A SUA LINHA DE NOTÍCIAS

Tecnologia do Blogger.

Arquivo do blog

TWITTER

FACEBOOK

Premier League Brasil

Siga-nos nas redes sociais

Popular Posts

Quem sou eu

CLASSIFICAÇÃO

sábado, 28 de janeiro de 2017

Sem desespero, o Flamengo venceu

A última semana foi, sem dúvidas, muito mexida no Ninho do Urubu. A sequência de derrotas nos amistosos contra Vila Nova-GO e Serra Macaense-RJ, somada com a venda de Jorge para o Mônaco-FRA e a prisão do vice-presidente do clube Flávio Godinho, deixaram o ambiente do Flamengo um tanto quanto pesado. Um jogo ruim e um resultado diferente de vitória para o rubro-negro, poderia deixar as coisas ainda mais turbulentas nos corredores do clube.

Para recuperar a confiança da torcida, o time precisava de um bom resultado no seu primeiro jogo oficial no ano. E não foi diferente. Após anunciar a contratação de Orlando Berrío, o Flamengo foi até o Rio Grande do Norte, onde atuou como mandante. A equipe contou também com a esperada estreia do volante Rômulo, que veio do Spartak Moscou para ser titular do meio campo do Flamengo, sendo considerado por muitos os melhor do Brasil; além do peruano Miguel Trauco, que fez uma ótima partida e já caiu nos braços da nação.

Dois gols de Guerrero, para começar bem a temporada 2017. 
A partida em si, começou com o Flamengo tentando pressionar o Boavista - que conta com o goleiro ex-rubro-negro, Felipe -, através de jogadas aéreas que procuraram sempre o Guerrero. Na metade da primeira etapa, o estreante Miguel Trauco pôs em prática a parceira de seleção peruana, cruzou na medida e o camisa 9 testou no fundo do gol, abrindo o placar. Porém, no fim do primeiro tempo, o adversário chegou ao empate com Mosquito, após erro de marcação da zaga.

O preparo físico falou mais alto na etapa complementar e aí o Flamengo não perdoou. O segundo gol veio após boa jogada do autor do primeiro gol com Mancuello, que achou lindo passe para Trauco, que botou o rubro-negro em vantagem de novo no jogo. Outro ponto importante e crucial para matar o jogo foi a mexida de Zé Ricardo: O técnico tirou Adryan, cansado, e colocou Rodinei, para fazer a função de ponta. Funcionou. Na primeira oportunidade, o camisa 2 achou um lindo cruzamento para Guerrero, que marcou o segundo gol dele no jogo.

Para "fechar o caixão", Trauco achou Diego dentro da área, o camisa 35 mandou no ângulo de Felipe e também marcou, fazendo 4 a 1. Goleada e confiança readquirida. O Flamengo terá uma semana tranquila para trabalhar e enfrentar o Macaé, na próxima quarta-feira, em Volta Redonda. Felizmente, tudo voltou ao normal.

VAMOS, FLAMENGO!

@matheusubtil - Matheus Subtil 

Guia Mineiro 2017: Nova surpresa ou a lógica?





Após longa espera, será dado o pontapé inicial no Campeonato Mineiro, que chegará à sua 103ª edição. Em 2017, não teremos nenhum estreante na elite mineira, já que todos participaram da competição em pelo menos uma oportunidade. No regulamento, também, não tivemos nenhuma novidade.

A partir deste fim de semana, doze clubes iniciarão a competição com diferentes objetivos, que vão da permanência ao título. O favoritismo é claro, dos dois maiores clubes da capital. Porém, ambos não realizam a grande final juntos desde 2014, uma vez que a Caldense e América-MG foram finalistas em 2015 e 2016, respectivamente – o coelho, inclusive, conquistou a competição na edição passada.


