A SUA LINHA DE NOTÍCIAS

Tecnologia do Blogger.

Arquivo do blog

TWITTER

FACEBOOK

Premier League Brasil

Siga-nos nas redes sociais

Popular Posts

Quem sou eu

CLASSIFICAÇÃO

quinta-feira, 17 de março de 2016

Na estreia da Copa do Brasil, Náutico empata e não evita o jogo de volta

Nesta noite o Náutico foi enfrentar o Vitória da Conquista, na Bahia, pela estreia da Copa do Brasil. Com o 0x0 no placar ao final do primeiro tempo, o timbu não evitou o jogo da volta que só ocorreria se tivesse sido dois gols de diferença ou mais. O jogo foi fraco tecnicamente e muito pegado, cinco cartões amarelos foram distribuídos (dois para os donos da casa e três para o timbu) e vários jogadores saindo de maca no decorrer da partida.

Náutico empata fora de casa. Foto: Eliezer Oliveira
O primeiro tempo teve seus momentos de altos e baixos, com chances para os dois times de abrir o placar. O inicio foi lento e sem boas chances de nenhum dos dois times, o primeiro lance perigoso foi do Náutico aos 15’ quando Renan Oliveira chutou de primeira sem deixar a bola cair no chão passando muito perto do gol adversário, 2 minutos depois o Náutico por pouco não abriu o placar novamente, Walber chutou e o goleiro Carlos espalmou, a bola sobrou para Niel que chutou em cima da zaga e foi para fora. O bode, como os donos da casa são conhecidos, assustou aos 23’, na cabeçada do zagueiro Silvio em cobrança de escanteio, o defensor subiu mais que todos e assustou o goleiro alvirrubro.

O segundo tempo começou com o time mandante pressionando, foram três escanteios em cinco minutos, mas todos não levaram perigo. O timbu também assustou no início com Rony, contudo a finalização do jovem alvirrubro não é das melhores e bola foi para fora. Depois de um início meio corrido, o jogo ficou lento e só faltas. O Vitória da Conquista pressionou no final da partida e por duas vezes não saiu com a vitória, mas esbarrou no goleiro e sorte alvirrubra.

Estádio Lomanto Júnior, palco do jogo de hoje. Foto: Eric Luis Carvalho
O Náutico saiu bem insatisfeito com esta partida, além de não conseguir eliminar o jogo de volta que será 07/04/16 na Arena, saiu com o Caíque Valdivia e Niel machucados, lesão muscular e torção no joelho. O próximo jogo será um clássico contra o Santa Cruz no domingo (20/03) às 16 horas, horário local.

Escalação:

Vitória da Conquista: Carlos; Artur, Leandro Cardoso, Sílvio e Thiaguinho; Edmar, Maicon Costa, Diego Aragão, Kleber (Todinho) e Rafael da Granja; Tatu (Cacá). Técnico: Evandro Guimarães

Náutico: Júlio César; Walber, Ronaldo Alves, Rafael Pereira, Gáston Filgueira; Rodrigo Souza, Niel (Eduardinho), Renan Oliveira, Caíque Valdivia (Esquerdinha), Rony; Thiago Santana (Jeffersom Nem). Técnico: Gilmar Del Pozzo.

Público: 3.652
Renda: R$ 74.850,00

Hexa é luxo!

Marcus Lamenha // @LamenhaMarcus

Estava errado, estava impedido

Foto: Jorge Henrique/Futura Press
O Flamengo entrou em campo nesta quarta-feira (16) para estrear na Copa do Brasil. O que era pra ser um jogo simples teve tudo para seguir desse jeito, mas, novamente, o Mais Querido conseguiu complicar as coisas e deu a maravilhosa Nação de Aracaju um balde de água fria.

O Confiança é um adversário que poucos esperavam que iria dar trabalho. Além de não ser uma potência no estadual, o time tinha como objetivo simplesmente conseguir o jogo da volta. Eles foram preparados para isso, fechados na defesa, sem arriscar a marcação no ataque e poucas corridas que resultavam em chutes sem tanto perigo – isso quando a zaga permitia a ausência de emoção no lance. Eles ainda ficaram com um jogador a menos logo no início do primeiro tempo em um lance bem bizarro, mas pareceu que estava com um a mais.

Já o Flamengo foi para vencer e colocou seus melhores jogadores na esperança de que o jogo de volta pudesse ser anulado. Com o calendário lotado e sem um estádio fixo, o rubro-negro torce por qualquer chance de viajar menos e entrar menos em campo. Mas não deu. A equipe não só jogou mal, como sofreu para segurar o adversário e não conseguiu nem esboçar uma vitória. Foi péssimo, tudo foi muito ruim.

Foto: Jorge Henrique/Futura Press
Está cada vez mais frequente dizer que Emerson Sheik não pode jogar por aqui. O elenco hoje não é formado por peças individuais, mas sim jogadores que precisam jogar juntos e agir coletivamente. Sheik não passa a bola, não chuta bem e tem uma arrogância que acaba contagiando o grupo. Não dá. Outro problema é o número de impedimentos que temos visto em todos os jogos e ontem foi algo absurdo. Entre marcações muito erradas ou corretas, o bandeirinha assinalou PELO MENOS DEZ. Não dá pra entender ou aceitar, até porque esse número é alto já faz um tempo.

