A SUA LINHA DE NOTÍCIAS

Tecnologia do Blogger.

Arquivo do blog

TWITTER

FACEBOOK

Premier League Brasil

Siga-nos nas redes sociais

Popular Posts

Quem sou eu

CLASSIFICAÇÃO

sexta-feira, 16 de setembro de 2016

Chuck Norris Rodada #26: CRISE? Vamos ao ataque!

Depois de atingirmos a melhor colocação da história do quadro parece que o OLHO GORDO agiu forte e as três últimas rodadas foram RANDOMICAMENTE desastrosas para todo mundo porém com um efeito NEFASTO sobre o time mais simpático da franquia Linha de Fundo. Pela primeira vez na temporada pontuamos ABAIXO da média dos cartoleiros [28 pontos]. Ainda estamos no TOP 500 e o projeto TOP 100 segue firme. Para isso convocamos o COMITÊ DE CRISE e medidas drásticas foram tomadas: Mudança de esquema, estratégia ousada na defesa e meio-campo/ataque extremamente finalizador e goleador. Tudo isso para tentar alcança, quem sabe, MÍSEROS 50 pontos. Tempos de crise, expectativa baixa e esperança alta. Eis o time da VIRADA, escalado em um ousado 3-4-3 e custando MÍSEROS C$ 157, 23: 

AGENOR [Sport] - Magrão é o maior goleiro da história do Sport, mas atravessa uma fase terrível. AGENEUER teve poucas oportunidades e ainda não conseguiu manter o SG em nenhum jogo, mas tem LASTRO e bom histórico de defesas difíceis. O Coxa vai a Recife bem desfalcado no meio e ataque, o que é um ALENTO.

ERNANDO [Internacional] - O jogo é de vida ou morte para o time gaúcho. Qualquer resultado que não seja o triunfo será uma HECATOMBE. Roth vai fechar a casinha e tentar uma bola alçada na área. 

PAULÃO [Internacional] - Mesmo cenário de Ernando. Com a vantagem de ser um zagueiro com melhor média de roubadas de bola. 

GEROMEL [Grêmio] - Para sair da pior crise técnica do ano o Grêmio precisará do bom desempenho de seu melhor defensor. Confiamos no zagueiro de seleção, na defesa e no ataque [quem sabe?]

DIEGO SOUZA [Sport] - Na Ilha do Retiro ele vira um monstro. Às vezes até demais. No clássico contra o Santa teria mitado não fosse a expulsão. Nessa rodada contamos apenas com gols e assistências.

VITOR BUENO [Santos] - Santos na Vila não tem dúvida: Escale Bueno!

DIEGO [Flamengo] - Rodada passada foi o sacrificado após a expulsão de Márcio Araújo. Nessa é a principal esperança para o Flamengo alcançar a liderança.

CAMILO [Botafogo] - Demos um descanso a CAMITO na última rodada porquê o confronto era complicado. Desta vez, mesmo fora de casa, o craque da cabeleira enfrentará um time que precisa vencer e deve dar mais espaços.

ROBINHO [Atlético-MG] - O Galo preservou seu principal goleador no meio de semana esperando o clássico. Ele não deve decepcionar.

ÁBILA [Cruzeiro] - Artilheiro só estreia quando faz gol em clássico. Jogo no Mineirão promete muito gols. WANCHOPE deve ir às redes contra a defesa do Galo que é bastante vazada.

LUAN [Grêmio] - De pleiteante a título a meio de tabela. Se o Grêmio quiser algo mais nessa temporada, Luan precisa decidir. E ele não costuma falhar.

OSWALDO DE OLIVEIRA [Sport] - Sport tem sido forte na Ilha e enfrenta um adversário direto pelo rebaixamento. Time deve sufocar o Coxa e conseguir um bom resultado.