América Futebol Clube

Cidade: Belo Horizonte
Estádio: Raimundo Sampaio (Independência)
Melhor campanha: Campeão (16 títulos)
Campanha em 2016: Campeão
Objetivo: Título

Atlético-MG; América-MG (Foto: Reprodução/TV Globo)
O América-MG é o atual campeão mineiro (Foto: Reprodução/TV Globo)
O atual campeão mineiro vem de uma temporada de altos e baixos: Da quebra de jejum sem títulos estaduais à queda no campeonato nacional. Buscando repetir o feito do campeonato passado, o América-MG novamente é o principal candidato a desbancar os dois grandes da capital, almejando mais um título estadual, que já seria o décimo sétimo da sua história.

Além de tentar defender o título, o técnico Enderson Moreira terá a missão de utilizar o Campeonato Mineiro como preparação para o Campeonato Brasileiro, cujo principal ambição do clube no ano é retornar a elite nacional. Para isso, houve uma grande reformulação em relação ao elenco que foi rebaixado para Série B, comandada pelo, agora diretor, Ricardo Drubscky.

Um dos poucos que brilharam na temporada passada, o goleiro João Ricardo, que foi o melhor goleiro do último estadual (junto de Jackson Follman, ex-URT – um dos sobreviventes do voo da Chape), é também um dos poucos remanescentes. Em contrapartida, vários reforços nunca vestiram a camisa do clube, alguns jovens e outros com experiência. De volta ao futebol mineiro, Gerson Magrão (ex-Cruzeiro) e Renan Oliveira (ex-Atlético) já vestiram as camisas dos rivais, foram alguns dos novos contratados; o último, inclusive, passou por um susto visto que nos exames médicos foi detectada uma pequena arritmia. Ao todo, 13 reforços chegaram, além dos quatro promovidos das categorias de base.

Na pré-temporada, o time realizou dois jogos-treinos contra Ideal e o Betinense, e venceu ambas por 6 a 0 e 2 a 0, respectivamente. Na última quinta-feira, o América-MG fez o seu primeiro jogo oficial na temporada, no empate sem gols contra o Ceará, em casa, pela Primeira Liga. O próximo compromisso será no próximo domingo (29), quando visitará o Democrata-GV, às 19h30, no Mamudão. 

Resultado de imagem para américa to escudo
América Futebol Clube
Cidade: Teófilo Otoni
Estádio: Estádio Nassri Mattar (Arena do Dragão)
Melhor campanha: 3ª colocação (2011)
Campanha em 2016: Vice-campeão (Módulo II)
Objetivo: Permanência

O 'xará' do clube da capital é uma das novidades na edição deste ano. De volta à elite, o América-TO vem de um vice-campeonato do Módulo II de 2016, garantindo, assim, o acesso. Dentre todos os participantes, é o segundo que menos esteve no Campeonato Mineiro – contudo, talvez o time mais bem humorado na conta oficial do Twitter –, sendo esta apenas a quinta participação no Módulo I. Nas campanhas anteriores, chegou a conquistar um título mineiro do interior, em 2011, mas acabou rebaixado pouco depois, em 2013.

Após o acesso, o Dragão confirmou o retorno do técnico Marcelo Buarque, que é um velho conhecido da torcida. Embora o comandante tenha falado até na possibilidade brigar pelo título, o clube tem um dos orçamentos mais baixos da competição, um objetivo bem mais modesto que isso e deverá lutar apenas por um objetivo inicialmente, que é a permanência.

O time de Teófilo Otoni foi um dos primeiros a iniciar a preparação e apresentou um elenco composto por 27 jogadores no dia 13 de dezembro. Porém, de lá pra cá, muita coisa mudou. Alguns foram dispensados antes mesmo de estrearem e outros chegaram até a semana que antecedeu o início do campeonato. Entre os reforços, o experiente e interminável atacante Somália é um dos mais conhecidos, acumulando passagens por diversos times do futebol nacional e internacional.

