A SUA LINHA DE NOTÍCIAS

Tecnologia do Blogger.

Arquivo do blog

TWITTER

FACEBOOK

Premier League Brasil

Siga-nos nas redes sociais

Popular Posts

Quem sou eu

CLASSIFICAÇÃO

quarta-feira, 13 de abril de 2016

A primeira das quatro batalhas em busca do tetra do Nordestão


Chegada a hora de saber o mais novo campeão da Copa do Nordeste 2016, na disputa: Bahia, Campinense, Santa Cruz e Sport e o tão desejo de conquistar o nordeste e consequentemente classificar para a Copa Sul-Americana.

Ah meu Sport, você que gosta sempre de matar seu torcedor (a) do coração pode chegar pela 4ª vez ao máximo da competição nordestina. Matou muita gente mesmo do coração, eu que o diga, fazendo jogos abaixo do esperado, mas já que está na disputa praticamente “anula” os jogos contra o Botafogo/PB, River/PI e o Fortaleza, partida contra esse mesmo Fortaleza na capital cearense que deixou meu nervos fervendo de raiva pela atuação péssima do Leão. E o que se pode dizer de um clube do tamanho do Sport não conseguir vencer sequer uma partida para o modesto River (poderia ser o Plate da Argentina, mas é o do Piauí).

Difícil de encontrar respostas para tais questões como essa, pois bem passamos para a fase de mata-mata e quem quase morreu foi eu novamente. Coração já está velho meu Sport, acho que não aguenta mais emoções como foi a partida de ida em Maceió contra o CRB e para lascar um pouquinho desse coração que só leva topadas de emoções fortes teve o jogo de volta na Ilha do Retiro que já diria Galvão Bueno “guenta coração”, passava os minutos e quase não tinha mais unhas para roer e quando saiu o gol da classificação marcado por Renê ai foi que lascou tudo, tive um pré-mini-infarto (se é que isso existe, se não acabei de inventar), mas foi bom pois a alegria tomou conta tanto que queria me jogar no meio da torcida para comemorar com pessoas que eu nem sabia que existia só que estavam ali por um só motivo, é por tu mesmo Sport visse.

Agora chegamos às semifinais, onde vamos encarar o Campinense que não traz boas lembranças quando voltamos no passado e paramos em 2013, quando fomos eliminados perante eles em plena Ilha do Retiro pelas quartas do Nordestão. Sentimento é um só, apoio total e vamos para a 1° das quatro batalhas em busca do tetra da Lampions. E ah Sport, não se preocupe com esse velho coração ele se preparou direitinho para mais jogos como de antes, até porque se não for à emoção não é Sport.

Bayern avança de fase diante do Benfica


No Estádio da Luz, em Lisboa, deu Bayern de Munique. Com o empate diante do Benfica, o Bayern avançou de fase na Champions League. O sorteio das semifinais acontece nesta sexta-feira (15). 

Muitos diziam que o Bayern iria entrar detonando o Benfica e, bom, não foi isso que aconteceu. O time de Lisboa entrou ligado no jogo, criando chances, até que em um certo momento saiu, Jimenez aproveitou de cabeça para marcar o primeiro gol do jogo, que até então levava o jogo para a prorrogação.

Mas a estrela dos alemães resolveu aparecer e, em boa jogada, o chileno Vidal chutou de fora da área no rebote do goleiro, empatando em Lisboa e deixando o Benfica a mercê de fazer três gols para se classificar, o que não aconteceu.

Após o início da segunda etapa, o Bayern chegou ao segundo gol quando Müller, o lento e desajeitado segundo opinião de terceiros, empurrou a redonda para o fundo da rede, deixando os alemães classificados momentaneamente. Mas um brasileiro resolveu empatar a partida, Talisca (ex-Bahia) de falta fez um golaço para a equipe de Lisboa.