ALEX ROLIM - @rolimpato - #BBMP

Southampton estreia com o pé direito na Europa League

Resultado de imagem para southampton x sparta praha jay rodriguez
Charlie Austin marcou dois gols na vitória de ontem (Foto:mirror.uk)


O Southampton derrotou nesta quinta-feira (15) o Sparta Praha, da República Theca, na estreia da UEFA Europa League por 3 a 0 com gols de Charlie Austin, duas vezes, e Jay Rodriguez, no Saint Mary's Stadium que recebeu mais de 25 mil pessoas. Com esse resultado, os Saints assumiram a liderança do grupo K e na próxima rodada irão até Israel enfrentar o Hapoel Be'er Sheva enquanto o Sparta recebe a Internazionale, na capital Theca.

Primeiro tempo

O jogo começou eletrizante para os ingleses que logo aos cinco minutos, Charlie Austin teve sua tentativa de cruzamento cortada com a mão por Costa e o juiz assinalou a penalidade. Antes da cobrança, Tadic e Austin se entranharam para decidir quem iria bater, mas acabou deixando com o atacante que cobrou no canto esquerdo abrindo o placar.

O jogo era muito bom, muito corrido e muitas chances. O Sparta quase empatou o jogo quando Karavaev cruzou pela direita e Julius quase marcou. Mas, foi só. Os Saints chegaram mais uma vez com Austin que obrigou o goleiro a fazer uma boa defesa. Aos 27 minutos, Martina recebeu pela direita e cruzou, a bola bateu no defensor e voltou para o próprio que fez outro lindo cruzamento de três dedos e encontrou Austin, ele cabeceou no canto direito ampliando a vantagem pros ingleses, 2 a 0.

Segundo Tempo

O segundo tempo começou bem mais morno do que o primeiro, ambos os times sem muito poder de ataque, mesmo assim, os Saints ainda levavam mais perigo com boa jogada de Tadic que pela esquerda, puxou para o meio e o goleiro fez uma defesa segura. Os thecos como não tinham nada a perder, foram pra cima e quase marcaram com o experiente Lafata, que chutou dentro da área um chute forte e obrigou Fraser Foster a fazer uma  boa defesa. Aos 77 minutos, Austin saiu e deu lugar a Jay Rodriguez. Já no final do jogo, aos 90 minutos, o próprio recebeu um passe de Shane Long e tocou para o gol fazendo o terceiro gol e fechando o caixão, 3 a 0 Southampton.

Um fato curioso que ocorreu após o segundo gol do Southampton, foi uma pequena briga de alguns torcedores do Sparta com a polícia. O próximo compromisso dos Saints será no domingo, dia 18 de setembro quando receberá o Swansea pela Premier League às 10h15 (Brasília).


Flu tenta mas tropeça diante da Chapecoense em casa


Fala, Guerreiros!

Quando pensávamos que iriamos embalar depois daquela grande vitória contra o Atlético MG e atuação na ultima segunda-feira , não foi desta vez .O primeiro tempo parecia nosso e já o segundo nem tanto, mais uma vez a Chapecoense nos vence e  deixa em uma semana decisiva no brasileirão. Nós torcedores não entendemos o porque de nunca ganharmos da chape, freguês , será?

Casa lotada e muita empolgação vindo das arquibancadas, o Fluminense, sem Wellington suspenso no ultimo jogo por levar o terceiro cartão , não jogava está partida. No entanto, não pensávamos em uma atuação tão desagradável quanto foi ontem .

Vamos ao primeiro tempo, ao contrário do ultimo jogo, Levir entrou com Marquinhos(MEIA) e Magno Alves(ATC) , meio duvidosa, confesso. O time até que começou bem, pressionando e fazendo grandes jogadas tanto pelo meio , quanto pelas laterais e fazendo o Gol logo aos 4’ do Primeiro Tempo , com Cícero de cabeça .Sem levar sustos e perigo vindo da Chape, o primeiro tempo foi bem tranquilo, com mais posse de bola dos nossos guerreiros , terminando assim 1x0 Fluminense .