Todos os jogos-treinos foram contra equipes amadoras e a equipe manteve o cem por cento de aproveitamento. A estreia será no próximo sábado (28), quando visitará o Atlético-MG, às 17h00, no Independência.

Associação Atlética Caldense

Cidade: Poços de Caldas
Estádio: Municipal Dr. Ronaldo Junqueira (Ronaldão)
Melhor campanha: Campeão (2002)
Campanha em 2016: 5ª colocação
Objetivo: Classificação às semifinais e vaga nas competições nacionais 2018

Acostumada a disputar a elite, a Caldense vem para mais uma edição do Campeonato Mineiro, tendo bons e maus momentos nos últimos anos. No melhor deles, fez uma campanha histórica, chegou às finais e perdeu a decisão para o Atlético-MG, em 2015. Na ocasião, chegou perto de igualar o feito de 2002, quando conquistou o título inédito. Além disso, a Veterana de Poços de Caldas acumula 44 participações, tendo conquistado oito títulos do interior.

Na edição passada, a veterana não conseguiu chegar nem às semifinais, mas cumpriu as expectativas. Foi o primeiro fora do G-4 e se contentou com a vaga nas competições nacionais. A campanha garantiu um calendário cheio também em 2017, quando terá o Campeonato Mineiro, a Série D e a Copa do Brasil, onde enfrentará o Corinthians na primeira fase.

Éwerton Maradona é uma "figurinha carimbada" no estadual de Minas Gerais (Foto: Marcelo Carvalho)
Embora não tenha conseguido levar o clube à Série C, Thiago Oliveira foi mantido para esta temporada, dando início a preparação no dia 28 de novembro. Além do técnico, onze jogadores fizeram parte do elenco que disputou o último estadual, sendo que dez deles participaram também da Série D do mesmo ano. O meia Éwerton Maradona, outro 'Highlander' do futebol mineiro, inclusive, é um dos remanescentes e fará a sua oitava temporada no clube.

Os três jogos-treinos da equipe aconteceram no estado de São Paulo, onde venceu Independente de Limeira, por 2 a 1, e foi derrotada para Ituano e São Caetano por 2 a 1 e 2 a 0, respectivamente. A estreia será no próximo domingo (29), quando visita o URT, às 17h00, no Zama Maciel. 

Clube Atlético Mineiro

Cidade: Belo Horizonte
Estádio: Raimundo Sampaio (Independência)
Melhor campanha: Campeão (43 títulos)
Campanha em 2016: Vice-campeão
Objetivo: Título

Com as boas campanhas nos campeonatos nacionais, o Atlético-MG não vem de uma temporada ruim, mas também não agradou. Devido ao investimento feito, a expectativa era que o time pudesse conquistar títulos, tendo um dos melhores elencos do Brasil. Porém, encerrou 2016 sem levar nenhum caneco, após perder as duas finais do Campeonato Mineiro e da Copa do Brasil para América-MG e Grêmio, respectivamente, culminando nas saídas dos treinadores – Diego Aguirre e Marcelo Oliveira. Talvez esteja nesse quesito esteja grande: falta de coerência para escolher o comando técnico.

Mais uma vez, o Galo iniciará uma temporada com uma metodologia diferente da anterior, agora sob o comando de Roger Machado. Contudo, desta vez, a expectativa é que a escolha seja a mais certeira, visto que o gaúcho seja o prospecto mais talentoso da nova geração de treinadores. Com a vaga garantida na Libertadores, a prioridade, é claro, a disputa da competição continental, mas o título estadual seria uma boa maneira de coroar o inicio de trabalho do ex-técnico do Grêmio. A expectativa é que Roger repita o bom trabalho no sul e traga conquistas ao alvinegro em 2017.

