A SUA LINHA DE NOTÍCIAS

Tecnologia do Blogger.

Arquivo do blog

TWITTER

FACEBOOK

Premier League Brasil

Siga-nos nas redes sociais

Popular Posts

Quem sou eu

CLASSIFICAÇÃO

terça-feira, 23 de agosto de 2016

Antonio decide para o West Ham nos minutos finais

Na estreia do Olímpico de Londres na Premier League, os hammers venceram o jogo por 1-0. Partida bastante equilibrada que foi decidida apenas nos minutos finais. Os Hammers conseguiram a primeira vitória e subiram para décimo colocado, poderia ser melhor caso não tivesse saído perdedor na primeira rodada no clássico de Londres contra o Chelsea. Já o Bournemouth é o lanterna, vindo de uma derrota para o Manchester United.

O jogo foi bastante disputado e teve destaque dos dois goleiros, Artur Boruc do lado dos Cherries e Adrian pela equipe dos Irons. O West Ham foi muito bem marcado pela equipe do Bournemouth, chutou mais e também apanhou mais. A equipe de Londres soube ser mais precisa e assim pressionou até conseguir fazer o gol, claro que após a expulsão do Meio-campista Arter pela equipe do Bournemouth, tudo ficou mais fácil.

Vale falar também da festa feita pela torcida do West Ham, mesmo com alguns incidentes de torcedores que não obedeceram às regras e se mantiveram em pé. A organização e os seguranças da Premier League vão ter trabalho com isso, já que a torcida dos Hammers é uma das mais fanáticas e não vai dar o braço a torcer para o Futebol Moderno. E estão certos, a festa motiva sim o elenco, ainda mais em um estádio que tinha 56.977 adeptos presentes, recorde de público do estádio no ano que também já recebeu um jogo oficial pela Europa League.

Michail Antonio e seus companheiros comemorando o único gol da partida. (Foto: Independent UK)
Outro ponto a ser destacado é a força e presença de campo de Michail Antonio, depois da brilhante temporada passada, mostra que nessa podemos esperar muito mais dele. Jogou demais e mostrou para Bilic que deve jogar no meio de campo e não na lateral direita como vinha sendo escalado em algumas partidas. Antonio marcou no último jogo do Upton Park e no primeiro do Olímpico de Londres, um jogador realmente muito especial para o elenco e para a torcida.

Na próxima rodada o West Ham vai enfrentar o Astra Giurgiu, será a segunda partida pela segunda fase dos playoffs da Europa League, o jogo será no Olímpico de Londres às 15h45 no horário de Brasília. Vale lembrar que o primeiro jogo foi 1-1 e de certa forma os Hammers tem uma vantagem e se espera que se classifiquem para a fase de grupos da competição europeia. 

Thomaz Gomes | @thomazgomes_

COME ON YOU IRONS ⚒

Três pontos na marra em Itaquera

A noite da última segunda-feira (22) foi de Campeonato Brasileiro em Itaquera. Corinthians e Vitória entraram em campo para fechar a 21ª rodada do certame. Depois de sair atrás no primeiro tempo, mais na marra do que na técnica, o Timão buscou a virada e conquistou os três pontos.

Marlone foi destaque do jogo com um belo gol. Foto: Twitter @Corinthians 
Envolvido em uma possível negociação com o Sporting, de Portugal, o atacante André não foi nem relacionado para o duelo. Cristóvão optou por uma alternativa pouco usual, Guilherme, meio campo de origem, atuou mais a frente como um falso 9 ao lado de Romero. Marquinhos Gabriel e Rodriguinho municiavam os homens de frente e Elias e Bruno Henrique completaram a parte central do time.

A nova estratégia de Cristóvão surtiu o efeito esperado, o Corinthians apresentou mais mobilidade no ataque. Guilherme não ficou preso entre os zagueiros adversários e trocou frequentemente de posição com os outros meias do time. Mas o Timão mais uma vez pecou na finalização das jogadas e não conseguiu ir às redes do Vitória.

O castigo pelas falhas no ataque veio aos 43 minutos. Os visitantes se lançaram a frente e após um cruzamento da esquerda, Yago tentou cortar, mas acabou mandando a bola para as próprias redes. Sem tempo para uma reação, o Corinthians foi para o vestiário em desvantagem no placar.

