa Itália.

Niang sofreu um acidente de carro e deve desfalcar o Milan por pelo menos dois meses. Após a batida, Niang sofreu uma lesão nos ligamentos do tornozelo esquerdo, segundo informou o Milan por meio de uma nota oficial.

FORZA MILAN!

Leão camarada



Em jogo válido pela terceira rodada do segundo turno, Campeonato Goiano 2016, o CRAC recebeu o Atlético-GO e não conseguiu superá-lo. A partida terminou em 0 a 0.

Era sabido que os anfitriões deveriam batalhar muito para marcar gols, pois enfrentavam a melhor defesa da competição. E não tiveram sucesso: criaram poucas chances. Cabeceio do zagueiro Trevisan foi o lance mais perigoso.

O Leão do Sul desafiou o segundo ataque mais positivo do estadual e mesmo assim, não foi destruído. Esteve intacto. Compacto. Os zagueiros João Paulo, Fábio Silva e os volantes Dê e Levi formaram um bloco defensivo para impedir as ofensivas do Dragão Campineiro¹.

A carência foi notada no setor ofensivo do time celeste². As raras criações de jogadas comprometeram o volume de jogo da equipe. Em poucas ocasiões, a bola chegou em condições dos atacantes Ademir e Michel definirem a jogada.

Embora tenha enfrentado o líder do Grupo B, o clube catalano era capaz de vencê-lo, visto que estava nos próprios domínios.  Todavia, como havíamos mencionado, houve empate. E ele resultou no terceiro revés no Genervino da Fonseca³:

CRAC 1x1 Aparecidense (perdeu 2 pontos)
CRAC 0x1 Anapolina (perdeu 3 pontos)
CRAC 0x0 Atlético-GO (perdeu 2 pontos)
Total perdido: -7 pontos

O próximo adversário será o Vila Nova em Catalão. A camaradagem com os visitantes precisa acabar, porque com uma vitória sobre o colorado da capital e um tropeço do Anápolis, distancia-se da zona de rebaixamento e já entrará na faixa de classificação às semifinais.

Notas
1. Atlético-GO.
2. CRAC.
3. Estádio do CRAC.

Pedro Silveira || @PedroSilveira7
Linha de Fundo || @SiteLF
←  Anterior Proxima  → Inicio

Inscreva-se no canal LFTV

Curta nossa página no Facebook

Siga-nos no Twitter

Mais lidas da semana