Treino do Atlético-MG, Roger Machado (Foto: Bruno Cantini / Atlético-MG)
Roger Machado espera repetir o trabalho do Grêmio, só que com títulos (Foto: Bruno Cantini/Atlético-MG)
Em termos de reforços, a diretoria trouxe algumas peças tais como Felipe Santana (ex-Kuban Krasnodar), Danilo Barcelos (ex-América-MG) Elias (ex-Sporting) e Rafael Moura, que esteve emprestado ao Figueirense no último Brasileirão. A tendência é que o volante recém-chegado supra as saídas de Junior Urso e Leandro Donizete. Ainda sim, a principal aposta será a manutenção do elenco, que manteve seus principais jogadores.

Embora tenha participado da Florida Cup, os principais jogadores do elenco não foram aos EUA, onde vários garotos tiveram a oportunidade. Já no último jogo-treino, quando alguns titulares participaram da atividade, a equipe venceu o Guarani-MG, por 2 a 0. A estreia será no próximo sábado (28), quando recebe o América-TO, às 17h00, no Independência.

Clube Atlético Tricordiano

Cidade: Três Corações
Estádio: Elias Arbex
Melhor campanha: 7º colocado (2016)
Campanha em 2016: 7º colocado
Objetivo: Se manter na elite

Dentre todos os doze, o Tricordiano novamente entrará como o "menos experiente" da competição, com apenas duas participações, contando com a atual. Após o acesso inédito, em 2015, o Galo tenta se consolidar no Módulo I e o objetivo nesta edição é repetir aquilo que acontecera em 2016, quando garantiu a permanência.

Apesar de a missão ter sido cumprida, a estreia na elite causou também na punição ao clube, devido a confusão da torcida no jogo contra o Tupi. Com isso, o clube de Três Corações não poderá mandar alguns jogos no estádio Elias Arbex, onde conta com grande apoio dos seus adeptos. A torcida, inclusive, já demonstrou ser uma das mais apaixonadas do interior mineiro logo na temporada de estreia. Os primeiros jogos, quando mandará jogos em Muriaé e Pouso Alegre, poderão ser fundamentais para as pretensões da equipe.

Edinho, filho de Pelé, assinou com o Tricordiano (Foto: Divulgação Tricordiano)
Filho de Pelé, Edinho comandará o time da cidade do pai (Foto: Divulgação/Tricordiano)
O clube da cidade de Pelé terá uma presença ilustre no banco de reservas: o ex-goleiro Edinho, que é filho do rei, comandará a equipe. Após iniciar a preparação no dia 12 de dezembro, trouxe alguns nomes conhecidos do futebol brasileiro, como os atacantes Rodriguinho (campeão brasileiro pelo Fluminense) e Brandão (ex-Cruzeiro e que estava no futebol francês) – com alguns quilos acima do peso, diga-se. O centroavante, porém, desfalcará a equipe no início por conta de uma lesão.

Nos dois jogos-treinos realizados, duas derrotas contra paulistas. A equipe mineira perdeu para o Marília-SP, por 1 a 0, e para o Nacional-SP, por 2 a 1. Na estreia contra o Uberlândia, o time mandará o jogo no estádio Soares de Azevedo, que fica em Muriaé, na Zona da Mata. O jogo acontecerá no próximo sábado (29), às 17h00.

Cruzeiro Esporte Clube

Cidade: Belo Horizonte
Estádio: Governador Magalhães Pinto (Mineirão)
Melhor campanha: Campeão (38 títulos)
Campanha em 2015: Semifinalista
Objetivo: Título

Não há dúvidas que o torcedor azul celeste esperava mais da temporada que se passou. Assim como em 2015, o Cruzeiro sofreu com a mudança de técnicos, fez um Brasileirão irregular e não conquistou a vaga na Libertadores, tampouco chegou à final do Campeonato Mineiro. Um alento veio na Copa do Brasil, onde o time fez uma boa campanha, chegou até às semifinais e só foi eliminado para o time que viria a ser campeão, o Grêmio.