Na volta para os últimos 45 minutos, o técnico Corintiano promoveu a entrada de Marlone na vaga de Romero. O garoto que sempre é cobrado pela torcida para ter mais oportunidades, respondeu à altura. Aos 6 minutos, em jogada individual, Marlone acertou um belo chute de fora da área e empatou o jogo.

Ainda faltava mais capricho na conclusão das jogadas e foi no improviso que Marquinhos Gabriel arrancou a virada aos 26 minutos. Após cruzamento de Uendel, o camisa 31, com o peito, empurrou para o gol e fez o 2 a 1 para os donos da casa. O final do jogo foi de posse de bola do Vitória, mas sem conseguir chegar ao gol de Cássio.

Com os três pontos, o Corinthians chegou aos 37 no campeonato e ocupa a terceira colocação, atrás de Atlético Mineiro (38) e Palmeiras (40). O Timão volta a campo no próximo sábado (27/08), às 16h, quando enfrenta a Ponte Preta, em Campinas, pela 22ª rodada do Brasileirão.

Lucas Felipe (@lsouza73)

FC Porto goleia a Roma fora de casa e está na fase de grupos da UCL

Portugueses vencem italianos por 3x0, com duas expulsões do lado romano

O Porto venceu a Roma por 3x0, no jogo de volta pelo play-off da Champions League. Na partida de ida, as equipes ficaram num empate, por 1x1. Nesta terça-feira (23), seria um dia para os Romanos quebrarem o tabu de nunca terem vencido os Dragões, mas não aconteceu. Com gols de Felipe, Layún e Corona; os tripeiros estão na fase de grupos da competição de clubes mais importante do planeta.

A Roma venceu no fim de semana, pelo Campeonato Italiano, a Udinese por 4x0 e vinha confiante enfrentar o Porto. Já os Dragões venceram o Estoril em casa, por 1x0 e o gol veio no fim da partida. Os italianos não puderam contar com Vermaelen (suspenso) e Florenzi (machucado).

No começo do jogo, não foi muito diferente da partida de ida, a Roma já começou assustando. Nos minutos iniciais, Casillas fez uma boa defesa, num chute forte, de média distancia, do Nainggolan. Mas aos oito minutos de partida, Otávio cobrou falta para dentro da área e Felipe por trás da zaga cabeceou, fazendo Porto 1x0. Resultado que já dava a vantagem para os Dragões. O brasileiro, ex-Corinthians fez gol contra no primeiro jogo e no segundo se redimiu fazendo a favor.

De vilão à herói. Felipe marca o gol que abriu o placar no Estádio Olímpico (Fonte: Yahool)
Com o jogo muito truncado no meio de campo, as chances não apareciam. Mas num bom lançamento para o Dzêko que tocou para Salah chutar e Casillas defender, a Roma assustou o Porto. O espanhol defendeu com o pé esquerdo. Na reta final do primeiro tempo, o experiente De Rossi deu uma entrada criminosa no lateral-direito Maxi Pereira e acabou sendo o expulso, já o jogador do Porto teve que ser substituído, para a entrada de Layún.

A arbitragem deu seis minutos de acréscimo no primeiro tempo. E quase deu tempo para os portugueses ampliarem o placar, após passe de Otávio, Herrera chutou colocado e a bola passou muito perto. E o primeiro tempo terminou com vantagem para o time azul e branco. No começo da segunda etapa, o brasileiro Emerson deu uma forte entrada em Corona e também foi expulso.

O Porto tinha dois jogadores a mais em campo e tirou vantagem disso. Num contra-ataque puxado por Herrera, o mexicano tocou para seu compatriota Layún que driblou o goleiro e fez o segundo dos Dragões, deixando o confronto praticamente definido. Se não bastasse, dois jogadores do México infernizando os italianos, o outro mexicano Jesus Corona deu um drible desconcertante no zagueiro e fechou o placar, 3x0.

A Roma enfrentará o Cagliari, fora de casa. Já o Porto vai visitar o Sporting, no clássico português. Além disso, os portugueses também aguardam o sorteio da fase de grupos da Champions League que vai acontecer nesta quinta-feira.

