A SUA LINHA DE NOTÍCIAS

Tecnologia do Blogger.

Arquivo do blog

TWITTER

FACEBOOK

Premier League Brasil

Siga-nos nas redes sociais

Popular Posts

Quem sou eu

CLASSIFICAÇÃO

sábado, 19 de março de 2016

Com show de paraguaios, Corinthians goleia Linense

Na tarde deste sábado (19), o Corinthians recebeu o Linense, na Arena, em Itaquera, em partida válida pela 10ª rodada do Campeonato Paulista. Com gols dos paraguaios Romero e Balbuena e do lateral Edilson, o Timão garantiu os três pontos em casa.


Logo aos oito minutos de jogo, Danilo cruzou uma bola da esquerda que chegou até Romero. O camisa 11 pegou bem na bola para abrir o placar para o Corinthians.

Aos 15 minutos, em cobrança de falta do lateral Edilson, Balbuena subiu mais que a defesa do Linense e cabeçou para aumentar o placar para o Timão. Com o jogo sob controle, o time da casa administrou bem o primeiro tempo sem correr riscos na defesa.

Na etapa complementar, aos 12 minutos, foi a vez de Edilson fazer o dele. O lateral avançou pelo centro e foi levando a bola até abrir um bom ângulo e chutar para vencer o goleiro do Linense. 3 a 0 para o Corinthians.

Para fechar a tarde de festa em Itaquera, aos 24 minutos, André achou Romero livre na ponta esquerda e tocou. O paraguaio bateu firme tirando do goleiro para fazer o segundo dele e o quarto do Timão.

Com a vitória, o Corinthians chegou aos 23 pontos na liderança isolada do Grupo D. O Linense estacionou nos 13 pontos na terceira posição do Grupo A. O Timão volta a campo na próxima quarta-feira (23), às 21h, quando vai até o Estádio 1º de Maio enfrentar o São Bernardo.

Torcida empolga e Vasco vence mais uma

  
   Com mais vitória, dessa vez sobre o Boavista, o Vasco permanece invicto na luta pela taça Guanabara.


Foto: GE

   Com a participação da torcida, os vascaínos começaram o jogo animados, fazendo pressão, armando belas jogadas, mesmo com a boa marcação do Boavista. Nenê era destaque mais uma vez, todas as jogadas contavam com ele, o time Cruz-Maltino ia dominando o jogo.
  
   Aos 24 minutos saiu o único gol da partida, após um escanteio cobrado por Nenê, Julio dos Santos desviou e Marcelo Mattos chegou para finalizar, seu primeiro gol com a camisa vascaína, a qual ele beijou depois de abrir o placar, para delírio da fanática torcida capixaba. Após o gol, a equipe cruz-maltina diminuiu o ritmo, mas continuou sem grande perigo.


Foto: ESPN

   O segundo tempo começou com o Vasco mais lento em campo, enquanto o Boavista parecia melhorar. Mas não houve grande dificuldade, o Gigante da Colina conseguiu segurar a vitória mais uma vez. Quase houve um segundo gol, quando Diguinho mandou a bola para Thalles que soltou a bomba, mas Vinícius fez uma grande defesa, salvando o time de mais um gol.

   O jogo poderia ter sido melhor, mas foi o suficiente para a torcida capixaba lotar o estádio e matar as saudades da equipe vascaína. Com muita festa e empolgação, foi ela que deu brilho e alegria a partida, um reencontro surpreendente e especial.

   A partida terminou 1x0 para o Vasco da Gama, que continua invicto e nas cabeças da taça Guanabara. Numa trajetória quase perfeita no campeonato, já são seis pontos conquistados. No domingo (27), a equipe enfrentará o Botafogo, o clássico será em São Januário, às 16 horas. Já o Boavista irá jogar contra o Fluminense, também no domingo, às 18:30 hr, no estádio Los Larios.
                                                                           

                                                                       Ana Clara Soares (@AnaClaraSoares1)


Ficha técnica:

Boavista
Vinícius; Thiaguinho, Victor, Luiz Alberto e Davi (Sabão); Douglas Pedroso, Thiago Silva (Reinaldo), Júlio César e Romarinho; Matheus Paraná e Paulo Henrique (Luan)
Técnico: Rodrigo Beckham
Vasco
Martín Silva; Madson, Luan, Rodrigo (Jomar) e Julio Cesar; Marcelo Mattos, Julio dos Santos (Diguinho), Andrezinho e Nenê; Jorge Henrique (Caio Monteiro) e Thalles
Técnico: Jorginho