Opinião final
O Bayern não tinha o jogo ganho desde a partida em Munique, a verdade é que o Benfica estava desfalcado pela ausência de Jonas. Os times foram aguerridos e os americanos decidiram. Vidal, Talisca e Jimenez foram as peças que deram início e fim a grande partida em Lisboa. Bom empate, boa classificação e bom jogo. Parabéns ao Benfica pela garra e vontade, chegaram às quartas com chances, só que não foi dessa vez.

Próximo da final, Romário valoriza campanha do Dragão no Goiano

Foto: Assessoria de Comunicação Atlético-GO
Perto de conquistar um dos principais objetivos do ano, o Atlético Goianiense está classificado para a semifinal do Goianão. O time do lateral-esquerdo Romário finalizou a primeira fase na liderança do Grupo B com 30 pontos. O Vila Nova foi o segundo colocado do grupo com 21. Mas, mesmo classificado, a equipe rubro-negra passou por momentos de oscilações e críticas.

"Nós iniciamos a temporada muito bem, tivemos uma série invicta de oito jogos e precisamos valorizar tudo que foi feito ao longo da competição. Reconhecemos que poderíamos ter rendido um pouco mais na sequência, mas não faltou força de vontade. As críticas fazem parte do futebol e agora, mais do que nunca, vamos entrar focados nesses dois jogos da semifinal e conquistar uma vaga na grande final", disse o camisa 6.

O adversário na próxima fase será o Anápolis, justamente a equipe que tirou a invencibilidade do Atlético Goianiense. Após a série sem derrotas, o time comandado por Wagner Lopes perdeu por 1 a 0 para o Galo da Comarca, no Estádio Jonas Duarte, na 9ª rodada da competição. "No primeiro jogo contra eles, no Serra Dourada, nós vencemos. Infelizmente não conseguimos buscar os três pontos no returno, fora de casa. Vínhamos dessa sequência invicta e sofremos a primeira derrota. Nós conhecemos bem a qualidade do Anápolis, sabemos que não será fácil, mas estamos confiantes na nossa força e vamos buscar dois resultados positivos", lembra Romário.

O Atlético Goianiense enfrenta o Anápolis no próximo sábado (16), às 18h30, no Estádio Jonas Duarte. O jogo de volta será no dia 23 de abril, sábado, no Serra Dourada, às 16h00.

Clássico no Nordestão: A importância do Brocador

Em campo são onze jogadores, nove posições diferentes, porém apenas dois OFÍCIOS: O de centroavante e o de goleiro. Apenas eles podem colocar o seu labor na declaração de imposto de renda [já fez a sua?] devido a importância de sua função para as equipes em que atuam. O goleiro, o amaldiçoado solitário que se joga na grama que o diabo amassou, pouco influencia no jogo coletivo - mesmo com todas as implicações que o futebol exige atualmente com saída de bola e participação do camisa um com os pés - já o centroavante é peça vital do último terço do campo, é para ele que  as combinações ofensivas devem convergir proporcionando as melhores condições para que ele faça o que lhe obrigação, seu desígnio por direito: Empurre a gorduchinha no barbante.

Com os atuais sistemas de jogo e a quase abolição do ponta-esquerda -  via de regra ele tá pererecando no meio campo ou correndo atrás do lateral - a escalação enfim faz jus à definição exata de uma equipe de futebol: Nada mais que o 'recheio' entre o goleiro e o centroavante. O comandante da defesa e o comandante do ataque na PROA e na POPA da embarcação a desbravar os mares ludopédicos.

Por esse viés o torcedor do Bahia deve imaginar que a NAU tricolor deve enfrentar a atual temporada com menor risco de adernar quando o mar ficar bravio. Lomba retornou de Campinas mantendo a excelente forma de 2015, lembrando em certo momentos aquele Marcelo Lomba de 2011/2012. No último confronto contra o Fluminense de Feira atuação discreta e exemplar: Exigido na hora decisiva fez grande defesa e passou segurança nas vezes que o Touro do Sertão ameaçou a sua meta. Goleiro é a mais individual e específica das posições; ele pode fazer o que ninguém do time pode, mas precisa fazer bem e com regularidade; é a uma posição individualista com grande impacto no resultado coletivo.