Stuani marca duas vezes e Middlesbrough vence o Sunderland fora de casa

Stuani decide e Boro vence a primeira na Premier League. (Foto: Divulgação/BBC Sport)

Se nesta edição da Premier League não teremos o Tyne-Wear Derby, teremos o Tees-Wear Derby e no primeiro embate desde derby, quem levou a melhor foi o Middlesbrough, que venceu o Sunderland em pleno Stadium of Light por 2 a 1. É a primeira vitória do Middlesbrough na elite do futebol inglês desde 2009.

Jogando em casa, a equipe de David Moyes tentou começar o jogo indo pra cima, mas foi surpreendida aos 13 minutos, quando Stuani acertou um chute de rara felicidade no ângulo de Mannone, colocando o Boro em vantagem. Empolgado com o gol, o Boro começou a se expor mais e, consequentemente, levar mais perigo. Aos 20’, Gastón Ramírez recebeu passe de cabeça de Negredo e encheu o pé para boa defesa do arqueiro dos Black Cats. No minuto seguinte foi a vez de Forshaw ter a chance de ampliar pro Middlesbrough, mas acabou finalizando pra fora.

O Sunderland só foi assustar a meta defendida por Valdés aos 27 minutos, quando Rodwell aproveitou o espaço que tinha e experimentou de pé direito, mas a bola acabou subindo mais que o desejado. Quando o primeiro tempo se encaminhava para o final, outro duro golpe para o Sunderland. Após boa jogada individual, Negredo tocou para Stuani que não titubeou e ampliou para o Middlesbrough já nos acréscimos da primeira etapa.

Perdendo por 2 a 0, não restaram alternativas para o Sunderland na segunda etapa. A equipe de David Moyes precisou ir pra cima para diminuir o prejuízo e, com isso, passou a oferecer contra-ataques para os visitantes. Mas a tática suicida quase surtiu efeito aos 3 minutos da etapa complementar, mas Djilobodji cabeceou sem precisão, facilitando a defesa de Víctor Valdés. O Sunderland passou a dominar o jogo, mas a falta de precisão na hora de arrematar para o gol custou caro. Somente aos 26’ da etapa complementar, após perder inúmeras chances, que Van Aanholt descontou para os donos da casa.

O gol acordou o Middlesbrough, que saiu da postura defensiva que estava e voltou a propor mais o jogo, o que acabou dificultando qualquer chance de reação do Sunderland, que escapou de tomar o terceiro gol nos minutos finais. Ao fim do jogo, vaias para o time da casa, que continua sem pontuar no campeonato. Na próxima rodada, ambas as equipes vão jogar fora de seus domínios. O Sunderland enfrenta o Southampton no St. Mary's, enquanto que o Boro terá o West Bromwich pela frente.

Vermelho, Branco, Preto e Dourado - Parabéns Weverton

Weverton. Campeão Paulista do Interior de 2010.
Como torcedor do Botafogo-SP, não poderia deixar passar a oportunidade de falar do goleiro que foi monumental na conquista da primeira medalha de ouro olímpica do Brasil no futebol, e que em 2010, foi fundamental para o nosso Tricolor mais bem amado de Ribeirão Preto, conquistar o título de campeão do interior.

O título que hoje não se é mais disputado diretamente por jogos, na época colocava frente a frente, os quatro times mais bem colocados no estadual, que não fossem da capital, para disputar o título de campeão paulista do interior. Na oportunidade, não só Weverton nos ajudou na conquista daquele título, mas também coroou a volta do Tricolor a competições nacionais, depois de quase dez anos.

Daqui vem meus parabéns para o goleiro titular do último título que faltava para nossa seleção, e os agradecimento pelos serviços prestados ao Botinha. Nem que por um período de tempo pequeno, quem honra o manto tricolor, sempre é lembrado. Parabéns muralha!

O Rubro-Negro agoniza...

Foto: ECVitória / Divulgação
Brasileirão Série A 2016, 21ª rodada. O Vitória viajou a São Paulo para visitar o Timão e tentar um triunfo para se afastar do Z4. O time de Vagner Mancini tentou praticar um estilo de marcação mais moderno, o esboço só durou 10 minutos.

RESUMO

O Esporte Clube Vitória terá que fazer um returno um pouco melhor se não quiser amargar um rebaixamento. Penso que podemos fazer pelo menos 23 pontos e nos salvar. Então vejo que o time deve focar nos confrontos diretos que teremos no Barradão, a começar pelo de domingo contra o Santa Cruz, quando todas as forças devem ficar focadas. Assim também para os confrontos contra América, Botafogo, Figueirense e Cruzeiro, adversários diretos na luta contra o Z4.

