A SUA LINHA DE NOTÍCIAS

Tecnologia do Blogger.

Arquivo do blog

TWITTER

FACEBOOK

Premier League Brasil

Siga-nos nas redes sociais

Popular Posts

Quem sou eu

CLASSIFICAÇÃO

sexta-feira, 8 de julho de 2016

Unanimidades #14

Alô cartoleiros, com tristeza e muita revolta, foi assim que os três representantes das unanimidades deixaram seus apostadores. 

Para começar o resumo da rodada, Camilo foi nossa aposta de maestro, enfrentando o desesperado Santa Cruz e buscando se firmar na equipe titular da estrela solitária, o meia não conseguiu o destaque que esperávamos, contabilizando apenas 4.30 pontos e ficando com a maior pontuação de nossa escalação.

No ataque uma dupla de peso, mas que em campo não souberam balançar as redes, o Gladiador pela primeira vez teve a chance de vestir a camisa das Unanimidades, em um empate sem gols contra o Fluminense, o atacante sem inspiração marcou 1.40 pontos.

A revolta da rodada fica por conta do técnico Paulo Bento, que deixou Willian nossa terceira aposta no banco de reservas, e após sofrer o empate jogando contra o Vitória no Mineirão, colocou o jogador em campo faltando menos de 5 minutos para terminar a partida, sem muito tempo para mostrar suas habilidades, negativou 1 ponto, decepcionando milhares de apostadores.


Após uma semana de estudos e tentando esquecer a última rodada, contamos com a volta de meu colega Matheus Fernandes, escalando a equipe com: De Arrascaeta, Dudu e Luan.

Calma caro Marcelo, a cavalaria está chegando!


De volta com a parceria para resgatar o prestígio do quadro começamos com De Arrascaeta. Para um atleticano como o blogueiro aqui, escalar um jogador do Cruzeiro no cartola dói um pouco o coração, no Unanimidades mais ainda, contudo caro leitor, o compromisso aqui é técnico, é com a mitada, e o uruguaio parece que finalmente encontrou seu futebol sob o comando de Paulo Bento. Dos seus pés saem a maioria dos lances perigosos do Cruzeiro, seja com gols, seja com assistências. OBS: Nesse o Paulo Bento não mexe.


Nome: De Arrascaeta
Time: Cruzeiro
Posição: Meia
Preço: C$ 20,97

Se houver uma invasão alienígena na Terra nesse momento, e os ets nos perguntassem me levem ao seu líder, certamente o indicado não seria o presidente  Obama e sim um jogador do palmeirense, atual ponteiro do campeonato brasileiro. Na ausência do menino Jesus, eu ouvi um amém? o Unanimidades ficou entre dois coadjuvantes do poderoso ataque azeitado por Cuca. Dudu ou C.Xavier. No caso vamos de Dudu pela proximidade do gol, pelo drible fácil e pela grande possibilidade de liderar o ataque alvi verde contra o Santos principalmente através de assistências.


Nome: Dudu
Time: Palmeiras
Posição: Atacante
Preço: C$ 14,16


Após um trator desgovernado passar pelo Beira Rio pelos pés do grande Douglas rei das brejas, gente como a gente. O terceiro indicado tinha que ser gremista por uma questão moral. E dos jogadores do Grêmio sem sombra de dúvidas o mais perigoso é o atacante Luan, responsável pela alegria de vários cartoleiros, principalmente pelos seus gols sempre decisivos para a excelente campanha tricolor.

Nome: Luan
Time: Grêmio
Posição: Atacante
Preço: C$8,52


Muito boa sorte aos amigos cartoleiros, pois nunca é morto quem peleia, como diriam os amigos sulistas.

Xepa LF FC - #14

   Fala, Cartoleiros e Cartoleiras

    Senhoras e Senhores, quanta honra estar com vocês, brincar com vocês, mitar com vocês!

   Rodada passada foi certamente uma das mais estranhas já vista no Cartola. Pontuações medianas para baixo, jogo segunda-feira e o Xepa abaixou sua média.


   Após a longa sequência de pontuação acima da casa do 50, fizemos 44 pontos e continuamos fora do Top 10 da Liga Linha de Fundo. Entretanto, a queda é entendida, tendo em vista o objetivo de montar uma equipe barata. Por causa dos preços dos jogadores, sempre pontuamos bem no início dos anos e depois ficamos na faixa entre 40-60.