Porém, as expectativas são melhores para 2017, quando contará com a permanência do técnico Mano Menezes. Pela primeira vez, o treinador iniciará uma temporada no clube, onde já demonstrou competência em outras oportunidades. A começar pelo estadual, o objetivo é que a equipe volte a brigar por títulos, já que ficou de fora das finais nos dois anos anteriores. 

Chegada de Thiago Neves qualificará o Cruzeiro e ampliará concorrência na Toca. (Foto: Washington Alves/Light Press/Cruzeiro)
Thiago Neves disputará o Campeonato Mineiro pela primeira vez (Foto: Washington Alves/Light Press/Cruzeiro)
As principais baixas no elenco foram o zagueiro Bruno Rodrigo e o atacante William. Apesar disso, a base foi mantida e alguns reforços chegaram, sendo Thiago Neves o nome de maior peso. Além do meia, o elenco contou com reforços em outras posições, como Luis Caicedo (ex-Independiente Del Valle), Diego Barbosa (ex-Botafogo), Hudson (ex-São Paulo).

No último teste antes da pré-temporada, o Cruzeiro goleou o Brasília, por 8 a 2. Antes disso, também havia goleado o Águia, por 7 a 0, e o Araxá, por 3 a 0. A estreia será no próximo domingo (29), quando jogará como visitante no Mineirão, contra o Villa Nova-MG, às 17h00.

Resultado de imagem para democrata gv
Esporte Clube Democrata

Cidade: Governador Valadares
Estádio: Estádio José Mammoud Abbas (Mamudão)
Melhor campanha: Vice-campeão (1991)
Campanha em 2016: Campeão (Módulo II)
Objetivo: Permanência

O Democrata é o atual campeão do Módulo II (Foto: Valadares TV)
Outro que conseguiu o acesso foi o Democrata. O representante de Governador Valadares, porém, ficou apenas um ano longe da principal competição de Minas Gerais, é o atual campeão do Módulo II e possui grande tradição. Embalada pela conquista, a Pantera fará a sua trigésima quarta participação na elite, onde não tem conseguido grandes feitos nos últimos anos.

A melhor campanha recente aconteceu em 2010, quando chegou até às semifinais, foi eliminado apenas para o Atlético-MG e teve a segunda melhor campanha do interior, atrás do vice-campeão Ipatinga. Posteriormente, se alternou entre Módulo I e Módulo II, longe de repetir o vice-campeonato de 1991. O objetivo, portanto, é garantir no mínimo a permanência por mais um ano, o que não conseguiu da última vez que veio da divisão inferior.

Para isso, a diretoria aposta em um técnico com experiência no futebol mineiro, trazendo Eugênio Souza. O comandante já passou por quase todos os times que compõem a elite e ostenta um título da Série D na sua passagem pelo Tombense. No elenco, também, muitas novidades: apenas três jogadores são remanescentes da última temporada e 24 jogadores foram apresentados no dia 12 de dezembro.

Após grande polêmica com a regularização do estádio, o clube valadense finalmente pôde comemorar a liberação do Mamudão pela FMF, onde, inclusive, estreará na competição. O jogo será no próximo domingo (29), quando recebe o América-MG, às 19h30.

Tombense Futebol Clube

Cidade: Tombos
Estádio: Antônio Guimarães de Almeida (Almeidão)
Melhor campanha: 3ª colocação (2013)
Campanha em 2016: 8ª colocação
Objetivo: Classificação às semifinais e vaga na Copa do Brasil 2018

Ano após ano o Tombense tem provado que "chegou para ficar". Em 2017, o Gavião fará a sua quinta participação consecutiva na elite e poucas vezes flertou com o descenso, além de ter conquistado um título do interior no mesmo ano que fez a sua melhor campanha da história, em 2013. No ano seguinte, ainda conquistou o primeiro título nacional da sua história, a Série D de 2014.