O centroavante sofre, de certa forma, o inverso: É a posição que mais se beneficia da coletividade com grande impacto individual. Um time encaixado faz o centroavante se destacar mais. Isso por muita vezes atrapalha a avaliação dos predicados técnicos do cidadão. Hernane é um exemplo perfeito disso. À primeira vista é um mero finalizador que se beneficia do bom 'azeitamento' do mecanismo ofensivo do time. No detalhe é mais que isso.

Movimentação de Hernane é típica de quem é do RAMO. Tal qual um OURIVES ele possui o saber necessário para executar o que é preciso no tempo correto. Pode ser algo intuitivo ou pré-determinado, não importa. Ele acha os espaços entre os zagueiros e volantes, corre na maioria das vezes em direção ao gol em linha reta e está quase sempre um passo ou mais à frente dos defensores, no ponto futuro, antecipando a jogada.
Jogada simples e eficiente: Hernane sai, inverte o lance e ataca o espaço vazio. Observe que ele tem vantagem na corrida
Durante o tempo que esteve machucado o Bahia testou alguns jogadores ali: Zé Roberto corria errado, Jacó não ia bem quando precisava sair da área, Edigar Junio [que foi o melhor no período] não se desmarcava com tanta facilidade, Itinga ainda mostrava timidez para enfrentar os zagueiros. O time seguiu vencendo e fazendo gols mas a dinâmica de ataque não foi mais a mesma.
Capacidade de se deslocar para receber livre: Desmarcar-se só com movimentação. Diferença entre referência e CONE
Bahia tem números espetaculares esse ano - melhores até que os de 2015 à altura da temporada - e os de Hernane beiram a surrealidade. Com ele em campo o aproveitamento é 100%  a média de gols dele é superior a um por jogo [9 gols em 8 jogos] e foi eleito pela torcida o melhor em campo quatro vezes. Claro que será impossível manter tal média mas o desempenho no primeiro jogo após uma contusão séria - com retorno em tempo recorde - mostra a vontade e o comprometimento do atleta.

Bahia e Hernane terão um jogo desafiador esta noite. O confronto contra o Santa no Mundão do Arruda pela semifinal da Copa do Nordeste tem todos os elementos de um grande espetáculo: Tradição, torcidas apaixonadas, times motivados na luta pela Taça mais cobiçada do primeiro semestre. O Santa Cruz repagina-se com Milton Mendes - um time bastante ofensivo na teoria, com meio campo técnico e ataque veloz. O Bahia de Doriva que não encanta mas assombra pela eficiência: Dezesseis triunfos em dezenove jogos, 38 gols marcados  e 14 sofridos. Comparativamente o time reativo desse ano fez mais gols e sofreu menos que o modelo propositivo de Sérgio Soares nessa altura da temporada. Até agora um conteúdo melhor com uma forma muito diferente.
Tipo de lance que o Brocador é letal: Daí a importância da passagem dos laterais para criar essa alternativa 
Com o retorno de Danilo Pires no lugar do suspenso Paulo Roberto o Bahia que vai à campo depois da novela da Globo é bem próximo da equipe que se imagina 'ideal' para o primeiro semestre. Apenas a ausência de Tinga - por contusão - e a opção questionável  de Doriva por João Paulo Gomes ao invés de Moisés evitam uma possível unanimidade. Danilo retornando ao meio qualifica a infiltração no último terço do campo, a transição ofensiva com a bola e o contra ataque; Juninho segue sendo o construtor do meio - esse equilíbrio é fundamental para o time. No ataque é de se observar o comportamento de Edigar e Thiago - ambo possuem características próximas. Edigar teve um ótimo desempenho pela esquerda, justo onde Thiago Ribeiro costuma atuar. Como não são jogadores de beirada o apoio do laterais será importante para criar amplitude a abrir a defesa do Santa - até para facilitar a infiltração diagonal e o arremate a média distância de ambos.
Escalação do Bahia de hoje: Ofensividade e força no meio