    A intenção é manter a média próxima de 55 pontos. E como disse o Confrade Alex, no Chuck Norris LF , mais importante do que mitar quando todos mitam, é pontuar bem quando a rodada é péssima. Assim, o nosso primo rico vem atuando de forma exemplar, entre os 1500 primeiros colocados da Liga Nacional.

    Sem mais delongas, vamos ao que interessa!

                                                              XEPA LF FC


Muriel – Inter:
Jogando fora de casa, contra o Santa Cruz, Muriel deverá ser bastante exigido pelo fato do time mandante estar desesperado atrás de uma vitória. Acreditamos em várias DD’s

Euller – Vitória:
O xará do Filho do Vento é a aposta da rodada. Com muitas opções na lateral, Euller foi o escolhido do Xepa. O jogador nunca negativou e diante do conturbado Fluminense, tende a sair com boa pontuação.

Edilson – Grêmio:
Outra aposta do Xepa. Vai enfrentar o Figueirense, na Arena do Grêmio, pode sair com SG e ainda pontuar bem no ataque. A maioria dos Cartoleiros deverá usar Diego Renan e Marcos Rocha.

Maicon – SãoPaulo:
O Deus da zaga foi expulso na Libertadores, com isso deverá jogar o Brasileiro. No Morumbi, vai ter a missão de defender o SG diante do pior ataque do campeonato, o América Mineiro.

Juninho – Coritiba:
Um dos zagueiros mais escalados da Rodada. No Couto Pereira costuma pontuar bem. O duelo será contra o Pimpão, do Botafogo. Tende a sair com SG.

Arrascaeta – Cruzeiro e Cazares – Atl-Mg
A meiuca quase sempre se repete, quando muito muda um, e nessa rodada não será diferente. Os dois terão jogos chaves na competição. O lado azul do estado vai jogar no Mineirão contra o Furacão. Já o lado alvinegro irá jogar em Brasília, contra o Flamengo.

Douglas – Grêmio:
Após passar o trator no rival Inter, Douglas tem a missão de comandar o meio do Xepa. Viva o Danone!

Alan Kardec – São Paulo:
Mesmo com os reservas, o favorito é o São Paulo. Contamos com o atacante que voltou a marcar um gol após longos meses.

William P. – Ponte:
Ultimamente tem sido um dos melhores da Ponte em relação ao Cartola. Jogando em casa, diante do incógnita Sport, o atacante tem boas possibilidades de deixar o dele.

Everton – Grêmio:
Nos últimos jogos tem sido mais importante do que seu parceiro Luan, e com a poucas cartoletas que vale é uma ótima aposta.

Argel – Inter:
Novamente não vamos poder conseguir escalar o treinador com maior número de jogadores no Xepa.

Com esses jogadores, com esses MITOS, O XEPA VAI MITAR!

   Abcs, Galera,

        Matheus Freitas  @_MFreitas9_

        Linha de Fundo    @SiteLF

Boca perde para Del Valle, mas gol fora o mantém vivo na Libertadores

Na noite desta quinta-feira, o Independiente Del Valle ganhou a equipe do Boca Juniors no Estádio Olímpico de Atahualpa pelo placar de 2x1, de virada. A equipe equatoriana fez valer seu mando de campo e a altitude, jogando agora o jogo de volta pela vantagem do empate.

PRÉ-JOGO

Antes mesmo de o jogo começar, ele já estava cercado por grandes polêmicas envolvendo frases dita pelo maior ídolo da equipe Xeneize, Juan Román Riquelme. O ex-jogador e lenda deu a entender que a semifinal seria fácil para a equipe Argentina, tendo em vista que o Del Valle não é considerada uma equipe grande nem mesmo em seu país. José Angulo, o artilheiro da equipe Equatoriana, rebateu as críticas dizendo que calaria Riquelme. E a princípio, calou.

O maior ídolo do Boca e vencedor de 3 Copas Libertadores, Riquelme esquenta o jogo antes mesmo do primeiro encontro
O JOGO

O Boca Juniors promovia a estreia de Zuqui e Benedetto. Fernando Zuqui, meia vindo do Godoy Cruz e tido como uma das revelações do campeonato Argentino e Darío Benedetto, atacante comprado do América do México, é a esperança Xeneize para suprir as saídas de Calleri e Osvaldo. O Independiente Del Valle manteve sua base e jogava com o entrosamento ao seu favor.