Com a garantia de calendário cheio durante a temporada, cuja vaga na Série C está garantida, o representante da Zona da Mata almeja retornar às semifinais do estadual, algo que ficou distante na última edição, quando foi apenas o 8ª colocado. Diferentemente do estadual, o time de Tombos voltou a fazer uma boa campanha na Série C, onde brigou até a última rodada por uma das vagas no mata-mata.

Resultado de imagem para raul cabral tombense
Daniel Amorim foi o artilheiro e o Tombense fez boa campanha na última Série C (Foto: Bruno Ribeiro)
Até por isso, a principal aposta para o estadual é a manutenção do elenco que fez uma boa campanha nacional, além de alguns reforços já conhecidos pelo torcedor. Um dos remanescentes da temporada passada é Daniel Amorim, que foi um dos principais destaques da equipe, sendo artilheiro máximo da última competição. O técnico Raul Cabral (ex-Avaí), contudo, é uma novidade e substitui Moacir Júnior.

O primeiro jogo-treino da equipe comandado pelo técnico marcou justamente a única vitória nesta fase de preparação, onde venceu o Espírito Santo, por 2 a 1. Nos outros dois seguintes, sequer marcou gols nas derrotas para o Nacional de Muriaé, por 2 a 0 e empatando em 0 a 0, respectivamente. A estreia será no próximo domingo (29), quando visita o Tupi, às 17h00, no Estádio Radialista Mário Helênio.

Tupi Football Club

Cidade: Juiz de Fora
Estádio: Municipal Radialista Mário Helênio (Helenão)
Melhor campanha: Vice-campeão (1933)
Campanha em 2016: 9ª colocação
Objetivo: Classificação às semifinais e vaga na Copa do Brasil 2018

Após o acesso à Série B, o Tupi não conseguiu repetir uma boa temporada em 2016, sendo rebaixado novamente na competição nacional. No último estadual, também, fez uma campanha abaixo das expectativas e mais uma vez não chegou às semifinais. Porém, nem tudo foram lamentações em 2016, já que completou uma década consecutiva na elite – só Atlético-MG, Cruzeiro e Villa Nova superam o alvinegro neste quesito.

Na história da competição, o clube de Juiz de Fora fará a 33ª participação, tendo conquistado um vice-campeonato de 1933. Apesar das campanhas boas e razoáveis nos últimas dez edições, não chega às semifinais desde 2012, quando conquistou o tetracampeonato do interior. A quebra deste jejum serviria para renovar as esperanças dos torcedores após a frustração do descenso.

Sem pedir o número 7, Caça Rato brincou que atua até com a camisa de goleiro (Foto: Olavo Prazeres)
Caça-Rato é uma das muitas apostas do carijó (Foto: Olavo Prazeres/Tribuna de Minas) 
Para a competição, o Galo Carijó conta com a juventude de vários atletas, algo que o polêmico Éder Bastos – foi campeão do Sul-Americano Sub-20 com a geração de Neymar e ao lado de Ney Franco – está acostumado a lidar. Mas também conta com alguns reforços com passagens marcantes por outros clubes: o goleiro Gideão (ex-Náutico) e o atacante Flávio Caça-Rato (ex-Santa Cruz) disputarão a competição pela primeira vez, enquanto o atacante Jajá (ex-Guarani e Cruzeiro) até artilheiro já foi, quando jogou no time de Divinópolis.

Desta vez, a pré-temporada aconteceu toda em Juiz de Fora, onde realizou dois jogos-treinos. Na ocasião, venceu o Núcleo Esportivo, de São João Nepomuceno, por 5 a 0, e empatou com o Bangu, em 1 a 1. A estreia também será em casa, onde enfrentará o Tombense no próximo domingo (29), às 17h00, no Estádio Radialista Mário Helênio.

