A SUA LINHA DE NOTÍCIAS

Tecnologia do Blogger.

Arquivo do blog

TWITTER

FACEBOOK

Premier League Brasil

Siga-nos nas redes sociais

Popular Posts

Quem sou eu

CLASSIFICAÇÃO

terça-feira, 26 de julho de 2016

O Benfica da nova época, em busca do Tetra e Seis


O Benfica está em pré-temporada para 2016/17 com isto, os tricampeões portugueses voltaram das recessões, sem algumas caras conhecidas dos torcedores encarnados e com muitas novidades no elenco. Além disso, as Águias também realizaram torneios e partidas amistosas em Portugal, Inglaterra e na Áustria.

As partidas serviram para adaptação dos novos jogadores elenco e também para preparação para a nova temporada europeia repleta de viagens continentais que o Glorioso enfrentará nos seus jogos da Champions, onde já está garantido na fase de grupos como cabeça de chave por ser atual campeão nacional português. O único atleta benfiquista que ficou de fora das partidas entre os contratados e remanescentes foi o lateral esquerdo Eliseu. Campeão europeu com a seleção portuguesa o atleta está de férias e regressa aos trabalhos no clube apenas na quarta-feira, dia 3.

Novidades e Despedidas

Assim como já dito, os encarnados perderam alguns jogadores, dentre eles o "mágico" Gaitán e o miúdo Renato Sanches, para Atlético de Madrid e Bayern de Munique respectivamente, agora durante a preparação mais uma venda, o brasileiro Anderson Talisca foi negociado e já não faz mais parte do plantel benfiquista. Além dos três, um suplente que fez parte do tricampeonato português, sim, dos três títulos pelo clube e não teve seu passe comprado ou seu empréstimo renovado foi o lateral Silvio, que volta ao Atlético de Madrid.

Mas se uns vão, outros vêm. O Benfica contratou um total de oito jogadores oriundos de outras equipes, além de adquirir a compra de Mitroglou que estava na última temporada emprestado ao clube pelo Fulham e a compra do resto do passe de Raúl Jímenez do qual o clube só possuía apenas metade dos direitos. Os outros contratados foram: Kalaica, zagueiro croata vindo do Dínamo Zagreb; Celis, volante colombiano oriundo do Junior Barranquilla; André Horta, meio-campista que veio do Vitória de Setúbal; Franco "Chuky" Cervi, meio-campista argentino adquirido junto ao Rosário Central; Óscar Benítez, meio-campo que foi comprado junto ao Lanús e Andrija Zivkovic, meio-campista sérvio que foi contratado numa transferência livre, já que o atleta ficou sem clube ao fim do seu contrato com o Partizan. Caso semelhante o de André Carrillo, peruano que assinou com o Benfica um pré-contrato quando estava com seu corrente a terminar com o arquirrival Sporting, o que é permitido pela UEFA e pela FIFA.


Carrillo, Horta, Cervi e Benítez em suas apresentações.




O outro jogador que já está acertador, já fez exames apenas não foi apresentado oficialmente é o volante brasileiro Danilo Silva, que foi capitão da seleção brasileira sub-20, no mundial da categoria na Nova Zelândia, quando a seleção canarinho perdeu na final para a Sérvia. O atleta pertence ao Braga e jogou a última temporada pelo Valência por empréstimo, o Benfica também contará com o jogador da mesma forma, por empréstimo, mas terá prioridade de compra ao fim da temporada.

Os jogos da pré-época

PORTUGAL - ALGARVE CUP 

Benfica 0-0 Vitória de Setúbal (14/07)
Benfica 4-0 Derby County (16/07)


ESTÁGIO NA INGLATERRA - ST. JAMES PARK

Sheffield Wednesday 1-0 Benfica (20/07)
Port Vale 0-5 Benfica (Jogo treino 22/07)

CASHPOINT ARENA - AUSTRIA

Benfica 2-0 Wolfsburg (24/07) - (Por realizar)

EUSÉBIO CUP

Benfica - Torino (27/07)

AMISTOSO

Lyon - Benfica (31/07)

A expectativa criada para o Benfica é que o campeão volte, o elenco perdeu duas grandes peças na equipe titular, mas conseguiu repor com nomes de qualidade, é visto como uma equipe que pode ir forte tanto na Champions, para surpreender. E no Campeonato Português irá buscar sem dúvidas o tetracampeonato, mas agora o campeonato terá a disputa do FC Porto que contratou boas peças e um treinador a altura. Em breve o guia do campeonato português sairá e mais informações do futebol na terrinha para vocês.

#CarregaBenfica

Remo faz o dever de casa e retorna ao G4 do grupo


Na noite da ultima segunda-feira, 25, o Remo enfrentou o Cuiabá pela décima rodada da Série C. A torcida azulina compareceu em peso ao Estádio Olímpico do Pará para ver o Mais Querido ganhar com facilidade o Cuiabá e retornar ao G4 do Grupo A. Com muita cautela e paciência, o Remo conseguiu dominar o jogo e vencer a partida com gols de Yuri e Diogo Borges (contra).