Logo aos 2 minutos de jogo, o time da casa criou sua primeira chance com Angulo, que acabou finalizando mal dentro da área e deixando o início de jogo ainda mais quente. Aos 5 minutos foi a vez do Boca responder, com uma bola cruzada na área por Zuqui que passou na frente de Cata Díaz e Pablo Pérez, mas ambos não a alcançaram.

O PRIMEIRO GOL

Aos 14 minutos, a equipe visitante marcou seu gol. Fernando Zuqui, que antes quase tinha colocado a bola na cabeça de Pablo Pérez, desta vez tabelou com o mesmo na entrada na área, devolvendo por último à Pérez dentro da área; o volante ajeitou a bola para a perna direita e chutou colocado no canto esquerdo do arqueiro. Um bonito gol de Pérez e que aumentava mais ainda a euforia da grande torcida Xeneize que compareceu ao jogo.

Pablo Pérez abriu o placar com um bonito gol
Após o gol, o time de Buenos Aires recuou excessivamente e foi muito mal defensivamente, dando ao time local todas as chances de empatar a partida. O prenuncio disso vinha no minuto seguinte após o gol, onde um cruzamento pela direita cruzou a área inteira e nenhum atacante do Del Valle conseguiu empurrar a bola pra dentro.

APAGÃO

Depois de todo o volume de jogo, chances criadas e pressão do time local, aos 38 minutos da primeira etapa, acabaram as luzes do Estádio Olímpico de Atahualpa. Situação que foi normalizada quatro minutos depois. Já a situação do Boca Juniors na partida, só piorava.

BOCA MARCA O SEGUNDO GOL, MAS O JUIZ NÃO VÊ

No último lance da primeira etapa, Pablo Pérez, que não se sabe ao certo se tentou chutar ou cruzar, manda uma bola venenosa na trajetória do goleiro Azcona, que literalmente entrou com bola e tudo. O goleiro do Independiente Del Valle se atrapalhou ao buscar a bola no alto e em sua aterrissagem, tendo passado com a bola inteira da linha. Nem juiz e nem bandeirinha viram e logo após o lance, aos 50 do 1º tempo, o juiz terminou o primeiro tempo.

O goleiro Azcona entra com bola e tudo. Seria o segundo gol do Boca Juniors ainda no primeiro tempo.
SEGUNDO TEMPO, GOLS E DOMÍNIO AMPLO DO INDEPENDIENTE DEL VALLE

O segundo tempo foi um ataque contra defesa. O time Equatoriano empurrou o time Argentino para o seu campo de defesa, que sem qualquer poder de contra ataque e se complicando na zaga, cedeu à virada.

Depois de tanto chutar, cruzar e tentar de todas as formas, o Del Valle saiu na frente. Aos 17 minutos do segundo tempo, depois de uma bola levantada na área, Leonardo Jara escorregou de uma maneira bizarra e a bola sobrou limpa para Cabezas, que ajeitou para esquerda e mandou uma "zurda" no canto esquerdo de Orión.

O Boca ainda tentou acordar na partida com os chutes de Lodeiro e Tevez fora da área, obrigando o goleiro Azcona a fazer uma boa defesa em um lance e só torcer no outro para a bola ir para fora.

Aos 31 minutos, toda a retranca e todas as falhas defensivas foram castigadas. Fabra, que já havia falhado ao furar uma bola dentro da área e quase ter entregado um gol, deu um passe completamente errado na saída de bola, que em um toque chegou ao artilheiro José Angulo, que fez uma linda jogada, tirando com um toque dois defensores do Boca e chutando cruzado no canto direito de Orión. Festa total entre jogadores e torcedores em Quito. José Angulo, mesmo que parcialmente, prometeu e calou Riquelme.

José Angulo, artilheiro da equipe, faz o gol da vitória do Del Valle e chega a 6 gols nessa edição da Libertadores.
Em um último suspiro, aos 49 da segunda etapa, o Boca Juniors perdeu uma chance inacreditável. Lodeiro cruzou a bola para o meio da área, Cata Díaz cabeceou, o goleiro Azcona fez uma defesaça e na volta, Betancur perdeu debaixo das traves, chutando em cima do goleiro que estava caído.

AINDA TEM 90 MINUTOS E A LA BOMBONERA PELA FRENTE

A derrota fora de casa não foi de tudo ruim pelas circunstâncias do jogo e pelo gol marcado, que dá a vantagem no critério de desempate: 1x0 basta. Temos mais time, mais camisa e a melhor torcida do mundo ao nosso lado!

