A SUA LINHA DE NOTÍCIAS

Tecnologia do Blogger.

Arquivo do blog

TWITTER

FACEBOOK

Premier League Brasil

Siga-nos nas redes sociais

Popular Posts

Quem sou eu

CLASSIFICAÇÃO

quinta-feira, 13 de outubro de 2016

Botafogo vence o Internacional e entra no G6

Botafogo e Internacional enfrentaram-se em jogo válido pela 30ª rodada do Campeonato Brasileiro na noite desta quarta (12). Com gol solitário de Sassá nos minutos finais da partida, o Glorioso bateu o Colorado, chegou aos 47 pontos e afastou de vez qualquer chance de rebaixamento. De quebra, o Alvinegro subiu na tabela e entrou para o G6. O Botafogo volta a jogar já no próximo domingo (16), diante do Atlético-MG, em casa. 

O JOGO

O primeiro tempo foi fraco. Botafogo e Inter tentavam, mas não criavam muitas chances claras de gol. Na etapa inicial, vimos poucas oportunidades. O Glorioso assustou aos 30 minutos, quando Dudu Cearense recebeu na intermediária e soltou uma bomba, obrigando o goleiro Danilo Fernandes a defender. No lance seguinte, após cobrança de escanteio, Joel Carli chutou, a bola, que ia na direção do gol, bateu em Dudu Cearense e depois foi afastada por Alex. Aos 32', o Inter respondeu com chute de Valdívia de fora da área. Aos 37', Neilton por muito pouco não abriu o placar. O atacante recebeu pela direita, deixou Ceará para trás e chutou cruzado. A bola fez uma curva inacreditável e passou rente ao gol. E foi só. Aos 46', não houve tempo para mais nada. 

O segundo tempo, muito mais movimentado, foi extremamente equilibrado. As duas equipes passaram a buscar mais o gol. O Botafogo voltou para a etapa final com modificações. O técnico Jair Ventura tirou Dudu Cearense e Vinícius Tanque e colocou Rodrigo Pimpão e Sassá, respectivamente, em campo. Aos 21', Vitinho arrancou, deixou Carli e Camilo para trás e finalizou. Sidão, no entanto, fez defesa sensacional e evitou o que seria um golaço. Aos 26', foi a vez de Danilo Fernandes operar um milagre. Após cruzamento, Sassá abaixou-se e deixou a bola chegar até Rodrigo Pimpão, que chutou forte. O goleiro do Inter, porém, salvou com o pé. Aos 38 minutos, Sassá foi empurrado por Eduardo dentro da área. O zagueiro caiu e tocou com a mão na bola. Pênalti a favor do Glorioso. Sassá, aos 39', cobrou com categoria e abriu o placar na Arena. 

Sassá foi o autor do gol da vitória (Foto: Vitor Silva/ SS Press/ Botafogo)
Teve tempo para mais uma alteração: Neilton cedeu lugar ao meia Gervasio Núñez, isso aos 42'. Aos 49 minutos, o jogo terminou. Vitória suada, importantíssima. 

OBSERVAÇÕES

Faltando OITO rodadas para o fim do Brasileiro, o Botafogo se livrou de qualquer risco de rebaixamento. Neste momento, o time integra o G6. Que arrancada espetacular!

O Glorioso sofreu apenas TRÊS gols no returno. Incrível!

Carli levou terceiro cartão e não jogará no próximo domingo diante do Galo. Desfalque importante. 

As ausências de Luis Ricardo e Diogo Barbosa estão atrapalhando demais. Jair soube solucionar, mas é nítida a falta que os jogadores fazem. 

E o que falar do Sidão, hein!? O goleiro coleciona milagres a cada jogo. PAREDÃO! 

A torcida fez bonita festa. Em dia de semana, com horário péssimo, mais de 10 mil torcedores compareceram estádio. Domingo é promessa de casa cheia de novo. Jogo dificílimo. 

FICHA DO JOGO

Botafogo 1
Sidão, Alemão, Joel Carli, Emerson Santos, Victor Luis; Airton, Dudu Cearense (Rodrigo Pimpão), Rodrigo Lindoso, Camilo; Neilton (Gervasio Núñez), Vinícius Tanque (Sassá). Técnico: Jair Ventura.

Internacional 0
Danilo Fernandes, William, Paulão, Eduardo, Ceará (Geferson); Anselmo, Rodrigo Dourado, Gustavo Ferrareis (Seijas), Alex, Valdívia (Eduardo Sasha); Vitinho. Técnico: Celso Roth. 

Estádio: Arena Botafogo (RJ).
Árbitro: Marielson Alves Silva (BA). 
Assistentes: Kleber Lucio Gil (SC) e Guilherme Dias Camilo (MG). 
Gol: Sassá (39' do 2º T). 
Cartões amarelos: Joel Carli, Airton e Vinícius Tanque (Botafogo); William e Paulão (Internacional). 
Público: 10.176. 
Renda: R$ 196.750,00. 

Por: Gabriel De Luca (@Biel_dluca).


Sampaio sofre gol no fim e tropeça diante do Oeste

Longe do que a torcida boliviana esperava, o encontro entre Sampaio Corrêa e Oeste pela 31ª Rodada do Campeonato Brasileiro Série B, realizado na última terça-feira (11), foi decepcionante. A equipe tricolor saiu na frente no placar, mas sofreu o gol de empate nos acréscimos.