Foto: Nelson Perez/Fluminense FFC  
Gustavo Scarpa



Com a volta do segundo tempo  não pensávamos que levaríamos tantos sustos vindo da Chapecoense, sabíamos que o Magnata não aguentaria todo o segundo tempo mas foi uma besteira ter entrado com ele e não o ter mantido na partida mas substituir o Marquinhos e colocar o Henrique Dourado  foi uma decisão errada, acabando assim com a nossa referencia na frente e no meio. Pronto! Com toda essas alterações duvidosas do nosso técnico, o fluminense parecia ali está totalmente perdido, sem alcançar perigo no Gol da Chape e criar jogadas que poderiam nos levar ao segundo Gol e vencer a partida. Levir errou ou não errou? E tivemos ainda no segundo tempo, a entrada de Ayrton no lugar de William Matheus que sentiu uma lesão. A Chape não errou, fez seu papel e se aproveitou dos erros do Fluminense e empatou a partida com Cléber Santana aos 8’ do Segundo tempo. Mesmo com tantas dificuldades , acreditávamos na vitória mas não deu mais uma vez, aos 43’ do Segundo Lourency  Marca e decide a partida.



Não deu torcida tricolor, com uma atuação péssima dos nossos guerreiros não levamos os 3 pontos que nos colocaria somente a 2 do G4. Agora teremos uma semana difícil pela frente, domingo pegamos o Grêmio fora ,precisamos ganhar ou ganhar , não tem outro jeito e espero que o nosso querido técnico não invente novamente.

Abraços!

Bianca Wanlume

Xepa LF - #26

  Fala, Cartoleiros e Cartoleiras

Senhoras e Senhores, meninas e meninos, quanta honra estar com vocês, brincar com vocês, mitar com vocês.







Mais uma rodada passando dos cinquenta e cinco pontos, outro primeiro lugar dentre os quadros do site, e para completar, tomamos o topo no mês da Liga Linha de Fundo.

A média dos Cartoleiros foram menos da metade dos nossos pontos. Com 59 pontos conquistados, ocupamos a melhor colocação na Liga Nacional: 11 mil no mês. Lembrando que só podemos montar um time com até 120 cartoletas.

Agora, sem mais delongas, vamos ao que interessa:

                                                          XEPA LF FC






Jaílson – Goleiro
Fazer um time não senti saudades do Prass, é muito difícil, entretanto, Jaílson conseguiu tal feito. Em Itaquera, o clássico será bem disputado, acreditamos que o goleiro não sairá com SG, porém, com bastantes DD’s.

Victor Ferraz – Lateral
Jogando na Vila, o Santos só decepcionou contra o Figueirense. Diante do Santinha, o Peixe tem que ir para cima e terá que contar com os laterais, já que a tendência é que o adversário esteja bem fechado.

Edilson – Lateral
No jogo dos “desesperados”, Grêmio e Fluminense precisam mostrar se ainda almejam algo a mais do que a posição mediana. O Tricolor Carioca, em três jogos na Arena, ainda não marcou um gol.

Réver – Zagueiro
Diante do Palmeiras, o Flamengo mostrou-se um grupo unido, bem postado por Zé Ricardo. A dupla de zaga Vaz e Réver são um dos destaques. Agora, contra o Figueirense, no Pacaembu, o defensor do Pentacampeão Brasileiro foi o primeiro a ser escolhido.

Gustavo Henrique – Zagueiro
Contra o Santa Cruz, na Vila, o jogo apresenta ser sem grandes dificuldades – o que é uma incógnita nesse campeonato. Apostamos no defensor santista por ser a “segurança” dos pontos.

Camilo – Meia
Jogando dentro ou fora do Rio de Janeiro, Camilo mostrou-se ser um dos melhores jogadores do Campeonato. O Botafogo com ele é um, sem ele é outro. Desde a estreia contra o Inter, o Glorioso respirou aliviado e parecer ter fincado a bandeira no meio da 
tabela.

Vitor Bueno – Meia
Uma das revelações do Brasileiro. Jogando na Vila é sempre mortal. Vitor Bueno é um dos melhores meias do momento. O jovem jogador é um dos mais escalados dessa rodada.

Diego – Meia
Assim como o rival Botafogo, o Flamengo acertou em cheio na contratação de um camisa 10, mesmo sem ele vestir a 10. Chegou e pareceu nem sentir o longo tempo fora do Brasil.