Uberlândia Esporte Clube

Cidade: Uberlândia
Estádio: Municipal Parque do Sabiá
Melhor campanha: 3ª colocação (1968 e 1986)
Campanha em 2016: 10ª colocação
Objetivo: Permanência e vaga nas competições nacionais 2018

O Uberlândia é outro que não têm feito jus à sua enorme tradição nos últimos anos. Depois de amargar quatro anos seguidos no Módulo II, o verdão fez uma péssima campanha no seu retorno à elite, escapando da queda pelos critérios de desempate - somou a mesma pontuação do rebaixado Guarani. A campanha ruim se dá a irregularidade apresentada na última edição, quando venceu quatro dos cinco primeiros jogos, mas teve um péssimo aproveitamento na sequência.

Entretanto, ainda é um dos mais participaram da competição – 43 ao todo –, tendo conquistado o título do interior em cinco oportunidades. O último título veio em 1986, quando igualou a sua melhor campanha história, ficando na 3ª colocação geral. Desta vez, a torcida espera no mínimo um campeonato sem sustos, longe da "confusão" e, quem sabe, almejando uma vaga em competição nacional, em 2018.

Paulo Catanoce retornou ao Verdão com a missão de preparar time para o estadual (Foto: Cleiton Borges)
O técnico do acesso está de volta ao verdão (Foto: Cleiton Borges)
No dia 5 de dezembro, o único representante do Triângulo Mineiro nesta edição apresentou o elenco, que será comandado por Paulo César Catanoce. O técnico, inclusive, foi o responsável por levar a equipe à elite, em 2015. Dos 31 reforços, 6 jogadores foram promovidos das categorias de base, mesclando experiência e juventude.

Os três jogos-treinos realizados foram contra fortes adversários: Os rivais Vila Nova-GO e Goiás e o Botafogo-SP. Os dois empates contra clubes que disputam a Série B deixaram boa impressão e a única derrota veio contra a equipe de Ribeirão Preto. A estreia será em Muriaé, onde enfrentará o Tricordiano no próximo domingo (29), às 17h00, no Soares de Azevedo.

União Recreativa Dos Trabalhadores (URT)

Cidade: Patos de Minas
Estádio: Zama Maciel
Melhor campanha: 3ª colocação (2005)
Campanha em 2016: Semifinalista
Objetivo: Se manter na elite

A veterana conquistou o título inédito do interior na edição passada (Foto:URT/Divulgação)
Vindo de uma temporada atípica, o URT conquistou o título do interior de maneira inédita, chegou às semifinais e foi eliminado apenas para o Atlético-MG, dando trabalho para todos os times da capital diga-se. A campanha concedeu vaga na Série D, onde não decepcionou, chegou até ao mata-mata com um time bastante jovem e só foi eliminado para time que viria a ser campeão, o Volta Redonda.

Passada a euforia, as campanhas anteriores mostram que o Trovão Azul deve, sim, se preocupar com o rebaixamento, já que este foi o objetivo nas outras três oportunidades consecutivas. O clube patense disputou o Módulo II de 2006 até 2014 e busca se firmar na elite por mais um ano. Nesta temporada, ainda disputará a Série D novamente, além de ser um dos representantes mineiros na Copa do Brasil 2017.

Com três competições pela frente, o atual elenco da Veterana não faz jus à sua alcunha, apostando novamente em jogadores mais jovens em sua maioria. Ao todo, a equipe conta com apenas quatro jogadores acima dos 30 anos, além de um técnico com idade em comum na função. Após passagens por vários clubes do interior paulista, Rodrigo Santana se aventura no futebol mineiro pela primeira vez, tendo apenas 34 anos de idade.

Nos dois jogos-treinos realizados, a equipe patense venceu o Patrocinense, por 3 a 1, e perdeu para o Crac-GO, por 2 a 0. A estreia será no próximo domingo (29), quando receberá a Caldense, às 17h00, no Zama Maciel.