Árbitro: Luis Antônio Silva dos Santos
Cartões amarelos: Romarinho, Victor, Luiz Alberto, Reinaldo e Matheus Paraná (Boavista); Julio dos Santos e Nenê (Vasco)





Jogo truncado e vitória do Rubrão em Campinas

Em jogo disputado Rubrão leva a melhor e vence o RB Brasil fora de casa


Sem sombra de dúvidas a partida de hoje foi uma das melhores apresentadas pelo Oeste nesse campeonato, após longa conversa diretoria no meio de semana com os jogadores, o time se comportou de maneira diferente hoje, pressionando e arriscando mais.

Logo no início do jogo o Oeste começou pressionando, aos 18 minutos do primeiro tempo por pouco o rubro-negro abre o placar, em uma bela jogada trabalhada, Ricardo Bueno levanta na área e Mazinho cabeceou de peixinho raspando na trave e indo para linha de fundo.

Pouco tempo depois, aos 21 minutos em uma ótima jogada Brinner cabeceia a bola bate na trave e o goleiro Saulo faz a defesa, em seguida para felicidade do Rubrão, Mazinho abre o placar aos 22 minutos, de cabeça batendo na trave e indo para o gol, fazendo Oeste 1 a 0.

No final do primeiro tempo com os dois times pressionando, em um pênalti infantil cometido pelo Renan Mota, o jogador Roger do RB Brasil converteu empatando o jogo em 1 a 1.

No segundo tempo, o Oeste voltou elétrico, logo aos 1 minutos, Marcelinho Paraíba de cabeça colocou Rubrão em vantagem novamente, marcando o segundo gol para a equipe de Itápolis. O Oeste tinha tudo pra matar o jogo fazendo o terceiro, com chances claras que acabaram desperdiçando, mas como diz aquele famoso ditado no futebol "quem não faz toma" aos 33 minutos Maylson cabeceou e igualou o marcador em 2 a 2.

O jogo estava indo para reta final e parecia que ia acabar no empate, o Red Bull teve várias chances que acabou desperdiçando. No entanto, em um belo contra-ataque Ricardo Bueno foi lançado sozinho, passou pelo zagueiro e mandou pro fundo do gol decretando a vitória do Oeste em Campinas.

Com essa vitória o Oeste saiu da zona de rebaixamento e agora está na 4 posição do grupo A com 12 pontos. O seu próximo compromisso é na quarta-feira (23) contra o Capivariano no Estádio Municipal dos Amaros às 17h da tarde.

Esperamos que a postura do time continue assim daqui pra frente, com mais garra, força de vontade, e parar de recuar tanto como anda acontecendo.

FORÇA RUBRÃO!

O eterno Super Zé

(Foto: Divulgação)
José Augusto da Conceição, o homem de mil denominações. Super Zé, Zé Augusto, Zé da Fiel, Zé Maluco, Terçado Voador... 

Difícil falar dele sem se emocionar, o jogador que por 17 anos defendeu a camisa alviazul, hoje completa mais um ano de vida. Uma vida vitoriosa e cheia de conquistas do maranhense mais Paraense do mundo.

Zé chegou em 1996 e deu muita alegria ao torcedor, foram 11 títulos, sendo 7 estaduais (1998, 2001, 2002, 2005, 2006, 2009 e 2010), uma Série B (2001), uma Copa Norte (2002), uma Copa dos Campeões (2002) e um Torneio Internacional do Suriname (2010). O segundo jogador com mais títulos na história do Paysandu e o sétimo maior artilheiro de todos os tempos, com 112 gols pelo clube Paraense.

Quem vê assim imagina o jogador como um excelente atacante, um craque sem defeitos... É, mas o torcedor bicolor sabe que não era assim. Em alguns jogos era possível notar a torcida nutrindo por ele uma raiva que logo se transformava em amor. Podia não ser um dos melhores atacantes, mas tinha a “sorte” a seu favor, gostava de ser decisivo e fazer gol nos momentos em que mais precisávamos e menos esperávamos.

O oportunista, o inesquecível, o esforçado e memorável Zé esteve lá quando precisamos, não importava como faria o gol da nossa salvação, porque ele não precisava chutar ou cabecear para acertar o gol, a bola gostava dele... E não importava onde ela tocasse, a trajetória quase sempre era o fundo da rede. 