Com tantos elementos postos à prova é um SACRILÉGIO não acompanhar esse jogo hoje. O jogo da fase classificatória foi sensacional, com Lomba em atuação perfeita. O Santa tem Tiago Cardoso e Grafite em sua embarcação. Os maiores tricolores do Nordeste se enfrentam hoje e só um dormirá sorrindo. Domingo tem o jogo de volta. Mas aí é outra história.  

Corinthians Americana vence e força mais um jogo da Liga de Basquete

Em noite inspirada das pivôs alvinegras, o Corinthians Americana venceu por 80x70 o Maranhão Basquete dentro de casa ao lado da torcida no Centro Cívico em Americana. Com placar agregado em 1x1, a decisão da equipe finalista da Liga de Basquete Feminino será na próxima quinta-feira às 19 horas no Centro Cívico.


O técnico Antônio Carlos comentou a respeito do jogo: Foi um jogo de ansiedade. Elas estavam nervosas antes do jogo, se precipitaram em alguns lances, mas no final deu tudo certo. Sabíamos que isto seria decisivo e transformamos isto em vontade. Agora é descansar e se preparar para buscar a vaga.

O Maranhão terminou o quarto inicial vencendo o jogo, chegou a abrir boa vantagem e no decorrer da partida o Corinthians foi crescendo e virou o placar. A partida foi tão equilibrada que no intervalo de jogo a partida estava empatada em 42x42.

Na volta do intervalo para os dois últimos períodos os times voltaram ligados, o alvinegro abria vantagem e deixava o clube maranhense encostar-se ao placar. Apenas no último quarto decisivo foi quando o Corinthians abriu 12 pontos de vantagem que conseguiu um pouco de folga e assegurou a vitória do Timão forçando o último jogo para ver que será um dos finalistas.

Destaque para a pivô Gilmara que somou 23 pontos e sete rebotes e a pivô Damiris com 20 pontos e oito rebotes. Em 11 jogos esta foi a décima vitória do Corinthians na LBF.

A pivô Gil comentou sobre o jogo: A nossa sensação é de alívio, felicidade e de dever comprido. Passamos por momentos difíceis na série, mas somos fortes. O Maranhão possui um grupo muito forte, mas conseguimos impor nosso ritmo e vencer. Vamos manter nossos pés no chão, já que quinta tem mais um jogo de vida ou morte para gente.

Jogo 1 – Maranhão 81 x 74 Corinthians;
Jogo 2 – Corinthians 80 x 70 Maranhão;
Jogo 3 – 14/04 (quinta), às 19 horas, no Ginásio do Centro Cívico, em Americana.

Isabela Macedo || @ismacedo_
Linha de Fundo || @SiteLF

Corinthians Audax perde no Rio de Janeiro

Precisando vencer para ter vida tranquila no Brasileirão o Corinthians Audax foi ao Rio de Janeiro enfrentar o Flamengo Marinha debaixo de muito sol e perdeu por 3x2. Protagonizando o segundo jogo da história dos clubes com equipes femininas (o primeiro foi em São Paulo na rodada passada), venceu o rubro-negro e totalizamos uma vitória para cada lado na rivalidade dos clubes.

Foto: Gilvan de Souza
Em jogo muito disputado para ambos os lados quem brilhou foram as goleiras que souberam segurar bem as chances adversárias. O primeiro gol só saiu nos acréscimos da primeira etapa com Bárbara mandando para os fundos das redes abrindo o placar para o time do Estádio da Gávea.