Jogadores que antes eram peças importantes, como Jorge e Rodinei, hoje tem vacilado e muito, principalmente na marcação. O meio-campo não funciona, o ataque não consegue fazer gols e a defesa age em frequente desespero. A mesma coisa tem acontecido nas vitórias, mas a diferença é que o time acaba tendo sorte em algum momento e consegue finalizar certo.

Wallace diz que "não precisa mudar nada" para o jogo contra o Fluminense, mas como assim? O time perde para uma equipe que 30% do salário de Sheik paga, o plantel inteiro, que está lutando muito no estadual e com um estádio quase completamente rubro-negro, e não há nada para ser modificado? O que você vê de bom nisso tudo, capitão?

Pois é, o próximo desafio é clássico. Flamengo e Fluminense se enfrentam pelo Campeonato Carioca no Pacaembu, São Paulo, às 16h no domingo. O que será que Muricy está planejando dessa vez?

Foto: Jorge Henrique/Futura Press
Nota importante: que show da Nação de Sergipe, que não só lotou o estádio e cantou os 90 minutos, como fez uma festa sensacional no aeroporto e no hotel. Treze anos depois, o Flamengo voltou a jogar em Aracaju e esperávamos algo melhor. Infelizmente a partida não compensou isso tudo, mas valeu pela felicidade de cada um. Simpatizantes? Só vejo apaixonados e fanáticos.

Mariana Sá || @imastargirl 

Terceira vaga para a Série D disponível, ainda dá para sonhar

Anteontem, dia 15 de março, foi estipulado pela CBF em acordo com os clubes e com as federações, a participação de 48 clubes na Série D.

Com isso, a Veterana sai ganhando e assim consegue entrar na briga direta pela terceira vaga junto com a URT, time de Patos de Minas. No sábado às 16h30min a Caldense enfrenta esta mesma equipe no estádio do Ronaldão, se ganhar dispara na briga pela nova vaga e se perder, assume o iminente risco de rebaixamento. Depois desta conquista do futebol mineiro e principalmente do futebol nacional, este jogo se torna a partida do ano de todos os jogadores e principalmente, a partida que determinará o futuro do técnico Gian Rodrigues e o futuro ano do time de Poços, é matar ou morrer.


Arriba Caldense !

@BorjaFrancisco_ || @SiteLF

Aqui não Cerro! Corinthians domina o jogo e vence na Arena

Na noite da última quarta-feira (16), Corinthians e Cerro Porteño se enfrentam na Arena, em Itaquera, em partida válida pela 4ª rodada do Grupo 8 da Copa Libertadores da América.

Foto: Lucas Felipe
O Cerro havia derrotado o Corinthians na partida do primeiro turno, em um jogo atípico, onde o Timão teve dois jogadores expulsos. Os comandados de Tite precisavam de uma vitória para não se complicar na competição.

Sem correr quase nenhum risco na defesa, o alvinegro dominou o jogo desde o início. Aos 23 minutos, Fagner fez ótima jogada pela direita, serviu Bruno Henrique e o camisa fez a bola atravessar toda área, Lucca apareceu com oportunismo e abriu o placar para o Corinthians.

Aos 16 minutos da etapa final, Maycon levou uma bola ao ataque e serviu Lucca, o camisa 30 dominou na esquerda e tentou achar Guilherme na área. O Victor Mareco, do Cerro Porteño, tentou cortar, mas acabou mandando para dentro do próprio gol, 2 a 0 Corinthians.

Com a vitória, o Timão assumiu a liderança do Grupo 8 com nove pontos, Cerro Porteño e Santa Fe estão empatados com sete pontos cada e o Cobresal segue sem somar pontos na competição.

O Corinthians volta a campo no sábado, às 16h, quando enfrenta o Linense pela 10ª rodada do Campeonato Paulista, na Arena. Pelo torneio continental, o próximo compromisso é no dia 13/04, contra o Santa Fe, na Colômbia.

CSA vence Santa Rita e segue invicto no Campeonato Alagoano

Em noite inspirada de Cleyton, o Azulão fez o dever de casa e segue forte no Alagoano.

Cleyton, meia do Azulão, marcou dois gols e deu passe para o terceiro, de Rafael Oliveira. Com a derrota, o Leão da Mata cai para a terceira posição no Grupo B do Alagoano.

Jogando no Estádio Rei Pelé, o CSA confirmou a boa fase no Campeonato Alagoano e manteve a invencibilidade no estadual. A equipe do técnico Oliveira Canindé aplicou 3 a 0 no Santa Rita e chegou a nona vitória em dez partidas disputadas.

Com a vitória, o time do Mutange chega a incrível marca de 28 pontos, dez a mais que o vice-líder do grupo, o ASA. O rendimento da equipe Azulina chegou a 93,3% na fase de classificação. Além da liderança absoluta, o CSA tem também o melhor ataque, com 27 gols marcados, e a melhor defesa, que tomou apenas três. A campanha credencia o time como um forte candidato ao título do estadual na temporada.

←  Anterior Proxima  → Inicio

Inscreva-se no canal LFTV

Curta nossa página no Facebook

Siga-nos no Twitter

Mais lidas da semana