Logo no inicio do primeiro tempo, Eduardo Ramos recebeu ótimo passe pela esquerda e tentou arriscar, mas estava impedido. O jogo se manteve morno e o Remo procurava trabalhar bastante a bola em busca de alguma brecha na defesa do Cuiabá, que estava jogando bem retrancado. Aos vinte e dois minutos, Eduardo Ramos novamente chegou com velocidade na pequena área, mas não foi bem sucedido na tentativa. Aos trinta e quatro minutos, Marcinho teve um chute defendido pelo goleiro Henal, Eduardo Ramos surgiu para o rebote, mas de novo o impedimento foi marcado. Finalmente aos quarenta minutos, Yuri chutou cruzado no canto direito e abriu o placar para o Leão.

No segundo tempo, o Cuiabá se fechou ainda mais na defesa, mas o Remo conseguiu manter o ritmo de jogo e mostrou muita paciência em campo. Logo aos cinco minutos, Edno conseguiu ultrapassar a zaga do Cuiabá, deu um belíssimo passe para Eduardo Ramos, que chutou para a defesa de Henal. Mas o zagueiro Diogo Borges tocou na bola no rebote e marcou contra.

Aos oito minutos, a pressão azulina continua e Fernandinho quase marcou o dele após outra falha da zaga do Cuiabá. O Cuiabá tentou chegar, mas só aos vinte e oito minutos, conseguiu assustar com um chutaço de Juninho, que arriscou de fora da área, mas o goleiro Fernando Henrique estava ligado no lance e espalmou para fora.

Com esta vitória, o Remo agora é o quarto colocado do grupo, com dezesseis pontos.

Fonte: ASCOM do Clube do Remo 
REMO
Fernando Henrique; Levy, Max, Henrique, Wellington Saci; Michel Schmoller, Yuri, Eduardo Ramos, Marcinho; Ciro e Edno
SUPLENTES
Vitor Prada, Ítalo, Murilo, Jussandro, Chicão, Alisson, Lucas Garcia, Allan Dias, Hericles, Fernandinho e João Victor

CUIABÁ
Henal; Douglas, Diogo Borges, Gean; Carlão, Julinho; Julio, Leo Salino; Alex William, Juba; Tiago Amaral.
SUPLENTES
André Luis,  Joílson, Maninho, Dedé, Kayo, Geovani, Uederson e Heltinho.

PRÓXIMO JOGO
O Remo enfrentará o ASA-AL no próximo sábado, 30, às 20h30min, no Estádio Municipal de Arapiraca, em Arapiraca-AL.

Texto: @Angel_Caldeira

O que o Falcão melhorou no Inter?

Claro que ele esta a pouco tempo de trabalho, mas ultimamente estava cada dia pior ver o Inter em campo. Falcão da sua casamata ao ver a sua camisa número 5 sendo usada por Fernando Bob deve ter vontade de dar um tiro em quem o contratou. Geferson é outro que não dá pra mensurar o quão ruim é, ainda não acredito que ele foi chamado para a seleção brasileira, sendo que eliminou o próprio time fazendo gol contra. Fabinho e Vitinho são dois jogadores sonolentos, mas que precisam estar jogando por que uma hora ou outra vão se ligar e render. Diferentemente de Anderson, que está cada vez pior e conseguiu ENGORDAR CINCO quilos DURANTE a temporada.

Mas chega de reclamações e vamos citar o que há de bom, o jogo do Inter foi muito ruim, não vencemos como precisávamos, mas na partida contra a Ponte Preta podemos ver algumas coisas onde o dedo do Falcão estava presente.

Foto: Deive Pazos.
O Inter conseguiu finalmente pontuar, foram cinco rodadas sem conseguir nenhum ponto sequer, e finalmente conseguimos um ponto, claro que não é muito, mas pra quem está indo para o fim do poço, uma erguida ajuda a dar uma esperança.

Poder de indignação, finalmente conseguimos ver o Internacional correr atrás do resultado e conseguir o desejado. Estávamos vendo muitas e muitas vezes nosso time tomar gols, baixar a cabeça e não conseguir mais fazer nada em campo.

Gols, o Inter marcou seu último gol contra o Botafogo na 11ª rodada, passaram quatro rodadas que o ataque colorado não conseguia fazer a rede balançar e ontem Valdívia depois de oito meses afastado dos gramados, voltou a fazer gol e o argentino Ariel marcou seu primeiro com a camisa colorada.

Isso é o começo da reação do Inter, foi o primeiro passo. De formiga, mas um passo à frente. Ainda o time precisa de muito para melhorar, o futebol ainda tá longe de qualquer expectativa, mas a reforma começou. Agora é hora de todos trabalharem, é possível conseguir os três pontos em casa em cima do Corinthians. Já melhorou alguns pontos, agora só falta a vitoria.

