A SUA LINHA DE NOTÍCIAS

Tecnologia do Blogger.

Arquivo do blog

TWITTER

FACEBOOK

Premier League Brasil

Siga-nos nas redes sociais

Popular Posts

Quem sou eu

CLASSIFICAÇÃO

quarta-feira, 16 de novembro de 2016

"Nós tropica, mas não cai"

Fala nação azul, quanta falta sentir de escrever sobre o nosso time do coração. Choramos, brigamos, mas no final a saudade sempre vem. Saudades do glorioso Cruzeiro e do famoso Brasileirão, que para nossa tristeza está quase finalizando, entretanto a parte boa é que a Raposa se manteve na elite no campeonato.

E depois de dez dias sem Brasileirão, o Cruzeiro voltou a campo com novidades na escalação, Marcos Vinicius, que estava há um bom tempo sem jogar, participou do confronto entre Sport e Cruzeiro, um grande reforço para a equipe celeste.

Com faro de gol. Foi desde modo os primeiros os minutos iniciais do Maior de Minas, que tinha como objetivo apenas administrar a partida sem dar espaços para o time mandante.

@Cruzeiro

Até porque quando o confronto é fora de casa, geralmente Mano Menezes prefere não arriscar. Sendo assim, sempre que o Sport levava perigo ao gol cruzeirense, á marcação do Cruzeiro por incrível que pareça estava consistente, e por fim a Raposa sempre aproveitava dos contra-ataques e erros do adversário ou de bolas paradas, para melhor criação de suas jogadas.

Apesar de um primeiro tempo equilibrado, quem saiu com vantagem no placar foi o Time do Povo. Finalmente aquele ditado “quem não faz, leva” funcionou á favor do Cruzeiro. De um lado tínhamos Diego Souza, ex- Cruzeiro, que ainda não tinha perdido pênalti com a camisa do Sport, do outro lado o goleiro Rafael que ainda não levou um gol de penalidade máxima. E quem manteve o tabu foi o goleiro cruzeirense.

Sport, depois de perder uma penalidade máxima, conseguiu ver o Cruzeiro balançar as redes no lance seguinte em cobrança de escanteio, o tento foi marcado pelo nosso capitão, Henrique.

Uma primeira etapa razoável, a Raposa marcou bem, se impôs, mas poderia ter caprichado mais em suas criações e finalizações, entretanto mesmo assim saímos com vantagem na primeira etapa. Para a etapa final, o time mineiro passou a jogar de modo recuado com a intenção de manter o 1x0 no marcador.

Resultado importantíssimo para o Maior de Minas, que chega aos 47 pontos, na 11° colocação, se livrando praticamente do rebaixamento. È aquele ditado né: "Nós tropica, mas não cai"


Paula Fernandes/@Paulinha_CEC

Reis do G4: Os que mais terminaram entre os quatro primeiros no Brasileirão

O Campeonato Brasileiro de Futebol ou ainda Brasileirão - Série A é a liga brasileira de futebol profissional entre clubes do Brasil, sendo a principal competição futebolística no país. É através dela que são indicados os representantes brasileiros para a Copa Libertadores da América (juntamente com o campeão da Copa do Brasil).

Resultado de imagem para novo maracanã lotado 1970Foto: O Globo

Uma das características históricas do Campeonato Brasileiro foi a falta de uma padronização no sistema de disputa, que mudava a cada ano, assim como as regras e o número de participantes. Dentre os vários formatos já adotados incluem-se sistema eliminatório (1959-1968) e sistemas mistos de grupos (1967-2002). A partir de 2003, começou a ser disputado o atual modelo, que é o sistema de pontos corridos.

Os que mais terminaram entre os quatro primeiros colocados

Caso houver um empate, o critério será os títulos. Se os clubes tiverem a mesma quantidade de títulos, será contado os vices, e assim sucessivamente. Se houver uma igualdade em todos os citados acima, será contada o número de participações do clube na Série A. Se um clube tiver menos participações que o outro, ele ficará na frente.

*Obs: Não está sendo incluso o ano de 2016. Apenas  do ano de 1959 até 2015.

1- São Paulo Futebol Clube


19x entre os quatro primeiros
1º lugar: 6 vezes
2º lugar: 6 vezes
3º lugar: 3 vezes
4º lugar: 4 vezes

2- Sociedade Esportiva Palmeiras


18x entre os quatro primeiros
1º lugar: 8 vezes
2º lugar: 3 vezes
3º lugar: 0 vez
4º lugar: 7 vezes

3- Sport Club Corinthians Paulista

18x entre os quatro primeiros
1º lugar: 6 vezes
2º lugar: 3 vezes
3º lugar: 4 vezes
4º lugar: 5 vezes

4- Cruzeiro Esporte Clube


18x entre os quatro primeiros
1º lugar: 4 vezes
2º lugar: 5 vezes
3º lugar: 6 vezes
4º lugar: 3 vezes

5- Sport Club Internacional


18x entre os quatro primeiros
1º lugar: 3 vezes
2º lugar: 6 vezes
3º lugar: 6 vezes
4º lugar: 3 vezes

6- Grêmio FBPA


18x entre os quatro primeiros
1º lugar: 2 vezes
2º lugar: 3 vezes
3º lugar: 6 vezes
4º lugar: 7 vezes

7- Santos Futebol Clube


17x entre os quatro primeiros
1º lugar: 8 vezes
2º lugar: 6 vezes
3º lugar: 2 vezes
4º lugar: 1 vez

8- Clube Atlético Mineiro


16x entre os quatro primeiros
1º lugar: 1 vez
2º lugar: 5 vezes
3º lugar: 6 vezes
4º lugar: 4 vezes

9- Fluminense Football Club


15x entre os quatro primeiros
1º lugar: 4 vezes
2º lugar: 0 vez
3º lugar: 5 vezes
4º lugar: 6 vezes

10- Club de Regatas Vasco da Gama


12x entre os quatro primeiros
1º lugar: 4 vezes
2º lugar: 4 vezes
3º lugar: 3 vezes
4º lugar: 1 vez


Este levantamento serviu de base para mostrar a regularidade dos clubes na Série A do Brasileiro. Lembrando que o ano de 2016 não é contado, ou seja, Palmeiras pode ultrapassar o São Paulo na liderança, já que será campeão, e o tricolor não tem chances de chegar entre os quatro primeiros.
←  Anterior Proxima  → Inicio

Inscreva-se no canal LFTV

Curta nossa página no Facebook

Siga-nos no Twitter

Mais lidas da semana