Villa Nova Atlético Clube

Cidade: Nova Lima
Estádio: Municipal Castor Cifuentes
Melhor campanha: Campeão (5 títulos)
Campanha em 2016: 6ª colocação
Objetivo: Classificação às semifinais e vaga nas competições nacionais 2018

É impossível falar da tradição do interior mineiro sem citar o Villa Nova-MG. Com cinco títulos na história, o clube de Nova Lima só fica atrás dos três clubes da capital em número de conquistas, todos no século passado, é verdade. Devido às dificuldades financeiras, não consegue repetir os feitos grandes feitos no estadual, mas segue marcando presença garantida na elite. No século atual, participou de todas as edições do Módulo I, sempre sendo uma "pedra no sapato" aos adversários, principalmente quando as pelejas são realizadas no Castor Cifuentes, ou Alçapão do Bonfim.

Vindo de uma boa campanha, o Leão do Bonfim novamente terá um calendário cheio, o que permite ao clube fazer um projeto à longo prazo. Na temporada passada, também disputou a Série D, mas caiu logo na primeira fase, visto que sem recursos disputou o campeonato nacional com um time praticamente Sub-20. Mesmo visando o segundo semestre, um dos objetivos para temporada é voltar às semifinais do Campeonato Mineiro, o que não acontece desde 2013, e voltar a conquistar um título do interior, feito obtido em três oportunidades.

O Leão mantém a filosofia de apostar em jogadores experientes (Foto: Rodrigo Ferreira/Villa Nova A.C.)
Com o elenco totalmente reformulado, as contratações demonstraram que a aposta é mesma da última temporada, contando com vários jogadores experientes. Entre eles, o goleiro Fernando Henrique (ex-Fluminense), o zagueiro Gladstone (ex-Cruzeiro) e o meia Tchô (ex-Atlético-MG e que inclusive já defendeu o Leão em "outros carnavais"), todos conhecidos no cenário nacional.

Sob o comando de Leston Júnior, o time realizou dois jogos-treinos em Bragança Paulista, onde venceu o Paulista, por 2 a 1, e o Bragantino, por 3 a 1. Logo na estreia, o Leão do Bonfim terá um grande desafio, contra o Cruzeiro, no próximo domingo (29), às 17h00. O time do Nova Lima mandará o jogo no Mineirão.

Regulamento

Taça concedida ao campeão mineiro de 2017 (Foto: Maurício Paulucci)
Na primeira fase, serão 12 equipes participantes que se enfrentam em turno único. Após 11 rodadas, os quatro melhores classificados avançam para a semifinal com vantagem para os dois primeiros da fase de classificação. Nas semifinais, se enfrentam o 1º contra o 4º e o 2º contra o 3º colocado da primeira fase, em duas partidas por confronto. A final também será decidida em duas partidas. Os dois últimos da fase de classificação serão rebaixados para o Módulo II. A capacidade mínima dos estádios que ir receberam semifinal e final deve ser de pelo menos 10.000 torcedores.

1ª rodada (dias 28 e 29 de janeiro):

28/01 | 17h00 - Atlético-MG x América-TO – Independência
28/01 | 17h00 - Tricordiano x Uberlândia – Soares de Azevedo*

29/01 | 17h00 - Tupi x Tombense – Mário Helênio
29/01 | 17h00 - URT x Caldense – Zama Maciel
29/01 | 17h00 - Villa Nova x Cruzeiro – Mineirão
29/01 | 19h30 - Democrata x América-MG – Mamudão

* Jogo transferido para a cidade de Muriaé

Clique aqui e confira a tabela divulgada pela Federação Mineira de Futebol (FMF).

Por: Marcelo Júnior || Twitter: @marcelinjrr
Colaboração: Matheus Fernandes || Twitter: @mhfernandes89
←  Anterior Proxima  → Inicio

Inscreva-se no canal LFTV

Curta nossa página no Facebook

Siga-nos no Twitter

Mais lidas da semana