As cariocas abriram o placar em 3x0 com Larissa cobrando penalidade e em jogada de escanteio. O Timão buscou alcançar o empate, porém não conseguiu, mas a garra para encontrar os gols não faltou e claro, elas que sempre estão presentes nos lances protagonizando jogadas incríveis e gols, marcaram. Gabi Nunes descontou de pênalti e Byanca Brasil bateu no canto esquerdo da goleira anotando o segundo gol.

O resultado tira o Corinthians Audax da zona de classificação ficando em terceiro lugar com quatro pontos. São José é líder e Flamengo em 2º lugar. Iranduba é o lanterna.

Na próxima quarta-feira, o Corinthians Audax volta ao campo pelo Campeonato Brasileiro, às 19 horas, contra o São José, no Estádio Martins Pereira.

Isabela Macedo || @ismacedo_
Linha de Fundo || @SiteLF

Surpresas, classificados, rebaixados e muito mais do Paulistão 2016

E chegou ao fim a primeira fase do Campeonato Paulista e começará a fase em que ficamos de cabelos em pés, unhas roídas e coração acelerado. São oito equipes classificadas para os jogos de mata-mata e apenas uma levantará a taça no dia 08 de maio.


Sem muitas delongas o que já era esperado ocorreu: Os quatro grandes de São Paulo classificados, mas engana-se quem acha que foi moleza para os times, pois as equipes do interior chegaram preparadas e dentro de campo não deram moleza.

O triste é que algumas equipes boas que foram surpresas do campeonato foram desclassificadas. Vamos aos grupos...

GRUPO A

Pelo grupo A do Paulistão, nenhuma surpresa quanto à primeira colocação. O Santos, atual campeão, perdeu apenas um jogo durante a competição e assegurou a primeira colocação. Já a surpresa, ficou por conta do São Bento. A equipe do interior fez grandíssima primeira fase, não perdendo para nenhum dos grandes que enfrentou (empates contra Corinthians e Palmeiras e vitória contra o São Paulo) e promete fazer jogo duro contra o Peixe pela vaga na semifinal.

Pelo lado negativo do grupo, o Oeste terminou o campeonato com apenas 12 pontos e disputará a série A2 em 2017. Linense e Botafogo fizeram campanha mediana e ao menos asseguraram a vaga na primeira divisão.

GRUPO B

Com toda certeza foi o grupo mais disputado e emocionante nos últimos anos de Campeonato Paulista. As cinco equipes chegaram para última rodada com chances de classificação.

Os classificados foram Palmeiras, que mesmo com pouco futebol apresentado, conseguiu se arrumar nas últimas rodadas e São Bernardo, mas Ponte Preta, Ituano e Novorizontino não deixaram nada a desejar, e conseguiram pontuação suficiente até mesmo para classificar em outros grupos (o que é uma vergonha esse regulamento, já que eliminou equipes com campanhas melhores), mas se serve de alento, todos mantiveram seu lugar na primeira divisão para próxima temporada.

GRUPO C

O único dos quatro grandes que não conseguiu ter seu mando de campo no mata-mata foi o São Paulo que jogará diante do Audax que terminou na primeira colocação. Em um grupo onde o Tricolor Paulista oscilou muito, poderia ter ficado de fora se a Ferroviária não tivesse falhado nas últimas rodadas. Aliás, que campanha boa a da Locomotiva, bateu de frente com os grandes, com exceção do Santos, jogaram bem, mas as falhas desperdiçando pontos bobos não os mantiveram no jogo.

O XV de Piracicaba e Capivariano não atingiram a pontuação e caíram para a A2 do Paulista, a zebrada venceu apenas três jogos sem mostrar qualidade tática e objetiva de seus jogadores. A cidade de Capivari se despede da elite com apenas duas vitórias e uma campanha medonha.