Marinho – Atacante
Uma das maiores figuras do Campeonato. Sempre ativo, participando de todos lances, Marinho é a grande aposta do Xepa nessa rodada, diante do Botafogo.

Kempes – Atacante
Que cheirinho de Gol. Nas duas vezes que colocamos KempesGol, o Mito não nos decepcionou. Agora, contra a Ponte Preta, um jogo aberto, Kempes tem a missão de balançar as redes e ajudar o Xepinha.

M.Bolaños
A maior duvida do Xepa. Assumo. Sem comandante, o Grêmio vai encarar o Fluminense, outra incógnita. Apostamos num jogo truncado, com o Equatoriano decidindo o jogo.

Dorival – Técnico
A lógica de escalar o treinador do time que tem mais jogadores no Xepa.



        Com esses jogadores, com esses mitos, O XEPA VAI MITAR!


Abçs, Galera,

Matheus Freitas   @_MFreitas9_


Linha de Fundo   @SiteLF

Diário de um freguês

A palavra Chapecoense na vida de um torcedor do Fluminense, causa dores de cabeça intermináveis, desde que subiu para a série A do Brasileirão, o Verdão segue invicto nos confrontos contra os cariocas, são cinco vitórias e um empate.

Foto: Jorge Rodrigues/Agência Eleven/Gazeta Press
Relembrando um pouco os confrontos, como não lembrar da antológica goleada aplicada pela Chape em 2014, ou a virada em 2015 por 3x2 quando a equipe se livrou de qualquer possibilidade de rebaixamento, jogando ambas partidas no mágico Maracanã.

Em 2016 jogando na Arena Condá, o Flu enfim conseguiu roubar um ponto do Verdão, quando segurou o empate em 0x0. Já na partida desta quinta-feira (15), tudo voltou a sua normalidade, em um primeiro tempo abaixo do que se espera, a equipe voltou a campo decidida a sair com a vitória, e com gols de Dener e Lourency, virou o placar e garantiu mais um ano de freguesia contra os cariocas.

O técnico Caio Júnior vem fazendo um grande trabalho frente a Chapecoense, para este duelo, resolveu poupar o capitão Cleber Santana, Josimar que voltava de suspensão ficou com a vaga, ao lado de Gil e Matheus Biteco. Outra alteração foi a saída de Bruno Rangel, e a nova chance ao atacante Tiaguinho, vindo do Metropolitano.

Com ótimo público, quem começou atacando na primeira etapa foram os donos da casa, que vindo de ótima fase, abriram o placar logo aos 4 minutos, quando Scarpa cobrou falta na cabeça de Cícero, que livre de marcação empurrou para o fundo das redes. O gol inflamou ainda mais o torcedor, que jogava junto com a equipe, que por pouco não ampliou novamente com Cícero, chutando da entrada da área, que passou perto da meta, e depois na cabeçada do volante, para brilhante defesa de Danilo.

Do lado da Chapecoense, a equipe enfrentava sérios problemas na armação de jogadas, e não conseguia encaixar os contra-ataques, na melhor oportunidade Josimar dominou no peito, e chutou forte, passando muito próximo a meta de Júlio César.

Com o placar em desvantagem, Caio Júnior não estava satisfeito, sacando Matheus Biteco e voltando pra a segunda etapa com o capitão Cleber Santana. O Fluminense por sua vez fez duas alterações, Maranhão ex Chape e Ayrton entraram nas vagas de Magno Alves e William Matheus.

O Verdão precisava sair para o ataque, com a qualidade do capitão, não demorou para empatar a partida, em jogada rápida, Tiaguinho avançou pela esquerda e encontrou Dener, na entrada da área, o lateral bateu cruzado, sem chances para o Júlio César, empatando a partida.

Com o empate no placar, o Flu teve que sair em busca da vitória, logo em seguida Marcos Júnior bateu forte, Danilo fez grande defesa, no rebote foi a vez de Cícero chutar, e o goleiro pular no cantinho para salvar novamente.