Sampaio empata com o Oeste no Castelão (Foto: Elias Auê)


Marcando forte a saída de bola do Oeste, o Sampaio já assustou no início do jogo. Aos 6 minutos, Lucas Sotero invadiu a área pela direita e chutou para a defesa de Felipe Alves. Aos 23, Thiago Santos teve a oportunidade de abrir o placar, após receber passe de Sotero na entrada da pequena área. Mas o chute saiu à esquerda do gol do Oeste, muito perto da trave.

O gol da Bolívia Querida saiu aos 29 minutos. Hiltinho roubou a bola do adversário no meio de campo e fez o passe em profundidade para Thiago Santos, que teve calma para finalizar, cara a cara com o goleiro, para o fundo das redes.

Aos 36, o tricolor maranhense poderia ter ampliado o placar. Marmentini, após receber ótimo passe de Diego Lorenzi, partiu em contra-ataque, entre dois marcadores no meio de campo. Ele avançou, entrou na área, mas finalizou por cima do gol, na saída do goleiro. Dois minutos depois, o Oeste quase entregou o gol de bandeja. Felipe Alves tocou de lado para o seu companheiro, que tocou para o meio da área, mas Diego Lorenzi, esperto no lance, chegou primeiro na bola e chutou de primeira por cima do gol.

No lance seguinte, a equipe rubro-negra quase chegou ao empate. Éder Sciola tentou segurar a bola dentro da grande área, mas acabou sendo desarmado e após troca de passes a bola sobrou para Marquinhos finalizar, mas Rodrigo Ramos fez ótima intervenção. Na sobra, a defesa tricolor afastou o perigo e acabou gerando uma nova chance de gol. Thiago Santos partiu em velocidade pela esquerda, entrou na área e chutou com muito perigo por cima do gol. Aos 43, Rodolfo cruzou na área e Crysan cabeceou rente a trave entre dois defensores.

No segundo tempo, a primeira chance clara de gol foi do Sampaio, aos 24 minutos. Hiltinho arriscou um belo chute da intermediária, mas Felipe Alves espalmou.

O gol de empate do Oeste saiu aos 46. O tricolor posicionou seu time todo na área, mas Matheus Vargas com liberdade, após receber passe de Daniel, chutou da entrada da área no canto esquerdo de Rodrigo Ramos, a bola ainda quicou antes de chegar ao gol. O time paulista ainda teve chance de virar o jogo, mas João Pedro chutou da entrada da área finalizou à direita, sem grande susto.

No primeiro tempo, o Tricolor de Aço foi implacável. Marcou a saída de bola do Oeste, não lhe deixando tocar a bola e sair com facilidade do seu campo de defesa. Mas, como quase sempre, pecou na finalização, perdendo diversas chances de gol. A defesa da equipe rubro-negra pecou em vários momentos pelo excesso de preciosismo nos passes curtos, o que lhe é peculiar. E esse estilo de jogo é seguido à risca pelos comandados de Fernando Diniz, pode dar certo, quando a marcação do adversário não pressiona tanto. Isso poderia ter lhes custado uma derrota. No segundo tempo, o Sampaio cometeu o erro de dar a bola para o Oeste jogar. Afrouxou a marcação e permitiu que o time paulista detivesse a posse de bola, o que é a sua melhor característica. Não se deve dar espaço a uma equipe que gosta de ter a bola nos pés, tanto que acabou ocasionando o gol de empate. É importante também destacar a mudança de posicionamento de Sotero durante o segundo tempo. Ele atuou quase como um ala pela esquerda, o que não lhe rendeu grande destaque, sobretudo por não ser um exímio marcador.

Mais uma vez o Oeste jogou um balde de água fria nas intenções do Sampaio. Se a vitória tivesse se confirmado, a diferença para o time paulista, o primeiro fora da zona, cairia para apenas quatro pontos e tiraria o tricolor momentaneamente da lanterna, ainda dependendo dos jogos do Joinville e do Tupi. A Bolívia Querida desperdiçou uma grande chance.

Na próxima rodada, o Sampaio Corrêa enfrentará outro adversário direto na luta contra o rebaixamento. O tricolor vai a Juiz de Fora encarar o Tupi, no dia 22 (sábado da semana que vem), às 17h (de Brasília), no Estádio Municipal de Juiz de Fora.

FICHA DO JOGO:
SAMPAIO CORRÊA 1 X 1 OESTE
Local: Estádio Castelão, São Luís (MA)
Data: 11 de Outubro de 2016, terça-feira
Horário: 19h15 (de Brasília)
Árbitro: Eduardo Tomaz de Aquino Valadão (GO)
Cartões amarelos: Diego Lorenzi e Gustavo Marmentini (Sampaio Corrêa); Betinho e André Castro (Oeste)
Gols: Thiago Santos, aos 29’ 1º T; Matheus Vargas, aos 45’ 2ºT
Sampaio Corrêa: Rodrigo Ramos; Éder Sciola, Wágner Fogolari, Luiz Otávio e Héverton; Tássio (Enercino), Diego Lorenzi, Lucas Sotero e Gustavo Marmentini (Pimentinha); Hiltinho e Thiago Santos (Edgar). Técnico: Flávio Araújo

Oeste: Felipe Alves; Betinho, Bruno Silva e André Castro; Danielzinho (Wesley), Rodolfo, Daniel Simões e Léo Artur; Marquinho, Mike (João Pedro) e Crysan (Matheus Vargas). Técnico: Fernando Diniz

Marcos Fernandes || Twitter: @poetafernandes
Linha de Fundo || @SiteLF
←  Anterior Proxima  → Inicio

Inscreva-se no canal LFTV

Curta nossa página no Facebook

Siga-nos no Twitter

Mais lidas da semana