Sem títulos de expressão, o que a Inglaterra procura com Big Sam?

Um mês depois da vexatória eliminação para e inexpressiva Islândia nas oitavas de final da Eurocopa da França, a FA anunciou o novo técnico da Seleção Inglesa. Nomes de peso foram comentados, como Wenger, do Arsenal e Klinsmann, comandante dos Estados Unidos, mas os ingleses terão Sam Allardyce, ex-Sunderland, no banco de reservas.

Sam Allardyce tem 61 anos e fez bons trabalhos no West Ham, Newcastle, Blackburn e Sunderland. Foto: The FA
Sam é conhecido como um treinador para situações desesperadas, acostumado a trabalhar em clubes que lutam na parte debaixo da tabela. Como técnico, seu único título de expressão foi a Liga Nacional da Irlanda com o Limerick, em seu primeiro trabalho, em 1992. Na temporada passada, Allardyce assumiu o Sunderland com a missão de tirar o time da zona do rebaixamento e conseguiu.

A Inglaterra carrega o tabu de nunca ter vencido um jogo eliminatório na fase final da Eurocopa. Essa assustadora estatística, somada a coleção de fracassos recentes, coloca os Three Lions em um patamar abaixo das principais seleções mundiais. Todos esses fatores talvez expliquem a escolha da FA por um técnico acostumado a lidar com situações desfavoráveis, apostando na retomada de confiança dos seus atletas.

Com Allardyce, os ingleses buscam resgatar sua identidade para voltar a ser uma nação competitiva no cenário do futebol. A expectativa pela Seleção Nacional nunca foi tão baixa, os jogadores buscam identificação com a torcida e Big Sam, como é apelidado o novo comandante inglês, é conhecido por manter seus grupos unidos e focados em seus objetivos.

Esse parece ser o recado da Federação, um técnico sem resultados expressivos, mas com aquele velho perfil agregador de grupo. A ideia é que o elenco se feche com Allardyce e busque o primeiro grande objetivo, que é se classificar sem sustos para a Copa do Mundo de 2018, na Rússia.

Foi assinado um contrato de dois anos entre Allardyce e a Federação, sua estreia será em um amistoso, no dia 1º de setembro, em Wembley. O caminho em busca da vaga na próxima Copa do Mundo começa no dia 04 de setembro, quando a Inglaterra enfrentará a Eslováquia, em Trnava, em partida válida pela primeira rodada das Eliminatórias Europeias.

Lucas Felipe (@lsouza73)

Palmeiras perde a primeira em casa diante do Atlético-MG

Durou bastante, mas caiu a invencibilidade do Palmeiras no Brasileirão dentro do Allianz Parque. Jogando diante do Atlético-MG no “horário maldito” das onze horas (nas outras vezes, derrotas para Atlético-PR e Goiás), o Verdão teve seu primeiro revés. Menos mal que conseguiu manter a liderança mesmo com o tropeço.

Os primeiros minutos não foram ruins, com a tradicional pressão que o Verdão já se habituou a fazer nos seus adversários. Duas boas chances foram criadas, mas ficou nisso. Com boa marcação dos seus três volantes, o Galo dificultou muito as ações ofensivas palmeirenses, especialmente em função de uma manhã muito ruim de Cleiton Xavier.

Vagner fez sua estreia pelo Palmeiras, mas não conseguiu segurar o ataque do Galo.
(Foto: Globo Esporte)
A partir dos vinte minutos, o jogo ficou bastante travado e as equipes pouco criaram. A melhor chance foi dos visitantes quando Robinho apareceu bem e exigiu boa defesa do estreante Vagner. Victor pouco foi testado diante de um Palmeiras que não conseguiu criar alternativas.

O segundo tempo palmeirense foi ainda pior. Até começou bem com boa jogada de Erik, exigindo boa defesa do goleiro Victor. Aos poucos, porém, o Galo foi acertando a marcação e ainda conseguiu surpreender. Thiago Santos saiu machucado e, no primeiro minuto sem o volante em campo, os visitantes abriram o placar com Leandro Donizete (!).

O restante do jogo foi de erros constantes do Palmeiras, com excesso de bolas aéreas e facilitando muito a defesa atleticana. Victor não pegou nenhuma bola importante e o Galo segurou o Palmeiras, impondo a primeira derrota do time alviverde.

O DESTAQUE: em uma partida horrível do Palmeiras, quem conseguiu produzir algo foi Erik. Ele fez a jogada de maior trabalho em todo segundo tempo, mas depois caiu junto com o time.

BOLA MURCHA: mais uma vez responsável por articular o ataque palmeirense, Cleiton Xavier teve péssima partida e não conseguiu ajudar na criação de jogadas importantes. Acabou substituído.
←  Anterior Proxima  → Inicio

Inscreva-se no canal LFTV

Curta nossa página no Facebook

Siga-nos no Twitter

Mais lidas da semana