La Copa Libertadores és mi obsesión, tenes que dejar el alma y el corazón ♫

Por: Rafael Yan || @rafaelyancabj

Com sequência invicta do Avaí na Série B, volante Luan valoriza período de folga na competição

Após uma série intensa sem descanso, entre viagens, treinos e jogos, o Leão da Ilha ganhou uma pausa de 10 dias antes do próximo compromisso contra o Oeste na Ressacada. No jogo de abertura da 15ª rodada, na terça-feira (05), o Avaí empatou com o Paraná em 0 a 0, fora de casa e soma cinco jogos sem derrotas, sendo três empates e duas vitórias. Para o volante Luan, esse período sem jogos, servirá para consertar alguns erros.

- Estávamos num momento ruim com quatro derrotas seguidas, mas o futebol é assim, é muito rápido, muito dinâmico, graças a Deus. Agora a nossa sequência melhorou, estamos há cinco rodadas sem perder e essa folga no calendário serve para trabalhar, acertar alguns erros. Temos coisas para melhorar, para evoluir. É uma folga merecida, porém de muito trabalho, avalia o volante.

O jogador de 27 anos, que chegou à Ressacada no início de junho, acredita que o time precisa, principalmente, melhorar o rendimento nos jogos fora de casa. O Avaí ainda não venceu como visitante. Em oito jogos longe de Florianópolis, foram cinco derrotas e três empates.

- Eu acho que fora de casa nós temos que agredir um pouco mais o adversário. Talvez esteja faltando um pouco de sorte também, como por exemplo, no último jogo contra o Paraná nós fizemos um bom jogo, tivemos oportunidades de fazer o gol, mas infelizmente não conseguimos concluir, mas creio que essa vitória está bem próxima, finaliza Luan.

Foto: SMM Assessoria de Comunicação

Chuck Norris Rodada 14: O inimigo agora é outro

Lembra quando eu disse que tão importante quanto pontuar bem quando todo mundo vai bem, era pontuar bem quando todo mundo vai mal? Pois a última rodada foi a prova prática disso. Em uma rodada em que poucos se destacaram, o Chuck manteve a sua boa regularidade e cravou 63,16 pontos. Recuperamos posições na Liga Nacional e estamos entre os melhores 1500 times do Brasil. Colocamos uma vantagem de quase quarenta pontos na Liga dos Colunistas do Linha de Fundo, porém um NOVO time entrou na liga com os mesmos 844 pontos do Chuck - liderança garantida nos centésimos. Ótimo, eleva o nível da liga e torna a disputa mais desafiadora. É manter a concentração e o ritmo, tem muito campeonato pela frente.

Para manter nossa média de 65 pontos por rodada, vale ressaltar que é fundamental fazer algumas apostas menos convencionais a cada rodada. Isso que será o diferencial do time. Na rodada passada não escalamos Romero - que mitou mitologicamente - mas fomos bem demais com Wilson (que não estava entre os mais cotados) e não perdemos SG na defesa; Rodrigão também foi uma boa sacada que compensou o péssimo desempenho de Gabigol; Arrascaeta elevou a pontuação do meio e também nos salvou da FLOPADA de Vítor Bueno. Para essa rodada um time com poucas mudanças, é hora de  ser criterioso e confiar na intuição para acertar as posições que devemos arriscar.

Com bastante antecedência para vocês pensarem em seus times, eis o Chuck Norris da segunda semana de julho:

ESQUEMA: 4-3-3        PREÇO DO TIME: 174,38
Fábio [Cruzeiro] - À exceção de Agenor na rodada 12 o Chuck tem se dado bem com goleiros que atuam fora de casa. Já mitamos com Wanderlei, Wilson, Gatito... Mas nessa rodada não estou confiando nos visitantes e o critério de goleiro pega esse caminho. O Cruzeiro tem uma das defesas mais vazadas do campeonato e isso esconde o bom desempenho de Fábio - 19 defesas difíceis no cartola.  Apenas dois jogos com SG, mas enfrenta o Atlético-PR que é um dos times com menos finalizações no campeonato. Além disso o Cruzeiro começa a dar sinais de ascensão com a chegada de reforços e a saída de alguns jogadores do departamento médico. Acho que o capitão cruzeirense não sai com menos de 11 pontos desta peleja.