Aos 15 minutos, a estrela de Caio Júnior brilhou novamente, o técnico tirou Arthur Maia e colocou o jovem Lourency, vindo da base do Verdão. Na primeira o garoto puxou belo contra-ataque em velocidade, cortou o marcador, mas finalizou mal, desperdiçando boa oportunidade. Mas na segunda não deu chances para o goleirão Júlio César, nos minutos finais, Cleber Santana cruzou, Josimar desviou no primeiro pau, e a bola caiu livre para Lourency, que de cabeça só empurrou para o fundo das redes, garantindo mais três pontos e a escrita nos confrontos diante dos cariocas.

A vitória rendeu diversas zoações na internet, os internautas não perdoaram mais uma vitória e a freguesia sobre o Flu. Já em campo vimos um primeiro tempo desastroso, percebemos o quanto Cleber Santana é importante, sendo o cérebro da equipe. Com ele em campo na segunda etapa, a velocidade de Tiaguinho e o oportunismo de Dener e Lourency, a virada foi questão de tempo. Vale destacar também as seguidas grandes atuações do goleiro Danilo, que parece ter reencontrado o futebol de 2014, o goleiro que salvou a equipe diante do Coxa, voltou a operar milagres, garantindo mais uma vitória.

O Verdão não tem muito descanso, e inicia uma maratona de jogos importantes, no domingo (18), recebe a Ponte Preta, na Arena Condá, às 16h. Uma vitória deixa a equipe ainda mais próxima do G4. Já no meio de semana, viaja para a Argentina, para enfrentar o Independiente, que eliminou o Lanús e duela com a Chape na Copa Sul-Americana, as datas e horários ainda a definir.

Aos amigos tricolores, só resta esperar até ano que vem, ou melhor vocês nem pensarem na Chapecoense, evitando qualquer tipo de pesadelo durante suas noites de sono. Faltam 8 pontos para o primeiro objetivo, que é evitar o rebaixamento, em seguida é hora de pensar maior, já que alguém tem que representar e orgulhar o estado de Santa Catarina, coisa que nossos queridos rivais tanto na série A, quanto na série B não vem fazendo, um abraço!


Marcelo Weber || @acfmarcelo

Ufa! Com gol de Wesley, São Paulo se distancia do Z4

São Paulo vence, se distancia do Z4 e complica o Cruzeiro



Após finalmente ganhar o primeiro jogo no comando do São Paulo (contra o Figueirense), Ricardo Gomes preparou o time para se reerguer no Brasileiro, precisando assim de uma vitória contra o Cruzeiro. E com gol de Wesley, o São Paulo somou mais 3 e foi para 34 pontos.

Ricardo Gomes apostou na mesma formação utilizada no domingo, 4-5-1, com Cueva e Kelvin nas pontas auxiliando Chávez que estava centralizado. Além da posição do peruano, a posição de Wesley também é uma certa novidade, já que nos últimos jogos ele vem atuando como meia "armador", e até então é onde ele está se saindo melhor. 

Apenas o São Paulo jogou no 1º tempo, o Tricolor conseguia pressionar a saída de bola do Cruzeiro, não o deixando com espaço para trocar passes. O time da casa chegou com perigo logo no início da partida com um chute de fora da área de Wesley, esse o goleiro pegou, mas o outro, no final da 1ª etapa, Rafael não conseguiu alcançar a bola e o meia abriu o placar para o Tricolor. Após o intervalo, Mano "arrumou" o time mineiro e esse começou a chegar com mais perigo, fazendo Denis aparecer - e bem - no jogo. Porém, mesmo com maior pressão cruzeirense, quem quase marcou foi o Tricolor. Chávez foi agredido dentro da área (sem a bola) por Manoel, o zagueiro foi expulso, Chávez cobrou o pênalti, porém chutou fraco e Rafael defendeu. Assim, a partida terminou por 1 a 0 para o Tricolor.