Como ele mesmo dizia, parece que havia sido feito para vestir essa camisa. Hoje a torcida te parabeniza, te agradecendo por todas as alegrias que trouxeste, pelos gols nos acréscimos e até pelas vezes em que quase nos mataste do coração, mas agradecemos, acima de tudo, por honrar o nosso manto. 

Ah, Zé, sempre falamos que eras um jogador com "sorte", mas a sorte sempre foi nossa de te ter por aqui. Tens um lugar eterno no coração de cada torcedor. Sempre serás o nosso maluco. Feliz aniversário. 

Vai começar o terceiro turno: Vila Nova recebe o Goianésia no Serra Dourada

Com direito a promoção, Vila Nova terá um jogo importante na abertura do terceiro turno, quando enfrenta o Goianésia, atual lanterna do Grupo B.


Equipe se prepara para enfrentar o Azulão do Vale, em Goiânia. Reprodução / Vila Nova FC
Em busca da classificação para as semi-finais do estadual, o Tigre recebe o Goianésia, em Goiânia. O azulão do vale atualmente é o lanterna do Grupo B com apenas 10 pontos, onde o Vila Nova é o segundo colocado com 13 pontos. Caso a equipe vilanovense perca o adversário empata em números de pontos com o colocado.

O Vila vem de duas derrotas consecutivas no estadual, onde perdeu por 3a1 para o Crac, em Catalão, é de 2a0 para o Itumbiara, em Goiânia. Mas, o colorado vem com um animo a mais após a classificação para as quartas-de-final da Copa Verde, onde venceu a equipe do Luverdense por 5a0 no placar agregado, fazendo 4a0 no primeiro confronto, é 1a0 no segundo.

Caso perca para a equipe do interior, o Tigre pode se complicar de vez no estadual podendo ficar de fora da classificação geral. A equipe que terá um clássico na segunda rodada do terceiro turno diante do Atlético, atualmente líder geral do campeonato e disparado melhor time até agora.

Ficha Técnica

VILA NOVA x GOIANÉSIA
Local: Estádio Serra Dourada, Goiânia
Horário: 19h30
Data: 21/03 (Segunda-feira)

Ingressos: - Arquibancada: R$ 30
- Cadeira: R$ 40

* Torcedores que apostarem no Vila Nova como time do coração na "Timemania" ou correntistas do banco Sicoob pagam meia.
* Mulheres têm entrada franca

Precisando da vitória, Ceará enfrenta o Maranguape nesse domingo


O Ceará entra em campo neste domingo para enfrentar o Maranguape pela segunda fase do Campeonato Cearense. Após empatar com o Uniclinic na última rodada, o alvinegrou viu sua vida se complicar na competição estadual, mas não somente isso. Lisca, que ajudou a livrar o Ceará da Série C no ano passado, passa por problemas maiores. O treinador tem dificuldade de variar a equipe, de criar jogadas e, acima de tudo, vencer partidas consideradas “fáceis”. Claro que não existe jogo fácil, mas tecnicamente o Vozão tem condições de mostrar um melhor futebol do que esse, e a torcida pega no pé do técnico por que sabe disso.

            Ontem o treinador fez um treinamento com algumas novidades, mas sem variação tática, ou seja, ele usou o mesmo esquema de jogo com algumas peças diferentes. A equipe titular que treinou foi:

Everson, Cametá, Charles, T.Carvalho, Fernandinho; J. Marcos, Baraka, Richardson e Assisinho; Rafael Costa e Bill.

            Assisinho entrou no lugar do Serginho, já que o jogador sofre com uma forte dor de garganta e foi poupado para o jogo. Richardson, que já vinha mostrando um ótimo futebol em algumas partidas, não poderia ficar esquentando o banco enquanto Jhonnatan, que vinha jogando mal desde o início da competição, era titular absoluto. Outra novidade foi o zagueiro Sandro, que estava a um bom tempo no departamento médico e ontem deu voltas no campo, e Zezinho, que participou do coletivo no time reserva.

            Para se classificar para a semi-final da competição, o Alvinegro de Porangabuçu precisa vencer as três partidas que faltam (e isso inclui um clássico). O jogo está marcado para às 16hrs no estádio Presidente Vargas. Apesar do mando de campo ser do Maranguape, o sócio torcedor terá direito a comprar meia entrada para a partida.


Saudações Alvinegras
←  Anterior Proxima  → Inicio

Inscreva-se no canal LFTV

Curta nossa página no Facebook

Siga-nos no Twitter

Mais lidas da semana