A SUA LINHA DE NOTÍCIAS

Tecnologia do Blogger.

Arquivo do blog

TWITTER

FACEBOOK

Premier League Brasil

Siga-nos nas redes sociais

Popular Posts

Quem sou eu

CLASSIFICAÇÃO

sexta-feira, 11 de março de 2016

Apesar de tudo, Remo goleou na sua estreia na Copa Verde


Na ultima quinta-feira, 10, o Remo fez sua estreia na Copa Verde 2016. O Mais Querido enfrentou o Náutico-RR no Estádio Ribeirão pelo grupo C da competição e conseguiu golear o time da casa.

Apesar das péssimas condições do gramado e com iluminação deficiente, o Remo começou a partida ditando o ritmo e pressionando. O gramado ruim forçava as equipes investirem nos passes longos, porém o Náutico não conseguia ser tão criativo em campo e teve dificuldade nas finalizações.

Logo aos sete minutos o primeiro tempo, o Remo saiu na frente com um gol de Marco Goiano, que cabeceou após bola cruzada do Yuri. O segundo gol não demorou muito para sair, e novo a tabelinha entre Yuri e Marco Goiano deu certo. Dessa vez Yuri fez o gol, após falta batida pelo Marco Goiano.

Ainda no primeiro tempo, Ciro fez bela jogada individual, desarmando o goleiro do Náutico e Leandro aproveitou e marcou o terceiro gol do Leão.

O segundo tempo não foi muito diferente, apesar do placar favorável. O Remo continuou se armando em campo e pressionando. O Náutico parecia estar apático e entregue no jogo. Porém, aos quarenta e sete minutos, a defesa do Remo falha (pra variar) e Robemar aproveitou para cruzar direto para o gol.

Com este resultado de 3x1, o Remo tem uma boa vantagem para o jogo de volta, que acontece no dia 16, quarta-feira, no Estádio Olímpico do Pará.

O que mais causou certa revolta neste jogo, além do vacilo no finalzinho do jogo que resultou em um gol, foram às condições precárias em que se encontrava o Estádio Ribeirão. A Copa Verde é uma competição que vale vaga para a Sul-americana e tem sua importância no cenário nacional. A CBF ignorou o fato de que aquele estádio não tinha suporte algum para receber tal jogo e isso prejudicou e muito a qualidade da partida. Chega a ser no mínimo contraditório. A CBF implantou a Copa Verde como uma competição séria e de nível regional, mas ao assistir o jogo, no máximo podemos classificar como uma partida de final de semana da firma. Desse jeito não há como cobrar qualidade nem dos jogadores e nem dos clubes, pois o não há o mínimo de suporte para tal.

O Estádio Ribeirão não tinha a menor condição de receber o jogo e isso contribuiu para uma partida pesada e com muito desgaste físico para os jogadores. Fonte: globoesporte.com/pa 
REMO
Fernando Henrique, Levy, Italo, Henrique, João Victor, Michel, Alisson, Yuri, Marco Goiano, Potita, Ciro
SUPLENTES
Douglas Borges, Artthur, Igor João, Chicão, Edicleber, Leo Paraíba, Silvio

NAUTICO – RR
Alan, Alexandro, Anderson, Bruno, Djair, Elton, Hedinilton, Heitor, Leandro, Robemar, Wagner
SUPLENTES
Jorge Luiz, Romario, Samuel e Stanley.

PROXIMO JOGO

Antes do jogo de volta pela Copa Verde, o Remo enfrentará neste domingo, 13, o Paragominas na Arena Verde pelo Campeonato Paraense.

Texto: @Angel_Caldeira

O que falta pro Napoli ser campeão da Série A?

Nesses últimos jogos vimos um declínio técnico do Napoli. O time aparenta estar muito nervoso e com isso perdeu a liderança do Calcio. O que será que está acontecendo com o time de Nápoles? Talvez a inexperiência? Eu digo sorte de campeão. Isso está em falta nesses últimos jogos. Na derrota contra a Juventus, por exemplo, o gol no final com o desvio de Koulibaly. No jogo contra o Milan, um erro infantil e assim tomou o gol de empate. Na partida contra a Fiorentina, simplesmente o time não entrou em campo e jogou mal. A Viola dominou, porém o jogo foi 1x1.