GRUPO D

Líder geral, o Corinthians mais um ano seguido terminou a primeira fase em primeiro lugar restando saber se conseguirá esse ano levantar a taça. Perdendo apenas dois jogos (Santos e Palmeiras), o Timão chegará para enfrentar o vice-líder do grupo Red Bull Brasil que sempre se torna surpresa. Com campanha mediana e contando com o artilheiro da competição, Roger, o Touro Loko de Campinas não foi tão surpreendente como no ano passado dentro de campo, mas mais uma vez em seu segundo ano seguido na elite do Paulistão chegou às fases finais da competição.

Água Santa, Mogi Mirim e Rio Claro deixaram a desejar e ambos caem para a A2 do Paulistão. Destaque para o time de Diadema foi à goleada histórica em cima do Palmeiras por 4x1, mas a pontuação não foi suficiente para chegar à almejada Série D do Brasileirão. O Sapão vem com uma irregularidade de jogos já não é de hoje, e com o futebol apresentado não era esperado outra situação. Rio Claro não fez nada para surpreender, venceu apenas dois jogos e somou nove pontos, foi o pior time desta edição do Paulistão.

ARTILHARIA

No quesito “bola na rede” do campeonato, até aqui os candidatos à artilharia decepcionaram e abriram espaços para novidades do interior.

Roger, atacante do Red Bull Brasil, guardou 11 gols durante a primeira fase e igualou à marca de Ricardo Oliveira, durante todo o campeonato temporada passada. A lista segue com Rodrigo Andrade, meia do Audax, que marcou oito vezes e Wellington Paulista (sim, ele mesmo), anotando sete gols com a camisa da Ponte.

Ricardo Oliveira ficou com apenas seis gols até aqui. Porém ainda terá as fases seguintes para tentar alcançar ou até mesmo superar sua marca.

REBAIXADOS

Nesta temporada, uma das grandes novidades no Paulistão, foi à quantidade de times que cairiam para série A2 em 2017, seriam seis. Água Santa, Mogi Mirim, XV de Piracicaba, Oeste, Capivariano e Rio Claro foram às equipes de pior campanha e vão amargurar o rebaixamento para temporada seguinte.

PROJEÇÕES NO MATA-MATA

Santos X São Bento (sábado, às 18h30min)
Palmeiras X São Bernardo (segunda, às 21h)
Audax X São Paulo (domingo, às 18h30min)
Corinthians X Red Bull Brasil (sábado, às 16h20)

Num primeiro momento, fica evidente o favoritismo dos quatro grandes para classificação, porém pelo que o campeonato nos apresentou durante toda primeira fase, não será tão fácil assim.

Corinthians e Santos lideraram a classificação geral e são os “mais favoritos” dentre os oito classificados, mas mesmo com todo retrospecto e mando de campo, ambos não terão vida fácil, já que Red Bull Brasil e São Bento vêm de boas campanhas.

Palmeiras e São Paulo foram às equipes de campanhas mais irregulares, o time alviverde, por exemplo, ainda correu risco de não se classificar na última rodada, mas a vitória suada contra o Mogi Mirim garantiu a equipe na segunda fase. O tricolor paulista, apesar da série de resultados negativos, ficou na segunda colocação do grupo e dos grandes, com certeza terá o confronto mais difícil, contra o Audax fora de casa.

Isabela Macedo || @ismacedo_
Pedro Henrique || @peeedrito17
Linha de Fundo || @SiteLF

Aquecimento Olímpico: Triatlo e Pentatlo Moderno

O Triatlo e o Pentatlo Moderno são duas modalidades olímpicas que buscam encontrar os atletas mais completos por meio de uma combinação de esportes. O Triatlo é um esporte mais físico, engloba um quilômetro e meio de natação, 40 quilômetros de ciclismo e 10 quilômetros de corrida.

Já o Pentatlo Moderno é um esporte mais nobre, envolve Esgrima, 200 metros de natação, concurso de saltos do Hipismo e uma combinação de corrida e tiro esportivo.