Acima em nosso ultimo texto deixei preparada a melhor forma de se safar da Série B 2017. Mas parece que o clube desconhece a importância dos confrontos diretos e jogos de seis pontos. Pois já perdemos a oportunidade empatando com o Santa Cruz em casa.

Vejo que o resultado friamente contra o Corinthians foi aceitável e normal. No entanto a forma que aconteceu e somada aos pontos perdidos no Barradão jogam a autoestima já combalida do esquadrão no chão.

Então não vejo outra coisa a dizer ao torcedor se não cravar que se não vencermos o América e Botafogo em Salvador, jogaremos a Série B em 2017 infelizmente.

Olha quanto alertei aqui desde janeiro. Lembram-se do texto que informo que o Vitória entraria na Série A atirando no escuro? Pois é pessoal, eles negligenciaram.

É o que temos para hoje!

É isso aí galera!

Seja Sócio SMV!

Por @AdsonPiedade

FICHA TÉCNICA

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Yago, Balbuena e Uendel; Bruno Henrique (Cristian), Romero (Marlone), Rodriguinho, Elias e Marquinhos Gabriel (Giovanni Augusto); Guilherme. Técnico: Cristóvão Borges

VITÓRIA: Fernando Miguel; Diogo Mateus (Euller), Victor Ramos, Kanu e Diego Renan; Willian Farias, Marcelo (Tiago Real) e Cárdenas (Serginho); Vander, Kieza e Marinho. Técnico: Vágner Mancini

Local: Arena Corinthians, em São Paulo (SP)
Data: 22 de agosto de 2016, segunda-feira
Árbitro: Bruno Arleu de Araújo (RJ)
Assistentes: Dilbert Pedrosa Moisés (RJ) e Thiago Henrique Neto Correa Farinha (RJ)
Público: 20.207 pagantes (total de 20.473)
Renda: R$ 930.524,00
Cartões amarelos: Balbuena e Fagner (Corinthians); Marinho, Diogo Mateus, Vander e Marcelo (Vitória)

Gols:
CORINTHIANS: Marlone, aos 5’, e Marquinhos Gabriel, aos 26 minutos do segundo tempo;
VITÓRIA: Yago (contra), aos 42 minutos do primeiro tempo

Botafogo goleia o Guaratinguetá, encosta no Guarani, e fica muito perto da classificação na Série C

Botafogo-SP em Sertãzinho.
Na manhã de ontem, em Sertãozinho, no interior de São Paulo, o Botinha venceu mais uma na Série C, e diminui agora para dois pontos, a desvantagem que tem para o líder de seu grupo, o Guarani, que foi derrotado ontem fora de casa, para o Boa Esporte, de Varginha. O resultado não só coloca o Tricolor de Ribeirão perto da liderança de seu grupo, como também perto da liderança geral do torneio. O que no caso, daria o direito ao Pantera a disputar todos os jogos decisivos na fase mata-mata, dentro de casa.

O Botafogo agora se prepara para um desafio mais difícil. O próximo compromisso do Tricolor será fora de casa, na fria Caxias do Sul, contra o bom time do Juventude. Jogo essencial para as pretensões de se consolidar rumo à segunda fase.

O JOGO

O gramado pesado atrapalhou um pouco o início de jogo do Botinha, que aos poucos mostrava sua melhor condição técnica superior ao adversário, e começava a mandar na partida. O Guará, praticamente todo postado atrás, se segurava como podia e tentava explorar os contra-ataques, mas sempre sem sucesso.

O Botafogo pressionou pelas jogadas de ponta e chegou ao primeiro gol aos 33 minutos. Serginho, um dos homens de frente muito contestado pela torcida, fez grande jogada pela ponta direita e passou para Daniel, que tentou o arremate, mas foi pressionado pelo zagueiro. A bola sobrou para Isac, outro muito questionado, livre, encher o pé esquerdo e estufar as redes defendidas por Flaysmar. Era o primeiro gol do atacante pelo Pantera, que caiu nas lagrimas após o tento. A fase era muito ruim, e a torcida em cima, pressionava demais o atleta.