O destaque positivo do jogo foram Wesley, Buffarini e Denis. O goleiro foi acionado poucas vezes, mas se saiu muito bem em todas. Já o lateral e o meia, não desistiam de nenhuma jogada, dividiam e roubavam a bola. Vale a pena lembrar que diferentemente de Michel Bastos, após a confusão no CT, Wesley preferiu mostrar para a torcida que merece estar no elenco são-paulino, não ficar "com medo" e querer sair. Por outro lado, o destaque de modo ruim, foi Thiago Mendes. Ao contrário de Buffarini e Wesley, o volante parecia não se importar com o jogo, não corria e muito menos entrava em alguma dividida com jogadores cruzeirenses, as poucas vezes que a Raposa chegou com perigo, foram em bolas perdidas por ele.

Com esse resultado, São Paulo chega aos 34 pontos, permanece em 12º. São 8 pontos do G4 e 6 do Z4. Já o Cruzeiro fica com 29 pontos, 1 ponto do Z4. Próximo jogo do Tricolor é contra o Atlético-PR, na Arena da Baixada, domingo (18/09) às 16h.

FICHA TÉCNICA
Local: Estádio Cícero Pompeu de Toledo, Morumbi - São Paulo
Gols: Wesley (SP)
Cartão Vermelho: Manoel (CEC)
Arbitragem: Diego Almeida Real (RS-ASP-FIFA), auxiliado por Alexandre A. Pruinelli Kleiniche (RS-CBF-1) e Jose Eduardo Calza (RS-CBF-1)

SÃO PAULO
Denis; Buffarini, Maicon, Rodrigo Caio e Mena; Hudson (João Schmidt), Wesley e Thiago Mendes; Cueva (Carlinhos), Chávez e Kelvin (Luiz Araújo). Técnico: Ricardo Gomes

CRUZEIRO
Rafael; Lucas (Ezequiel), Manoel, Bruno Rodrigo e Edimar; Henrique, Lucas Romero e Rafinha (Marcos Vinícius); Robinho, Willian e Rafael Sóbis (Alisson). Técnico: Mano Menezes

Com boa sequência do Avaí na competição, volante Luan garante equipe comprometida em busca do acesso



Após vitória por 2 a 1 diante do CRB, no Estádio Rei Pelé, na última rodada, o Avaí diminuiu a distância para o G4 na Série B do Campeonato Brasileiro. O Leão da Ilha está invicto há cinco rodadas, sendo quatro vitórias e um empate, está em nono lugar com 36 pontos, dois a menos que o CRB, que é o quarto colocado na tabela de classificação. Para o volante Luan, o bom momento é uma soma de fatores.

- Até pouco tempo estávamos em uma situação bem complicada na competição e agora as coisas começaram a dar certo para nós. Claro que a mudança no comando técnico mexe com o time, mas nós fomos mais compactos, determinantes e os resultados começaram a aparecer, avalia o volante avaiano.

Apesar dos bons resultados, o discurso na Ressacada é de manter os pés no chão, pois ainda restam 13 rodadas para o término do campeonato e qualquer deslize pode comprometer o objetivo final do grupo, que é o acesso à elite do futebol brasileiro.

- Sabemos que ainda falta muito para alcançar a nossa meta e, a postura nos próximos jogos, deve ser a mesma das últimas partidas, uma equipe comprometida, buscando a vitória com muita inteligência. Nosso foco é jogo a jogo, com vitórias dentro de casa e conquistando pontos fora também, só assim vamos conquistar o nosso objetivo, garante.

O próximo compromisso do Leão da Ilha é neste sábado (17), às 16h, diante do Bragantino, na Ressacada. No 1º turno, a equipe de Bragança Paulista venceu por 1 a 0.

- Nós esperamos que agora o resultado seja diferente. Contamos com a presença do torcedor avaiano e que ele possa nos apoiar até o final para conseguirmos mais uma vitória, que será um passo muito importante para o acesso, finaliza Luan.

Foto: André Palma Ribeiro

←  Anterior Proxima  → Inicio

Inscreva-se no canal LFTV

Curta nossa página no Facebook

Siga-nos no Twitter

Mais lidas da semana