A SUA LINHA DE NOTÍCIAS

Tecnologia do Blogger.

Arquivo do blog

TWITTER

FACEBOOK

Premier League Brasil

Siga-nos nas redes sociais

Popular Posts

Quem sou eu

CLASSIFICAÇÃO

quarta-feira, 19 de abril de 2017

Com um bom futebol, São Paulo venceu, mas não foi o suficiente.

São Paulo acaba com invencibilidade do Cruzeiro, mas é eliminado no Mineirão (ou no Morumbi?)

Por Rubens Chiri / saopaulofc.net
Pela Copa do Brasil, o São Paulo foi a Minas Gerais tentar reverter a derrota por 2 a 0 no Morumbi. O Tricolor lutou até o fim, ganhou por 2 a 1, mas o placar não foi suficiente e o Cruzeiro avançou para oitavas da Copa do Brasil.

Não faltou "ousadura" para o Rogério Ceni escalar o time são-paulino. Sem Sidão e Lucas Fernandes (aprimoram a forma física), Araruna e Buffarini (ambos com estiramento na coxa esquerda), Wellington Nem (lesão no menisco do joelho esquerda), Chavez (edema na coxa esquerda), Thiago Mendes (suspenso) e por último Jucilei, que viajou, mas sentiu a coxa e iniciou no banco (entrou nos primeiros 10 minutos, após lesão de Bruno). Com tantos desfalques, Ceni arriscou colocando Morato, estrante, ao lado de Pratto. E acertou.

São Paulo iniciou o jogo, como devia ter iniciado no jogo de ida, pressionando. Não apenas teve maior posse de bola, porém bem com ela, do meio para frente. Antes do gol de Pratto, Cícero e Cueva tiveram chance de abrir o placar, mas desperdiçaram. Já 'EL URSO' atacou para o lado certo e abriu o placar em Minas. Após passe de Morato, Pratto marcou de cabeça. Tricolor estava muito bem na partida, porém após a saída de Bruno, que sentiu a coxa, para a entrada de Jucilei, não atuou como 1º volante. João Schmidt continuou mais recuado. Wesley teve que fazer a função de lateral direito, não foi mal, mas não foi tão bem quanto Bruno estava sendo. Entretanto, no final do 1º tempo o São Paulo teve a chance de fazer o segundo com Pratto, de novo, mas Rafael se esticou, deu um tapa na bola, ela ainda pegou na trave antes de sair pela linha de fundo. Cruzeiro começou a assustar no finalzinho do 1º tempo, mas sem êxito.

Na 2ª etapa o Tricolor continuou em cima, mas com falha individual de Rodrigo Caio, Cruzeiro empatou. Após errar o corte do lançamento, a bola sobrou para Arracaeta, o zagueiro são-paulino cometeu uma falta perigosa, que seria desnecessária caso tivesse acertado o corte. Da cobrança de falta, saiu o gol de Thiago Neves. Depois disso, Rogério mexeu para deixar o time ainda mais ofensivo. Saíram Cícero e Cueva, para entrada de Gilberto e Thomaz, respectivamente. E mais um acerto de Ceni. Gilberto entrou e fez o 2º gol. A bola foi levantada na área, Rodrigo Caio ajeitou de cabeça, Maicon dominou com o peito e a bola sobrou para Gilberto que finalizou bem. São Paulo não desistiu e lutou até os minutos finais. A vitória por 2 a 1 não foi o suficiente para limpar o estrago feito no Morumbi.

Rodrigo Caio errou dois botes no primeiro tempo e viu Arrascaeta antecipar em cima dele algumas vezes. No segundo tempo, pecou muito, errou o corte e cometeu a falta que acabou no gol do Cruzeiro. Maicon continuou com bons desarmes. Cícero errou muitos passes e Cueva também não foi bem. Peruano ainda não está 100%, já que ficou 20 dias parado por causa de lesão. Gilberto, Morato e Pratto, foram os melhores da partida.

Agora o Tricolor volta para São Paulo e foca no jogo de volta da semi-final do Paulista, na Arena Itaquera, contra o Corinthians. O jogo de ida foi 2 a 0, para o Corinthians, no Morumbi. Lembrando que nessa fase do Paulista, não há o critério de gol fora de casa, resultados como 3 a 1, 4 a 2 e assim por diante, favoráveis ao São Paulo, é decidido nas penalidades máximas.

FICHA TÉCNICA
Local:  Estádio Governador Magalhães Pinto, Mineirão (MG)
Cartões amarelos: Rodrigo Caio, Júnior Tavares e Wesley (SAO)
Gols: Thiago Neves (CRU); Gilberto e Lucas Pratto (SAO)
Arbitragem: Wilton Pereira Sampaio, auxiliado por Fabrício Vilarinho e Bruno Raphael Pires

CRUZEIRO
Rafael; Mayke (Henrique), Léo, Manoel (Luis Caicedo) e Diogo Barbosa; Hudson, Ariel Cabral, Thiago Neves, Arrascaeta (Alisson) e Rafinha; Rafael Sobis. Técnico: Mano Menezes

SÃO PAULO
Renan Ribeiro, Bruno (Jucilei), Maicon, Rodrigo Caio e Júnior Tavares; João Schmidt, Wesley, Cícero (Gilberto) e Cueva (Thomaz); Morato e Lucas Pratto. Técnico: Rogério Ceni
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

Inscreva-se no canal LFTV

Curta nossa página no Facebook

Siga-nos no Twitter

Mais lidas da semana