O Tricolor de Ribeirão manteve a pressão, teve uma boa chance de cabeça com Tiago Marques, outra vez muito bem, e até marcou o segundo gol, nos acréscimos do primeiro tempo, mas o gol acabou sendo invalidado, já que o atacante da ocasião, Serginho, estava impedido. 

Tiago Marques: Dois jogos, dois gols na competição.
O Pantera voltou para o segundo tempo querendo resolver a parada logo no início e não correr perigos. Logo aos 11 minutos, Daniel Borges, outra vez jogando muita bola, cruzou da direita na cabeça de Tiago Marques, que subiu mais que a zaga e testou firme para fazer o segundo do Pantera e o seu segundo gol em dois jogos pelo Tricolor. Jogador indicado pelo treinador Márcio Fernandes, vai mudando os ares do ataque na competição.

Não deu nem tempo para o Guaratinguetá respirar e o Foguinho já estava fazendo o terceiro. Tiago Marques, sempre ele, cruzou rasteiro da direita e Isac, que estava a poucos metros do gol, complementou de letra. Golaço! E de quebra o fim de um jejum incomodo, fazendo dois gols. Com o placar dilatado, Márcio Fernandes aproveitou para mudar seu time. Colocou Carlos André e deu a primeira oportunidade para Leleco e Sousa, recém-chegados.

O contestado Isac, marcou duas vezes frente ao Guará.


















O quarto gol do Pantera não demorou a sair. Aos 33 minutos da etapa complementar, Serginho recebeu na entrada da área e, de pé direito, colocou rasteiro no canto do goleiro do Guará. Só faltava o dele para fechar a convincente vitória fora de casa, em Sertãozinho. Vitória não, goleada.

Veja os gols:

⚽ Isac (0-1, 33'PT)
⚽ Tiago Marques (0-2, 9'ST)
⚽ Isac (0-3, 11'ST)
⚽ Serginho (0-4, 33'ST)

Atalanta estreia com derrota em casa

Em um jogo movimento e com sete gols, a Atalanta não vendeu barato a vitória da Lazio na volta da Liga Italiana.


Quem foi ao estádio estava empolgado com o início de mais um ano para a Atalanta, mas não contavam com um gol tão rápido. Embora, a partida tenha iniciado com chances dos dois lados, quem levou a melhor foi a Lazio. Após 15 minutos jogados, Ciro Immobile recebeu bom passe de Savic e, frente a frente com o goleiro, bateu cruzado para abrir o placar. Continuando no ataque, cinco minutos depois a equipe visitante ampliou com Wesley Hoedt.

Até aí um triste início para os donos da casa, que até criaram chances, mas não foram incisivos. Contrário a isso, a Lazio aproveitou mais uma oportunidade e fez 3 a 0 com uma bela finalização de Cristiano Lombardi.

Porém, o segundo tempo foi bom. Logo aos 49’, Alejandro Gomez finalizou forte do meio da área, mas o goleiro defendeu. Depois de algumas faltas a favor da Atalanta, pelo lado da Lazio, Immobile teve mais uma clara oportunidade de ampliar ainda mais o placar do jogo, mas bateu para fora. Enfim, gol dos mandantes. Franck Kessié finalizou com o pé direito e contou com uma ajudinha do goleiro Federico Marchetti para diminuir a vantagem. Aos 63’, após boa trama, Kessié aproveitou o rebote do goleiro, e fez o segundo. Passados 88 minutos, Dusan Basta aproveitou o mau posicionamento da defesa e deu uma boa assistência para Danilo Cataldi chutar para o gol livre: 4 a 2. Já nos acréscimos, Andrea Conti chutou de longe, a bola parou no pé de Andrea Petagna para fazer 3 a 4 e dar números finais ao jogo.

INFORMAÇÕES SOBRE A PARTIDA:

Data: Domingo, 21 de agosto de 2016
Horário: 15h45min (horário de Brasília)
Local: Estádio Atleti Azzurri d'Italia.

Atalanta: Marco Sportiello, Rafael Toloi, Ervin Zukanovic, Cristian Raimondi, Franck Kessie, Andrea Conti, Jasmin Kurtic, Boukary Drame, Alejandro Gomez, Leonardo Spinazzola e Alberto Paloschi.

Lazio: Frederico Marchetti, Wesley Hoedt, Stefan de Vrij, Jordan Lukaku, Dusan Basta, Marco Parolo, Lucas Biglia, Sergej Milinkovic-Savic, Ricardo Kishna, Ciro Immobile e Cristiano Lombardi.