A Juventus tem um elenco muito recheado e mais qualificado que o do Napoli, isso também é um fator significante. Porém o Napoli foi mais regular praticamente a liga inteira, com apenas três derrotas. Só agora perto do final, a Juventus conseguiu passar o Napoli. Mas nesse último jogo contra o Chievo, vimos à volta do Napoli saindo dessa maré de azar.

esportes.terra.com.br

Twitter: @Um_Carvoeiro || @SiteLF

O último encontro


Na noite desta quinta (10/03) os fãs de basquete puderam acompanhar o último duelo das feras LeBron James e Kobe Bryant. Após anos dividindo opiniões sobre quem seria o melhor jogador da Liga, os dois jamais assumiram uma rivalidade pessoal, muito pelo contrário, ficou sempre claro a admiração e o respeito entre ambos.

Antes do último duelo, os dois haviam se enfrentado 21 vezes na temporada regular, Kobe atuando sempre com a camisa dos Lakers, já LeBron dividindo suas atuações entre Cavaliers e Heat.

Apesar de serem contemporâneos e dividirem os auges de suas carreiras em muitas temporadas, nunca houve o tão sonhado duelo nas finais, tão pouco em playoffs, devido ao fato de sempre terem atuado em conferências diferentes.

Mas a história carregada pela dupla é recheada de grandeza e títulos. James leva vantagem em MVP´s, tendo conquistado o título por quatro vezes contra apenas uma de Bryant, porém o astro dos Los Angeles Lakers coleciona cinco anéis de campeão, contra apenas dois de King James.

Em meio tantos números e conquistas, ficam os registros finais da carreira de um dos maiores jogadores de basquete em toda história, com pouco mais de um mês para o fim da temporada regular, os fãs devem ir se preparando para o "último adeus" de Kobe.

Bryant anunciou sua aposentadoria desde o início da temporada e desde então, homenagens são feitas por onde o atleta passa. Com a temporada horrorosa de sua franquia, os torcedores dos Lakers tem um alento para resgatar memórias de grandes momentos protagonizados por Kobe no passado.

Sobre a dupla? Cada um deixará sua legião de fãs e seguidores, que com toda certeza, discutiram até o fim de suas vidas sobre quem foi melhor, ou quem mais se aproximou de Jordan, mas fato é, que daqui pra frente, só restará a história deixada pelo camisa 24 encarando tudo o que LeBron James ainda escreverá na sua.

Pedro Henrique | @peeedrito17

Aniversariante da semana, Romário quer comemorar com vitória no clássico

Foto: Assessoria de Imprensa / Atlético-GO
O lateral do Atlético Goianiense completa 24 anos neste domingo, mas o presente pode vir de forma antecipada no sábado (12) diante do Goiás no Serra Dourada, às 16h, em jogo válido pelo returno do Campeonato Goiano.

- Clássico é sempre especial, o Goiás é um adversário de muita qualidade, mas nós sabemos da nossa força e estamos preparados. E por ser meu aniversário, quero muito comemorar e dar esse presente para a torcida do Dragão, diz Romário.

Mesmo com uma derrota na última rodada, o time rubro-negro lidera o Grupo B com 18 pontos. Com uma vitória diante do Goiás, o Atlético-GO pode retomar a liderança geral do campeonato.

- Sabemos da importância desse jogo. Nós vínhamos de uma sequência invicta nesta temporada. A derrota diante do Anápolis foi ruim, mas não nos abalou e continuamos focados na briga pelo título da competição, garante o lateral.

Duas vitórias, dois placares iguais

Dudu foi o grande destaque do Para-Tiba. (Coritiba/Divulgação)
Na noite do dia 06/03, o Coritiba recebeu o Paraná no Estádio Couto Pereira. Diante do, até aqui, líder do campeonato, o Coxa fez 3 a 0, dominando a partida do início ao fim. Com o triunfo, o Alviverde chegou aos 14 pontos, voltando ao terceiro lugar na tabela de classificação.

Coritiba marca no final do primeiro tempo

Logo no início da partida, o Coritiba já começou dominando o jogo e partindo para cima da equipe paranista. Aos 2' Henrique bateu falta de longe, e obrigou o goleiro Marcos a espalmar a bola, no rebote Alan Santos bateu fraco e o goleiro do Paraná defendeu.

No lance seguinte, o paraguaio Ortega (que fez sua estreia) ganhou de cabeça, Negueba rolou para Dudu. O camisa 27 bateu rasteiro, e Marcos fez um verdadeiro milagre.

Aos 15' Ortega tentou de bicicleta, a bola estava indo em direção ao gol, mas pegou nas costas de Dudu e foi para fora. Aos 18' parte da iluminação do Couto Pereira, desligou. Dez minutos depois a energia foi estabelecida e a bola voltou a rolar. No retorno, o confronto voltou mais equilibrado, com o Paraná tentando construir jogadas ofensivo.

