A SUA LINHA DE NOTÍCIAS

Tecnologia do Blogger.

Arquivo do blog

TWITTER

FACEBOOK

Premier League Brasil

Siga-nos nas redes sociais

Popular Posts

Quem sou eu

CLASSIFICAÇÃO

segunda-feira, 10 de outubro de 2016

Sampaio Corrêa 2 x 0 Luverdense – Não há nada perdido!

O Sampaio Corrêa recebeu a Luverdense no Estádio Castelão, às 16h do último sábado (08), pela 30ª rodada e fez o dever de casa. Em um jogo movimentado, o tricolor maranhense obteve um ótimo resultado, 2 x 0, diante da equipe mato-grossense e aumentou as esperanças de sair do Z4 e de se livrar do rebaixamento.

Thiago Santos marcou o seu primeiro gol com o manto tricolor (Foto: Elias Auê)



A formação inicial da Bolívia Querida contou com apenas uma alteração em relação ao jogo anterior, Carlos Coppetti no lugar de Diogo Orlando, lesionado. Assim como no jogo contra o Brasil-RS, o Sampaio iniciou o jogo com uma proposta ofensiva e assustou a defesa adversária logo no primeiro minuto. Após uma jogada trabalhada em contra-ataque, houve um bate-rebate na pequena área e Gustavo Marmentini, na sobra, finalizou no centro do gol para a tranquila defesa de Diogo Silva.

Aos 4 minutos, o Luverdense respondeu. Paulinho cruzou da esquerda, Alfredo cabeceou com perigo e Rodrigo Ramos fez ótima defesa, espalmando a bola para o lado. Lucas Sotero, pelo Sampaio, arriscou um chute de fora da área, aos 6 minutos, mas a bola saiu à esquerda do gol. O time visitante tentou novamente com Alfredo, aos 11, mas a bola passou ao lado da trave.

O primeiro gol tricolor saiu aos 13 minutos. Éder Sciola lançou da direita para o centroavante Thiago Santos, que dominou no canto direito da área e ainda sob uma justa marcação conseguiu finalizar com maestria no lado oposto, “beijando a bochecha” da rede. Foi um belíssimo gol, abrindo a contagem no marcador.

O Luverdense não se amedrontou diante do resultado parcial adverso e, aos 31 minutos, quase empatou a partida. Moacir tabelou com Jean Patrick na direita e cruzou para a pequena área. Alfredo, novamente ele, finalizou sozinho, mas Rodrigo Ramos, em tarde inspirada, trabalhou bem ao defender à queima roupa.

O Tricolor de São Pantaleão chegou ao seu segundo gol, aos 46 minutos, após uma bobeada da defesa claudicante do time mato-grossense, que errou a saída de bola na intermediária e Hiltinho tocou para Thiago Santos na área. O camisa 9 chutou, o goleiro defendeu, mas, na sobra, Diego Lorenzi, sozinho, só empurrou a bola para o fundo das redes, aumentando a vantagem boliviana.

O segundo tempo começou com o LEC tentando assustar. Aos 4 minutos, Ricardo arriscou de fora da área, mas o arqueiro boliviano defendeu com segurança. Aos 13, Alfredo ganhou a disputa de bola na área e finalizou colocado para a ótima defesa de Rodrigo Ramos. Enercino, que entrou no segundo tempo, recebeu cruzamento de Éder e cabeceou fraco no canto direito de Diogo Silva, aos 24.

Enercino teve nova chance de aumentar o placar, aos 28 minutos. Em contra-ataque, Hiltinho tocou na esquerda para o meia tricolor, que na entrada da área cortou a marcação e chutou na trave direita do goleiro do time mato-grossense. Já nos acréscimos, o tricolor maranhense teve mais uma oportunidade. Pimentinha, desequilibrado, conseguiu se livrar de dois marcadores, driblou o terceiro e cara a cara com Diogo Silva, chutou para cima, mas o goleiro espalmou para fora.

O apito final do árbitro determinou a vitória tricolor e acendeu mais uma chama no coração do torcedor boliviano. O Sampaio agora está com 25 pontos, ainda na lanterna, mas a 7 pontos de sair da zona de rebaixamento, ajudado pelos resultados dos adversários. E ainda tem uma partida a menos.

Foi uma ótima partida da Bolívia Querida, que vem jogando bem há alguns jogos, mas sem o resultado desejado. O time se comportou bem defensivamente, com Luiz Otávio se destacando nos desarmes, Hiltinho auxiliando na marcação, os dois volantes marcando bem e Rodrigo Ramos efetuando grandes defesas. Ofensivamente, o time se destacou ainda mais pelo primeiro tempo, com dois gols e avançando bem pelo lado direito, onde jogava Paulinho pelo time mato-grossense, que sempre deixava espaço em seus constantes avanços ao ataque. Diego Lorenzi se apresentou bem no ataque no momento do seu gol, o segundo do Sampaio, estando bem colocado na pequena área, mostrando oportunismo de atacante. É importante destacar a mudança de esquema durante a partida. Com a saída de Lucas Sotero para a entrada de Rafael Estevam, o lateral improvisado Héverton voltou ao miolo da zaga, formando um 3-5-2. A deficiência do tricolor ficou por conta da falta de aproveitamento nos contra-ataques no primeiro tempo.

A próxima rodada reserva um encontro importantíssimo para as pretensões do Sampaio. O time tricolor enfrentará o Oeste, no Estádio Castelão, em São Luís, na próxima terça-feira (11), às 19h15.

FICHA DO JOGO:
SAMPAIO CORRÊA 2 X 0 LUVERDENSE
Local: Estádio Castelão, São Luís (MA)
Data: 08 de Outubro de 2016, sábado
Horário: 16h (de Brasília)
Árbitro: Pablo dos Santos Alves (PB)
Cartões amarelos: Diego Lorenzi, Gustavo Marmentini e Lucas Sotero (Sampaio Corrêa)
Gols: Thiago Santos, aos 13’ 1º T e Diego Lorenzi, aos 46’ 1º T (Sampaio Corrêa)
Sampaio Corrêa: Rodrigo Ramos; Éder Sciola, Wágner Fogolari, Luiz Otávio e Héverton; Carlos Coppetti (Enercino), Diego Lorenzi, Lucas Sotero (Rafael Estevam) e Gustavo Marmentini (Pimentinha); Hiltinho e Thiago Santos. Técnico: Flávio Araújo
Luverdense: Diogo Silva; Moacir, Luiz Otávio, Everton e Paulinho; Jean Patrick, Ricardo (Diogo Sodré) e Sérgio Mota (Rafael Silva); Douglas Baggio, Hugo e Alfredo (Tozin). Técnico: Júnior Rocha

Marcos Fernandes || Twitter: @poetafernandes
Linha de Fundo || @SiteLF
←  Anterior Proxima  → Inicio

Inscreva-se no canal LFTV

Curta nossa página no Facebook

Siga-nos no Twitter

Mais lidas da semana