A Atalanta volta a campo no dia 28 de agosto contra a Sampdoria, fora de casa.

Mertens salva Napoli diante de Pescara

Bem vindo leitor a estreia um tanto quanto amarga do time de Nápoles, algumas ausências das novas transferências deixaram ele sem criar muitas chances, porém vimos mais uma vez um time bem montado e com uma filosofia ofensiva aplicada por Sarri.

O Napoli entrou em campo em um 4-3-3, com Milik no banco o time ficou sem uma referencia. Na parte da defesa estava frágil o Pescara se aproveitou e foi mortal em duas jogadas e marcou com Benali e com Caprari já no final do primeiro tempo, porém o time de Nápoles não estava mal, tocava a bola com mais propriedade e adiantava mais a marcação.

O segundo começou e o jogo praticamente era o outro, Milik e Mertens entraram. Até os 60' nada mudou o Napoli martelava, fazia uma boa marcação até que... Surgiu ele: O grande Mertens fez dois gols em 3 minutos, muito eficiente e mandou um recado para Insigne, a sua vaga de titular esta ameaçada, Milik também entrou e virou a referência no ataque e quase virou a partida, quem também entrou foi Zielinski outra bela contratação do time napolitano, como toda a luta o jogo acabou assim 2x2.

 
O próximo jogo do Napoli é uma parada dura, contra o Milan, porém agora em casa no estádio San Paoli, Sábado (27) às 15h e 45 min (Horário de Brasília).

Apesar de tudo FORZA NAPOLI SEMPRE!

@gabrielcec__

Leicester e Arsenal ficam no zero no reencontro da torcida com os campeões

Parecia replay da última temporada, Leicester e Arsenal se enfrentavam pela segunda rodada da Premier League 2016-17 e se algum torcedor estivesse desavisado poderia confundir-se com alguma reprise. As duas equipes mantêm seu mesmo estilo de jogo, o Leicester abdicando da bola para aproveitar os contra-ataques e o Arsenal com seu estilo de ditar o jogo e atacar o adversário.

Vindo de derrota na estreia para o Hull City por 2 a 1, os atuais campeões, que reencontravam sua torcida após a temporada perfeita que culminou com o título da Premier League 2015-16, precisavam se reerguer no campeonato porém tinha uma pedreira pela frente, o Arsenal. Atual vice-campeão inglês, os Gunners também vinham de derrota em um jogo espetacular contra o Liverpool na primeira rodada e queriam também os primeiros três pontos na temporada, porém não foi isso que as duas torcidas viram dentro das quatro linhas. 

Vardy disputa a bola com Coquelin, cena corriqueira no jogo. (Fonte: SkySports)
Do lado do Leicester, nada de novidade. A equipe de Ranieri mantém o futebol que jogou e foi campeã no ano passado com Mahrez, Okazaki e Vardy no setor de ataque e dando a bola ao adversário e jogando na base do contra golpe. Dessa vez não deu, a equipe de Wenger soube abafar muito bem as respostas dos Foxes e assim foram poucas as chances do Leicester em campo. É importante ressaltar a lesão de Mendy que teve de ser substituído por Andy King que deu uma leve acordada no time ofensivamente.

O Arsenal pouco assustou, também, um futebol fraco e com Alexis Sanchez sacrificado como centroavante, os Gunners pouco fizeram com a bola no pé durante o jogo e só com a entrada de Ozil e Wilshere o setor ofensivo do time pareceu ter chegado para o jogo, mas o goleiro Schmeichel impediu o gol do time londrino.

No fim do jogo os donos da casa ainda ensaiaram uma pressão pra cima do Arsenal, mas não deu, ficou tudo como começou e as duas equipes somam apenas um ponto em seis disputados. Para o Arsenal, é possível uma recuperação nas próximas rodadas. Para o Leicester, é preciso tomar cuidado para que o clima de festa acabe a tempo de o time se recuperar psicologicamente e no futebol em si para que o time leve uma temporada de calendário cheio de forma tranquila.

Go Foxes.
←  Anterior Proxima  → Inicio

Inscreva-se no canal LFTV

Curta nossa página no Facebook

Siga-nos no Twitter

Mais lidas da semana