Marcos Rocha [Atlético-MG] - Rodada favorável para escalar laterais. Os do Vitória são ótimas opções, assim como os de Inter e Grêmio. Mas serei conservativo e manterei Marcos Rocha porque o jogo será em campo neutro (Brasília) contra um Flamengo sem Guerrero e com um ataque que perde muita posse de bola (Cirino, Éverton e Vizeu). Especialidade de Rocha é roubadas  (três por jogo), não vale a pena tirar do time em um confronto tão favorável. 

Reinaldo [Ponte Preta] - Por motivos similares, Reinaldo também será mantido. Joga em casa onde o desempenho é quase sempre ótimo contra um adversário que tá capengando no certame. Além do mais o Sport é o time que mais sofre com LEI DO EX no brasileirão e Reinaldo jogou um bom tempo lá. Se a superstição nos ajudar vem MITADA por aí.

Fred [Grêmio] - O Grêmio segurou o Internacional no Beira-Rio com a zaga reserva. Contra o Figueirense bem desfalcado por questões médicas é quase obrigatório ter alguém do tricolor dos pampas na defesa. Escolhi Fred porque deve ser um jogo com muitas faltas e escanteios para o Grêmio e ele está devendo um golzinho nesse brasileiro.

Juninho [Coritiba] - Mantido mais uma vez na zaga, o xerife coxa-branca faz um campeonato impecável. Contra o Botafogo em casa chance de SG e de roubadas de bola, como sempre. 

Giuliano [Grêmio] - Confissão de cartoleiro: O Chuck não dá sorte quando escala Giuliano. Quando ele está fora do time entretanto marca gol e dá assistências, no plural. Tentando quebrar essa escrita, vou arriscar uma última vez. A média de pontos do Grêmio em casa é altíssima, vou escalar mesmo temendo me arrepender pela irregularidade do meia. 

Arrascaeta [Cruzeiro] - O uruguaio não sai do Chuck não? Com o desempenho dele até agora, não. Na única rodada que ele foi mal estava fora do time. No mais, só pontos e boa regularidade. No Mineirão então é confiança total em gols e assistências.

Cazares [Atlético] - Quem não seguiu o Chuck na última rodada e manteve o equatoriano teve um prejuízo de quase 4 cartoletas. Jogar no péssimo campo do Orlando Scarpelli não favorece a condução de bola do armador do Galo. No Mané Garrincha além de um campo melhor, Cazares enfrentará um adversário que vem pressionado por goleada e deve ceder espaço para contragolpes. Mesmo sem Fred na referência é jogo pro camisa 11 bagunçar o coreto de novo. 

Luan [Grêmio] - O contrário de Giuliano. Costuma trazer muita sorte ao Chuck. Acumula quatro rodadas de pontuações ruins, o que é absolutamente anormal para ele. Deve ser o mais escalado e uma das unanimidades da rodada. Se você está disputando posições no topo de alguma liga ou naquele mata-mata encardido, não vale a pena deixar ele fora do time. 

Sasha [Internacional] - Mesmo com boa média não é das escolhas mais convencionais da rodada. Porém, apesar do mau momento do Internacional, o Santa é o time que mais tem cedido pontos aos atacantes rivais. Atenção para essa dica preciosa: Nas últimas quatro rodadas Sassá, Neílton, Pottker, Azevedo, Romero e Luciano marcaram contra a defesa coral. Com Ariel como titular, Sasha deve atuar menos centralizado - como ele costuma render mais, desde os tempos de Goiás. 

Gabigol [Santos] - Sei que vocês estão achando que eu fiquei maluco. Sei que o primeiro impulso é tirar Gabigol do time após ele frustrar mais de 2 milhões de cartoleiros, especialmente por enfrentar um clássico na casa do rival que venceu todas com o mando de campo. No entanto o Palmeiras vem com desfalques importantes [entre eles Jesus], esse clássico tem sido bastante movimentado com gols nos últimos tempos e a joia santista costuma marcar contra os alviverdes. É só intuição, mas ele está escalado para fechar a rodada com chave de ouro na terça-feira.

Roger Machado [Grêmio] - Técnico com ótima média, time no G-4, atuando em casa, contra rival da parte de baixo da tabela em um domingo pela manhã. Se fizer sol, fará entre 7 e 8. Se chover, entre 6 e 7. Aposta mais segura da rodada. Vai na fé. 

ALEX ROLIM - @rolimpato - #BBMP
←  Anterior Proxima  → Inicio

Inscreva-se no canal LFTV

Curta nossa página no Facebook

Siga-nos no Twitter

Mais lidas da semana