Aos 56' (devido que quando a partida ficou paralisada, a arbitragem deixou o relógio seguir), o paraguaio Ortega foi agarrado na área. O auxiliar Bruno Boschilia viu o lance e acusou a penalidade. Juan foi até a bola e bateu com muita com tranquilidade, no canto direito baixo do goleiro Marcos, abrindo o placar.

Dudu faz dois e mata a partida

Na volta da 2ª etapa, a equipe Coxa-branca continuou dominando a partida. Destaque para a participação do camisa sete, Negueba, que pelo lado direito de ataque infernizava a defesa paranista.

Aos 15' Ceará apareceu em velocidade pelo lado direito e cruzou rasteiro, Marcos deu rebote, Nei não conseguiu cortar e Dudu mandou a bola para o fundo da rede paranista. Coritiba 2x0 Paraná Clube. Festa da torcida do Verdão!

Aos 33', o terceiro gol Alviverde. João Paulo bateu a falta, a bola explodiu na barreira e sobrou para Dudu, o prata da casa emendou de 1ª, marcando o terceiro gol Coxa-branca. No fim, o Verdão quase fez o quarto gol, após bola cruzada na área, Juan e Henrique tiveram as chances e por pouco não anotaram mais uma bola na rede.

Leandro anotou 2 gols na partida de ontem. (Coritiba/ Divulgação)
Com uma vitória muito tranquila, o Coritiba se despediu bem da Primeira Liga. Na partida disputada na noite desta quinta-feira (10), no Couto Pereira, o Verdão passou pelo Avaí, vencendo por 3 a 0. Os gols do Coxa foram marcados por Leandro (2) e Vinícius.

Agora, o Coxa volta as atenções para o Campeonato Paranaense, já que volta a campo no próximo domingo (13), para enfrentar o J.Malucelli, vice-líder do campeonato, no EcoEstádio.

Coritiba marcou dois na 1ª etapa e praticamente matou a partida

Ambas as equipes já entraram em campo sem chance de classificação para a próxima fase. Pelo lado Coxa-branca, oito atletas estrearam na equipe titular, como destaque para a participação do lateral direito, Dodô, de apenas 17 anos que foi integrado nesta semana na equipe profissional.

Desde o começo, os dois times buscaram o ataque, mesmo que esbarrando na falta de entrosamento em alguns momentos.

Atuando em casa, foi o Alviverde que tomou iniciativa da partida. Destaque para a boa movimentação de Vinícius, Thiago Lopes e Evandro. A primeira chance alviverde na partida foi com Rafael Marques que, de cabeça, desviou para fora o cruzamento que veio da direita.

Aos 33' foi aberto o placar. Vinícius deixou Thiago Lopes de frente para o gol, a zaga cortou, Evandro brigou pela jogada e a bola sobrou limpa para Leandro emendar de primeira e abrir o marcador.

Aos 41' o Verdão aumentou a vantagem no placar. O atacante Vinícius (um dos melhores em campo na 1ª etapa), arriscou da intermediária e foi feliz, acertando o canto direito baixo do goleiro do Avaí, anotando o segundo gol do Verdão na partida.

No final do 1º tempo, o prata da casa Ícaro quase deixou sua marca. O meio campista desviou de cabeça o cruzamento de Thiago Lopes e carimbou o travessão do goleiro adversário.

Coritiba marcou o 3º e venceu a partida

No segundo tempo, o Coxa voltou para o gramado com a mesma postura, dominando o jogo. Aos 6', o paraguaio Cesar Benítez pegou a sobra pelo lado esquerdo e bateu forte, o goleiro adversário fez a defesa.

Aos 21', Leandro fez boa jogada individual e foi derrubado pelo goleiro Vitor dentro da área. O próprio Leandro bateu a penalidade máxima com muita tranquilidade e fez o terceiro gol do Verdão na partida.

Após o 3º gol, Gilson Kleina continuou testando os jogadores. O meio campista Raphael Veiga, de 20 anos, entrou no lugar de Thiago Lopes. Formado na base Coxa-branca, o garoto que foi destaque da equipe Sub23 no ano passado fez sua estreia pela equipe profissional. Antes do fim da primeira etapa, Guilherme Parede também entrou em campo no lugar de Evandro. Mas os números finais da partida se deram pelo placar de Coritiba 3, Avaí 0.

Valeu Coxa!!!

Texto feito por: @_Andrey Suldovski
←  Anterior Proxima  → Inicio

Inscreva-se no canal LFTV

Curta nossa página no Facebook

Siga-nos no Twitter

Mais lidas da semana