Triatlo (Foto: regrasdoesporte)
No Hipismo, os atletas competem em um percurso de 350 a 450 metros com 12 a 15 obstáculos. Na combinação de Tiro Esportivo e Corrida, o atleta corre 30 metros até o estande de tiro, onde deve acertar cinco tiros certeiros no alvo e, por fim, percorre mais 1000 metros de corrida.

Nas duas modalidades, o vencedor é o atleta que obtiver o melhor desempenho na soma dos pontos dos três esportes, no caso do Triatlo e dos cinco esportes, no caso do Pentatlo Moderno.

Lá vem história...

O Pentatlo surgiu na Grécia Antiga no ano 708 a. C. como o esporte mais nobre dos Jogos Olímpicos da Antiguidade. O vencedor da modalidade era considerado o atleta mais completo dos Jogos e era aclamado como o vencedor da Olimpíada.

No início, a modalidade era composta por corrida, arremesso de peso, salto em distância e salto em altura. Os dois melhores atletas nas quatro modalidades combinadas se enfrentavam em uma luta para definir o campeão, tratado como um semideus na época.

No início do século XX, o Barão Pierre de Coubertin, fundador dos Jogos Olímpicos da Era Moderna, criou o Pentatlo Moderno, baseado na filosofia do esporte praticado na Grécia Antiga. O esporte estreou nos Jogos Olímpicos de 1912, em Estocolmo, na Suécia. A categoria feminina do esporte estreou nos jogos de Sidney, em 2000.

Seguindo os conceitos do Pentatlo Moderno, o Triatlo surgiu na década de 70. O esporte foi criado para definir quem entre o nadador, o corredor ou o ciclista tinha o melhor condicionamento físico.

A primeira grande competição da modalidade ocorreu em 1978, no Hawaii, em um evento chamado de Ironman Triathlon. O esporte ainda é recente no programa olímpico, foi introduzido pela primeira vez nos jogos de Sidney, no ano 2000.

RIO 2016

O Brasil já garantiu 446 vagas paras os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro. Duas delas vão para o Pentatlo Moderno e uma das melhores chances de medalha nos jogos está com Yane Marques. A brasileira é medalhista de bronze nos jogos de Londres, em 2012, e já esta garantida no Rio. O Brasil ainda tem uma vaga garantida no masculino, ainda sem atleta definido.

Yane Marques (Foto: COB)
No Triatlo, o Brasil tem pelo menos mais duas vagas garantidas para os jogos, uma no masculino e uma no feminino. O país ainda pode classificar mais quatro atletas, de acordo com os índices conquistados em campeonatos pré-olímpicos e no Mundial da categoria, que será disputado no dia 15 de maio.

Locais de competição: Forte de Copacabana, Arena da Juventude, Centro Aquático e Estádio de Deodoro.

O Forte de Copacabana será o palco de algumas modalidades olímpicas, dentre elas, o Triatlo. O trecho do ciclismo irá até a Lagoa Rodrigo de Freitas, passando pelo Cantagalo e retornando ao Forte de Copacabana.

Forte de Copacabana (Foto: Divulgação)
A Arena da Juventude vai receber as provas de Esgrima do Pentatlo Moderno. A Natação será no Centro Aquático de Deodoro. O Hipismo e o esporte combinado de Tiro Esportivo e Corrida será no Estádio de Deodoro.

O Estádio, a Arena e o Centro Aquático estão lado a lado, proximidade que vai permitir aos atletas e aos espectadores acompanhar de perto todas as cinco modalidades do Pentatlo Moderno.

Aproveite os jogos! Lucas Felipe (@lsouza73)

LEIA: Aquecimento Olímpico - Atletismo
←  Anterior Proxima  → Inicio

Inscreva-se no canal LFTV

Curta nossa página no Facebook

Siga-nos no Twitter

Mais lidas da semana